A nova realidade..

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A nova realidade..

Mensagem por Tiago Guedes em Ter 19 Ago 2014, 23:09

Local desconhecido, 10h00 da manhã.


Estamos numa sala muito ampla, pouco iluminada. Olhando à volta, percebemos que se parece imenso com um fábrica que deixara de ter utilização: Diversas caixas espalhadas pelo local, assim como máquinas de todos os tamanhos e feitios desligadas, algumas muito enferrujadas. No meio desta sala, encontra-se algo que muitas poucas ou nenhuma fábrica devem ter: Um ringue, pequeno, apertado e com cordas meio gastas. O chão aparenta ser duro, pois ouve-se um barulho forte de algo ou alguém a cair na lona. Dentro do ringue, encontra-se uma cara familiar: Timóteo Pedroso. Parecendo, como sempre, concentrado e sério, este atira bonecos de treino ao chão a um ritmo muito rápido e com diversas manobras: "Teardrop Suplex"; "Half Nelson Suplex"; "Belly to Belly Suplex"; "Sitout Powerbomb"; "Lariat", etc... Parece estranhamente nervoso ou irritado. Fora do ringue três homens dois deles negros e um loiro, todos de óculos de sol, observam o lutador de braços cruzados. Timó de vez em quando deita-lhes olhares, parecendo irritado sempre que o faz. Este aplica "O Timoneiro" a um dos bonecos e para assim que vê uma das luzes do tecto acender-se. Ouvem-se os passos de uma pessoa chegando-se perto do ringue. Para descontentamento do lisboeta, trata-se do seu empresário e agente desportivo Aníbal dos Reis. Este, sempre sorridente como habitual, sobe ao ringue e retira os seus óculos de sol.

Aníbal(Num tom de troça.): Acho muito bem que treines, pode ser que da próxima vez não tenhas a boca calada pelo açoriano.

Timóteo pega no boneco mais próximo dele e atira-o violentamente para trás num "Release German Suplex". Sabendo que não pode ignorar Aníbal para sempre, o lutador olha para ele.

Timó(Num tom seco, mas deixando escapar alguma irritação.): O Henrique fez uma boa exibição no combate. Não te esqueças que ele chegou aos três finalistas.

Aníbal(Continuando no tom de troça.): Pois, já tu ficaste a assistir a isso através da televisão nos balneários.

Timó aproxima-se dele, parecendo cada vez mais irritado.

Timó: Não ganhei daquela vez, ganho da próxima. Eu vou calar o açoriano, o Salazar, a ti e todos os que duvidam de mim desde o tipo que limpa o chão da arena depois dos eventos até ao Ryan Angel se for preciso. E já agora... O lisboeta olha mais uma vez irritado para o segurança e olha à volta para o local. Porque raios me mandaste vir treinar para aqui?

Aníbal faz um sinal aos seguranças, mandando-os subir ao ringue. Timó fica desconfiado, olhando tanto para Aníbal como para eles.

Aníbal: Para teres um treino mais privado e para te poderes concentrar melhor. Eu deixei-te ires sozinho para o Ground Zero e tu não conseguiste dar conta do recado. Agora, vais fazer as coisas à minha maneira. Foste eliminado por uma coisa estúpida e completamente desnecessária. Um erro amador: Viras-te costas ao combate. Ficaste demasiado contente por teres eliminado uns quantos tipos e por fazeres frente a lendas da federação. Isso foi outro erro. Nada que não seja uma vitória deve deixar-te satisfeito.

Timó(Desvalorizando as palavras de Aníbal.): Falar é fácil. Se subisses àquele ringue, ias perceber do que falo.

Aníbal(Cortando a palavra ao lisboeta e falando num tom bastante sério.): Mas tu é que sobes àquele ringue, não eu. Não tentes dar desculpas para os teus fracassos.

Timó(Cada vez mais irritado.): Desculpas para os meus fracassos? Ouve lá, tu andas assim tão atento a mim como dizes? Se fosse outro gajo, eu estaria por aí a lamentar-me ou a dizer que fui injustiçado. Mas eu preferi vir para aqui treinar e dar o máximo para vencer da próxima vez. Em que parte é que isso é uma desculpa?

Aníbal: Não é suficiente. Treinares não é suficiente, toda a gente treina. Tu tens todo o talento do mundo e podes ser grande. Isto, se quiseres. Eu li e ouvi o que as pessoas disseram de ti após o evento. Disseram apenas que estiveste bem. Mas as pessoas só querem saber dos vencedores. Só os vencedores é que são reconhecidos.

Timó(Sério.): Eu não busco reconhecimento. Eu apenas quero concretizar o meu sonho...

Aníbal ri-se, um riso alto e que troça de um já bastante irritado Timóteo Pedroso.

Aníbal(Ainda a rir.): Acreditas mesmo nessa conversa dos sonhos e de que no final do dia tudo acaba bem? Outro riso alto. Tens um longo caminho pela frente.

Timó(Murmurando.): E quem me dera que tu desaparecesses do meu caminho...

Aníbal percebe o que Timó diz. Soltando mais uma risada, o cabo-verdiano tira do seu bolso um pequeno comando. Timóteo continua entretanto a lançar bonecos pelos ares. Aníbal carrega no botão e um pequeno barulho ouve-se, uma espécie de "click" de algo a ligar-se. Numa parede branca e vazia, perfeitamente comum, surge uma imagem. Timó, tentando perceber de onde ela vem, vê um projector pendurado no tecto. A imagem mostra Rafael Sampaio, próximo adversário do lutador lisboeta no show da próxima semana.

Timó(Confuso.): O que é isto?

Aníbal(Sério.): Tens de estudar o teu adversário. Conhecer os pontos fracos, os pontos fortes. Saber o que deves fazer e o que não deves fazer.

Timó: Eu não preciso disto, eu tenho a minha própria maneira de fazer as coisas...

Aníbal(Cortando novamente a palavra ao ex-Parceiro de Guerra.): Que pelos vistos não tem funcionado, não é?

Timó engole em seco, olhando para o projector. Vemos vários vídeos de manobras de Rafael Sampaio, assim como combates deste. Vê-mos o confronto com Fredy Price e uma entrevista do "Futuro de Portugal.

Timó(Murmurando.): "Futuro de Portugal", que piada...

Aníbal mantém-se atento a Timóteo Pedroso, sorrindo. O lisboeta observa o vídeo, atentamente. Quando a imagem desvanece, a "Máquina de Wrestling" olha para o seu empresário.

Timó: Ele parece-me ser bom. Mas eu tenho umas quantas promessas a cumprir e uns quantos objectivos por concretizar, não posso perder.

Aníbal(Parecendo satisfeito.): Muito bem, parece-me que começas a perceber. Agora... Precisas de preparação para esse combate.

Timó(Confuso, mais uma vez.): Preparação, como assim?

O segurança loiro retira o seu blazer e os óculos de sol. Aparenta ter alguma descendência dos países de leste pela face. Os restantes seguranças descem do ringue.

Aníbal: Vais enfrentar cada um destes homens que te observaram durante todo o teu treino, um a um. Talvez assim percebas a importância de conhecer o teu adversário.

Timó olha para o segurança loiro e de seguida para os dois negros. Então afinal era para isto que eles aqui estavam. Na mente do lisboeta, não havia grande preocupação. Este encontrava-se preparado para qualquer desafio, a qualquer altura. Posicionando-se no ringue e pontapeando os bonecos de treino para fora do ringue, o jovem lutador olha para o segurança loiro que o observa também.

Aníbal: Podem começar. Eu farei de árbitro.

Timóteo Pedroso não perde tempo, partindo para cima do segurança loiro com "Uppercutts". É bloqueado com alguma facilidade com o segurança, que agarra no braço de Timóteo e aplica um "Arm Lock". Timó consegue reverter e aplicar ele próprio a manobra, pisando a coxa do seu adversário para conseguir colocá-lo ajoelhado. Em seguida, o lisboeta larga a submissão e toma balanço nas cordas para aplicar um "Running Bulldog into a kneeled opponnent". Com sucesso na sua ação, corre até à corda contrária e toma balanço mais uma vez, desta vez para aplicar um dos seus "signature moves", uma joelhada na face de um oponente ajoelhado tornada famosa pelo japonês Shinsuke Nakamura, que a apelida de "Boma Ye". O lisboeta apelida-a de "Exílio" em referência ao tempo que esteve em Portugal após fugir de casa dos pais. Nomes à parte, este consegue conectar a manobra e pegar o loiro em seguida pela cabeça, levantando-o e aplicando o seu golpe final, "O Timoneiro". Faz o assentamento para uma contagem de Aníbal, vencendo.

Aníbal: Muito bem, muito bem... Próximo?

Um dos seguranças negros, este com cabelo loiro, entra no ringue. Aníbal começa o novo combate e Timóteo parte mais uma vez para cima dele, tentando acabar as coisas rapidamente com um "Discus Lariat", mas é contra-atacado e atirado contra as cordas, caindo num "Hip-Toss" do segurança. Não perdendo tempo, o homem negro pisa Timó fortemente nos calcanhares e no tendão de Aquiles, prendendo em seguida um "Ankle Lock". Nota-se dor na expressão de Timó, que tenta resistir, mas o segurança eleva Timóteo pelo calcanhar e lançando-o contra o chão do ringue. O lisboeta coloca a mão na cara, mas é atacado no peito por um "Elbow Drop". Decidido a virar o rumo dos acontecimentos, Timó consegue rodar para trás do segurança e prender um "Rollup" para uma "nearfall". Sentindo que tem agora o controlo deste combate de treino, o lisboeta conecta com um "Bycicle Kick". Timóteo coloca a perna do segurança presa nas cordas e sobe ao topo do corner. Aníbal nada faz, apenas observando. Timó salta e atinge as pernas do segurança como se as cortasse numa guilhotina com a ajuda das cordas, efectuando um "Leg Drop". Caindo fora do ringue, mas levantando-se em seguida, o lisboeta entra no ringue e prende um "Figure 4 Leg Lock", fazendo com que o segurança dê "tap-out".

Timó(Parecendo cansado.): Que venha o próximo...

Aníbal: Não, já chega. Já vi o que tinha a ver.

Timóteo olha para ele.

Timó: Mas eu não. Quero mais, que venha o próximo, eu acabo com qualquer um.. O lisboeta tem a respiração meio acelerada. Desde as 7h00 da manhã que se encontra ali.

Aníbal(Sério.): Não quero que tenhas um colapso ou que te lesiones. Ele estala o dedo para os seguranças, sendo que o que acabou de dar "tap-out" para Timó vai a coxear. Vamos embora. E tu, Timóteo, vais para casa.

Timó(Decidido.): Não, eu fico aqui a treinar mais.

Aníbal: Eu é que dou as ordens e faço as decisões. Vais sair daqui e é já. Caso contrário, já sabes o que acontece ao teu treinador...

Lá está, outra vez. Aníbal tem Timóteo nas mãos e não há nada que o lisboeta possa fazer.

Timó(Contrariado.): Ok, ok. Não comeces com essa conversa. Já agora, como está o meu treinador?

Aníbal: Ele está bem e vai continuar bem enquanto fizeres tudo o que eu disser.

O "Underboss" e os seguranças vão-se embora, deixando Timóteo Pedroso irritado consigo próprio e com a sua impotência ali sozinho. Este pega na sua toalha e no seu casaco e sai dali disparado.

avatar
Tiago Guedes

Número de Mensagens : 260
Data de inscrição : 07/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum