VANGUARDA 54# (RTP1) - (08/07/14)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 54# (RTP1) - (08/07/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 02 Jul 2014, 00:51




COMBATE PRINCIPAL DA NOITE
BATTLE ROYAL PELO #1 CONTENDER AO TÍTULO DA VANGUARDA
FELIPE AZEVEDO VS MIKE ORZAN VS LEON VS FELIPE SILVA VS CAMALEÃO VS FELPS VS GABRIEL MARTINS VS EUSTASS KID

*****

KEVIN GUNN VS YURI PETROV
FREDDY PRICE VS PAUL PUDER
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 54# (RTP1) - (08/07/14)

Mensagem por vlladmin em Qui 17 Jul 2014, 20:47

Lousada (Claramente aborrecido): Volto a dizer, e detesto repetir-me: o estado em que encontramos o Açor Arena não era propício à realização de um show em condições. Como tal, acho que o adiar do show é mais que compreensível.

Augusto Lousada encontra-se no hall de entrada do Royal Garden Hotel, onde antes do inicio do Vanguarda #54 é interpelado por um número considerável de jornalistas.

Jornalista #1: Mas Lousada, o problema em questão é: e o resto da digressão anunciada ? Os fãs devem ter uma palavra a dizer, tendo em conta que já tinham bilhetes comprados e planos feitos para assistir aos shows.

Lousada (Ajeitando a gravata, cada vez mais chateado): Enfim, vou ter de continuar esta conversa ridícula. Toda a gente sabe que na Vanguarda, o que interessa são os fãs. Nada mais, nada menos. Toda esta situação é deplorável, e acreditem, ninguém está mais aborrecido do que eu. Mas o problema reside com a manutenção do Açor Arena, e isso já não é connosco. Mas acreditem nas minhas palavras: isto não vai ficar assim. Augusto Lousada nunca deixa nada por resolver.

Jornalista #2: Falando em assuntos por resolver, o que pode dizer sobre Kevin Gunn, que no último show ...

Lousada, ao ouvir o nome de Gunn, tosse com força e fica visivelmente perturbado.

Lousada (Passando pelos jornalistas à força): Esta entrevista acabou, não tenho tempo para isto. O show está quase a começar, e tenho de me apresentar na Arena. Continuação de boa noite.

Lousada navega, à força, por entre uma maré de jornalistas que lhe disparam múltiplas questões sobre Gunn e o estado da digressão. Fora do Hotel, é interceptado por um Rolls Royce Phantom negro, que está à sua espera para o levar até ao Açor Arena. A porta de passageiro abre-se e Lousada é rápido a entrar.

Lousada (Sacudindo o casaco): Estava a ver que nunca mais ...

... : Lousada ...

Lousada é surpreendido pela voz do passageiro que o acompanha.

Lousada: Santiago ? O que é que estás aqui a fazer ?

Lousada vislumbra Santiago Guerreiro sentado ao seu lado, o qual aparenta estar bastante nervoso, com um cigarro a meio a tremelicar-lhe na mão.

Santiago (Consternado): Lousada ... estamos fodidos, Lousada.

Lousada (Começando a ficar nervoso): Mas o que é que se passa homem, desembucha ! O que é que estás aqui a fazer ?

Santiago: Estamos a ser investigados, Lousada! Já começaram a perceber que as contas não fazem sentido!

Lousada empalidece ao ouvir estas palavras, que o afectam realmente.

Lousada (Bastante nervoso): Mas ... mas ... como é que é possível ? Tivemos todo o cuidado do mundo, não é possível saberem que ...

Santiago (Interrompendo): NÃO É POSSÍVEL ? Tudo o que tens feito dentro da federação, TUDO, desde troca de favores, desde a situação do Fragas, está TUDO sobre escrutínio. E se tu caíres, eu vou de arrasto, Lousada!

Lousada fica sem palavras, de tal forma nervoso. O automóvel chega ao seu destino, o Açor Arena.

Santiago: Lousada ... resolve este assunto. Caso contrário ...

Lousada olha para Santiago ao sair do carro. As pernas tremem-lhe, sob o peso real da sua consciência. O céu já está completamente escuro, e Lousada vislumbra o Rolls Royce a partir, com todas estas notícias a pesar-lhe nos ombros. Do nada, é interpelado por uma pessoa.

Lousada (Pálido): E que queres tu agora ... ?

Jack Neville (Envergando uma mala): Temos de falar ...


*****

Beja: Muito boa noite a todos os telespectadores, e bem vindos ao Vanguarda #54. O meu nome é Diogo Beja, e comigo tenho Luís Barreira. Boa noite Luís.

Luís: Boa noite Beja. Temos um excelente show para hoje, o 1º show pós Dinastia dos Guerreiros.

Beja: Sem dúvida alguma. Veremos então as consequências dos acontecimentos de um dos melhores shows da federação até hoje.

Luís: Possivelmente. Ainda há muito por resolver.

Beja: Vamos agora para o primeiro combate da noite do Vanguarda #54 e o primeiro combate na VLL para ambos os lutadores.

Luís: Puder e Freddy Price são dois lutadores fora do comum que chegam à VLL com intenções de marcar o seu nome na VLL e querem começar já hoje a construir um legado.

Beja: Tenho de estar de acordo contigo, mas Price já o começou a fazer, sendo conhecido que esteve em confrontos bastante quentes com Rafael Sampaio no hotel onde os lutadores da VLL ficaram instalados.

Luís: E ai vem Freddy Price...


Raquel Jacob: O próximo combate está marcado para uma derrota! Introduzindo primeiro, vindo de Springwood, Ohio com um peso de 110kg, “VLL's Worst Nightmare” Freddy Price!

Freddy Price vai andando lentamente pela rampa enquanto olha de forma repugnante para o público presente na arena.

Beja: O público não parece estar a gostar, mas está intrigado sobre este jovem lutador americano.

Luís: Porque é que dizes que o público não está a gostar? Ele acabou de entrar...

Beja: As expressões faciais dele são doentias. Eu, pelo menos, não gostei.

Luís: Então não fales pelos fãs. As pessoas estão intrigadas, querem ver algo novo, refrescante e ainda bem.

Beja: Tu gostas é de ser do contra.

Luís: Posso dizer o mesmo.



Raquel Jacob: E o seu adversário vindo de Salina, Kansas, pensando 140kg, "O Pai" Paul Puder.

Paul Puder aparece na rampa com um cruz nas costas, algo que deixa o público sentir que existe algum tipo de maquinação por detrás da mesma.

Beja: Ok, isto é muito estranho, mas há que esperar para ver o que este jovem vale.

Luís: Sobre o Price não disseste isso, mudas o teu discurso sempre que te convém.

Beja: O teu raramente muda, infelizmente. Puder não parece, de todo o bom da fita, mas também não mostra olhares tão sádicos para o público como Price fez.



Os dois lutadores estão a olhar um para o outro, concentrados, enquanto esperam que o árbitro David Peralta mande tocar a campainha para o início do combate.

David Peralta manda tocar a campainha e Freddy Price parte para cima de Puder com um Big Boot do qual Paul Puder se desvia e que faz com que ambos fiquem a olhar um para o outro. Rapidamente, ambos começam uma troca de socos que dura alguns segundos até Price começar a ter alguma vantagem. Price aproveita isso para ir para as costas de Puder onde lhe aplica um Sleeper Hold. Puder vê-se em dificuldades para sair da manobra de submissão, mas não está a conseguir. Do nada, em esforço, agarra nos braços de Price, ergue-os bem alto, vira-se para Price e dá-lhe uma cabeçada que faz com que ele caia no chão. Pouco ortodoxa mas eficaz a manobra do americano de Kansas.

Puder levanta Price, aplica-lhe um Neckbreaker e vai direto para o assentamento. 1... não! Price está longe de não conseguir reagir ao assentamento. Puder levanta novamente Price e usa um Irish Whip contra as cordas, mas Price ao voltar em direção a Puder usa um Big Boot que faz Puder ir ao chão com bastante força. Price não perde tempo e pega em Puder utilizando um Irish Whip contra o canto do ringue. Freddy Price começa a executar várias chops no peito de Puder que deverão deixar marcas, e aumenta a rapidez e intensidade das chops, fazendo com que o árbitro comece a contagem até 5 ao qual Price apenas reage pouco antes de ser desqualificado. Price tira Puder do canto e atira Puder para fora do ringue, Price segue o caminho de Puder e vai até ele, levantando-o e usando um enorme DDT que faz com que Puder fique no chão quase sem se mover. João Mesquita vai até à zona de ação e obriga Price a voltar para o ringue com ele. O árbitro já vai em 4 na contagem e Puder só agora se começa a levantar quando Price corre e faz uma Suicide Dive muito perigosa para cima de Puder, fazendo com que os dois fiquem no chão e o árbitro recomece a contagem.

Price levanta-se já ia o árbitro em 7 na contagem quando pega em Puder e mete-o dentro do ringue e também ele entra nele. Vai para o assentamento: 1... 2... mas não! Price olha com um olhar sádico para o árbitro e grita-lhe para contar mais rápido. Price começa a ficar farto disto e prepara uma das suas signature moves. Ele espera que Puder comece a tentar levantar-se e vai para o Shining Wizard. Conecta o seu Shining Wizard em Puder e pode ganhar o combate aqui. Price vai para o assentamento de novo. 1...2... 2.5... mas Puder a reagir por instinto apenas e só. Price parece desesperado, Puder consegue resistir a tudo que Price usa. Price só tem uma opção. Ele levanta Puder, mete-o nos ombros e vai para o The Final Nightmare ! Mas Puder consegue sair dos ombros de Price, dá-lhe um soco, um pontapé e usa o Piledriver do nada, tudo numa fração de segundos. Ele vai para o assentamento, pode acabar aqui o combate. 1... 2... Mas não! Como é que é possível? Price foi apanhado de supresa e podia perder o combate depois dum Piledriver perfeito de Puder.

Puder está confiante, acha que pode terminar o combate agora e vai para o Dead Treatment. Ele aguarda que Price se levante para poder aplicar a manobra... Ele está confiante...

MAS APARECEM VINDOS DO PÚBLICO 4 HOMENS ENCAPUÇADOS QUE COMEÇAM A AGREDIR PUDER NO MEIO DO RINGUE. O árbitro João Mesquita dá o combate como terminado com vitória para Puder por desqualificação. Eles continuam a agredir Puder...

ESPEREM AÍ, VEM A CORRER PELA RAMPA, O "FUTURO DE PORTUGAL" RAFAEL SAMPAIO, QUE LIMPA TUDO À SUA FRENTE, TIRANDO OS 4 HOMENS DO RINGUE. Price fica a olhar para Rafael com um olhar doentio e psicopata enquanto Rafael chama a equipa médica da VLL ao local para ver como está Puder.


Beja: Mas que raio acabou de se passar aqui neste ringue, eu bem te disse que Price tinha más intenções.

Luís: Sabes lá se os homens encapuçados invadiram o ringue a mando de Price. É que nós vimos Price a ir para o balneário e os 4 encapuçados a serem acompanhados à saída pela segurança, não vejo a ligação.

Beja: A ligação? Então, 4 pessoas encapuçadas atacam o adversário de Puder quando Price estava prestes a perder o combate e tu perguntas onde é que está a ligação. Pára de ser tão ingénuo e acorda.

Luís: Essas teorias da conspiração... quem é o líder dos Illuminati, já agora?

Beja: Nem comento, que ridículo.


*****

João Barbosa, reconhecido entrevistador da Vanguarda, encontra-se a percorrer o backstage do Açor Arena, de microfone na mão.

João Barbosa (Andando lado a lado com a câmara): Boa noite a todos os telespectadores da Vanguarda, e a todos aqueles que se encontram de momento no Açor Arena. O meu nome é João Barbosa, e estamos de momento à procura dos lutadores que vão integrar a Battle Royal desta noite, que permite ao vencedor ter uma chance pelo título da Vanguarda.

João Barbosa faz sinal ao cameraman para o continuar a seguir, quando se depara com Gabriel Martins, que está a praticar shadow boxing intensamente contra uma parede, com um olhar fixo, penetrante.

João Barbosa (Com ar de contentamento): Que sorte a nossa. Temos aqui, à nossa frente, Gabriel Martins. Martins retornou à Vanguarda durante o Dinastia, e tem agora a tarefa hercúlea de defrontar outros 7 lutadores para receber uma chance de voltar ao topo. Gabriel, como te sentes com a oportunidade que te foi apresentada ?

Gabriel Martins pára e olha fixamente para Barbosa, sem dizer uma palavra. Do nada, faz apenas o gesto para que Barbosa lhe entregue o microfone, ao que este acede.

Gabriel Martins (Concentrado): Obrigado. Não precisas de dizer mais nada, que a partir daqui falo eu.

Barbosa encolhe os ombros, sem saber realmente o que dizer.

Gabriel Martins (Apertando o microfone com força): Queres saber como é que eu me sinto ? Aliás, o público quer saber como é que eu me sinto ? Eu sinto que perdi.

Barbosa fica visivelmente admirado com estas palavras.

Gabriel Martins: Sim, eu perdi. Perdi o meu caminho, perdi o meu prazer, perdi a minha oportunidade. E o pior é que me lembro perfeitamente de quando perdi. O sentimento de derrota, de culpa, esse pequeno momento que estilhaça uma vida inteira. Ver a minha oportunidade no topo a desvanecer-se por entre os meus dedos, como fumo ...

Gabriel Martins faz o movimento de tentar agarrar algo no ar, e fecha o punho logo a seguir.

Gabriel Martins (Com uma voz mais dura): Sabes quantas vezes já repeti esse momento na minha cabeça ? Sabes quantas vezes sonhei com um resultado diferente ? Mas não passam disso mesmo, sonhos. Sonhos que eu deixei para trás, sonhos que rejeitei sob o peso da minha própria fraqueza. Mas não mais.

Gabriel posiciona-se de frente para a câmara, com um olhar fixo e um semblante extremamente sério.

Gabriel Martins: Não mais. Hoje deram-me a oportunidade. Hoje, tenho o que mereço. Não há mais sonhos, não há mais repetições, não há mais desistências. Hoje, ganho. Hoje não sou Afonso IV. Sou Dom Sebastião. Sou aquele que desapareceu por entre a névoa, e que volta para salvar a nação. Sou O Desejado.

Gabriel devolve o microfone a Barbosa, que ainda o olha completamente atónito, e continua a praticar shadow boxing contra a parede. De relance, passa por eles Augusto Lousada, agarrado ao telemóvel. Barbosa apressa-se a interpelá-lo.

João Barbosa (Apontando o microfone): Lousada, tem algum comentário a fazer sobre o excelente show que temos preparado para ho ...

Lousada apressa-se a interromper Barbosa, fazendo um sinal de stop com a mão instantaneamente. Continua a falar ao telemóvel, com um tom de voz nervoso.

Lousada: Si, si, el dinero ! Que ya lo saben, que no hay nada a hacer ...

Lousada desaparece pelo corredor fora, deixando para trás Barbosa.


******


A câmara foca Kevin Gunn a equipar-se, contrafeito, no corredor do backstage do Açor Arena, para o combate que vai ter contra Yuri Petrov.

Kevin Gunn (Visivelmente aborrecido): Cabrão do Lousada, nem uma merda de balneário tenho ... hás-de mas pagar, de mas pagar com juros.

Kevin Gunn começa a enfaixar as pernas até aos joelhos, quando do nada, é interpelado por Petrov já equipado. Gunn olha para cima, fitando o russo friamente. Olham-se mutuamente, de cima a baixo, até que Gunn decide levantar-se e olhar Petrov nos olhos. Ninguém fala.

Repentinamente ... Petrov estende a mão, de forma amigável e honrada. Uma atitude esperada do Tanque Russo. Gunn olha para a mão do seu oponente estendida, e começa lentamente a estender a sua ... mas rejeita o aperto.

Kevin Gunn (De forma fria): Não ... não, farto de apertos de mão ando eu. Já desde que cheguei a Vanguarda que é tudo apertos de mão, é tudo muito profissional, e acabo sempre por me arrepender. Isso acabou.

Yuri Petrov olha para Gunn, mas continua sem proferir palavra alguma. Nota-se que o russo não gostou da atitude.

Kevin Gunn: Petrov. Hoje, vou-te mostrar o porquê de teres sido derrotado no Dinastia. Hoje vais perceber o porquê de não seres o campeão desta empresa. E Petrov ... lembras-te de como a polícia me retirou do Dinastia à força ? Hoje, vais pedir a Deus que o Lousada se tenha lembrado de fazer o mesmo.

Com estas palavras, Gunn pega no seu saco de equipamento e vira costas a Petrov, que fica inerte no mesmo local, olhando para o inglês.


*****


Beja: E a acção continua de seguida, quando Kevin Gunn defrontar Yuri Petrov.

Luís: Certíssimo. Ambos os lutadores deram muito que falar no Dinastia dos Guerreiros, e certamente querem repetir o feito aqui hoje.

YEEEEEEEEEEEEEEAAAAAAAAAAAAAH!


Raquel Jacob: O próximo combate de singulares está marcado para uma derrota. A caminho do ringue, vindo de Londres, Reino Unido, pesando 93 quilos, KEVIN GUNN!

Beja: E aqui está ele! O inglês tem andado numa constante guerra com Augusto Lousada, mas hoje terá que se concentrar para alcançar a vitória sobre o russo.

YEEEEEEEEEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!



Raquel Jacob: E o seu adversário, de São Petersburgo, Rússia, com 135 quilos, YURI PETROOV!

Beja: O russo não conseguiu vencer o título Supremo no Dinastia dos Guerreiros, tenta agora redimir-se do erro.

Luís: E não terá uma tarefa fácil, Gunn precisa da vitória para mostrar ao Lousada que ele mesmo é uma ameaça credível.

O árbitro designado para o combate é David Peralta. O mesmo manda soar a campainha e o combate começa. Os dois lutadores partem para o lock-up, com o russo a tomar o controlo. Petrov consegue o headlock e deita Gunn ao tapete. Gunn levanta-se ainda com o headlock preso, mas Yuri deita-o abaixo novamente. Kevin Gunn não se dá por vencido e levanta-se novamente, dando cotoveladas no abdómen do antigo candidato ao título Supremo. Yuri Petrov manda o inglês às cordas e espera-o com uma clothesline, atingindo-o com força. Gunn vai ao chão uma vez mais, mas este levanta-se raivoso e corre para o russo, sendo apanhado num backbody drop. Petrov vai para a cover! 1… Gunn levanta o braço e pára a contagem.

Kevin Gunn esquiva-se para fora do ringue, tomando fôlego. O árbitro aconselha o lutador entrar no ringue, mas este não liga. David Peralta começa a contagem, mas chegando aos dois, Yuri Petrov sai para fora do ringue, indo atrás do oponente. O russo tenta agarrar Gunn, mas o “Son of Violence” apanha-o num Lou Thesz Press, seguido de uma grande série de murros na cara. Com a contagem em 5, Gunn entra no ringue finalmente, e pede ao árbitro para contar mais depressa. À contagem de sete, Petrov levanta-se e arrasta-se para dentro do ringue. Gunn espera-o com vários pontapés e murros na nuca, desferidos com força e violência. O árbitro ameaça desqualificar o inglês se este continuar com a sua conduta, mas este desrespeita-o mais uma vez, continuando a série de murros. O árbitro começa a contagem de desqualificação 1… 2… 3… Kevin Gunn afasta-se de Yuri.

Petrov parece admirado pela ofensiva explosiva do inglês e levanta-se apoiando-se no turnbuckle, mas, quando está já quase de pé, Kevin Gunn corre para ele com uma running high knee. Yuri está sobre os seus joelhos novamente, e Gunn começa com os golpes físicos novamente. Murros de esquerda e direita, todos conectados na cabeça do russo. Porém, quando parecia que Petrov fosse ao tapete, este começa a ripostar com fortes chapadas no peito do inglês, que se faziam ouvir por todo o pavilhão. Enquanto o inglês dava quatros ou cinco murros, o russo só com uma chapada fazia aproximadamente o mesmo dano ao adversário. Aos poucos, Petrov vai-se levantando, continuando com chops no peito e iniciando uma sequência de taekwondo kicks. Gunn inova também com uma série de european uppercuts, transformando uma luta de wrestling numa autêntica rixa de rua.

Nenhum dos lutadores quer dar o braço a torcer, e, quando parecia que era o inglês que estava a ficar por cima, Yuri apanha o seu braço num european uppercut, e levanta-o para um arm drag, seguido de um arm lock. Porém, o experiente inglês aproveita o ímpeto da queda e rola sobre o seu eixo corporal para um armbreaker. Yuri está com dificuldades em reverter a manobra, tentando esticar o braço até à corda inferior, conseguindo interromper a manobra. Kevin Gunn retira a pressão no braço do russo e parte novamente para o adversário com um running front dropkick, enquanto Petrov se levantava. Kevin arrasta o russo para o centro do ringue e vai a para a cover 1… 2… Não, Yuri não desiste, embora se note o cansaço na sua cara.

Gunn levanta Petrov para um suplex, mas o adversário reverte e levanta o inglês num vertical suplex, indo direto ao tapete! Que amostra de força e dedicação por parte de Yuri Petrov! Irá para a cover? Não, está a demorar muito tempo. Parece que os dois lutadores estão já bastante cansados. Petrov arrasta-se pelo ringue e pousa o braço por cima do peito do inglês 1… 2… Não, Kevin consegue virar-se de costas devido à facilidade que Petrov cedeu na cover. Ambos os lutadores continuam no chão e o árbitro começa a contagem 1… 2… 3… Tanto Kevin como Yuri começam a levantar-se 4… 5… Petrov levanta-se e o árbitro manda o combate continuar. Nesse momento também Gunn se levantara e, cambaleando, é apanhado por Petrov num DDT potente. Cover! 1… 2… Gunn levanta o braço mais uma vez, embora estivesse muito perto da derrota. Yuri levanta-se e espera que o adversário faça o mesmo. Kevin levanta-se por fim, mas é logo apanhado numa clothesline contra as cordas que o põe de joelhos, sendo depois vítima de um Bear Hug! Um Russian Bear Hug! A pressão desta manobra é enorme na zona das costelas, mas Kevin, vendo que está tão perto das cordas, estica os braços para trás, obrigando o adversário a parar a manobra. Mais um erro por parte de Yuri. Kevin segura-se às cordas pela sua vida e, quando o russo se dirigia para ele, este agarra na cabeça do oponente e aperta-a contra as cordas num hotshot. Parece que apanhou Petrov na vista, isto pode ficar feito para o seu lado. Kevin começa a ganhar algum momento e ataca com um knee drop o adversário caído.

Gunn pega no braço do russo e arrasta-o com dificuldade até o canto mais próximo. Yuri tenta ripostar, mas é sempre apanhado por um murro certeiro na cabeça que fora tão fustigada durante o combate. Petrov vai-se levantando, e com ele, a sua motivação e energia. Yuri tenta um, dois, três murros na cabeça do inglês, deitando-o ao chão com um forte empurrão. Gunn dá uma cambalhota para trás, mas Yuri prepara-se subindo à segunda corda. Isto não é habitual, será que saltará? Não! Gunn corre para ele com um heel kick e o russo está atordoado novamente. Gunn sobe também ao corner e apanha-o em posição de suplex. Levanta-o para a terceira e última corda, será que vai tentar o superplex? Kevin tenta, tenta, e gradualmente o russo vai-se levantando da sua posição. Gunn está a conseguir, PETROV ESTÁ NO AR E CAI NUM SUPERPLEX. AMBOS OS LUTADORES ESTÃO NO CHÃO, PROVAVELMENTE INCONSCIENTES. O árbitro pergunta se estão bem, mas nenhum responde. David Peralta começa a contagem de dupla desqualificação.

1….

2….

3….

Gunn recupera os sentidos e ainda desorientado, tenta arrastar-se para cima de Petrov.

4….

5….

6….

Petrov abre os olhos também, mas o russo ainda está imóvel. Este combate, após a contenda épica pelo Supremo, tomaram o seu peso na capacidade física do mesmo. Gunn continua a arrastar-se, muito lentamente.

7….

8….

9….

Gunn está quase ! O braço dele sobrevoa o peito de Petrov ...

10 !!!

O árbitro manda parar o combate e soar a campainha. Este combate termina em dupla contagem, ninguém sai como vencedor.


Beja: Bem, nenhum dos lutadores conseguiu resistir a esta renhida contenda. Ambos deram o melhor do seu jogo, mas aquele Superplex deixou os dois perto do coma.

Luís: É inacreditável. Ambos queriam começar a caminhada pós Dinastia com o pé direito, mas ao que parece nenhum dos dois conseguiu sequer andar um passo.

Beja: Um excelente combate, e temos mais ... já a seguir.


*****

João Barbosa,  encontra-se ainda percorrer o backstage do Açor Arena, de microfone na mão, após a entrevista com Gabriel Martins.

João Barbosa (Acelerando): Muito boa noite novamente. Como podem ver, continuamos na missão de encontrar lutadores que vão participar na Battle Royal de hoje, o evento principal deste show nos Açores. Como já foi dito e anunciado repetidas vezes, o vencedor deste combate terá direito a lutar pelo título da Vanguarda, cujo detentor é Ryo Tanaki, vencedor de um combate épico no Dinastia dos Guerreiros.

João Barbosa continua a andar, até que encontra Eustass Kid, sentado num banco de madeira, a flectir o pescoço de lado a lado.

João Barbosa (Com um sorriso nos lábios): Estamos realmente cheios de sorte. Temos então connosco Eustass Kid, lutador que participou num fulgurante combate contra Arsénio Fuínha no Dinastia dos Guerreiros, e que será certamente uma parte fulcral da Battle Royal de hoje. Eustass, quais os teus pensamentos sobre o combate ?

A câmara vislumbra Eustass Kid, que estala ruidosamente o pescoço ao levantar-se. Num movimento súbito, este despe a t-shirt que tinha vestida, e arranca o forçosamente o microfone das mãos de Barbosa. Faz então um movimento ao cameraman para este filmar o seu tronco nú.

Eustass Kid (Agressivamente, apontando para as marcas no seu corpo): Isto. Cadeira. Isto. Kendo Stick. Isto. (Aponta para as costas) Pioneses. Sabem sequer, imaginam sequer, o que é cair com estrondo em cima de pioneses ? Sabem o que é sentir a pele, a vossa própria carne, a desgarrar-se do corpo ? O ardor louco, milhares de nervos a disparar ao mesmo tempo ...

A câmara continua a percorrer o corpo de Eustass, que vai apontando para os locais onde tem mais mazelas.

Eustass Kid: Isto ... isto sim, são marcas de guerra. Não de glória, mas de orgulho e de ódio. Isto é a história do Dinastia dos Guerreiros, uma história que vai ser lembrada todos os dias da vida desta federação.

Eustass Kid aponta para Barbosa.

Eustass Kid (Num tom agressivo): Tu. Tu perguntaste-me quais são os meus pensamentos sobre este combate. Sabes o que te digo ? Que o meu avô tem razão. Que a recompensa por ter perdido no Dinastia é ter de lutar contra 7 tristes deste mundo, que não têm metade do meu talento. E no fim das contas, ter de rebentar com aquele chinês patético. Parece-te uma recompensa ? A mim, quase que me parece uma punição. Ter de gastar o meu tempo desta forma dói-me mais que qualquer ferida que tenha neste momento no meu corpo.

Eustass volta a apontar para as feridas que enverga.

Eustass Kid: Mas não te preocupes. Aliás, ninguém tem de se preocupar. Eu estou habituado a sofrer. Hoje, simplesmente vou habituar outros ao mesmo.

Eustass Kid deixa cair o microfone ao chão e retira-se, deixando Barbosa estupefacto. Ao fundo do corredor, consegue ver-se Augusto Lousada, ainda agarrado ao telemóvel, com niveis de ansiedade extremos.

Lousada (Com a voz a tremer): "Я не знаю, как они обнаружили, что это. Это было так прекрасно сделано, что это невозможно..."

*"Eu não sei como é que foram descobrir isto. Foi tudo feito perfeitamente, é impossível ..."


*****
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 54# (RTP1) - (08/07/14)

Mensagem por vlladmin em Qui 17 Jul 2014, 20:48

[justify]Beja: E finalmente voltámos deste nosso intervalo, fãs da VLL. E acreditem que a espera me custou tanto como a vocês, mas já falta pouco para o nosso Evento Principal.

Luís: É mesmo isso, Beja. Praticamente todos os participantes já estão dentro do ringue e apenas falta um dos homens fazer a sua entrada, Camaleão…

TOCA O THEME DE CAMALEÃO

Beja: Parece que Camaleão não vai aparecer…Felps não quer acreditar nisto. Ele próprio parece não saber onde está o parceiro.

Luís: Tadinho, perdeu a máscara dele e agora já não quer aparecer em ringue...Que tipo ridículo.

Passa mais algum tempo sem que Camaleão apareça e um oficial aproxima-se de Raquel Jacob, sussurrando-lhe algo ao ouvido.

Raquel Jacob: Recebi agora a confirmação, fãs da VLL. Este combate é agora, oficialmente, uma Batalha Real de sete homens e é pelo lugar de Candidato Principal ao Título da Vanguarda! O vencedor é aquele que se mantiver por último no ringue! Sem mais demoras, que comece o combate!

*Soa a campainha*

O combate começa com os homens a atirarem-se de imediato uns aos outros. Eustass Kid lança-se para cima de Gabriel Martins e depois de o derrubar com um Lou Thesz Press começa a descarregar murros e cotoveladas no mesmo. Mas Martins consegue inverter a situação e rebolar, ficando por cima de Eustass. Agora é Martins quem desfere socos e cotoveladas e Eustass que se defende como pode.
Entretanto Leon e Felipe Silva degladiam-se com o membro isolado dos Áses da Ilusão, Felps. Os dois tentam socar Felps, mas este vai-se conseguindo desviar e defender, até que Silva conecta com um pontapé forte na parte de trás do joelho que faz com que ele cambaleie um pouco para trás. Leon aproveita a aberta e envia Felps com um Irish Whip contra um dos cantos livres.

E agora Felipe Silva agarra no parceiro de equipa e também o envia com um Irish contra o mesmo canto de Felps. Leon salta e aproveita a velocidade com que foi lançado para se agarrar a Felps e atirá-lo para o meio do ringue com um Monkey Flip fantástico, evidenciando toda a sua força de pernas. Espartano vai às cordas e…Springboard Moonsault bem efectuado pelo capoeirista da VLL! Espartano a usar uma manobra nada habitual no seu reportório! Esta ele só pode ter aprendido com o seu parceiro Leon.

Leon e Espartano sorriem um para o outro, mostrando estar na mesma página, mas é então que surge Filipe Azevedo que atinge Espartano com uma Clothesline portentosa na nuca! Leon vai defender o seu parceiro, mas é de imediato recebido pela “Bomba” da VLL com uma joelhada no abdómen! Leon fica agarrado ao estômago e Azevedo prende-lhe a cabeça, levanta-o bem alto no ar…e Suplex cheio de autoridade por parte de Azevedo!

Azevedo a fazer valer o seu poder físico nesta fase do combate! Orzan, que até então tinha estado no seu canto protegido corre na sua direcção, mas Azevedo apanha-o para um Spinebuster..que Orzan consegue reverter num DDT, que planta autenticamente a cabeça de Azevedo no ringue! Do outro lado do círculo quadrado Eustass Kid e Gabriel Martins continuam a combater e parece que Martins conseguiu ganhar alguma vantagem.

O ex-jornalista está por cima de Eustass e descarrega socos violentos, mas Orzan aproxima-se dos dois e puxa Martins, levantando-o. Orzan a acertar ele próprio com um soco no queixo de Martins, que recua. É de relembrar que esta é uma das especialidades de Orzan, que atinge Martins agora com uma directa de esquerda…e um gancho de direita que faz cambalear o português para trás.
Orzan dá um passo atrás e exibe-se para o público, abrindo bem os braços, puxa o braço todo atrás para um último grande soco em Martins…mas o nortenho consegue-se desviar! Martins baixou-se e foi para as costas de Orzan, que se vira de imediato para ele…e Discus Clothesline de Martins em Orzan! Martins foi absolutamente explosivo nesta manobra, grande impacto!

Orzan cai, mas Eustass já está de pé, frente a frente novamente com Martins. Os dois trocam olhares intensos, mas eis que Felps e Azevedo se levantam e vão para a ofensiva. Martins ficou com Azevedo e Eustass com Felps. Martins tenta fazer uso da sua agilidade com uma série de pontapés potentes nas pernas de Azevedo, estratégia inteligente d’“o Corvo”, que tenta fragilizar a base de suporte do homem-forte do combate.

Enquanto isso, Felps tomou a dianteira no confronto com Eustass e parece que vai aplicar um Suplex no ex-DeLuxe…mas Eustass bloqueia-lhe a perna! E aplica ele próprio um Suplex em Felps! Eustass Kid a safar-se de boa, ele que ainda tem as costas bem marcadas! Martins vai para mais um pontapé em Azevedo…mas este agarra-lhe a perna! Martins vai para um Enziguri, mas Azevedo consegue-se baixar! Martins fica de costas para Azevedo e este aproveita a posição para aplicar um Belly to Back Suplex!

Eustass Kid e Filipe Azevedo, dois ex-DeLuxe, são agora os homens a dominar o combate, mas Mike Orzan, Leon e Espartano já se estão a levantar. Eustass e Azevedo olham um para o outro como que concordando com uma aliança momentânea na Batalha Real. Eustass fica encarregue de Mike Orzan enquanto que Azevedo batalha com Leon e Espartano.

Leon e Espartano fazem uso da maior rapidez e focam-se nas pernas e no tronco de Azevedo com uma enxurrada de pontapés. A dupla brasileira agarra em Azevedo, vai tentar mandá-lo para fora do ringue com um Double Irish Whip…mas Azevedo faz força e nem sequer sai do sítio! Azevedo puxa Leon e Espartano e atinge-os com um Double Shoulder Block! Vai ser difícil tirar Azevedo do ringue esta noite!
Eustass consegue conectar com um European Uppercut fortíssimo em Orzan, fazendo com que ele cambaleie na direcção de Azevedo…que o levanta em posição de Military Press como se fosse um boneco de trapos! E Azevedo atira Orzan para fora do ringue com facilidade! Orzan cai desamparado no exterior e é o primeiro eliminado da Batalha Real! E agarra-se ao joelho, gritando de dores! As coisas parecem ter corrido da pior maneira possível a Orzan nesta Batalha Real!

No interior do ringue Azevedo e Eustass continuam intocáveis e aguardam que Leon e Espartano se levantem depois do Double Shoulder Block da “Bomba”. A dupla brasileira levanta-se e Eustass e Azevedo lançam-se de imediato para cima de um e outro, esmurrando-os livremente. Espartano empurra Eustass Kid, tentando ganhar alguma distância do ex-Parceiro de Guerra, mas “O Cirurgião da Morte” volta rapidamente ao ataque…só que Espartano faz-lhe uma tesoura nas pernas, derrubando-o!

Eustass levanta-se logo a seguir, tal como Espartano, mas apanha para ser apanhado por um Hurricanrara de Felipe Silva! Eustass fica no chão enquanto que Azevedo vai castigando as costas de Leon com sucessivos Back Clubs. Mas Espartano protege o seu companheiro e puxa Azevedo. “A Bomba” tenta acertar com um murro em Espartano mas este baixa-se e acerta ele próprio um soco no abdómen de Azevedo, num movimento pouco ortodoxo, rolando depois para fora do alcance do antigo bodybuilder.

E Leon com um Bulldog a plantar Azevedo no meio do ringue! Excelente coordenação dos parceiros, que dão um aperto de mão depois de terem deitado os ex-DeLuxe por terra. Eles viram-se agora para trás e…

OOOOOOOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHH!!!

Felps atinge Leon com um Super Kick ao mesmo tempo que Martins acerta com a mesma manobra em Espartano! Perfeitamente sincronizados Felps e Martins, como eles próprios formassem uma equipa já há anos! Felps e Martins são agora os homens que dominam o ringue e não perdem tempo a atirar-se um ou ao outro trocando murros! Martins parece ganhar alguma vantagem, vai para uma Discus Clothesline, a mesma manobra que aplicou antes a Azevedo…

Mas Felps consegue-se desviar! Felps fica nas costas de Martins que se vira de imediato…e SUPERMAN PUNCH de Felps! O público vai ao rubro agora que um dos seus favoritos é o único homem em pé no combate pela oportunidade ao Título da Vanguarda! Felps olha a sua volta, como que a escolher quem é que vai tentar atirar para fora do ringue…

TOCA O THEME DE CAMALEÃO

A música de entrada de Camaleão começa a ressoar pelo recinto para espanto de todos, sobretudo Felps, que fica especado com os olhos colados na rampa de entrada. Estão todos à espera de Camaleão, que devia fazer parte deste combate, mas ele não aparece. E entretanto esta pausa deu tempo a Eustass Kid para recuperar e voltar a pôr-se de pé. Eustass corre na direcção de Felps…e atira-o para fora do ringue!

Felps é o segundo homem eliminado da Batalha Real! E depois de uma situação estranhíssima que envolveu a música de entrada do seu parceiro dos Áses da Ilusão. Felps está absolutamente boquiaberto, o “Ás” não consegue perceber o que acabou de acontecer! Mas o combate prossegue, agora com cinco homens!

Azevedo é o próximo homem a levantar-se e encara Eustass Kid por uns momentos…desta vez os ex-DeLuxe nem sequer pensam numa aliança e partem para a luta um contra o outro! E é Eustass quem ganha vantagem, deitando Azevedo ao chão com um Lou Thesz Press! Eustass a esmurrar agora o antigo guarda-costas da facção de Bangalter! Mas Azevedo defende-se com uma cabeçada!

E Eustass acerta ele próprio com uma cabeçada em Azevedo! E outra! E outra! E outra! Eustass Kid a mostrar-se imensamente agressivo nesta fase do combate, parece ter-lhe tomado o gosto, depois daquele combate violentíssimo contra Fuínha no Dinastia dos Guerreiros! Eustass sai de cima de Azevedo, vai para as cordas e…Shining Wizard por parte do “Cirurgião da Morte”!

Eustass está por cima nesta fase do combate, mas Leon e Espartano estão a recuperar depois daqueles Super Kicks em estéreo. Eustass corre na direcção deles vai para uma Double Clothesline, só que Espartano e Leon conseguem-se baixar e assim escapar da ofensiva de Eustass Kid. Eustass vai as cordas e volta de encontro a Leon e Espartano que lhe dão as boas-vindas com uma Double Backhand Chop!

Eustass vai ao chão, mas não tarda a levantar-se, apenas para receber com um pontapé duplo de Espartano e Leon, que nesta altura do combate parecem uma só pessoa! Double Suplex por parte de Leon e Espartano! O público mais uma vez vai ao rubro, também esta dupla faz parte do seu role de favoritos! Leon vai para as cordas, salta para a corda superior…Springboard Elbow Drop de Leon em Eustass! E Espartano complementa a ofensiva com uma Breakdance Leg Drop!
Eustass Kid a ser fisicamente fustigado nesta fase da contenda! Leon e Espartano olham-se nos olhos e acenam um para o outro com a cabeça, são os únicos homens em pé e apesar de serem parceiros vão agora batalhar! Leon e Espartano começam a trocar socos e cotoveladas, com Espartano a ganhar uma clara vantagem! Espartano atinge um parceiro com um directo de direita e agora com um Jab de esquerda…e acaba por o derrubar com um Uppercut com a sua direita!
Espartano levanta o parceiro e envia-o para as cordas com um Irish Whip, mas Leon aproveita a velocidade para ganhar impulso nas cordas…vai para um Springboard Moonsault com o intuito de apanhar o parceiro de surpresa, mas este já estava à espera e baixa-se! Só que Leon consegue aterrar de pé no ringue, mesmo atrás de Espartano!

Espartano olha para trás, Leon dá um passo atrás e…Jumping Roundhouse Kick! Quem conhecer o Trouble in Paradise de Kofi Kingston reconhecerá esta manobra! Leon está com a corda toda, vai novamente a correr para as cordas e…

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!

QUE IMPACTO! MARTINS APARECE DO NADA E EXPLODE COM O SEU BLACK FEATHER! UM SINGLE LEG RUNNING DROPICK APLICADO NA PERFEIÇÃO! Martins agarra agora no corpo tombado de Leon e limita-se a atirá-lo para fora do ringue! E sobram quatro no ringue! Martins, Espartano, Azevedo e Eustass Kid são os sobreviventes!

Azevedo já está de pé e Martins mostra-se pronto para enfrentar o grandalhão. Martins vai a correr na direcção de Azevedo, que vai para lhe dar um murro…mas o homem da cidade berço consegue desviar-se e passa por baixo do braço gigantesco de Azevedo! Martins ganha ainda mais velocidade depois de ir às cordas. Martins vai de novo de encontro a Azevedo, que se vira para ele…Diving Crossbody de Gabriel Martins!

MAS AZEVEDO CONSEGUE AGARRÁ-LO! Azevedo coloca Martins rapidamente em cima dos seus ombros e deixa-o cair com um Samoan Drop! O ímpeto de Martins acabou tão bruscamente como começou! Azevedo agarra em Martins e levanta-o “pelos colarinhos” com toda a facilidade e autoridade do mundo! Azevedo pega em Martins em posição de Military Press, foi assim que ele eliminou Orzan anteriormente…Azevedo vai arremessar Martins para fora do ringue!
Mas este consegue escapulir-se e cair de pé nas costas de Azevedo! Gabriel com um grande salto vertical…Leaping Neckbreaker em Azevedo! Espartano e Eustass levantam-se os dois e vêem Martins como o único homem de pé! Espartano é quem tem a iniciativa de partir para a ofensiva primeiro e os dois ficam a trocar golpes! Enquanto isso Eustass cai para cima de Azevedo, atacando as suas enormes costas com golpes de antebraço!

Eustass Kid parece estar apenas a conseguir enfurecer Azevedo, que apesar dos ataques incessantes se consegue recompor e empurrar Eustass para longe. Eustass não quer perder e parte novamente para a ofensiva…mas Azevedo aplica um Spinebuster imponente! E Eustass agarra-se às costas magoadas!

Espartano ganha vantagem sobre Martins, acerta-lhe com um pontapé na zona abdominal…e Suplex por parte do último brasileiro em ringue! Espartano agarra em Martins, levantando-o de imediato e aplica um Scoop Slam no homem de Guimarães! Espartano vai às cordas e…Running Senton em Martins!

Depois de isto Espartano e Azevedo são os homens a controlar o combate, mas no entanto partem para a agressão um ao outro! Filipe vai para um Running Clothesline ao mesmo tempo que Espartano corre na sua direcção, mas este segundo rola por baixo de Azevedo, desviando-se da sua ofensiva! Espartano acerta com um pontapé no estômago de Azevedo, deixando-o curvado agarrado ao abdómen! Espartano recua, vai às cordas

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHH!!! BUUUUUUUUUUUUH!!!

…mas Azevedo explode na sua direcção com uma Clothesline! E Espartano cai desamparado no exterior do ringue! Sobram agora três! Azevedo, Martins e Eustass Kid! Azevedo agarra em Eustass Kid, que desde que sofreu o Spinebuster da “Bomba” ainda não saiu do chão. Azevedo levanta-o, mete-o em posição de Suplex…e aguenta-o nessa mesma posição. DELAYED VERTICAL SUPLEX!

Eustass uma vez mais a agarrar-se às costas, estratégia inteligente por parte de Azevedo que exibe agora o seu bíceps para o público recebendo por isso uns quantos apupos. Azevedo agarra em Eustass uma vez mais, parece estar com toda a confiança do mundo, vai atirar o seu ex-companheiro dos DeLuxe para fora do ringue…mas Eustass consegue reverter a situação e envia ele próprio “A Bomba” para o exterior do círculo quadrado!

DOIS! Os últimos dois homens a permanecer na Batalha Real são Eustass Kid e Gabriel Martins! Azevedo leva as mãos à cabeça fora do ringue, o excesso de confiança custou-lhe o combate! Eustass encosta-se a um dos cantos, visivelmente combalido. Tenta recuperar, mas Martins já está a levantar-se e isso obriga-o a puxar por si mesmo para se levantar também.

O público entusiasma-se com este final de combate…Martins e Eustass caem um para cima do outro trocando socos, isto vai acabar como começou! Eustass parece estar a ficar por cima nesta troca de murros, é um aspecto em que é mais forte que Martins…European Uppercut por parte de Eustass! E outro! E um terceiro, este absolutamente estrondoso! Martins foi ao chão!

Eustass cai logo sobre o adversário e aplica o seu Scalpel, Koji Clutch preso na perfeição! Neste caso Martins nem sequer pode desistir, neste combate não há desistências! Eustass também sabe que não vai vencer o combate desta forma, mas o objectivo é desgastar o seu oponente e último obstáculo à conquista do lugar de Candidato Principal ao Título da Vanguarda! Eustass aplica mais e mais pressão na manobra, enquanto a face de Martins fica ruborizada!

Martins está completamente vermelho, parece estar prestes a desmaiar! Não há nada que se possa fazer neste momento! Martins já não se mexe…e Eustass finalmente larga a manobra! Martins apagou! O público está incrédulo! Grande parte dos fãs fica em silêncio neste momento! A maioria do público ainda apoiava Martins, apesar do que aconteceu na Dinastia dos Guerreiros.

Eustass sorri arrogantemente e parece trocar palavras com um miúdo que está na primeira fila! “Vês rapaz?! Eu disse-te!”, grita Eustass. Eustass agarra agora em Martins, que não passa de peso morto e atira-o para fora do ringue! Eustass ganhou! Eustass é o novo Candidato Principal!

NÃO! Martins milagrosamente consegue agarrar-se às cordas e manter os pés assentes na borda do ringue. Eustass já festeja e parece pensar que os gritos do público são para ele, mas não! Eustass vira-se para o lado para onde atirou Martins e vê-o agarrado às cordas! “O Cirurgião da Morte” vai na direcção de Martins, tenta derrubá-lo com um soco, mas este baixa-se e acerta-lhe com o ombro na zona abdominal!

Eustass recua agarrado ao abdómen e Martins sobe às cordas! Martins parece ter dificuldades em equilibrar, está com tudo menos boa cara, lá em cima! Mas consegue acertar o Springboard Tornado DDT em Eustass! O público vai ao rubro com esta manobra de risco! Mas Martins não está, está a lutar mais com a sua alma, com o seu espírito guerreiro, do que propriamente qualquer outra coisa…só com o apoio das cordas é que ele consegue levantar-se.

Martins aproxima-se de Eustass, levanta-o, mas também o ex-Parceiro de Guerra mostra alma e atinge Martins com socos no tronco. Um, dois, três socos de Eustass, que consegue assim ganhar distância entre ele e Martins! Eustass levanta-se agarrado agora à cabeça, ao longo do combate foi quem já mais sofreu…Eustass vai para o seu Diamond Cutter em Martins…mas este empurra-o!

Martins vai a correr na direcção de Eustass, que se vira para ele e…BLACK FEATHER! NOVAMENTE O RUNNING SINGLE LEG DROPKICK DE MARTINS! E Eustass acaba por cair desamparado para fora do ringue! Martins venceu! Martins é o novo candidato principal ao Título da Vanguarda! UMA VEZ MAIS!


Raquel Jacob: E o vosso vencedor e NOVO…CANDIDATO PRINCIPAL AO TÍTULO DA VANGUARDA…GABRIEL MARTIIIIIIIIIIIIIIIIIIINS!

Beja: Gabriel Martins conseguiu! Ele conseguiu superar outros seis homens e vencer esta Batalha Real! Martins tem uma nova hipótese pelo Título da Vanguarda!

Luís: O Eustass ficou pelo quase outra vez…isto já é demasiado. Aquele miúdo com quem ele estava a discutir está a rir-se na cara dele ou é impressão minha?

Beja: Se está, acho que ele nem está a dar por isso…Apagou depois do Black Feather do Martins! E enquanto isso o guerreiro do Norte festeja o momento de consagração como novo Candidato Principal ao Título da Vanguarda!

Gabriel Martins retira-se do ringue, festejando. Do nada, aparece Augusto Lousada, de forma soturna, dirigindo-se para o ringue a passo lento.

Beja (Admirado): Mas o que é isto ?

Luís: Parece que Augusto Lousada tem algo para dizer ao público, pois começa a dirigir-se para o ringue onde à poucos segundos Gabriel Martins ganhou a Battle Royal.

Augusto Lousada dirige-se a passo lento para o ringue, enquanto o público, estupefacto, fica silencioso. Lousada entra no ringue com um semblante algo nervoso e pede um microfone, que lhe é prontamente entregue.

Lousada: Boa noite a todos os fãs da Vanguarda, tanto aqui nos Açores, como pelo mundo fora. Espero que o show que acabaram de ver tenha sido do vosso agrado.

Beja: Até agora, nada de concreto.

Luís: Sim, duvido que Lousada se tenha dirigido aqui apenas para agradecer aos fãs a sua presença.

Lousada (Começando a andar pelo ringue): Muitos de vocês devem estar a indagar-se o porquê de eu estar aqui neste preciso momento. Para responder a essa questão ... Jack Neville, apresente-se no ringue, se faz favor.

Beja: Jack Neville ?

Luís: Augusto Lousada chama ao ringue Jack Neville, manager de Michel-Baptiste Bangalter, o campeão Supremo da Vanguarda.

Jack Neville aparece na rampa, empunhando uma pasta metálica na mão. Dirige-se a passo rápido para o ringue, onde Lousada lhe entrega o microfone.

Jack Neville: Boa noite. Acho que não há forma alguma decente de dizer isto, como tal, vou ser directo. O campeão Supremo da Vanguarda, Michel-Baptiste Bangalter, que é de longe o melhor lutador desta federação e que no último Dinastia dos Guerreiros defendeu o título contra Yuri Petrov e que acabou, naturalmente, por vencer ...

Jack Neville sente-se visivelmente incomodado com a notícia, mas continua.

Jack Neville (Tentando acalmar-se): ... contraiu, infelizmente, uma grave lesão.

Beja (Estupefacto): O QUÊ ?

Luís (Calmamente): Nada fora do comum, a batalha entre Bangalter e Petrov foi algo que ficará como um dos melhores combates da federação. Não é fora do normal que alguém se tenha lesionado.

O público continua apático à notícia, enquanto Neville continua o seu discurso.

Jack Neville (Empunhando a mala que traz consigo): E embora muitos de vocês, que viram durante os últimos tempos Michel Bangalter a fazer feitos incríveis de força e resistência, possam não acreditar que a lesão é grave ... trago comigo a mais real prova que vos posso oferecer.

Jack Neville abre a mala, vagarosamente ... e de lá retira o título Supremo, para espanto do público no geral. Entrega então o cinto a Augusto Lousada.

Jack Neville (Tristemente): Michel-Baptiste Bangalter renuncia assim então ao título. Faz o que entenderes, Lousada.

O público solta um suspiro colectivo de admiração ao ouvir estas palavras, enquanto Jack Neville sai do ringue, e se dirige à saída.

Beja: Não pode ser, isto tem esquema por trás.

Luís: É completamente inacreditável. Jack Neville acabou de devolver o título Supremo da federação a Augusto Lousada.

Lousada percorre o ringue, em círculos, enquanto enverga o título numa mão, e o microfone na outra. Está aparentemente desorientado com toda esta situação.

Lousada: Bem, todos nós choramos a lesão de Bangalter, e lhe desejamos as melhoras. Mas se há coisa que não pode acontecer nesta federação, de tanto renome e magnitude, é não termos um campeão à altura dos acontecimentos. Como tal ...

Lousada faz uma pausa dramática no seu discurso, para exaltar os ânimos do público.

Lousada: ... como tal, declaro que a partir do Vanguarda #55, teremos um torneio para determinar o novo campeão Supremo !

O público aplaude a decisão de Lousada, enquanto alguns fãs entoam o nome dos seus lutadores favoritos.

... (Enervado): O QUÊ ? UM TORNEIO PORRA ?

Diogo Lourenço aparece de rompante pela rampa, envergando um microfone. O público vai ao rubro.

Diogo Lourenço (A soltar gargalhadas nervosas): Espera, espera ... eu ouvi bem ? Um torneio ? Andei a lutar, andei a matar-me, dei tudo de mim para ter uma oportunidade pelo título ... e o filho da mãe do francês desiste ? Não, não e não.

Diogo Lourenço desce a rampa rapidamente até entrar no ringue, onde despe imediatamente a camisola que traz vestida.

Diogo Lourenço (Apontando para Lousada): Chama o cobarde, não quero saber. Eu mereci a minha chance, não vou voltar à estaca zero porque o coitadinho do menino se lesionou. Lutamos agora.

O público enlouquece ao ouvir as palavras de Diogo Lourenço.

Beja: Ouviste bem, Luís ? Lourenço quer usar a sua oportunidade agora mesmo, e o público adora a ideia.

Luís: Não me parece bem desafiar alguém lesionado, mas isso sou eu ...

... (Calmamente): Não há justiça alguma em enfrentar um homem longe das suas melhores capacidades.

Yuri Petrov aparece na rampa, ainda magoado depois do seu combate contra Kevin Gunn. O público não descansa.

Petrov (Com a maior das calmas): Se o Bangalter se lesionou, então é devido que prescinda do título. Depois do combate que tivemos, nem eu sei como estou aqui a andar direito. Agora, a decisão do Lousada ...

Diogo Lourenço (Claramente enervado): A decisão do Lousada é uma valente merda! É mais que óbvio que apareças aqui a dizer que é boa ideia, visto que foste mais do que derrotado pelo Bangalter. Achas mesmo que mereces mais uma chance ?

... : Exactamente.

Kevin Gunn aparece ao lado de Petrov, e fitam-se mais uma vez. O público nem consegue respirar.

Kevin Gunn (Visivelmente magoado, dirigindo-se a Petrov): Depois de tudo o que já aconteceu, depois das oportunidades que já te foram concedidas ... achas que é agora ? Queres assim tanto um torneio, onde já viste que há gente com muito mais capacidades do que tu ?

Yuri Petrov (Friamente): Diz o gajo que ficou estendido ao meu lado ainda à pouco ...

Kevin Gunn (Rindo-se): Um mero acaso, uma pequena falha. São coisas que acontecem. Não como, por exemplo, perder consecutivamente para o campeão da federação. Agora eu ...

Kevin Gunn aponta para Lousada.

Kevin Gunn: Eu sou, de longe, o melhor lutador que milita nesta federação. Comigo, talento e vontade andam de mãos dadas. Por muito que te odeie, Lousada, e acredita que te odeio, tu sabes que é a verdade. Queres chamar a polícia outra vez ? Faz-me o obséquio. Mas antes, Vanguarda #55, Diogo Lourenço contra Kevin Gunn, pelo título Supremo da Vanguarda da Luta Livre. Mete-me um handicap, faz o que entenderes. O vencedor, no fim, sou sempre eu.

... (Batendo palmas lentamente, soltando gargalhadas): Bravo, bravo. Já vi muitas comédias durante a minha vida, mas este cenário é de longe a melhor.

Kevin Gunn e Yuri Petrov olham para trás, e conseguem ver então Arsénio Fuínha, com um sorriso imenso nos lábios. O público explode, vendo toda esta situação a desenvolver-se.

Fuínha: Aliás, já nem sei se rio, se choro. Este melodrama intenso é demais, vocês são realmente umas personagens deveras engraçadas. Temos gajos que voltam, e que ficam com o rei na barriga (aponta para Gunn, que sorri sarcasticamente). Temos pessoas que não sabem quando desistir, e que vão a todas (aponta para Petrov). E temos-te então a ti, Lourenço. Até se justifica a tua indignação, mas não suporto que estes dois gajos se atrevam sequer a meter o bedelho pelo título. Já olharam bem para vocês ? Acham realmente que merecem, que devem, que podem sequer, lutar pelo título ? Depois do que tanta gente merecedora, gente como eu, faz pela federação ... acham mesmo que me passam a perna ?

Fuínha começa a dirigir-se para o ringue, a passo largo. A chegar, faz um movimento com a mão, quase que a mandar Petrov e Gunn embora.

Fuínha: Façam um favor a vós próprios: vão-se embora. Isto é areia a mais para o vosso camião, tendo em conta o estado deplorável em que se encontram.

Petrov e Gunn cerram os dentes, enquanto Fuínha se dirige a Lousada.

Fuínha (Sorridente): Bem, parece-me que isto está resolvido. Arsénio Fuínha contra Diogo Lourenço, Vanguarda #55, pelo título Supremo. Ou se quiseres, Lourenço ... podemos lutar já agora.

Fuínha despe a camisola rapidamente, e Diogo olha para ele concentrado. O público ainda não se calou, com a perspectiva dum combate pelo título a acontecer neste momento.

Beja: Será que é agora ?! Será que vamos ter um combate pelo título, aqui mesmo nos Açores ?

Luís: Os lutadores estão preparados, mas Lousada ainda está calado...

Lousada manteve-se silencioso durante os acontecimentos, mas leva lentamente o microfone aos lábios.

Lousada (Tentando acalmar-se): Vocês ... vocês devem pensar que isto é como vocês querem. Mas estão enganados. Tu. Tu. (Aponta para Lourenço e Fuínha) Vistam-se de uma vez por todas, e desapareçam-me do ringue. Não há combate nenhum pelo título hoje.

O público silencia-se, enquanto Lourenço e Fuínha começam a barafustar com Lousada.

Lousada (Claramente irritado): O próximo de vocês os dois que falar ... não, de vocês os quatro! O próximo que falar, fica excluído da luta pelo título. Sim, até tu, Lourenço. Saiam. Do. Ringue. Estou farto disto.

Os quatro lutadores presentes ficam petrificados ao ouvir estas palavras. Lourenço e Fuínha apressam-se a vestir-se e a sair do ringue, a mando de Lousada. Lousada começa a rir-se, intensamente, enquanto leva a mão à cara, esfregando a vista.

Lousada (Rindo): Isto ... isto é demais. O campeão lesiona-se, acontece trinta por uma linha, isto é uma paródia. Querem lutar ? Os meninos, então, querem lutar ? Então vão lutar.

Beja: A voz de Lousada ...

Luís: Lousada está claramente a passar um mau bocado. O olhar dele está vidrado, quase que louco.

Lousada: Seja. Vamos dar combates aos meninos. Para a semana que vem, Vanguarda #55. Querem provar que ainda consegues, Petrov ? Temos então Petrov contra Lourenço.

O público vai ao rubro com o anúncio.

Lousada (Ainda com um sorriso na cara): E tu ... sim, tu, Gunn. Queres mostrar que mereces uma chance ? Vamos ter então Gunn contra Fuínha.

O público ainda não se calou, e Gunn, no topo da rampa, anui com a cabeça.

Lousada: Mas espera ... não falaste de um handicap ? Queres ser testado à força ? Seja. É Gunn contra Fuínha, num Lumberjack Match. E os lumberjacks ... são as mesmas forças que te retiraram do Dinastia. Estás contente ?

Gunn (Sorrindo): Então não estou ? Envia o que quiseres, é-me indiferente.

Lousada (Sorrindo também): Óptimo, óptimo. Ainda bem que estamos todos conversados. Quanto ao título ... veremos. Por enquanto, fica comigo. Logo vejo o que vamos fazer.

Os lutadores encaram-se intensamente uns aos outros na rampa de entrada, tendo em conta os respectivos combates.

Beja: Meu Deus, Luís. Vanguarda #55, temos Petrov contra Lourenço.

Luís: E Fuínha contra Gunn, embora que com aquela estipulação ...

Beja: Não interessa, será certamente um combate fantástico, tendo em conta os intervenientes.

Luís: Sem dúvida, teremos de esperar para ver.

Beja: Isto tudo, e muito mais, no Vanguarda #55. O meu nome é Diogo Beja, e desejo aos nossos telespectadores uma boa noite.

Luís: Sintonizem para a semana para mais um show cheio de fulgor e pancadaria. Tudo isto, só na Vanguarda.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 54# (RTP1) - (08/07/14)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum