Anti VLL

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anti VLL

Mensagem por Kid em Seg 13 Abr 2015, 07:12

Apareceu no site do Porto Wrestling um vídeo com uma mensagem dirigida à VLL. Não é referido quem postou o vídeo mas a mensagem é esclarecedora…

O cenário não revela grande coisa. Apenas conseguimos ver uma parede mal tratada com alguns graffitis pintados e algumas rachas. O chão está cheio de pequenas pedras e inundado de areias. Começamos a ouvir uns pés, e o seu eco, a calcar este chão barulhento. É perceptível que alguém se aproxima…


???: Fiquei contente por saber que o meu primeiro combate será contra a VLL… Ahahah… A sério que fiquei contente com esta notícia… Afinal de contas tantas vezes tentei lutar na VLL e finalmente terei esse prazer…

O homem aparece agora na imagem e podemos ver que é Carvalho, um dos lutadores do plantel do Porto Wrestling. Ele traz consigo uma cerveja na mão e vai dando alguns goles.

Carvalho: Inúmeras foram as vezes que tentei entrar na VLL e conseguir um lugar nos seus quadros. Mostrei-lhes do que sou feito - agressão e violência - mas mesmo assim não quiseram contar comigo.

Dá mais um gole na cerveja e deixa um bocado da bebida sair pelo canto da boca e escorrer-lhe pela cara abaixo.

Carvalho: “Não tem perfil para ser um lutador na Vanguarda…”, “Não é aquilo que procuramos”… (Aumenta o tom de voz) Foda-se, digo eu!

O lutador aproxima-se da parede e atira a garrafa de cerveja contra ela. Pequenos pedaços de vidro espalham-se pelo chão e a espuma escorre pela parede.

Carvalho: O que caralho vocês querem afinal?! Não queriam gente que entrasse no ringue e destruísse o adversário? O magoasse e fizesse pedir por perdão? Então porque razão eu não tinha o perfil?

O portuense baixa-se para apanhar o que restou da garrafa de cerveja: o gargalo com uma lâmina de vidro bastante pontiaguda.

Carvalho: Eu vou mostrar a todos os fãs de wrestling porque é que eu não fui aceite na VLL! Eu vou mostrar o que é que o Carvalho faz! No final do combate enquanto o sangue lhes escorrer pela cara, eu vou levantar a cabeça do Moore e do Valente e obriga-los a dizer que eu não tenho o perfil para ser um lutador!

Carvalho começa a sorrir e a soltar gargalhadas.

Carvalho (vai diminuindo o tom de voz durante esta fala): Sim… eles vão sangrar… vão tentar correr… vão tentar fugir… já vi isso acontecer montes de vezes… mas todos acabam por se ajoelhar à minha frente e pedir que eu acabe com o seu sofrimento enquanto o público à minha volta grita para que eu termine com eles… É… eles vão sofrer…

O lutador leva a mão à sua cara e esfrega o seu rosto. Olha para a câmara e deixa escapar uma gargalhada. Começa a rir-se cada vez mais alto enquanto dá pontapés nas pedras que se encontram espalhadas pelo chão. Volta a sua atenção para a câmara e aponta a lâmina de vidro que tinha na mão.

Carvalho (num tom alto e bastante audível): Moore e Valente, isto não vai ser um combate! Ninguém quer saber se vocês ganharam a lotaria ou se comem muitas mulheres! Isto será uma rixa que só vai terminar até um de nós não se conseguir levantar mais! No final serei eu a usar o vosso dinheiro e a comer as vossas mulheres!

Neste momento aparecia na imagem Oscar a olhar em silêncio para Carvalho. O seu parceiro percebe que está a ser observado e termina o seu monólogo…

Oscar (com sotaque açoreano): Podias calar-te por um momento? Estou farto de te ouvir…

Carvalho preparava-se para dizer alguma coisa mas Oscar interrompe-o…

Oscar: Será que te podias calar com essa conversa de teres sido rejeitado? Eu deixei os Açores e vim viver para as ruas do porto e não me vês aqui a queixar-me.

Oscar aponta o indicador para a câmara e dirige-se para ela.

Oscar: Agora ouçam-me bem. Esqueçam tudo aquilo que o Carvalho vos disse, sou eu quem vos vai vencer! Isto é uma luta…

Oscar não termina a sua frase. Carvalho amigavelmente coloca o seu braço no ombro do seu parceiro e aponta-lhe a lâmina de vidro em direção do pescoço.

Carvalho: Tu o quê? É bom que estejas ao nível da exigência porque se eu vir que és um estorvo, serás o primeiro a cair…

Oscar não se deixa intimidar e afasta-se do seu futuro parceiro.

Oscar: A sério? Vais atacar-me com esse pedaço de vidro? Sê um homem e usa os punhos…

Oscar soca a cara de Carvalho. O portuense recompõe-se lentamente e sem sobressalto. Aproxima-se de Oscar e dá-lhe um soco na barriga seguido de uma chapada na cara. O açoreano ri-se.

Carvalho agarra na câmara, aponta-a diretamente para a sua cara e apartir de agora só vemos o seu nariz e a sua boca muito desfocados.

Carvalho: No Independência não será Carvalho e Oscar contra Moore e Valente! Serei eu a acabar com o que resta da dignidade da VLL! Seja o Moore, o Valente ou o Oscar, gente vai sair muito magoada deste evento, talvez até seja eu... Mas uma coisa eu garanto: isto não será um dos combates típicos da VLL, será uma rixa entre quatro homens a lutar pela sua dignidade!

Carvalho atira a câmara para o chão, deixando a objetiva apontada para Oscar que limpa um vestígio de sangue no canto da sua boca. A imagem está agora embaciada e com pequenas gostas de saliva devido à proximidade da boca de Carvalho durante a última fala.

Oscar: Alberto Valente, Moore SD e VLL, a fera foi solta e vai acompanhar o Crazy One até ao ringue! Mal posso esperar!

A imagem escurece e o vídeo termina.

Spoiler:
Promo feita por mim com a colaboração do user do Oscar.
avatar
Kid

Número de Mensagens : 870
Data de inscrição : 14/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum