Pensamentos de Theo Damiani

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pensamentos de Theo Damiani

Mensagem por Confios em Qua 20 Ago 2014, 01:55

Damiani estava parado em frente a um espelho da casa de banho de um Bar na zona do Bairro Alto em Lisboa, naquilo que aparentava ser mais uma noite perdida para o Rockstar. Ele usava umas calças de ganga e uma camisola preta algo justa, tendo o seu cabelo todo penteado para o lado ao seu jeito habitual, estando com as mãos em cima do lavatório olhando de boca aberta para o espelho com um ar um pouco embriagado, porém contente.

Subitamente, após um breve compasso de reflexão a olhar para o espelho, nota-se que Theo Damiani tem a sua braguilha desapertada, bem com o seu cinto, mantendo a sua postura aparentemente embriagada começa a apertar a mesma ouvindo-se ao mesmo tempo uma porta da casa de banho a bater com uma rapariga na casa dos vinte anos a sair de lá com um casaco preto e um vestido apertado e curto, com uma mala preta. Ela sai com um ar visivelmente chateado, indo para o espelho e empurrando o sorridente Theo que estava a apertar as suas calças. A rapariga em questão está em frente ao espelho a maquilhar-se e Theo surge por trás dela beijando-lhe o pescoço.

Damiani- Vá, Catarina. Não fiques chateada comigo... Sabes que o meu coração é teu.

A "Catarina" para de se arranjar, ajeitando o cabelo de forma algo stressada e afasta Theo Damiani.


Catarina- Cala-te. Só me queres para isto, não é? Achas que sexo é tudo?

Theo sorri e começa a acariciar o cabelo dela.


Damiani- Não... não... é amor verdadeiro. Vamos para ali e eu vou-te comer toda outra vez.

Após o "convite" de Theo, Catarina pega na sua mala e vai para perto da porta andando rapidamente até que olha para trás no que parece ser um segundo pensamento.

Catarina- Theo...

Theo abre a porta da casa de banho e gesticula a Catarina para voltar.

Catarina- Não me voltes a ligar. Vai-te foder.

Catarina fecha a porta de forma estrondosa e barulhenta. Theo Damiani fica a olhar para o espelho a rir-se de forma algo jocosa.

Damiani- Vou-me foder? Vai-te foder tu.

Theo Damiani olha pra o espelho, ajeitando o seu cabelo e cospe no espelho com um ar mais sério e intenso, voltando a colocar as mãos no lavatório mantendo-se a olhar para o espelho.

Damiani-
Vai-te foder e esta cidade toda com esta gente toda que se foda também.

Aparecem na imagem alguns ciganos Romenos a pedinchar a Theo Damiani por dinheiro, algures na cidade de Lisboa perante um incomodado Theo que os afasta.

Damiani- Que se fodam os ciganos Romenos, preguiçosos filhos da puta demasiado preguiçosos para arranjar um trabalho a implorarem-me por dinheiro no meio da rua, perturbando a minha paz e indiferença para irem dar dinheiro aos seus chefões mafiosos vigaristas e ladrões...

No que parece ser um monólogo com imagens a aparecer constantemente na câmera, aparecem agora alguns chineses a sorrirem nas suas habituais lojas em Portugal.


Damiani- Que se fodam os chineses, as suas lojas de merda e as suas roupas e acessórios baratos com material de terceira qualidade feito perante o sacrifício humano e o abuso da máquina capitalista dos direitos humanos. Provavelmente estão há 10 anos no país e nem a língua daqui falam. Rastejem de volta para o esgoto de onde vieram.

Surgem na imagem vários capitalistas na bolsa a falar ao telemóvel com jornais na sua mão, falando bastante alto todos com um ar bastante snob.

Damiani- Que se fodam os captialistas de merda, filhos da puta armados em Michael Douglas a destruirem a vida das pessoas, mentes do mal em Wall Street e na bolsa mundial sempre a inventar novas maneiras de roubar pessoas trabalhadoras. Mandem esses cabrões para a cadeia com pena perpétua!

Theo Damiani aparece na imagem, filmada através do espelho a falar sozinho.

Damiani- Acham que o FMI anda a emprestar dinheiro aos países para vos ajudar? Acham que os políticos de merda não sabem todos o que se está realmente a passar? Não me gozem, cambada de burros.

Aparecem vários brasileiros residentes em Portugal a acenar várias bandeiras do Brasil num clima festivo.

Damiani- Que se fodam os brasileiros, chulos de merda a engolir ajudas do estado e a viver sem fazer nenhum, a pior praga de parasitas que eu tenho visto neste país.

De novo na imagem, aparece Theo Damiani a falar em frente ao espelho.


Damiani- E nem me façam falar dos Muçulmanos porque esses fazem os Brasileiros parecerem normais.

Theo Damiani pisca o olho ao espelho em tom de gozo. Na imagem aparece um grupo de homossexuais numa parada Gay, promovendo o homossexualismo.

Damiani- Que se fodam os homossexuais, gente reles de merda com as suas bandeiras arco-íris a tentar promover uma forma retardada de vida e anti-natural inundando a minha televisão e os jornais com a sua propaganda de treta em que ser paneleiro é que é bom. Vão-se enrabar uns aos outros para longe e desapareçam da comunicação social!

Aparece na imagem uma idosa bem-vestida com um aspecto rico a fazer um inferno da vida de um jovem empregado num supermercado, falando alto a reclamar com ele.

Damiani- Que se fodam as velhas enrugadas, cheias de dinheiro, putas de merda que infernizam a vida das pessoas que não andaram na sua geração de merda a roubar dinheiro para poder ter uma velhice como elas. Que se fodam os seus vestidos Dior e as suas malas Gucci e o seu demasiado alimentado ego. Que se fodam as suas caras a serem puxadas, esticadas e injectadas com Botox. Vocês não enganam ninguém minhas queridas!

Na imagem agora aparece um grupo de negros a jogar futebol num bairro social em Lisboa.

Damiani- Que se fodam os manos da Damaia, de Queluz e desses esgotos todos. Eles não passam a bola, não querem jogar à defesa e quando perdem partem para agressão para depois culparem o homem branco de tudo e se possível ainda irem roubar umas carteiras ou uns carros. A escrivadão já acabou há mais de 100 anos, sigam com a puta das vossas vidas!

Surgem dois polícias sorrindo ao pé de um carro da Polícia de Segurança Pública.

Damiani- Que se fodam os polícias corruptos com as suas pistolas ultrapassadas, com as suas barrigas de cerveja sempre à espera de oportunidades para meter dinheiro ao bolso ou tratar mal com abuso policial quem nada tem para lhes dar. Vocês trairam a nossa confiança!

A imagem foca Theo Damiani a falar ao espelho e depois aparece uma igreja com padres.

Damiani- Que se fodam os padres que metem as suas mãos em crianças inocentes. Que se foda a Igreja que os protege, entregando-nos a nós ao mal. E já que estamos nisto, vai-te foder Jesus Cristo ele safou-se facilmente. Um dia na cruz, uma semana no inferno e os aleluias da sua legião de anjos para a eternidade. Experimenta uma vida inteira atolada neste mundo de merda cabrão.

Aparecem vários fundamentalistas da Jihad Islâmica.


Damiani- Que se foda o Bin Laden, os fundamentalistas idiotas com toalhas na cabeça, fazendo atentados e colocando bombas em todo o lado. Eu só espero, todos os dias da minha vida, que vocês passem o resto da eternidade com as vossas setenta e duas putas a assar num avião em chamas. Aproveitem e digam ao Adolf Hitler que ele pode beijar o meu rabo italiano.

Aparece na imagem a porta da casa de banho fechada com os gemidos de Catarina enquanto tem relações sexuais com Theo Damiani.

Damiani- Que se foda a Catarina Fernandes, puta de merda que se faz de ofendida e que diz que o sexo para ela não é tudo quando tudo o que gosta é de pinar com vinte gajos à vez na mesma noite.

Surge o pai de Theo Damiani num bar a beber Whisky visivelmente embriagado.

Damiani- Que se foda o meu pai com aquela postura de vencido de merda, sentado no balcão do bar a enfrascar-se de whisky a falar com empregados de balcão que se estão nas tintas para ele, a lamentar-se, em vez de se preocupar em reparar o seu casamento.

Theo Damiani é focado mantendo a mesma postura a olhar para o espelho, enquanto que apareça a cidade de Lisboa em várias imagens.

Damiani- Que se foda esta cidade de merda e este país de merda. Desde as barracas cheias de parolos em Trás-Os-Montes até ás praias com a elite inútil no Algarve. Das Amadoras até ás Belas Vistas. Desde o A a Z em tudo o que é cidade, bairro, ghetto ou aldeia. Que se fodam as cidades todas e os países todos do mundo. Espero que haja a merda de um terramoto e que passe tudo à história. Espero que os vulcões se enfureçam e queimem todos estes inúteis vivos. Deixem-nos arder até cinzas e depois que as águas subam e afogem este mundo de merda infestado de ratos.

Aparece novamente Theo Damiani na imagem abanando a sua cabeça.

Damiani- Não, não... Não. Vai-te foder Vanguarda da Luta Livre. Vai-te foder Carlos Salazar. Vai-te foder Ryan Angel. Vai-te foder Cavaleiro. Vai-te foder Jacob Franco. Vai-te foder Yuri Petrov. Seus idiotas de merda! O vosso tempo acabou. A próxima rodada de violência é por minha conta.

O Rockstar pega num copo com o que aparenta ser vodka, bebe a sua bebida toda de uma vez, como se fosse um shot gigantesco e caminha, virando costas ao espelho.
avatar
Confios

Masculino Número de Mensagens : 679
Idade : 20
Data de inscrição : 26/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum