Duas propostas, zero combates

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Duas propostas, zero combates

Mensagem por AR em Sex 22 Ago 2014, 09:23

Ricardo Corvo e o seu pai, Fernando Corvo, entraram no escritório de Carlos Salazar. Inicialmente, o novo dono da Vanguarda da Luta Livre pareceu bastante irritado e incomodado com a presença de Fernando, mas instantaneamente e de um modo muito profissional, soube esconder as suas emoções. Embora Ricardo tenha entrado no escritório de Salazar bastante hesitante e nervoso, após um toque nas costas vindo do seu pai, este pareceu sossegar e acabou por sentar-se assim como Fernando Corvo.

Carlos Salazar: O meu secretário pessoal, o senhor Lopes, informou-me que vocês os dois tinham algo a comunicar-me. Não vejo o que possa ser, só espero que sejam rápidos e sucintos. Não se conseguem perceber, mas sou uma pessoa bastante ocupada e com inúmeras coisas para pensar.

Ricardo dirigiu-se para o novo dono, mas inicialmente começou por gagear, mostrando assim alguma insegurança.

Ricardo: Antes demais, gostaria de agradecer por ter um combate com Diogo Lourenço, que é um dos melhores wrestlers da Vanguarda. Acho que poderemos ter um combate capaz de deixar muitos fãs contentes. Já agora, caso não fosse abusar, gostaria de ter um non-title match com o novo campeão da Vanguarda, Ryan Angel, pois é alguém que respeito imenso e com quem me tenho dado bem e acho que os nossos estilos combinariam muito bem.

Carlos Salazar: Rapaz, sente-se inseguro? Está com medo do quê?!

Ricardo Corvo: De nada, senhor Salazar, de nada...

Carlos Salazar( com um tom humilhante): Olhe que parece bastante. Quanto à sua proposta, só tenho a dizer o seguinte, eu não sou alguém que dá prendas porque sim. Não posso marcar um combate, porque o senhor Ricardo Corvo assim o deseja. Não, as coisas não são assim! O que ganhariam os fãs com isso? O que ganharia eu com esse combate? Entenda, o que o seu papel nesta companhia é o seguinte : lutar. Voçê não foi contratado para me dar conselhos, pois como se viu, não têm talento para tal...

Fernando Corvo não gostou do tom com que o dono da Vanguarda se dirigiu para o seu filho, e logo de seguida decidiu dirigir-se a Carlos Salazar.

Fernando Corvo: Existe mais uma coisa que gostariamos de propor...

Carlos Salazar( com um tom sarcástico): Ah! Voçê também está aqui, estava a estranhar o pequeno Corvo estar aqui a falar sem ter de ouvir o Corvo Velho a falar! Diga lá, diga lá, sou todo ouvido.

Fernando Corvo: Existe alguém nesta companhia que não merece pisar o mesmo ringue que atletas como o meu filho, o campeão da Vanguarda ou Yuri Petrov pisam. Esse "homem", é Geraldo  Lemos. Não sei o que estava a pensar quando contratou essa besta, mas garanto-lhe que o meu filho está mais que  pronto para enfrentar um homem como ele...

Carlos Salazar( interrompendo): ( risos) Quem pensa que eu sou? E qual é o seu poder para me questionar sobre quem devo ou não contratar? Senhor Corvo, essa tarefa cabe-me a mim, e posso gabar-me de ter sido bastante competente nesse ponto. Já o seu filho, daquilo que eu vi, não me parece que tenha aquilo que é preciso para cumprir a sua tarefa, que é combater dentro do ringue. Aliás daquilo que eu vi, não me parece que ele consiga sobreviver a um novo encontro com Geraldo Lemos.

Ricardo Corvo: Eu estou pronto! Eu estou pronto, e vou conseguir superar essa besta, e vou mostrar-lhe um novo tipo de dor. Vou-lhe mostrar a humilhação. A humilhação de perder para alguém que as pessoas julgam ser mais fraco, mais lento, menos mortifero. Eu vou vencer Geraldo. Portanto, gostaria de ter um combate com essa Besta, para provar isso mesmo. Mas há mais, Vinicius Nunes deve estar acompanhar Geraldo Lemos. Porquê? Para que ele veja o meu pai, um verdadeiro campeão, pois depois daquilo que se passou no Ground Zero, todos vimos que Vinicius não é um campeão. É apenas alguém que teve a sorte de ter um cinto.

Carlos Salazar: Ena, afinal parece que há alguma garra dentro de si. Bem, como sabem existem nós temos ideias diferentes daquilo que é o wrestling. Mas sei reconhecer que essa é uma ideia interessante. Ainda assim, esse combate não irá acontecer nos próximos tempos. Sabem porquê? Porque eu, Carlos Salazar, sou o melhor promotor de wrestling europeu, e sei exactamente aquilo que os fãs querem, e quando querem. Na verdade, até sei melhor que eles.  E esse combate, não pode acontecer nos próximos tempos. Bem, suponho que tenha sido tudo! Agora, saiam!

Ricardo e Fernando Corvo levantaram-se e dirigiram-se à porta do escritório de Carlos Salazar.

Carlos Salazar: Como disse no inicio desta pequena conversa, voçê e o Diogo poderão ter um combate que deixe muitos fãs satisfeitos. Isso para mim, não é suficiente. Ricardo, você terá de ter o melhor combate da noite, voçê terá de ter um combate que os fãs falem durante bastante tempo. Caso contrário haverão consequências. Considere isto como um aviso, para não voltar a repetir a brincadeira de achar que me pode aconselhar.
avatar
AR

Masculino Número de Mensagens : 308
Idade : 23
Data de inscrição : 26/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum