Comunicado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Comunicado

Mensagem por Phen em Qui 21 Ago 2014, 02:01

Agência de Advocacia Carvalho


Comunicado


A Agência de Advocacia Carvalho vem por este meio informar os meios de comunicação social acerca das acções que impôs à instituição Vanguarda da Luta Livre e a dois membros da mesma, nomeadamente, Carlos Salazar e António Andrade, enquanto representante de José António Rodrigues, conhecido no seio profissional do Pro-Wrestling como “Zé Tó”.

A Agência de Advocacia Carvalho lamenta o comportamento que a Vanguarda da Luta Livre, pela voz do seu presidente Carlos Salazar, teve desde o início deste processo, tornando uma simples candidatura a um trabalho num processo lastimável. Antes de mais deixamos claro que o nosso cliente, José António Rodrigues, nunca recebeu qualquer resposta por parte de qualquer membro da Vanguarda da Luta Livre no sentido da sua candidatura ter sido, ou não, aceite.

Assim, o nosso cliente apenas soube que a sua presença estava a ser publicitada no evento “Ground Zero” da Vanguarda da Luta Livre através dos meios de comunicação social, sendo que, de forma alguma,“Zé Tó” deu autorização à Vanguarda da Luta Livre para usar o seu nome e imagem. O primeiro processo-crime pelo qual indiciamos a instituição Vanguarda da Luta Livre é então pelo uso indevido dos direitos de imagem do nosso cliente.

Em segundo lugar, após o nosso cliente ter confrontado o presidente da Vanguarda da Luta Livre, Carlos Salazar – acontecimento que foi transmitido em directo no canal televisivo RTP1 -, o mesmo informou “Zé Tó” que ele teria lugar na Batalha Real, mas que apenas teria direito a um contrato de lutador com a empresa caso a vencesse. Sob a coacção de um homem que conhecia de antemão as dificuldades económicas e a situação profissional precária do nosso cliente, o mesmo competiu então no combate sobre condições impróprias.

“Zé Tó” não tinha, nem tem, qualquer ligação profissional à Vanguarda da Luta Livre e não recebeu qualquer remuneração relativa à sua participação no combate. Tendo sido o “Ground Zero” um Evento desportivo a nível profissional, o facto de o nosso cliente ter efectuado o seu trabalho sem ter recebido qualquer remuneração – com a agravante de o ter feito depois de ter sido vítima de clara coacção psicológica – trata-se de uma actividade ilegal, que vai contra as Leis do Trabalho.

A Agência de Advocacia Carvalho encaminhou, em nome do nosso cliente José António Rodrigues, a queixa à Autoridade para as Condições do Trabalho e o processo-crime no Tribunal, acusando a instituição da Vanguarda da Luta Livre e, a título pessoal, o seu presidente de Carlos Salazar, de promoção de práticas ilegais enquanto empregadores.

Por fim, a Agência de Advocacia Carvalho, colocou também um processo ao atleta profissional da Vanguarda da Luta Livre, António Andrade, por agressão física injustificada contra o seu cliente, José António Rodrigues. Como foi visto por todos, António Andrade agrediu José António Rodrigues após o final da participação dos dois no combate de Batalha Real. Esta acção foi praticada fora do meio desportivo com a agravante de ter sido cometida sobre um civil sem qualquer ligação à instituição Vanguarda da Luta Livre.

Mais se adianta que a agressão de António Andrade resultou em claros danos físicos, sobre a forma de uma concussão, diagnóstico que foi confirmado ao nosso cliente José António Rodrigues no Hospital Santa Maria.

A Agência de Advocacia Carvalho espera bom senso por parte de todos os acusados e que as respectivas indemnizações sejam dadas ao seu cliente, José António Rodrigues.

Lisboa, 20 de Agosto de 2014

O Presidente do Conselho de Administração,

Nuno de Carvalho
avatar
Phen

Masculino Número de Mensagens : 2318
Idade : 25
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comunicado

Mensagem por PauloMonTe em Qui 21 Ago 2014, 14:33

Antonio Andrade estava andando pelas ruas de Lisboa, afim de pensar nos eventos transcorridos desde sua volta para sua mulher, Camila, sua volta à VLL, mas principalmente a compra da casa onde vivia sua ex-amiga e ex-sócia Maria Soares, ex-mulher de Vinícius Nunes. Quanto 'ex' essa mulher é? Pensava o jovem lutador da Vanguarda da Luta Livre. Antonio resolvera sua vida da melhor forma possível. Vivia em uma casa confortável, com sua mulher e seu filho em Portugal, mais uma vez tudo estava certo. Não existia a obsessão por Vinícius, o que existia era um homem a querer fazer tudo diferente, de agir diferente, de agir bem...

Os pensamentos voltaram ao Ground Zero, foi um PPV atribulado... Muitas coisas aconteceram, conheceu o novo garoto-maravilha do Mário Cézar, Geraldo Lemos, já tinha combate e assuntos a resolver com esse indivíduo. Não gostara nada do tom que aquele garoto usou... Pior ainda foi o ataque covarde a Ricardo Corvo, com Vinícius como cúmplice. Antonio não conseguia acreditar que Vinícius falou daquela maneira com os fãs da VLL, nem que ele se juntasse com aquele garoto totalmente desequilibrado. Não era o primo que sempre conheceu e rivalizou por tantas vezes, essa mudança do Vinícius é bem estranha e mais uma vez, um contra o outro, agora com o Geraldo como figura entre eles. Antonio sentia muito pela lesão, queria lutar contra Vinícius uma vez mais, mas se não pode com Vinícius, que seja com o garoto-maravilha.

Depois de muito pensar sobre Vinícius, o pensamento foi para Zé Tó, aquele infeliz nem deveria estar na VLL, claramente não tem intelecto nem força para poder estar na Vanguarda da Luta Livre ou no wrestling profissional, era um coitado. Antonio se lamentava pelo que tinha feito, sabe que exagerou, mas a ânsia de ser campeão causou essa ira por causa da eliminação precoce da disputa. Antonio queria começar diferente, mas começou com esse erro. Chegou em casa pensando nisso. Olhou Camila, beijou-a e notou preocupação nos olhos dela.


Andrade: O que foi meu amor?

Camila: Veja o que chegou pra você hoje...

Andrade leu o comunicado feito por Zé Tó em que acusava ele, a VLL e Carlos Salazar. Andrade estava bem calmo, mas depois que leu tudo, ficou possesso. Camila apontou para o oficial que tomava o café da manhã na casa deles na maior cara-de-pau. Andrade olhou para o policial com desprezo.

Oficial: Ah! O senhor chegou... Por favor, assine aqui e confirme a recepção do documento...

O oficial entregou o documento em que Andrade atesta em receber a intimação.

Oficial: Obrigado... Bem, como o senhor já leu, não preciso dizer do que se trata... Digo ao senhor, senhor Andrade que o senhor fique atento que logo o senhor será chamado para depor sobre o caso.

Andrade olhou com muita raiva para o policial aproveitador, mas preferiu não fazer nada.

Andrade: Por nada... Estarei à disposição da justiça... Bem, espero que o senhor tenha gostado de nosso café...

Oficial:
Estava ótimo.... Tenham bom dia...

O oficial da justiça foi embora e Andrade ficou a olhar para sua mulher.

Andrade: Que folgado! Maldito Zé Tó! E eu ainda estava querendo pedir desculpas para esse infeliz! Merda! Eu me passei e não deveria... Isso é verdade... Mas porra... Eu fiquei possesso por não ser campeão... E ele quando entrou para aquele ringue... Para aquela federação... Bem, ele deveria saber do que se tratava... Sempre foi assim na VLL... O que acontece no show! Fica no show! E esse covarde me mete um processo! Espero que ele não se cruze no meu caminho de novo! Ou acabo com a raça dele...

Andrade estava espumando de raiva, sua mulher o segurou pelo braço, tentando acalmá-lo.

Camila: Calma, meu amor...

Andrade: Quer saber... Pago o que ele precisar... Mas ele pra mim nunca será um lutador honrado! Fiz coisa horríveis com Petrov, Vinícius... Sofri muito contra o Moore... O Coelho... Mas nunca envolvemos justiça nisso! Zé Tó é uma vergonha para a classe! Na justiça eu posso até pagar as despesas para a recuperação, mas lutador... Bem... Lutador ele nunca será! E eu falava mal do Geraldo... Pelo menos esse é lutador e não um covarde...

Camila: Calma... Calma... Você está certo... Mas calma...

Andrade: Pega a câmera!

Camila tomou um susto.

Camila: O que?

Andrade (Irado): Pegue a câmera... Por favor...

Camila saiu da sala e foi pegar a câmera de imediato, Antonio Andrade sentou no sofá e esperou sua esposa, que rapidamente trouxe a câmera. Ela começou a filmar de imediato, Andrade se acalmou e começou a falar de maneira delicada, nem pareica o homem que estava extremamente nervoso outrora, a recuperação de controle de Andrade é espantosa.

Andrade: Amigos da VLL... Recebi um comunicado do Zé Tó, torcedor do Benfica que participou da Batalha Real que aconteceu no Ground Zero... Fiquei muito surpreso com esse tipo de processo de agressão contra mim, pois eu sou processado por agredir um wrestler em um show de wrestling? Bem, isso é absurdo...

Andrade sorriu ironicamente.

Andrade: Sim... Li todo o comunicado, ele dizendo que era um cidadão comum depois da Batalha Real e não sei o que mais... Tudo bem, pagarei todas as despesas que forem necessárias, afinal eu errei... Confesso que errei, até iria pedir desculpas, mas você Zé Tó, desafiou o código de ética dos wrestlers... Sim, porque naquele dia você era um wrestler! Você entrou na VLL porque quis! Você contrariou o Salazar e impôs sua presença no Royal Rumble porque quis! Então não me venha se esconder atrás de advogados!

Andrade mostrou em sua expressão indignação de outrora.

Andrade: Gente como você Zé Tó... Que prefere se esconder atrás de advogados e não resolve as coisas no ringue... Bem, não merece ser chamado de gente... Pois bem, você vai conseguir meu dinheiro... Mas jamais terá o respeito de um lutador, porque você mostrou que não é e que nunca será!

Andrade abriu um sorriso amarelo.

Andrade: Uma pena ter encontrado esse tipo de gente logo na minha volta à VLL... Logo quando eu queria voltar para mostrar que mudei... Que não ligo mais para o nome 'Nunes' ou sinto inveja do Vinícius... Mas aí surge um cidadão desses e eu fico como mau-da-fita... Enfim... Não quero confusões, acerte comigo o que você gastou com os danos que lhe causei... Peço descuplas aos fãs da Vanguarda por aquele incidente, eu me passei por causa da decepção, fui um péssimo perdedor e isso não vai se repetir... Mas jamais perdoarei o covarde do Zé Tó! Jamais!

Andrade ia fazendo o sinal para cortar, mas desistiu da ideia.

Andrade: Só mais uma coisa... Lamento a aposentadoria do Vinícius... Ele foi o mair rival que já tive, mas lamento mais essa súbita mudança e esse apoio à alguém que é totalmente diferente dele... Lutarei no próximo show contra Geraldo Lemos e vencerei... Vencerei, porque tem muitas coisas que ele tem que aprender... A tese da dor como evolução até que é interessante em princípio, mas me parece Geraldo que você se repete demais e eu ainda mostrarei na minha vídeo-aula o que é história, o que é sociologia e teorias da evolução humana, é muito mais que dor meu amigo, amanhã lhe mostrarei isso... Mas minha mensagem hoje não é pra ti... Amanhã será...

Andrade sorriu e pediu para que Camila fizesse o corte.

Camila: Muito bem amor! Fico orgulhosa... Nem parece o velho Antonio...

Andrade abraçou-a.

Andrade: Mostrarei todos os dias que mudei e que você fez bem em me aceitar de volta... Quero consertar todos os meus erros no passado... Eu fui covarde antes, e não serei nunca mais, nem suportarei qualquer um que o seja...

Os dois ficaram abraçados durante muito tempo até que Andrade decidiu ligar a TV e os dois ficaram assistindo 'O Assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford'.

Andrade: Robert Ford ou Zé Tó?

Os dois caíram na risada e passaram um bom dia 21 de agosto juntos, apesar desse incidente infeliz logo pela manhã.
avatar
PauloMonTe

Masculino Número de Mensagens : 214
Data de inscrição : 23/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum