Fatal Four Way - Prémio surpresa & Outros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fatal Four Way - Prémio surpresa & Outros

Mensagem por Cláudio em Dom 31 Ago 2014, 04:33

Cláudio Rosas: Estou? Ouves-me Catarina? - mostrando-se calmo e confiante.

Cláudio Rosas encontrava-se sentado numa mesa de pedra com várias tijoleiras a cobrir o tampo da mesa. Estava numa cadeira vermelha da Sagres muito comum em cafés e bares nos dias de hoje na sombra proporcionada pelo guarda de sol azul também da Sagres. Estava de tronco cu e de calções pretos de banho, possuindo uns óculos de sol azuis reflectores devido ao sol intenso que se fazia sentir naquela casa de praia situada em Matosinhos.

Catarina (do "outro lado" da chamada): Sim, diz-me Cláudio... - sentia-se um vibrato diferente do habitual na mulher.  

Cláudio antes de responder olhou para o que rodeava e viu dois dos seus amigos deitados em duas esplanadas apanhando banhos de sol naquela tarde escaldante. Na piscina que se encontrava mesmo à sua frente estava uma mulher muito charmosa com um corpo muito elegante. Era mais um alvo de Cláudio Rosas, mesmo sabendo que a mulher do outro lado da linha estava "no ir" com ele. E ele gostava de estes jogos, mas também gostava de ser mulherengo, como seria óbvio...

Cláudio Rosas (rindo-se ao aperceber que a mulher ainda continuava apaixonada desde criança): Olá. Já estive a ver o meu e-mail e já vi que tinha marcado um combate para terça-feira e queria saber algumas coisas - fez uma breve pausa. Tu deves saber alguns pormenores por continuares a fazer parte do grupo de agentes pertencentes à Vanguarda de Luta Livre minha fofinha. Sei que és nova por aqui, mas podias ajudar-me nisto.

Catarina aclara a voz ao receber aquele carinho (um pouco falso) enquanto Cláudio Rosas estica as pernas e olha mais uma vez em redor se havia alguns movimentos da tal rapariga...

Catarina (tendo uma voz formal): Tudo o que sei é que tens esse combate, não sei nada sobre o prémio. Eu mesmo contactei o Salazar, mas como seria de esperar não tive qualquer sorte com ele.

Cláudio Rosas (mantendo na mesma um tom informal): Isso já era de esperar que não ias conseguir nenhumas informações minha querida. Vou tentar dar o máximo neste meu primeiro combate e dar nas vistas como sempre costumo dar babe. E sobre aquele puto Diogo?

Catarina: Só sei que se anda a falar muito na direção daquele confronto que ele teve contigo. Parece que és alguma ameaça para o menino fofinho...

Cláudio Rosas (mostrando-se surpreendido e voltando a endireitar as costas): Menino fofinho? Daqui a nada é amor e bebezinho que o tratas não? Eu gostava de voltar a falar com ele. Vê o que me podes fazer para estar a falar com ele. A sós... não quero voltar a ver aquele gajo atrás dele só a tentar meter medo e a meter-lhe merda na cabela - estando mais irritado na parte final mas recuperou o sorriso e o vocabulário que o tanto caracteriza. Podes fazer isso por mim pequerucha? Eu adorava e ficava agradecido linda...

Cláudio Rosas lança um sorriso para a rapariga da piscina e começa a fazer gestos sexys para tentar chamar a atenção dela.

Catarina (fica derretida com o que ele disse): Eu vou tentar achar mais informações sobre o assunto. Como ficaste com aquela doida da Mie... - interrompiada.

Cláudio Rosas (ficando um pouco irritado): Não quero falar mais sobre essa mulher, ela andou a perseguir-me por algum tempo depois de aquilo que te contei. Espero que não tenhas contado a ninguém o que te disse... além que fez-se passar por alguém que não é... mesmo sendo podre de boa e ter sido fixe estar com ela, detesto que me mintam sobre quem são e o que realmente fazem. Foi um pouco vergonhoso para mim, para os verdadeiros e para a própria federação. Só quero que isto ultrapasse rapidamente e não me quero envolver nem com a mulher "falsa" e a verdadeira mais o seu amigo. Até tinha o nome idêntico e tudo. Fui mesmo burro, mas continuei todo bom (risos) Não passou de um pesadelo com toda a história. - fez uma breve pausa e bebeu o copo de água que estava à sua frente. Agora outra coisa... consegues arranjar-me um treinador para reconquistar novamente a minha técnica para os combates que vou ter no futuro?

Catarina fica empolgada com as tarefas que tem para cumprir com o seu amado e querido lutador.

Catarina: Vou fazer tudo para ter alguém à tua altura e que te ajude a ter muitas conquistas.

Cláudio: Serás sempre a minha favorita! - num tom um bocado irónico.

Catarina ia a responder alegremente a esta afirmação, mas Cláudio já tinha saltado para a piscina para dar nas vistas ao seu próximo alvo.
avatar
Cláudio

Masculino Número de Mensagens : 1530
Idade : 23
Data de inscrição : 18/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fatal Four Way - Prémio surpresa & Outros

Mensagem por Cláudio em Seg 01 Set 2014, 11:28

Mais uma chamada, mais uma roda viva de emoções e pensamentos partilhados entre duas pessoas. Desta vez Cláudio Rosas está novamente sentado, mas não perto da piscina. A outra personagem inserida na "fotografia" continua a ser Catarina, a tal rapariga que o acompanha desde criança, porém Rosas encontra-se na sala à frente da televisão. No meio de todo o luxo da sala, das mais modernas e fashion da atualidade, um bloco de notas e uma caneta destacam-se no meio da mesa à frente da poltrona onde se encontrava o Sex Symbol. A conversa já ia a meio, contudo tudo o que se sido dito até agora apenas tido conteúdo a roçar no tema sexual/pornográfico, algo pouco saudável a ouvidos mais sensíveis. Nada de novo quando um dos intervenientes era nada menos, nada mais do que Cláudio Rosas:

Cláudio Rosas (colocando os seus pés ao lado do bloco de notas): Acho que já consegues imaginar o que consigo fazer com estes dedinhos então sua marota - apesar de ser chamada telefónica Cláudio Rosas faz um olhar sexy, como se transmitisse esse olhar pelos fios telefónicos.

Catarina (falando de forma envergonhada e pouco à vontade): Eu sei que o que dizes é verdade, já não é novidade... - mudando um pouco de tom para mais sério - mas tu sabes bem que não gosto de ser só vista como um objeto... - interrompida pelo homem.

Cláudio Rosas (indireitando-se na poltrona e inclinando-se para a frente): Não claro que não... já sabes que és a minha favorita e que pronto... - fica um pouco atrapalhado com a situação - és a minha preferida e acho que vamos acabar juntos, mas sabes como sou e que não tenho descanso na minha vida babe. Este corpo sedoso e quase cremoso deixa qualquer uma a dizer que sou como a manteiga Filadélfia: sou uma delicia e só querem repetir e repetir...

Catarina não lança um riso, nem algo forçado como Rosas estava à espera. Ela era um pouco diferentes de todas as outras loiraças que se riam às gargalhadas com tudo e todos...

Catarina (aclarando a voz e prosseguindo com o discurso fluente): Á coisas que não valem mesmo a pena, começo a achar isso mesmo, mas não sou eu que perco. - não dá tempo para existir uma resposta a esta declaração, ficando um pouco furiosa. Falando de outras assuntos do que me tentares iludir com promessas de corpo e de amores no futuro... o que achas dos teus adversários para terça-feira? Achas que dás conta do recado? É que ainda não arranjei nenhum treinador e não consegui contatar o Diogo Lourenço para a conversa que queres ter com ele a sós. Parece que anda muito ocupado com algo...

Cláudio Rosas pega no seu bloco de notas onde tem várias palavras escritas acerca dos 3 lutadores que vai defrontar no dia de amanhã.

Cláudio Rosas (folheando o bloco de notas enquanto largava outro sorriso que esperava ser transmitido pelo telemóvel): Eu até posso dar deles três de uma forma muito sucinta. O Ricardo Corvo é um belo lutador e filho de uma estrela que acompanhei quando era mais miúdo. Vou ter muitas dificuldades com ele no ringue e pelo que vi nalguns vídeos ele é conhecedor de westling e de como se movimentar no ringue e pode tirar proveito disso por ser um combate com vários lutadores. Respeito-o e vou ter de treinar alguns dos meus moves dentro do ringue para estar atento a ele. É pena estar tão focado nesta modalidade que nem tem tempo para estar com umas ninas e curtir a vida. Mas ficam mais para mim!! (risos) Sobre o Rafael Sampaio também não tenho muito a acrescentar sobre ele. Apenas que o acho um bocado faloreiro e manda umas bocas quando podia estar calado. As gajas detestam gajos assim né linda? - não espera por resposta. As meninas gostam é de alguém que saiba falar no momento certo e as coisas certas, não falar de boca cheia e ser um tótó. Mas não tenho nada contra ele, assim deixa mais as raparigas para mim, mesmo sabendo andar a lutar no ringue. Sobre o Pascoal é que tenho menos informações e que o acho mais misterioso e ao mesmo tempo acho-o grande piada. Um cigano... tem sempre aquele charme e aqueles adereços todos brilhantes e tentam sempre conquistar a sua guapa... ele não deve ser excepção. Mas detesto a parte de roubar as cenas ao pessoal. Não gosto que me ameacem; que tentem machucar o meu corpinho danone e ainda inferiorizar-me à frente de algumas garotas!! - fica mais irritado. Eu fico fodid* com o vício deles de roubarem e meterem os miúdos a aprender as técnicas. Eles deviam era estar a comer gajas no parque, não a verem as carteiras dos outros. Em resumo: eu não os acho muito ameaça em termos de território feminino com estes senhores, no ringue é que se tornam mais complicados...

Catarina que tem grande paciência para estes desabafos longos já estava um pouco a dormir, mas lá respondeu secamente um "Sim... e ainda por cima vais ter de os enfrentar os 3 ao mesmo tempo!!"

Cláudio Rosas (voltando a colocar as pernas na mesa): Isso acaba por ser o pior. Tudo pode acontecer num Fatal Four Way e isso mete-me um pouco confuso porque já nem luto há muito tempo e ainda por cima cair de para-quedas numa contenda desta... vai ser muito complicado. Mas espero que me arranjes treinador até lá e ele me ajude a lidar com esta situação toda... - disse de forma reticente. De resto é o que Deus quiser. Desde que o recinto esteja cheio das minhas fãs e que venham tirar fotografias no fim. É isso que adoro.

Catarina (ficando já cansada de ouvir): Sim, eu vou tentar encontrar um treinador que tenha qualidade. Não um qualquer. E tentar novamente saber qual é o prémio para teres uma ideia, mas não devo ter muita surpresa... Mas acho por bem que dês o máximo.

Quando Catarina tinha esperança de poder falar sobre a sua vida privada, já que faz tudo por ele e ainda o atura quando ele bem pretende, Cláudio remata:

Cláudio Rosas: Obrigado por tudo, até breve e e com MUITAS novidades!! Beijinhos!

Catarina que ia começar a falar sobre o seu gato ficou admirada, enquanto do outro lado o homem que todas as mulheres querem ligou a televisão e meteu-se mais confortável no seu sítio. Mesmo estando apaixonado por ele, considerava-o um grande amigo, mas falar com ele era mesmo complicado. O mais simples era ouvi-lo, pelo menos ela servia para algo sem ser para fazer sexo...
avatar
Cláudio

Masculino Número de Mensagens : 1530
Idade : 23
Data de inscrição : 18/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum