VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Mensagem por vlladmin em Sex 29 Ago 2014, 05:51

COMBATE PRINCIPAL DA NOITE
CAVALEIRO VS RYAN ANGEL
PELO TITULO DE PESOS-PESADOS NUM COMBATE JAULA COM ARMAS NAS PAREDES.
******

ARSÉNIO FUÍNHA VS HENRIQUE COELHO
RICARDO CORVO VS RAFAEL SAMPAIO VS PASCOAL VS CLÁUDIO ROSAS
PRÉMIO ESPECIAL
JACOB & LUÍS LOPES VS YURI PETROV & TUBARALHO
CHAZZ VS FELPS
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Mensagem por vlladmin em Qua 03 Set 2014, 07:30

O Vanguarda número 57 abre com o característico fogo-de-artifício e também com a sua música, os milhares de pessoas no pavilhão da VLL fazem barulho enquanto a câmara dá uma volta pelas bancadas captando vários fãs com cartazes onde se encontram mensagens.

A câmara agora filma a mesa de comentadores onde estão Diogo Beja e Luís Barreira.

Beja: Boas a toda a gente que esteja connosco nesta transmissão do show número 57 da VLL. O meu nome é Diogo Beja e estou hoje novamente a comentar com o meu parceiro de longa data, aqui ao meu lado, Luís Barreira.

Luís: Boa noite, na última terça tivemos uma das maiores batalhas de sempre aqui na Vanguarda, Jacob Franco foi atrás de Petrov e que será que aconteceu?

Beja: Muito sangue derramado por aqueles dois.

Luís: Aquele Jacob é excecional, finalmente alguém com ganas de comer este mundo e mostrar quem verdadeiramente são as pessoas!

Beja:Pouco ortodoxo nas suas ações, atacou por trás sem qualquer honra.

Luís: Diogo… é preciso explicar-te que honra não faz um lutador?

Beja: É essa a diferença entre o Jacob e o Yuri, um é um lutador que não olha a meios para atingir o fim, enquanto o outro é um verdadeiro homem com cabeça no sítio.

Luís: Deixa-te de bajulações, só te fica mal!

Beja: Como queiras… Também no passado show tínhamos informado que o main-event hoje ia ser Henrique contra Arsénio, mas antes de ontem Carlos Salazar na sua conferência de imprensa deu a conhecer que afinal irá ser um combate jaula algo peculiar entre Cavaleiro e Ryan Angel pelo título máximo da federação!

Luís: Grande combate em perspetiva para mais logo! Aposto numa vitória do Cavaleiro, não tem medo de nada ao contrário do reles campeão que temos.

Beja: O Ryan é um homem de valores, sabe que não merece totalmente carregar o título.

Luís: Isso não é ter valores, é ter medo! Mas seguindo em frente, teremos agora o combate entre Felps e ChaZZ.



Raquel Jacob: Este combate está marcado para uma derrota, vindo do Porto com um peso de 80 kg… CHAZZ!

Surge Chazz na imagem caminhando confiantemente para o ringue.



Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo de São Paulo, Brasil com um peso de 100… o “Ás de Espadas”… FELPS!

Aparece Felps, incentivando o público durante breves segundos, caminhando rapidamente para o ringue sem vontade de perder, ele desliza para dentro do ringue e começa a trocar socos com Chazz.

*Toca a campainha a dar início a este combate*

Felps está num Lou Thesz Press e castiga violentamente a cara de Chazz. Chazz tenta reagir mas sem sucesso. Felps agarra-o… Clothesline com autoridade. 1…2…. Chazz safa-se. O Ás de Espadas não perde tempo, levanta Chazz dá-lhe um pontapé na barriga seguindo de um Standing Dropkick. 1… Chazz safa-se e atinge Felps com um golpe nos Países Baixos…

O público está a vaiar loucamente Chazz. O árbitro não viu pois estava a falar com Felps, que reclamava da velocidade da contagem. Chazz aplica um violento German Suplex em Felps. 1… Felps safa-se imediatamente. O coveiro quer ganhar este combate dá alguns murros em Felps, seguido de um DDT. O coveiro ganhou claramente vantagem com aquele golpe baixo!

Chazz aplica um Uppercut em Felps e um potente Fall Away Slam! Será suficiente! 1..2…. Felps safa-se! Chazz começa a aplicar um Sleeper em Felps perante o público que incentiva o brasileiro a recuperar o seu ímpeto neste combate… O “Ás de Espadas” dá algumas cotoveladas na barriga de Chazz que não aguenta e liberta o Sleeper. Felps vai as cordas…

Chazz tenta o Tactical Kick! Felps desvia-se e vais cordas novamente! Tactical Kick outra vez de Chazz! E Felps desvia-se novamente! Que espetáculo que o brasileiro está a dar!! Felps desvia-se e aplica um Spine Buster com autoridade em Chazz! Felps faz sinal para o Spear! Chazz levanta-se… A ESPADA DO ÁS! Este combate terminou! 1…2…3


O público reage positivamente.

Raquel Jacob: O vencedor deste combate… o “Ás de Espadas”… FELPS!

Beja: O Felps tem um talento enorme, já o ChaZZ a vaca torce o nariz…

Luís: Por falar em vacas vamos agora ver o que Timó tem a dizer sobre isso.
****

A imagem corta agora para os bastidores, onde se encontra na área de entrevistas o sempre elegantemente vestido e com ar bastante sério Pedro Lombarda.

Lombarda: Boa noite a todos, eu sou Pedro Lombarda e agora tenho comigo Timóteo Pedroso e o seu "manager" Aníbal dos Reis.

A câmara mostra agora o lisboeta Timó Pedroso, com os seus óculos de sol e o casaco de cabedal, acompanho pelo seu empresário Aníbal dos Reis, também este com óculos de sol mas vestido com um fato cinzento e uma gravata vermelha.

Lombarda: Timó, um dos assuntos mais debatidos nas últimas semanas no mundo da Vanguarda da Luta Livre têm sido as acusações de Henrique Coelho. Segundo este, tu violaste a sua vaca Miquelina. Qual a tua opinião sobre o assunto?

Timó sorri levemente, retirando os óculos de sol e olhando para Pedro Lombarda. Num tom arrogante e com um ar confiante começou a falar.

Timó: Isso é a pergunta que eu gostaria de fazer a qualquer pessoa neste momento.

Ele olha para a câmara.

Timó: Qual é a vossa opinião sobre este assunto? Não respondam, é uma pergunta retórica. Eu sei perfeitamente a vossa resposta: O Henrique só pode ser passado da cabeça! Por amor de Deus, violar vacas? É disto que se trata a nova era da Vanguarda da Luta Livre? Tocando neste mesmo ponto, vejam as palavras:

O ex-Parceiro de Guerra soletra lentamente o nome da federação.

Timó: Vanguarda... da... Luta... Livre. Luta livre. É disto que se trata este programa, é por isto que as pessoas sintonizam na RTP1 todas as noites. Elas querem ver pessoas como eu a lutar, a dominar e a vencer. Não pessoas como o Henrique que pensam que isto é uma daquelas séries da RTP2 sobre investigação criminal. Poupem-me.

Lombarda: Mesmo desvalorizando esse assunto, nas palavras do próprio Henrique, ele vai "vingar-se de ti pelo que lhe fizeste".

Timó esboçava um ar algo irritado.

Timó: Mas que raios é que eu lhe fiz? Eu não fiz nada a ninguém. Aliás, até fiz. Na semana passada, lutei com, dominei e venci o Rafael Sampaio. Se ele é o "Futuro de Portugal", isto faz de mim o que é agora? O "Futuro do Pro-Wrestling Mundial"? Contém-me algo que eu não saiba...

Lombarda: Uma última pergunta a respeito de Henrique Coelho...

O entrevistador é interrompido por Aníbal dos Reis, que se chega á frente olhando para ele. O cabo-verdiano, que até agora se mantivera calado, tira o microfone das mãos do licenciado em jornalismo na Universidade de Coimbra.

Aníbal estava bastante sério e autoritário.

Aníbal: O meu cliente não vai dar mais satisfações a ninguém sobre assuntos completamente irrelevantes e sem interesse nenhum. O Timóteo não veio para aqui brincar, veio para ser campeão e estamos a desenvolver um projeto nesse sentido. Mas, caso o Henrique não tenha amor à sua condição física e resolva entrar no caminho do meu cliente, podem haver consequências. Caso o Sr. Coelho insista nesta história ridícula, receio que terei de tomar medidas mais drásticas em relação a ele. Mas por agora, esta entrevista acabou.

O empresário abandona a zona de entrevistas, perante o olhar ligeiramente incomodado de Timó Pedroso. O lisboeta segue-o passados alguns instantes, recolocando os óculos de sol na sua cara. Pedro Lombarda recompõe-se rapidamente, virando-se para a câmara.

Lombarda: Bem, estas foram as declarações possíveis de Timóteo Pedroso e de Aníbal dos Reis. Passo a emissão de volta a vocês, Diogo Beja e Luís Barreira.

A imagem desvanece, voltando à arena.
****

Subitamente as luzes apagam-se na arena, silêncio espalha-se e começam a tocar cânticos gregorianos. A intensidade e volume sobem, salmos cantados espalhando-se.

Beja: Mas o que é isto?

Luís: Não sei mas o que quer que seja deixou o público todo em silêncio.

Após alguns segundos todas as luzes se ligam e Caim aparece no centro do ringue segurando um microfone, de cabeça ligeiramente baixa. Lentamente sobe o seu queixo e olha em volta com um ar quase vazio. Leva o microfone á boca e exprime-se com um carisma único, gesticulando com uma mão enquanto fala.

Caim: Irmãos! Bendito seja o senhor que está connosco, e acima de tudo, está comigo. Sonhei hoje como Noé sonhou com um mar envolvendo pecadores, sonhei hoje como Moisés sonhou com o sofrimento daqueles que o fizeram sofrer a ele e à sua gente. E também eu vi no fim de todo o sofrimento a minha terra prometida. Vi por baixo de uma árvore, árvore de Éden talvez, ouro, ouro que mereci por não tomar da árvore como um fraco impuro, sem respeito por quem tudo nos dá!

Ele caminha de um lado para o outro do ringue, meditando para si mesmo enquanto pensa, antes de falar de novo.

Caim: Vi que tal como qualquer outro profeta, abençoado pela mão da luz, que também eu terei de suar, esforçar-me, pela minha própria profecia, uma profecia que carrego comigo, que tenho de defender dos ideais blasfemos e corruptos. A Vanguarda será o palco da Profecia de Caim, e vocês serão as minhas testemunhas. O ouro me aguarda, o ouro em troca das bênçãos e da palavra que trago, em troca da minha constante luta pelo que é sagrado, único, com valor imensurável.

Caim levanta um dedo com um sorriso nos seus lábios, alguns membros do público vaiam-no, outros mantêm-se calados.

Caim: Serão vocês os meus discípulos, no caminho que nos espera para a salvação. Ambos seremos humildes, nos prostraremos perante as oferendas, agradeceremos, e vocês agradecerão também pela oportunidade de receberem a minha graça, e de terem a minha vontade convosco. Pois o caminho para a salvação é árduo, mas foi feito para ser pisado e superado. Ouro…Ouro pela minha bênção!

As luzes começam a diminuir de novo, e quando já está quase escuro ouve-se apenas a voz de Caim ecoar pela escuridão.

Caim: Felizes são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam. Lucas, onze, vinte e oito.

A sua voz transforma-se numa risada até um tanto ou quanto perturbadora, de um individuo claramente lunático, preso nas suas próprias visões. Quando retornam as luzes ele já não se encontra no ringue.

Raquel Jacob: Este combate está marcado para uma derrota, com um peso combinado de 191 kg… Luís Lopes e Jacob Franco!

Ambos entram na arena e vão calmamente para o ringue.

Luís: Está aqui o próximo campeão! Jacob Franco não vacila no que toca a lutar.

Beja: Muito talento, mas pouca cabeça.

Luís: Muita cabeça teve ele para ter desvendado o Petrov!


Raquel Jacob: Com um peso combinado de 229 kg… Tubaralho e Yuri Petrov!

Ambos dirigem-se para o ringue e Petrov fica um pouco à frente do ringue a olhar para Jacob que o confronta nos olhos antes de entrar no ringue. Jacob olha-o intensamente com o ódio a sair-lhe pelos esporos.

Beja: Um lutador com muita honra este russo.

Luís: Mata-te Beja!

Toca a campainha e o árbitro é Adelaide Rodrigues.
Tubaralho e Luís Lopes começam o combate com este último a empurrar Tubaralho contra as cordas e Big Boot! Tubaralho fica caído no chão e Luís Lopes tenta um Powerslam com sucesso. “O Bounty Hunter” tenta esganar o seu oponente, mas Adelaide não permite e separa-os só que Luís Lopes mete-se em cima do mascarado e fica bastante tempo a dar-lhe murros na cara. Na borda do ringue Petrov chama pelo público para dar força a Tubaralho, mas este último continua a ser o saco de pancada de Luís Lopes que aplicou agora DDT!

Luís Lopes levanta Tubaralho e clothesline! Levanta-o outra vez e desta vez dropkick! Yuri Petrov leva as mãos à cabeça por estar a ver coisa mal parada para o seu parceiro. Luís levanta-o de novo, mas Tubaralho responde rapidamente com um Enziguri! Lopes fica estatelado no chão e Tubaralho sobe à última corda do turnbuckle e Moonsault! O mascarado virou totalmente o jogo!

Luís Lopes levanta-se com ajuda das cordas e é atingido por um missile dropkick e volta ao chão! Jacob também não gosta do que vê e meta a mão na cara em sinal de vergonha do que está a ver. Tubaralho deixa Luís Lopes se levantar e trocam vários socos antes de se meterem num hold, Tubaralho consegue ser mais forte e leva Luís Lopes até ao canto onde está Jacob que faz tag sem consentimento do parceiro que empurra Tubaralho para o canto onde está Yuri que faz tag também sem consentimento do seu parceiro!

Ambos os lutadores entram com toda a raça e trocam vários socos um no outro, Jacob esquiva-se de um clothesline por debaixo do braço e contra ataca Yuri com um Pele Kick no ombro direito do russo! Yuri ainda sente as dores do ombro, mas com toda a determinação sai do chão e european uppercutt! Jacob cai ao chão e Petrov não vacila em atacar a barriga do motard com um leg drop! Jacob queixa-se das dores no abdómen.

Yuri quer acabar logo com o combate, pega nele e Russian Bear Hug! Jacob tenta não ceder e ataca com cotoveladas a cabeça do “Tanque Russo” e DDT! Ambos ficam deitados no tapete e Jacob rasteja até Petrov para efetuar o cover 1…2... Mas Yuri safa-se! Jacob tenta o Fujiwara Armbar no braço direito de Petrov fazendo este gritar de dores, mas Tubaralho corre para Jacob atacando-o com um dropkick na cara e fazendo o “Razor” largar a manobra.

O árbitro afasta Tubaralho dali e tanto Jacob como Petrov se arrastam para cada canto para efetuar o tag, ambos conseguiram e Luís Lopes corre para Tubaralho, mas este ataca as pernas do caçador com um low dropkick. Fora do ringue Jacob puxa a perna de Petrov e este cai da borda do ringue, ambos começam a pancadaria fora do ringue rebolando aos murros no chão.

Jacob empurrou com toda a força Petrov contra as barreiras de segurança e o russo atingiu a barreira com o ombro direito! Tubaralho subiu ao turnbuckle para mais um moonsault em Luís Lopes depois de ter atacado com um knee lift e o ter deixado no chão, mas Jacob puxa-o fazendo o mascarado cair de costas na barreira de segurança! O árbitro começa a contagem e Jacob põe Tubaralho na posição de Electric Chair e Hells Caldron fora do ringue!!! Jacob pega em Tubaralho pelo pescoço e mete-o de novo no ringue para o seu companheiro acabar de vez com o combate.

Yuri Petrov levantou-se com muito esforço e atacou o jovem português com um autêntico clothesline antes de pegar nele com os dois braços em posição de prancha e a ressentir demasiado do ombro direito atirou-o para o meio do público que se afastou a tempo antes que levassem com o 94 kg em cima. No ringue Luís Lopes para terminar de vez pega no mascarado e Fade to Black!!! Está tudo acabado, vai para o cover, mas Yuri Petrov entra dentro do ringue e ambos trocam socos com Yuri a sair por cima devido à sua maior força. Yuri não está para mais e aplica a “Bigorna” no caçador de recompensas e depois arrasta Tubaralho para cima dele! 1…2…3!


Petrov pega em Tubaralho e ambos saem rapidamente do ringue, porque Jacob correu para dentro ringue, mas já só estava lá Luís Lopes.

Raquel Jacob: E o vencedor deste combate… TUBARALHO E YURI PETROV!

Petrov leva o seu companheiro em cima do ombro esquerdo até que olha para trás e vê Jacob completamente passado e fica parado na rampa antes de sair da arena.
Jacob pede um microfone e Raquel Jacob dá-lhe um para as mãos.


Luís: Grande combate e a pior equipa vence…

Beja: Petrov e Tubaralho foram melhores.

Jacob: Façam favor de se calar Luís e Diogo! Quanto a ti russo… Petrov safaste-te desta vez, a ti e ao macaco do circo que levas em cima do ombro! E eu não sou o Gunn nem o Keane, eu sou Jacob Franco! Fica bem ciente deste nome, porque vai ser este nome que te vai enterrar bem no cemitério como vou enterrar esta amostra de lutador que me está a beijar os pés!

Luís Lopes encontra-se a tentar levantar-se com a ajuda do corpo de Franco, mas este de tanto ódio que sente por ter perdido deixa-se comandar pelo ódio e soca potentemente a cara de Lopes que volta ao chão. Jacob deixa o microfone cair fazendo um ruído estrondoso e começa a pontapear a barriga do caçador de recompensas até que o levanta e aplica o seu finisher “Black Out”! Luís Lopes fica completamente inconsciente e Jacob volta a pegar no microfone para falar.

Jacob: É isto que te vai acontecer russo!

Jacob mete-se em cima das costas de Luís e puxa-lhe pelos cabelos com uma mão e com a outra mão que segura no microfone ataca com ele várias vezes a boca de Luís Lopes partindo-lhe vários dentes e deixando o lutador a sangrar muito enquanto se ouve os ruídos do microfone a bater nos dentes até que Jacob para e levanta-se e volta a falar, mas desta vez com o microfone encharcado de sangue.

Jacob: E para aqueles que se queixam desta guerra entre mim e o Petrov ser muito violenta para os putos que vêm isto… Não dou a mínima para essas pessoas, porque não passam de hipócritas! Mesmas pessoas que se queixam são as mesmas pessoas que negligenciam ao saber e deixar os seus filhos verem pornografia na internet! E se não gostam que os vossos queridos filhos vejam pessoas a lutar tem um bom remédio, não os deixem ver ou não tem controlo sobre os vossos próprios filhos?! Porque eu vou continuar a ser a mesma pessoa e a fazer o mesmo de sempre!

Jacob arremessa o microfone contra o corpo de Luís Lopes até que a imagem desvanece antes do intervalo do show.
****

INTERVALO



avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Mensagem por vlladmin em Qua 03 Set 2014, 08:45

Voltamos do intervalo e a imagem era dos bastidores da arena onde a Vanguarda estava a acontecer. Podemos observar bastantes caixas abertas e encostadas as paredes, sinal que os funcionários da VLL, mesmo com o show a transmitir, não param de trabalhar para que tudo corra às mil maravilhas. Quem também trabalha para que, esta noite, tudo corra bem para o seu lado é, o Campeão de Pesos-Pesados, Ryan Angel.

Ryan estava a fazer aquecimentos junto a umas caixas de madeira. Ele está-se, naturalmente, a preparar-se para o grande combate que vai logo a noite contra Cavaleiro, dentro de uma jaula cheia de armas capazes de provocar vários tipos de dor. O mesmo estava com uma perna em cima de uma das caixas e a alongar os músculos da mesma, para evitar lesões. Ryan parecia bastante focado no que estava a fazer. A concentração era precisa para hoje a noite.

De repente uma mão pousa em cima dos ombros de Ryan e este rapidamente vira-se, posicionando-se em posição de ataque. Conseguimos agora ver que a mão era de Jack Neville, ex-manager de Ryan Angel.

Neville: Hey, Hey, calm down, champ! Quem pensavas que era para te pores logo assim?

Ryan: Por acaso, até pensei que era o Cavaleiro, mas tu ou o Cavaleiro, como dizem aqui os portugueses, que venha o diabo e escolha o melhor.

Neville: Ryan, Ryan, porque tanto rancor e ressentimento? Eu estou aqui apenas para te desejar boa sorte para logo à noite.

Ryan: Thanks, but, no thanks.

Ryan vira costas a Neville e continua os seus alongamentos. Neville fica ligeiramente aborrecido pela ação de Ryan, mas depressa mete um sorriso sínico na cara e dá a volta ao caixote de madeira, ficando assim, outra vez, a frente de Ryan.

Neville: Sabes, Ryan? Eu vi muito potencial em ti. Descobri-te lá nas Américas e trouxe-te cá para a Europa, onde o verdadeiro wrestling é praticado, com violência, com técnica, com prazer e paixão. Em grande parte, se és o que és hoje em dia nesta empresa, deves muito a mim.

Ryan para novamente os alongamentos. Ele baixa-se a apanha o Titulo de Pesos-Pesados da VLL que tinha posto, anteriormente, no chão.

Ryan: É verdade, Jack. Se hoje estou nesta empresa, é porque tu trouxeste-me para cá. Mas se ganhei isto é porque eu trabalhei para tal.

Neville: Ryan, Ryan… tu achas mesmo que ganhas-te esse título pelo teu mérito? Achas? You silly boy. Tu apenas tiveste sorte de o Cavaleiro ter caído uns milésimos de segundos antes de ti.

Ryan baixa a cabeça, sabendo que o que Neville diz é verdade.

Neville: Ryan, vê se percebes uma coisa. Tu sem mim, não és nada. A semana passada levaste o beatdown da tua vida. E esta semana podes vir a passar pelo mesmo. Sabes qual foi o teu erro no meio disto tudo? Foi teres-me deixado, Ryan. Sem mim, tu és nada! E vais te aperceber desse teu grande quando levares a coça da tua vida esta noite!

Neville começa a sorrir sadicamente, enquanto se afasta de Ryan. Este fica com uma cara de poucos amigos, mas decide continuar a fazer os seus alongamentos.
****

A imagem volta a transmitir a arena onde é perceptível o barulho dos espetadores que esperam ansiosamente pelo combate quadrilha fatal.

Beja: Agora é hora de um dos momentos mais importantes da noite!

Luís: Tudo por um prémio que ninguém faz a mínima do que seja!

Beja: 4 homens escolhidos, mas só um será o vencedor deste combate!

Luís: Sim... Espero coisas boas daqui!


Raquel Jacob: Este combate é uma Quadrilha Fatal por um prémio mistério, o primeiro a caminho do ringue vindo de Azambuja, pesando 80 quilos, Pascoal, o Cigano!

Reação bastante negativa para o cigana da Azambuja.

Beja: O público parece não gostar do Pascoal... Também pudera, ele foi desonesto com o Felps.

Luís: O zuca é que deveria ter sido mais esperto.

Beja: Mais esperto?!

Luís: É a verdade... Tu queres é fugir dela!


Raquel Jacob: Um de seus adversários, vindo de Lisboa, Portugal, pesando 90 quilos, Ricardo Corvo!

O jovem lutador é um dos preferidos do público para este combate.

Ricardo caminha, dessa vez sem seu pai até o ringue, ele fica com aspecto bem concentrado para o combate.

Beja: Muito aplaudido o solitário Ricardo Corvo! Hoje sem Fernando! Mas tem o público do seu lado!

Luís: Verdade Beja... Mas ele nem deveria ter apoio, prejudicou fortemente o Geraldo no combate passado...

Beja: Menos... Pior foi o ataque covarde que o Geraldo fez ao Ricardo...

Luís: Ali foi para anunciar a parceria com o melhor campeão supremo de sempre, Vinícius Nunes!

Beja: Agora ele é o grande…


Raquel Jacob: O outro concorrente, pesando 100 quilos, vindo do Porto, Portugal, Cláudio Rosas!

Apoiado por todas as mulheres na arena e algumas pessoas, enquanto se vê alguns cartazes a dizer "Queremos o Valente de volta! Não queremos imitações!".

Beja: As mulheres gostam mesmo dele... A maior parte grita por ele!

Luís: Ele com as mulheres faz sucesso, mas como wrestler...

Beja: O que queres dizer?

Luís: Ele como wrestler não vale nada... Só vale como conquistador de quinta, a verdade é essa... É um Alberto Valente versão importada da china com fraquíssima qualidade...


Raquel Jacob: E o último concorrente, pesando 114 quilos, vindo de Lisboa, Portugal, Rafael Sampaio!

Outro dos preferidos do público e a receber uma ovação como aconteceu com Corvo.

O árbitro para esse combate é David Peralta.
Os quatro se posicionam um em cada córner, Sampaio vai para cima de Rosas e Corvo vai em cima de Pascoal. Existe uma troca de socos intensas nas duas contendas, os lutadores não querem saber de aquecimento, foram logo para o que interessa logo de cara. Depois de um tempo, Sampaio consegue com uma Clothesline tirar o Rosas para fora do ringue, o mesmo faz Corvo que consegue tirar Pascoal do ringue, também com uma Clothesline.

Corvo e Sampaio recebem os aplausos do público e se olham com respeito. Os dois ficam em uma hold que dura pelo menos uns 20 segundos, Sampaio acaba vencendo e jogando Corvo para o chão. Corvo se levanta e tenta usar a velocidade, escapa da investida de Sampaio e consegue um Drop Kick! Sampaio cai no chão, mas se levanta rapidamente, mas acaba por levar um German Suplex de Corvo! Corvo mostra muita perícia perante Sampaio. Sampaio se levanta novamente, mas recebe alguns socos de Corvo e leva com um Sidewalk Slam! Cover! 1! 2! Pascoal volta ao ringue e impede a contagem!

Pascoal chuta Sampaio até que este sai do ringue. Pascoal começa a focar suas ações em Corvo, coloca seu boxe em ação, primeiro acerta Corvo no rosto com um cruzado de direita, depois alguns jabs e alguns chops! Parece um striker O Cigano! Pascoal olha para fora e vê que logo junto do público está Fernando Corvo, o pai de Ricardo, ele estava ali sim! Nessa distração, ele recebe o Canhão Português (Super Kick) de Ricardo Corvo! Ricardo aponta para o pai! Vai para a cover! É para terminar o combate! 1! 2! Dessa vez é Cláudio Rosas que surge quase que do nada!

Rosas começa a aplicar diversos socos em Corvo e o tira do ringue! Corvo cai do ringue e recebe um Spear de Rafael Sampaio quase que de imediato! Brutal essa manobra! Pena que foi do lado de fora! Sampaio também volta ao ringue! Estão Rosas, um caído Pascoal e Sampaio do lado do ringue! Rosas faz a cover em Pascoal! 1! 2! Pasocal se livra! Rosas rasteja Pascoal até o canto. Pega Pascoal e aplica um Powerslam! Sampaio ataca Rosas com um Full Nelson Backbreaker! Cover! 1! 2! Salva-se Rosas!
Sampaio se vê dono do combate, golpeia Pascoal que se levanta com um Big Boot! Coloca-o em cima de Rosas que se machuca ainda mais! Cover! 1! 2! Pascoal sai de cena! Pascoal se levanta aos poucos, coloca dois dedos nos olhos de Sampaio na distração de David Peralta. Grande manobra de Pascoal! Pascoal acerta um Suplex em Sampaio! Outro! Mais um! É incrível a força de Pascoal! Pascoal depois acerta um Spinebuster em Sampaio! Cover! Nada disso Rosas salva o combate!

Rosas aplica várias Clotheslines em Pascoal! Rosas depois aplica um Powerslam! Diversos Uppercuts! Pascoal cai no chão! STFU de Rosas contra Pascoal! Pascoal não tem como chegar as cordas, mesmo assim não tem como quebrar a manobra! Cláudio Rosas vai se tornar o primeiro campeão da Vanguarda! Incrível! Ricardo Corvo e Rafael Sampaio juntos chegam e quebram a manobra de Rosas e o jogam para fora do ringue como se não fosse nada! Grande trabalho de equipa!

Os dois se viram, mas Pascoal se recupera rápido e pega Sampaio e aplica um Swiging Neckbreaker! Porém é pego por Pelé Kick de Corvo! Cover para Corvo! 1! 2! 2,5! Se salva Pascoal! Corvo agora vai para a cover em Sampaio! Esse também se salva! Ricardo Corvo não se conforma! Corvo arrasta Pascoal para o canto! Parece que teremos o Queda Negra (Panamá Sunrise)! Manobra especial de Corvo! Porém tudo isso é impedido pela volta de Rosas ao ringue!

Rosas encara Corvo e fala que agora o negócio é entre eles! Ricardo Corvo acerta desafio e os dois começam uma nova troca de socos frenética! Rosas parece ter a vantagem! Mas Corvo acerta um chute na barriga de Rosas e uma cabeçada! Rosas se dobra e Corvo aplica dois German Suplex! Coloca Rosas para perto de si e Penalty Kick! Agora sim! Parece que é hora de Queda Negra! Arrasta Rosas até o canto e o coloca em cima de Pascoal, mas o Cigano se dá conta e sai do ringue! Ricardo vai atrás dele, mas antes de sair, leva um Spear de Sampaio! Sampaio se recupera e aparece quase que do nada! Agora sim! Não tem mais jeito para Ricardo Corvo! Cover! 1! 2! Rosas se recupera e salva o combate!

Rosas e Sampaio começam com uma luta intensa em uma hold, Rosas usa a velocidade para ficar nas costas de Sampaio. Sampaio consegue cotoveladas na cabeça de Cláudio! Depois disso consegue reverter tudo e Samoan Drop contra o The Sexy! Cover! Não tem cover! Antes de tudo Sampaio leva um Low Blow de Pascoal que acaba de retornar ao ringue! Manobra muito suja do Cigano! Sampaio se volta para Pascoal, mas o Cigano sai do ringue em disparada!

Ricardo Corvo volta a consciência e ele e Sampaio começam a lutar! Corvo consegue um Dropkick e um outro Sidewalk Slam! Sampaio deitado perto do canto! Moonsault! Cover! 1! 2! Sampaio se salva de maneira incrível! Cláudio se levanta e ele começa a lutar com Corvo! Cláudio Leva vantagem! Big Boot poderoso! Espera Corvo se levantar! Vai para o Espinho de Rosa (Powerbomb)! Chute na barriga de Corvo! Mas Corvo consegue reverter tudo para um Tiger Suplex! Agora o Penalty Kick! Sampaio vem em direção de Corvo... Corvo consegue um Canhão Português (Super Kick) e outro Penalty Kick!

Ricardo arrasta Sampaio para perto do canto do ringue! Agora sim vem o Queda Negra (Panama Sunrise)! Ricardo Corvo vai vencer de maneira épica! Sobe até a segunda corda! Panama Sunrise bem aplicado! Agora sim! Apenas a cover! 1! 2! 2,8! Pascoal se mete na cover! Ricardo tenta tira-lo dali, mas recebe um Low Blow e uma Clothesline para fora do ringue! Pascoal faz a cover em cima de um inconsciente Rafael Sampaio! 1! 2! 3! Rosas corre para quebrar a contagem, mas não consegue evitar!


Pascoal sai rapidamente do ringue e quando subia a rampa, Carlos Salazar aparece no grande ecrã para falar sobre o prémio.

Salazar: Como tinha afirmado anteriormente, o vencedor deste combate iria receber um prémio… um prémio que muitos adoravam ter, ter tido, mas nunca o conseguiram… O título intercontinental da Vanguarda!

Salazar sai de cena e o grande ecrã passa a mostrar Pascoal que está muito surpreso enquanto um árbitro com o título saído dos backstages vai ter com ele para lhe dar o cinto de campeão Intercontinental.

Raquel Jacob: E o vencedor e novo campeão intercontinental da Vanguarda, Pascoal, O Cigano!

Ouve-se muitos apupos ao cigano vindos da plateia, muita gente não gosta do novo campeão.

Beja: Desonestidade! Apareceu quando o Corvo já tinha o Sampaio a sua mercê! Inacreditável! Ricardo Corvo que deveria ser o novo campeão da Vanguarda! Sujo! Muito sujo o cigano!

Luís: Deixa ser preconceituoso... Grande combate do Pascoal, foi muito esperto! Agora sim temos um campeão de jeito, porque aquele Angel, não vale nem metade deste Pascoal!

Beja: Lá vens tu com o Ryan... Ainda acho que o Pascoal vai vender o título... Era só isso que faltava...

Luís: Menos Beja... Muito menos... Acalma-te! Pascoal é o teu campeão e tens que aceitar!
****

A emissão é agora transmitida desde os bastidores da arena, mais concretamente na zona de entrevistas rápidas. Pedro Lombarda, sempre muito profissional, foca o seu olhar para a câmara enquanto espera pelo sinal para começar a sua entrevista.

Lombarda: Caros espectadores, tenho aqui ao meu lado o recém-coroado campeão Intercontinental da VLL, Pascoal.

A imagem foca agora “O Cigano”, ainda suado do seu combate, que trás o cinto ao seu ombro. Ao contrário da conferência de imprensa de antevisão do “Ground Zero”, Pascoal encontra-se sorridente e muito confiante nas suas palavras. O Cigano tinha acabado de sair da arena e ao dirigir-se para os balneários foi chamado por Lombarda.

Lombarda: Pascoal, acredito que seja um grande momento para ti conquistar este título.

Pascoal aproxima-se de Lombarda para aparecer em grande plano para a câmara. O entrevistador ao sentir o cheiro a suor do cigano acaba por se afastar, esticando o braço para que o novo campeão Intercontinental possa falar para o microfone.

Pascoal: É verdade! Desde o início que não acreditei nas palavras do Salazar mas fiz bem em entrar na Vanguarda! Conseguiram tirar-me o ouro no “Grande Zero” mas eu roubei… ahhhh… ganhei outro! Ciganos não desistem até conseguirem o que querem!

Lombarda: Qual foi a sua reação ao saber que o Prémio Especial seria o título Intercontinental?

Pascoal: Fiquei muito feliz. Quando escolhi entrar na Vanguarda queria desde o início levar daqui ouro desta qualidade, então fiquei feliz por ter conseguido tão depressa.

Lombarda: Sentes-te preparado para defender esse título durante o seu reinado como campeão?

Pascoal: Ninguém rouba nada a um cigano! Muito menos o meu ouro! Arrumei muitos carros e apanhei muito lixo para conseguir ouro desta qualidade, não vou deixar que o levem agora!

Pascoal coloca o título à sua frente e sorri para ele enquanto observa o seu reflexo na placa de ouro.

Pascoal: Este “menino” já tem o seu destino traçado, eu “li” a palma da minha mão… Não me engano nestas coisas…

Lombarda: A sério? Consegues ler a sina?

Pascoal retira o seu olhar do título e olha espantado para Lombarda.

Pascoal: Quê? Queres que leia a tua sina? São 5 euro, amigo! Não brinco com os meus negócios!

Lombarda mete a mão ao bolso e tira de lá uma “mão cheia de nada”.

Pascoal: Sem dinheiro não temos negócio…

Lombarda retoma o seu profissionalismo e prepara mais uma pergunta para o lutador.

Lombarda: E como é que vais festejar esta conquista? Aposto que os teus amigos ficaram todos felizes com a tua vitória…

Pascoal: A festa fica para depois! Agora não perco mais tempo contigo, tenho que levar este “menino” (ergue o título) a um sítio…

Lombarda: A um sítio? Como assim?

Pascoal: Isso não é da tua conta! Foi um prazer conhecer-te a ti e toda a Vanguarda. Adeus e boa sorte para todos, especialmente para ti que vais precisar. As cartaz não enganam…

Pascoal agarra o seu título e abandona a zona de entrevistas perante o olhar incrédulo de Pedro Lombarda.

Lombarda: Mas o quê? Vais-te embora? Espera…

Pascoal não ouve nada do que o entrevistador tenha para dizer e avança a passos largos, e com um sorriso na cara, para o parque de estacionamento. O lutador mete o cinto dentro de um saco e monta a sua motorizada 50cc e carrega na ignição para meter o veículo a trabalhar. Mete o capacete na cabeça e vai-se embora deixando para trás um rasto de fumo.
****

A imagem surge no parque de estacionamento do pavilhão onde está a decorrer neste preciso momento o espetáculo semanal da Vanguarda da Luta Livre. O ambiente está muito calmo, tranquilo e sem movimento algum. De súbito ouve-se o motor de um carro a aproximar-se e perante o foco da câmera surge lentamente um Porsche Preto SUV com vidros fumados a estacionar com toda a atenção do cameraman e de Pedro Lombarda que está presente.

A presença dos jornalistas faz prever algo relevante para acontecer. O carro parou e de súbito, de casaco de cabedal fechado e de calças pretas justas com botas de salto alto, sai Miescha do lugar do pendura com um olhar de indiferença para Zé "Maravilha" que se vai aproximando até que do lugador do condutor, sendo bem focado pela câmera surge TJ "Dementia" Crowe, sem pinturas, vestido a rigor com um fato italiano e com sapato formal, com uns óculos Ray-Ban.

TJ Crowe vai ao porta-bagagens e tira de lá um saco desportivo com um tamanho considerável, agarrando-o com um braço, estendendo o outro braço a Miescha que se agarra a ele na zona do antebraço caminhando para o acesso ao backstage da Vanguarda da Luta Livre. Zé e o cameraman aproximam-se rapidamente para tentar alguma reacção de TJ Crowe e Miescha.

Zé: TJ Crowe. Miescha. O que têm a dizer sobre a recente polémica dos falsos TJ Crowe e Miescha usados no Ground Zero?

TJ Crowe mostra uma expressão facial sorridente, por trás dos seus Ray-Bans e Miescha estende a mão afastando os jornalistas como que os mandando embora. Ambos continuam a caminhar para a entrada do backstage. Zé não desististe e chama o cameraman para perseguir Crowe e Miescha.

Zé: Qual é o seu objectivo na Vanguardada Luta Livre TJ? Pretende ser Campeão Supremo?

O "Dementia" diz que não irónicamente perante o riso de Miescha.

Zé: Confirma que houve um impasse nas negociações por ter exigido a Carlos Salazar um combate 1 vs 1 pelo título Supremo da Vanguarda da Luta Livre?

Miescha e TJ Crowe chegam à porta que dá acesso ao backstage da Vanguarda da Luta Livre neste recinto. Miescha continua a entrar e TJ Crowe antes de entrar, tira os óculos calmamente olhando seriamente para o jornalista.

Crowe: Alguém vai sair magoado hoje. Terei razão para isso? Não. Quero magoar alguém em específico? Não.

O bizarro wrestler Norte-Americano fica pensativo com um olhar distante e ausente. De súbito olha novamente para Zé.

Crowe: Dá-me um prazer imenso eviscerar alguém no meio daquele ringue hoje mesmo? Sim. Irei possivelmente terminar com a carreira de alguém hoje pelo puro prazer sádico de violência e tortura que gosto de infligir sobre um ser humano? Absolutamente...

TJ Crowe levanta o seu saco mostrando-o à câmera.

Crowe: Tenho um amigo que quero dar a conhecer a todos vós. Fiquem atentos.

O "Dementia" vira costas a Zé "Maravilha" que fica sério e algo intimidado a observar TJ Crowe a afastar-se à medida que a imagem desvanece.
****

Beja: Depois de muitas emoções... Chegou a hora do combate entre Arsênio Fuinha e Henrique Coelho!

Luís: Potencial para ser muito bom.

Beja: Ao que tudo aponta, Arsénio Fuínha, tinha estado numa briga na rua e não levou a melhor, por isso a ausência, mas hoje está de volta.

Luís: Se ele perde para um qualquer das ruas... Imagina aqui! Coelho vence isto em nome da desonrada Miquelina!

Beja: Essa história do Timó com o Coelho ainda tem muita página que escrever, história muito estranha…

Luís: O que interessa é que o Coelho é um campeão!

Raquel Jacob: Este combate é para uma derrota! Primeiro, vindo de Ponta Delgada, Açores, pesando 95 quilos, Henrique Coelho!


Henrique Coelho é apupado e entra com sua vaca Miquelina. Ele olha para ela preocupado e fala do trauma que ela sofreu, as pessoas não parecem se importar muito. Ele lança um olhar indignado e entra no ringue.

Raquel Jacob: E seu adversário, vindo de Alfama, Lisboa, pesando 91 quilos, Arsênio Fuinha!


O árbitro dessa luta é Afonso Martins.
Arsênio e Henrique começam com uma hold no centro do ringue. Henrique é mais forte e estica os braços de Arsênio e gira para ficar atrás do lisboeta, mas Arsênio consegue aplicar algumas cotoveladas e sai do contato, pega impulso das cordas e tenta um ataque, porém Henrique se desvia e os dois voltam a se estudar. Henrique lança um sorriso irônico para Arsênio e manda um beijo para Miquelina, essa muge em resposta.

Os dois mais uma vez se preparam para um hold, mais uma vez Henrique busca as costas, Arsênio repete o movimento com os cotovelos, mas não vai até as cordas, ele aplica dois European Uppercuts e pelo menos uns três suplexes! Espera Henrique se levantar e acaba a combinação com um potente Big Boot! Cover! 1! 2! Nada feito! Se safa com relativa facilidade, o conceituado, o ex-campeão nacional e primeiro campeão da Vanguarda!

Henrique não gosta desse início de Arsênio e vai para cima do Verdadeiro Professor, mas ele hesita e quase que do nada, começa a xingar ‘Porco continental’ a um empolgado garoto. Arsênio se distrai um pouco com essa cena ridícula e Henrique Coelho se aproveita e aplica um Back breaker seguido de um Neckbreaker, Arsênio fica no chão! Henrique vai até a terceira corda! Diving Elbow Drop! Movimento que ficou famoso por Randy Savage! Cover! 1! 2! Muito cedo!

Henrique começa a dar vários pisões e chutes em cima de Arsênio, esse tenta se levantar a todo custo, mas o açoriano é persistente em seu ataque, Henrique mostra todo o seu poder. Henrique deita por cima de Arsênio e começa seu trabalho no chão! Rapidamente consegue ficar na posição de lado, depois de passar a guarda de Arsênio! Vai em busca da armbar! Encaixa! Arsênio consegue se arrastar para perto da corda! Henrique ajeita melhor ainda a posição! Arsênio vai desistir! Todos ficam apreensivos na arena! Arsênio levanta a mão! Mas não é pra desistir! Arsênio se safa! Depois da contagem, Henrique solta o ex-vigarista.

O público está dividido até, a boa prestação de Henrique Coelho até conquista certos adeptos, mas Arsênio ainda têm a preferência graças a sua coragem. O português respira com dificuldade, já o açoriano parece esbanjar a forma e rapidamente já consegue ir nas costas de Arsênio e aplicar um sleeper! Arsênio se debate, mas Henrique acompanha a movimentação, a manobra está bem ajustada! Essa manobra é de Arsênio Fuinha, mas Henrique Coelho tem todo background do submission e consegue imitar com facilidade! Arsênio se ajoelha! Parece cada vez mais fraco, Henrique acompanha! Henrique pede para que o árbitro pergunte por Arsênio, mas Fuinha continua firme, não desiste fácil o ex-Parceiro de Guerra. O árbitro pega no braço, mas Arsênio se mantém consciente. Arsênio agora se deita e procura as cordas! Henrique não deixa que o mesmo saia! Arsênio se arrasta e leva Henrique consigo, Henrique tenta melhorar ainda mais a posição, mas essa era a deixa, Arsênio cola o queixo no peito, Henrique tenta novamente o Armbar, mas Arsênio consegue escapar e sair do ringue.

Henrique espera por Arsênio, o lisboeta volta ao ringue e é atingido por um soco do açoriano. Arsênio responde com um soco também! Os dois começam a trocar socos de maneira desesperada, até que o mais desgastado Arsênio consegue levar a vantagem não se sabe como e aplica um poderoso Spining Side Slam! Grande recuperação para Arsênio Fuinha! Cover! 1! 2! 2,5! Henrique se salva e começa a se sentir irritado e começa a chamar Arsênio de ‘Continental de m*rda, jamais ganhará de um açoriano!’. O público apupa o dono da vaca Miquelina.

Confronto começa a ficar pessoal, os dois voltam a trocar socos, os xingamentos do açoriano são mais freqüentes e Fuinha provoca ainda mais o judoca. Henrique Coelho tenta uma investida violenta, mas leva um Spinebuster logo de surpresa! Será que vai para a cover? Não! Ele pega o calcanhar de Henrique! Será que vai tentar o Ankle Lock? Sim! Ele consegue! Encaixa a posição, porém Coelho usa todo o seu background no judô para sair da manobra com facilidade, mas ele consegue um Inverted DDT com alta velocidade! Agora é para definir! Cover vencedora! 1! 2! 2,8! Coelho leva as mãos na cabeça e não acredita! Tudo foi feito com grande velocidade, mas mesmo assim não teve jeito!

Arsénio Fuínha levanta-se recuperando rapidamente e enquanto Coelho olhava para Miquelina, o “verdadeiro professor” vira o açoriano para ele e European Uppercutt! Henrique Coelho cai para trás e Arsénio senta-se em cima dele e ataca com vários socos de direita, o açoriano tenta-se defender, mas sem sucesso. Arsénio levanta-se e levanta Henrique que depois atira às cordas e Spinebuster! Henrique está aos papéis depois de quase ter ganho o combate, Arsénio está a levar a melhor agora a atacar com um Ankle Lock! Coelho faz muita força para não desistir e com alguns pontapés consegue se safar, mas Arsénio tenta investir de novo em Coelho só que sem sucesso agora.

“A sensação açoriana” aplica um STO Back breaker! Henrique continua a atacar com socos na zona do abdómen o “verdadeiro professor”, que continua no chão, mas este consegue bloquear um dos socos e fortemente soca a cara do açoriano que se fica a queixar da cara! Arsénio balanceia nas cordas e tenta um clothesline, mas Henrique safa-se por debaixo do braço e “O Mugir da Vaca Miquelina” ao mesmo tempo que a vaca começar a mugir fora do ringue! Coelho está confiante e vai para o cover 1…2…3!


Henrique coelho volta a ser apupado como na sua entrada, mas este ignora completamente os apupos.

Raquel Jacob: E o vencedor deste combate, a “sensação açoriana”… HENRIQUE COELHO!

Luís: Grande combate com o melhor a sair claramente por cima!

Beja: O Arsénio esteve muito bem hoje.

Luís: O Arsénio desde que foi para o lado da luz tornou-se fraco como o resto da gente que está nesse lado! Lado escuro é que é bom! É uma regra básica que já devias ter aprendido com o Star Wars Beja!

Coelho foi buscar Miquelina e quando ia a passar o cortinado negro que tapa os backstages, aparece Timó a falar no grande ecrã e Coelho a achar estranho voltou uns passos para trás para ver o que ele dizia.

Timó: Henrique… Venho por este meio dar-te umas informações, eu não violei a tua vaca! Se fizesse algo era corta-la aos bifes meter na arca frigorífica para depois comer, mas não fiz nada nem percebo o porquê de andares retardadamente atrás de mim com uma razão falsa e estúpida!

Henrique começa a ficar irritado com o que ouve.

Timó: Aliás, eu não violei ninguém, mas vou-o fazer… vou o fazer a ti quando te encontrar dentro do ringue!

A emissão do grande ecrã termina e Henrique começa a correr para os backstages puxando a sua vaca com ele.

Beja: O açoriano parecia irritado como tudo.

Luís: Depois disto é perfeitamente normal! Vamos novamente para intervalo, fiquem para a próxima e última parte deste show que estado bem quente!

A imagem é cortada pelos reclames entrando no intervalo.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Mensagem por vlladmin em Qua 03 Set 2014, 09:37

O show retoma para a terceira parte com a transmissão a ter lugar outra vez no estacionamento subterrâneo, conseguimos ver vários carros estacionados e Aníbal dos Reis a meter qualquer coisa na mala enquanto esperava por Timó para irem embora uma vez que não tinham mais nada a fazer ali.

Enquanto Aníbal se pousava mala na mala do carro, Henrique Coelho que havia deixado a sua vaca nos bastidores, apareceu no parque de estacionamento a gritar alto por Timó. Ele estava totalmente irado com o seu novo rival.


Coelho: Timó! Timó! Onde andas sua nisca de gente?!

Coelho atenta em Aníbal e corre até ele. Quando chega à sua beira pega na cabeça do manager de Timó e dá-lhe com a cabeça na chapa da mala do carro e soca umas quantas vezes a cara do “Underboss”.

Coelho: Onde está aquele naião?!

Timó aparece a passo no estacionamento até que vê Aníbal estendido no chão a queixar-se da testa, começa a correr para Henrique e dá-lhe um soco nas costas.

Coelho: Estás aqui sua nisca de gente! Vais violar quem?! A Miquelina não violas mais, muito menos a mim!

Timó dá um soco em Henrique e este corre para Timó atacando com um shoulder block que atira o lisboeta contra o carro. Timó não tem tempo para se queixar e dá uma cabeçada na “Sensação Açoriana” atirando-o ao chão. Enquanto Coelho se queixava do nariz, Timó pegou em Aníbal, tirou-lhe a chave do bolso, meteu-o nos bancos traseiros do carro e entrou no lugar do condutor. Ele mal ligou o carro, Henrique Coelho abriu a porta de trás do carro e Timó não vacilou em acelerar fazendo Henrique ir de arrasto 2 metros e ter largado a porta deixando esta aberta. Timó agressivamente a conduzir bateu com a porta de trás na parede da entrada para o túnel de saída do pavilhão e as dobradiças da porta com o impacto partiram deixando a porta de trás ali mesmo.

Henrique de joelhos a ver o carro a fugir começou a gritar bastante raivoso.


Coelho: Eu vou atrás de ti Timó! Eu vou vingar a Miquelina sua nisca de gente!
****

A imagem volta a ter transmissão na arena e vemos novamente Luís Barreira e Diogo Beja a comentar o que se passou. As pessoas nas bancadas estavam a pensar o que teria TJ Crowe naquela mala e outras pessoas a rirem por toda uma situação em volta de uma vaca.

Beja: Que veio a ser aquilo?!

Luís: Henrique Coelho a mostrar que ninguém viola a Miquelina!

Beja: Mas achas que ele violou?!

Luís: Há quem goste de zoofilia e nesta federação há tolos para tudo! Mas que será que o Crowe trás naquela mala?

Beja: Deve estar a preparar alguma…


Raquel Jacob: Este combate é pelo título de pesos pesados da Vanguarda da Luta Livre! O primeiro a caminho do ringue com 102 kg e vindo de Lisboa… Cavaleiro!

Cavaleiro entra com uma expressão de ódio a tudo e todos enquanto é apupado fortemente por toda a gente.

Luís: Talento puro este rapaz, um autêntico cavaleiro negro!

Beja: Muito talento, mas será capaz de ganhar o título hoje?

Luís: O Ryan Anjo é fraco.


Raquel Jacob: Vindo de Cleveland, Ohio com 92 kg, o campeão de pesos pesados… Ryan Angel!

Uma vénia ao campeão justo por parte de toda a gente, enquanto ergue bem alto o título na rampa parece que conseguiu conquistar o coração de toda a gente.

Luís: Esta gentinha não sabe ver wrestling, não conseguem ver para além das palas… este Ryan é fraco, fraquíssimo!

Beja: Cala-te e vamos ao combate

Marcos Mendes levanta o título de Pesos Pesados da Vanguarda da Luta Livre bem no ar enquanto a jaula, rodeada por luzes a piscar desce até ser geometricamente colocada em volta do ringue. Cavaleiro encontra-se a olhar fixamente para Ryan Angel que ajeita o seu cabelo para trás. A campainha entoa por toda a arena, o público começa a batalhar pelo seu favorito com vários cânticos. As paredes da jaula rodeadas de cadeiras, mesas, tacos de baseball e outros utensílios intimida os lutadores que se encontram no ringue.

Cavaleiro e Ryan Angel fazem uma disputa de força no centro do ringue. Ambos estão agarrados e Ryan Angel sai por cima colocando o seu braço a sufocar Cavaleiro, mas este último consegue calcar o pé do seu adversário e ganhar alguma distância onde parte para um Cothesline potente, Ryan vai ao chão mas levanta-se de imediato pronto a sofrer um Dropkick. Cavaleiro cai em cima de Ryan Angel com cotoveladas. Ambos embrulham-se numa disputa nada saudável!

Ryan Angel consegue ganhar a frente e disfere alguns socos potentes na cara de Cavaleiro que se tenta proteger. Marcos Mendes encontra-se por perto mas pouco ou nada pode fazer. Ryan levanta-se e fica a olhar para Cavaleiro que se tenta encostar já à jaula. O campeão corre nas cordas… joelhada na cara do candidato! O público gosta do movimento de Ryan Angel e começa a bater palmas enquanto canta o seu nome.

Ryan tira uma cadeira da parede da jaula e levanta-a bem no ar… Vai na direção de Cavaleiro… O mesmo encontra-se junto à jaula e foge no último momento batendo a cadeira com estrondo na parede da mesma. Cavaleiro dá uma cotovelada nas costas de Ryan Angel que vai contra a jaula, Cavaleiro pega numa tampa de metal de um caixote do lixo e começa a massacrar as costas do Campeão até ele ir ao chão. Ryan berra por todos os lados… Cavaleiro atira a tampa para o outro lado do ringue e com o pé encosta a cabeça do “God’s Last Gift”, no chão, contra a parede também de metal da jaula.

O público encontra-se bastante ligado a Ryan Angel, mas alguns ainda puxam por Cavaleiro que levanta Ryan subitamente para tentar o seu finnisher, o Inverted DDT… Mas Ryan Angel consegue escapar pega na cadeira que anteriormente ia usar e dá com estrondo na cabeça do seu adversário, o mesmo vai ao chão redondo o público fica a vibrar! Ryan Angel vai para o canto do ringue, alguns fãs avisam-no para sair fora da jaula e vencer o combate mas ele perde a cabeça e Shooting Star Press! 1…2…2,…8! Cavaleiro levanta o braço. Ryan Angel agarra no cabelo e não quer acreditar no que acabou de acontecer. Cavaleiro encontra-se por sua vez agarrado à cabeça demostrando que a pancada com a cabeça foi violenta. Ryan Angel tira uma mesa, que se encontrava numa das paredes laterais da jaula e coloca-a no chão para logo de seguida começar a abri-la.

Cavaleiro com a ajuda das cordas tenta levantar-se mas Ryan Angel não deixa aplicando o seu finnisher o Angel Conection, excelente Super Kick que deixa Cavaleiro de rastos mesmo, mas parece que só a vitória não lhe interessa pois ele não tenta a cover e continua a trabalhar na abertura da mesa, no entanto ele não reparou que Cavaleiro ficou pendurado nas cordas e que já está pronto para se atirar para cima de Angel que se vira no último segundo e Leg Lariat! Ryan Angel fica em cima da mesa, Cavaleiro agarra-se à jaula e sobe mais ou pouco da altura das cordas e deixa-se cair num splash. A mesa não parte mas certamente que não amorteceu a queda…

Cavaleiro levanta-se bastante ofegante corre nas cordas e atira-se para a mesa, mas Ryan sai de cima… desta vez a mesma parte com impacto. Ryan Angel pega na mesma cadeira que usou anteriormente, isto é total anarquia. Coloca-a no chão pega em Cavaleiro e Spike Brainbuster! Cover…1…2… Cavaleiro safa-se rapidamente comparativo ao ataque que levou! O público não quer acreditar no que está a ver!

Ryan Angel vai para o canto do ringue, começa a subir a jaula mas o seu pé parece ficar preso numa das armas de arame farpado que se encontram no recinto. Cavaleiro levanta-se com a cara já bem mal tratada o mesmo agarra o pé de Ryan Angel e puxa-o para baixo estica o braço colocando-o sobre o pescoço de Angel… Uranage Slam seguido de um uivado enorme na arena por parte de Cavaleiro que parece estar completamente irritado! Uma placa de stop estava junto de Cavaleiro e o mesmo pega nela começando a massacrar Ryan Angel com várias pancadas. Cavaleiro atira a placa para fora do ringue sobrevoando a jaula e acabando na rampa de acesso ao ringue. Agora um bastão de baseball que é aplicado no dorso do campeão que cada vez mais parece estar sobre uma dor que não consegue aguentar!

Cavaleiro encontra-se de rosto fechado e bastante suado… Um escadote encontra-se atrás de um dos postes do ringue, o lutador retira-o de lá e encosta-o ao poste do lado de dentro do ringue. Cavaleiro aproxima Ryan Angel arrastando-o pelo chão e Catapult! Ryan Angel fica de pé e Back Body Drop! Ryan Angel está no chão e curiosamente cai em cima de uma cadeira, ficando de costas para cima no ringue, Cavaleiro pega noutra cadeira e com estrondo bate na cabeça de Ryan Angel!

Cavaleiro começa a trepar a jaula com um apupo enorme do público… Ryan Angel coloca a mão no chão com força e começa a levantar-se para delírio dos presentes, Cavaleiro já está no topo da jaula, mas Ryan Angel atira-se quase para meio com um salto gigante e rapidamente chega junto de Cavaleiro. Ambos voltam a batalhar num local meio perigoso e que pode decidir muito. Ryan dá socos e Cavaleiro responde. Ficamos assim por alguns segundos até que Ryan Angel com mais força atira Cavaleiro pela jaula abaixo caindo com estrondo em cima do ringue.

O campeão olha para o chão e diz que não quer vencer assim… Entra no ringue novamente e procura novamente o Angel Conection que procurou no início do combate… Cavaleiro demora a levantar-se e isso faz com que Ryan mude de ideias e pega num taco de baseball em volta de arame farpado… Cavaleiro começa a levantar-se… Ryan bate com o taco no chão e espera que Cavaleiro se vire, Cavaleiro vira e dá-lhe um golpe baixo… Meu Deus Ryan Angel acabou de levar com um pontapé nas partes intimas… Cavaleiro coloca-se atrás de Ryan que se encontra abaixado e Inverted DDT! Cavaleiro coloca o escadote no chão… levanta Ryan Angel… Headlock Driver… Headlock Driver! Cavaleiro coloca Ryan Angel completamente morto. Cover…1…2…3….


Raquel Jacob: E o novo campeão de Pesos Pesados da VLL… CAVALEIRO!

Cavaleiro foge logo do ringue e deita-se na rampa agarrado ao título contente por ter conseguido vencer um combate tão difícil. Após isso sai pelo próprio pé da arena.

Ryan Angel ainda está desnorteado, estendido no chão, tentando rebolar de um lado para o outro. Do nada Jack Neville entra pela rampa num passo acelerado quase em corrida com um microfone na mão. O público parece odiar esta entrada e começa a vaiá-lo. Ele manda gestos rudes para o público enquanto sobe por entre as cordas, com passos cautelosos aproxima-se de Angel, com medo do mesmo ainda se conseguir levantar de repente. Após ver que Angel está realmente quase apagado aproxima-se totalmente e fica a olhar para ele por uns segundos antes de para ódio do público pontapear Ryan na cabeça enquanto este se tenta levantar. Neville faz sinal ao árbitro e todo o staff para se afastar, de uma maneira exaltada, enquanto se baixa e começa a puxar Angel para o canto do ringue. A respirar ofegantemente por ter de puxar um lutador profissional ele começa a suar enquanto blasfema para si mesmo, baixo. Atira o microfone para o lado para conseguir finalmente puxar o lutador para o canto totalmente, encostando-lhe a cabeça ao poste. Nisto Neville pega no microfone a rastejar pelo tapete como um verme, o público vaia profundamente esta acção. Neville coloca-se agachado em frente a Angel, este parece apagado quase, de olhos vazios e sem energia.

Neville: Angel…Angel! Tu sabes quem eu sou? Claro que sabes, se não soubesses nunca tinhas trabalhado comigo! Então como é que alguém tão idiótico, tão profundamente fraco, ousa afastar-me da maneira como tu o fizeste? Tu? Um parasita do wrestling, sem qualidade, sem talento, sem estofo, um rapaz que teve um golpe de sorte e conseguiu apanhar a luz das camaras durante um curto espaço de tempo!

Nisto, Neville puxa a mão atrás e enfia um estalo estrondoso no rostro de Angel fazendo-o perder balanço do torso e cair um pouco de lado. Neville pega-lhe pelo queixo de uma maneira bruta endireitando-o de novo.

Neville: Quem és tu? Sua criança! Para seres assim tão imaturo ao ponto de ignorar as palavras de alguém como eu? Alguém com experiência, alguém que já passou por coisas que tu nunca sequer chegarás a experimentar superficialmente.

Neville volta a aplicar um estalo humilhante e estrondoso em Ryan Angel, o público não consegue parar de o vaiar. O manager sai do ringue por uns segundos, ajeitando a sua camisa, mas ainda não acabou, dirige-se junto á mesa de comentadores e pega numa cadeira.

Beja: Isto já é demais, alguém que o pare!

Luís: Isto é um momento vergonhoso para todos os que aqui estão, terem de assistir a isto.

Neville entra para dentro do ringue de novo, por entre as cordas, segurando a cadeira numa mão e o microfone noutra.

Neville: E serei eu que tenho de te dar educação? Que terei de te ensinar o que é ser um profissional? E não um traidor? Um animal que suga o potencial dos outros e depois o cospe?

Neville atira o microfone ao chão e começa a aplicar golpes com a cadeira, primeiro pelo lado da cabeça de Ryan, atirando-o ao chão quase inconsciente, e depois aplicando golpe atrás de golpe nas costas e ombros do lutador, este vê as suas mãos e corpo tremer perante o impacto, a dor. Neville parece possuído e o público parece estar a odiar este momento, assobiando e vaiando para o fazer parar. Angel está praticamente acabado quando Neville atira a cadeira para o tapete e volta a pegar no microfone.  Coloca-se sobre o corpo estendido de Angel e fala numa voz cansada.

Neville: Felizmente para ambos nós, eu continuo a ser um exemplo de experiência, e continuo a ser uma pessoa que aprecia talento. Por isso mesmo, informo-te que de certa maneira tenho-te a agradecer pelo que fizeste, pois encontrei alguém com a capacidade de te educar de maneiras que eu nunca conseguirei. Tenho a dizer que troco-te a ti, o inútil que nunca ultrapassará o nível em que está, pelo contrário, descerá, por alguém com potencial de realmente ser a face desta empresa, alguém com um talento sem comparação. Tu não me expulsas de nada, eu expulso-te a ti do patamar dos vencedores, pelo grande…T…J…Crowe!

O público todo continua a vaiar Neville enquanto este se ri e atira o microfone para o chão, abandonando o ringue ainda a suar e arfar consideravelmente.


O “Dementia” aparece na arena calmamente com Miescha e um cano com pregos e com arame farpado enfaixado na mão. Crowe está pintado de green goblin e vestido para competir numa postura algo assustadora claramente diferente da postura que tinha à bocado sem as suas pinturas.

Ele vai até ao ringue calmamente mantendo o seu olhar fixo em Ryan Angel pegando num microfone que ficou lá abandonado por Jack Neville. Ryan Angel está bastante combalido e desgastado tentando perceber onde está e o que está acontecer.


Luís: Acho que o teu amigo Ryan deve estar a pensar que devia ter sido melhor morrer dentro da jaula...

Beja: Alguém que pare este psicopata!

Miescha e Crowe estão no ringue e Crowe tem o microfone em punho ajoelhando-se com a sua arma na mão lambendo o arame farpado da sua arma e começando a sangrar abundantemente da boca. Crowe começa a rir-se de forma tresloucada ao microfone.

Crowe: Ryan... Ryan....

TJ Crowe ri-se com uma postura de um verdadeiro psicopata.

Crowe: Tenho aqui uma amiga para te apresentar. Ela esteve em pulgas a noite toda para se dar a conhecer ao grande "God's Last Gift". No entanto ela acha que...

O "Dementia" fica com uma expressão furiosa e louca e Miescha sai do ringue, ficando na rampa a uma distância segura.

Crowe: ...o teu Deus não te pode salvar.

O psicopata TJ Crowe começa a esfregar a arma na testa de Ryan Angel, durante vários segundos, de forma agressiva a descontrolada fazendo Ryan Angel sangrar abundantemente. Os gritos de pânico de Angel fazem uma sinfonia de contraste e loucura com o riso estranho de prazer de TJ Crowe com o que está a acontecer. TJ Crowe levanta Ryan Angel e acerta-lhe na cabeça de raspão com a sua arma Darcy, fazendo estragos brutais e um cenário de horror. Ryan Angel está inconsciente no centro do ringue e a sangrar muito em péssimo estado.

Beja: Parem-no! Tragam a segurança! Ele vai matá-lo!

Ryan Angel caí para o chão numa poça brutal de sangue. TJ Crowe suja a sua mão esquerda com o sangue que corre da testa de Ryan Angel e começa a passar o sangue de Ryan Angel pela sua cara e pelo seu peito com um ar visível de satisfação. Miescha aplaude de fora do ringue e incentiva TJ Crowe.

Vemos TJ Crowe a entregar Darcy ao cuidado de Miescha e Crowe sobe ao turnbuckle fazendo um sinal. Crowe começa a apertar o seu pescoço a simular uma morte por sufocação... Ele olha para o combalido e destruído "God's Last Gift"... Crowe salta... DARK DREAMS! Um Top Rope Double Foot Stomp, o conhecido finisher do "Dementia" a acertar em cheio na cara de Ryan Angel que está mesmo muito mal tratado.

Vemos os paramédicos a chegar com uma maca e vários Road Agents a descer a rampa para tentar afastar TJ Crowe de sua presa. Miescha entra no ringue com a Darcy nas suas mãos e TJ Crowe senta-se no centro do ringue a observar a destruição que causou. À medida que os paramédicos e road agents tentam entrar no ringue perante o imóvel TJ Crowe que está perto de Ryan Angel, os créditos da Vanguarda da Luta Livre aparecem, filmando a expressão de choque e de horror das pessoas que estão na assistência, desvanecendo a imagem com um TJ Crowe com uma respiração ofegante e furiosa a olhar para Angel.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 57# (RTP1) - (02/09/2014)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum