A Necessidade de Melhorar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Necessidade de Melhorar

Mensagem por AR em Dom 31 Ago 2014, 05:16

Fernando Corvo descia as escadas da sua casa, que dava acesso ao rés do chão do seu lar, onde tinha instalado um pequeno ginásio. Enquanto isso, o Poeta do Ringue, podia ouvir o som produzido pelos sucessivos pontapés desferidos num dos sacos de boxe. O som era cada vez mais forte, e o intervalo entre cada pontapé era cada vez mais curto.
Finalmente, Fernando entrou no ginásio e tal como esperado era o seu filho que encontrava-se a treinar. Desde a sua derrota frente a Diogo Lourenço no último show da Vanguarda, que o jovem português treinou de um modo insano, sem cessar como se estivesse desesperado em evoluir a cada dia que passasse.

Ricardo encontra-se completamente suado e apesar de o seu corpo revelar todo o cansaço e o desgaste resultante dos duros treinos e combates, este estava determinado em continuar. Fernando ao observar o estado físico do seu filho, decidiu que era hora de fazer uma pausa. Aproximou-se de uma cadeira, onde Ricardo tinha deixado deixado a sua toalha, e silenciosamente agarrou nela. O seu filho tinha aprendido a importância da necessidade de treinar, mas naquele momento, aquilo que Ricardo mais precisava era de desabafar e conversar.

Inesperadamente, Fernando Corvo atirou a toalha branca à cara de Ricardo, terminando assim aquela série de pontapés doentios.

Fernando Corvo: Acho que está na hora de fazeres uma pequena pausa...

Ricardo Corvo( ofegante): Eu não posso parar! Eu preciso de treinar, eu preciso de melhorar, eu não posso voltar a perder. Não posso permitir que tal volte a acontecer.

Fernando Corvo: Ainda chateado com o resultado do último Vanguarda? Tu mostraste estar ao nível do Diogo Lourenço, e qualquer um poderia ter saído daquele combate vencedor.

Ricardo Corvo: Mas não venci, e tudo aquilo que as pessoas se vão lembrar, é que no final eu não consegui vencer o Diogo. Da mesma maneira que se vão lembrar do modo como fui ridicularizado pelo Vinicius e pelo Geraldo. Eu não posso permitir que as pessoas me vejam como mais um jovem cheio de talento, mas que é incapaz de vencer os seus combates.

Fernando Corvo: E precisas de ganhar alguma paciência. Derrotas acontecem a todos, mesmo aos melhores. E uma das coisas que separa a elite dos restantes, é o modo como lidar com elas. Tu tens o potencial para ser um campeão, conseguiste olhar para ti mesmo e ver a necessidade de treinar, e a importância de melhorar, contudo não podes deixar-te mergulhar na frustração. Tiveste duas derrotas consecutivas, e então? Não vou deixar que o meu filho mergulhe no mesmo poço de frustração, no qual eu próprio mergulhei após duras lesões e campeonatos perdidos.

Da próxima vez que entres no ringue, quero que te lembres disso. Quero que faças o teu melhor, mas que acima de tudo respeites os teus adversários. Sei que te queres justiça por aquilo que o Vinicius e o Geraldo te fizeram, mas distraíres o Geraldo não é aquilo que eu quero que faças. Sei que pode ser um pouco estranho teres de combater contra indivíduos menos normais como o Pascoal e o Rosas, mas lembra-te que tens de os respeitar. Eu não te estou a dizer para não ser violento, estou apenas a dizer para não rebaixares os teus adversários.

Ricardo caminhou um pouco, procurando absorver aquilo que o seu pai lhe transmitia e recuperar o fôlego.

Ricardo Corvo: Eu precisava de observar o Geraldo. Ele é uma autentica besta, e sei que mais tarde ou mais cedo os nossos caminhos vão voltar-se a cruzar. E nessa altura eu preciso de ser capaz de vencer aquele monstro. Mas há mais, eu não esqueci aquilo que o Vinicius me fez. A mim, e a toda a Vanguarda da Luta Livre. Se ele é realmente o homem que dominou esta federação, ele há-de recuperar da sua lesão, e nessa altura eu quero enfrenta-lo. E hei-de mostrar, do que é feito um verdadeiro campeão. Vou mostrar-lhe que um verdadeiro campeão não é aquele que teve muitos cintos à volta da sua cintura, mas aquele que está empenhado em derrubar todas as adversidades que encontra na sua vida. Alguém que não desiste, e tenta melhorar a cada dia. E eu hei-de ser melhor que Vinicius Nunes.

Fernando Corvo esboçou um pequeno sorriso, e deu uma suave palmada na face do seu filho.

Fernando Corvo: É bom ouvir isso vindo de ti. Tens o pensamento no sitio certo, mas não fiques demasiado obcecado com a ideia de venceres esses dois.
E não te podes esquecer, que o teu próximo combate têm direito a um prémio! Seria bastante agradável , teres a tua primeira vitória na Vanguarda e teres direito a uma recompensa!

Ricardo Corvo: O maior prémio que vou ter, vai ser vencer o combate e ter o meu braço levantado pelo arbitro do combate. Isso e ter o reconhecimento do público. Eu vou ganhar aquele combate, vou respeitar os meus adversários mas isso não me vai impedir de lhes dar uma boa sova. Será um combate a partir do qual as pessoas vão deixar de olhar para mim, apenas como um jovem prodígio e irão começar a olhar para mim como um um homem que querem enfrentar dentro do ringue, irão começar a olhar para mim como um dos wrestlers que é preciso derrotar para atingir o topo. Este combate será apenas o inicio de uma  caminhada que irá apenas parar quando eu conseguir provar que eu não sou apenas um hipotético futuro, mas também o presente.

Fernando Corvo: Eu sei que irás conseguir...
avatar
AR

Masculino Número de Mensagens : 308
Idade : 23
Data de inscrição : 26/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Necessidade de Melhorar

Mensagem por AR em Dom 31 Ago 2014, 09:42

Varias horas após a conversa com o seu filho, Fernando pôs-se a pensar sobre os últimos acontecimentos na Vanguarda da Luta Livre que envolveram o seu filho, Geraldo Lemos e Vinicius Nunes. A mudança de atitude de Vinicius era um dos temas mais debatidos na internet, tendo chocado todo o público da Vanguarda da Luta Livre. Como poderia o heroi da Vanguarda ter feito aquilo que fez? Essa era a pergunta que a maioria das pessoas faziam. Ainda assim, havia um grupo de pessoas contentes com a mudança de atitude do ex-campeão supremo. Para essas pessoas, essa mudança de atitude pecava por tardia, e já deveria ter acontecido há mais tempo pois gostaria de ver faceta revolta enquanto Nunes era ainda um lutador no activo.

Mas a pergunta que percorria a mente de Fernando era outra: " Como foi possível, uma pessoa com aquele carácter ter enganado o público durante tanto tempo?" No Ground Zero, Vinicius tinha revelado-se como um homem com um ego demasiado grande, um homem demasiado focado em si. Como tinha sido possível, Vinicius ocultar este seu lado durante tanto tempo? Era esta a pergunta que inquietava Fernando Corvo, e o Poeta do Ringue só conseguiu encontrar uma resposta após um longo periodo de reflexão. Era óbvia a razão, e era necessário explicar a verdadeira razão desta mudança de atitude.

O Poeta do Ringue, dirigiu-se ao seu escritório que estava decorado com alguns quadros dos seus momentos mais marcantes enquanto wrestler. Sentou-se na sua secretária e ligou o seu computador portatil, enquanto pensava no texto que iria escrever para o seu facebook. Ricardo tinha sido avisado para não ficar obcecado com Vinicius e Geraldo, mas Fernando não resistia. As pessoas mereciam um justificação, as pessoas tinham o direito que alguém dentro do business lhes desse a sua opinião sobre aquilo que se passou no Ground Zero.


Fernando Corvo partilhou uma ligação

Meus caros amigos, não costumo ser uma pessoal que utiliza o seu facebook frequentemente mas sinto-me no dever de fazer algo que ainda ninguém fez por vocês. Aquilo que se passou no Ground Zero, merece uma justificação, melhor do que isso voces merecem conhecer o Vinicius Nunes.
Não irei falar sobre Geraldo Lemos, porque todos nós sabemos mais ou menos aquilo que iremos ver daquele ser humano sem qualquer tipo de integridade e respeito para com os seus colegas de profissão. Aquilo que realmente quero fazer, é dar a minha opinião sobre o antigo Campeão Supremo.
É inegável que Vinicius foi a maior força dominante da Vanguarda da Luta Livre. Duas vezes Campeão Supremo, e foi um homem capaz de vencer alguns dos melhores lutadores que passaram pela VLL como : Moore, António Andrade, Jorge Gante, Kevin Gunn. E foi assim que pouco a pouco, este estabeleceu-se como a cara da VLL, o homem que com quem os outros queriam vencer, o homem a quem todos queriam vencer. Vinicius tornou-se um dos wrestlers mais queridos, e é tido como o melhor wrestler brasileiro de sempre. E Vinicius é tido como um campeão.

Mas Vinicius é tudo menos um campeão. Vinicius é apenas um homem que conseguiu chegar ao topo, mas não é um verdadeiro campeão. Enquanto este no topo, Vinicius mostrou-se como uma boa pessoa, um patriota, um herói. Mas no Ground Zero, Vinicius mostrou-se como outra pessoa completamente diferente, alguém que foi incapaz de lidar com a sua lesão, com o facto de ter deixado de ser campeão. Vinicius revelou ser alguém demasiado centrado nele mesmo. E um campeão não é isso.  
Um campeão é alguém que também sabe lidar com as más fases, é alguém capaz de lidar com as lesões, com as derrotas. E durante a minha vida tive um privilégio de conhecer vários. Lembro-me perfeitamente de enfrentar Kraig Riedel, pelo titulo máximo de uma empresa alemã já extinta. Na altura, eu estava completamente possuido pela raiva de ainda não ter possuído nenhum titulo, e o Kraig era um lutador que tinha tido algum azar nos últimos tempos. A mãe dele tinha morrido e tinha sido diagnosticado uma lesão nos pescoço. Lembro-me de ter tentado tirar partido da lesão e de ter insultado a sua falecida mãe várias vezes. Aquele foi o último combate de Kraig, pois após aquele combate ele teve de desistir da sua carreira enquanto wrestler. Ainda assim, o Kraig derrotou-me e dedicou a sua vitória à sua mãe. Ele não estava centrado apenas nele, ele procurava prestar uma última homenagem à sua mãe. E isso é uma atitude heróica, uma atitude altruísta, algo que Vinicius mostrou ser incapaz de fazer.

Eu não quero que o meu filho fique obcecado e procure vingança. Mas é preciso fazer justiça. O público da VLL foi enganado, e é necessário que alguém faça justiça por eles.  O objectivo de Vinicius e Geraldo é causar dor a tudo aquilo que se mexe, mas não irão ser bem sucedidos. O Ricardo irá trabalhar, vai treinar duro e vai empenhar-se a 100% para que cada um de vocês seja recompensado por esta traição feita a cada um de vocês. E no final desta história, o meu filho irá mostrar a Geraldo e a Vinicius, aquilo que de é feito um verdadeiro homem.

Há 1 minutos atrás · 30 pessoas gostam disto ·  5 comentários ·
avatar
AR

Masculino Número de Mensagens : 308
Idade : 23
Data de inscrição : 26/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum