VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Mensagem por vlladmin em Ter 25 Fev 2014, 09:24


COMBATE PRINCIPAL DA NOITE
MICHEL-BAPTISTE BANGALTER (c) VS. VINÍCIUS NUNES
FIRST BLOOD MATCH PELO TÍTULO SUPREMO

*****
MARTINS & RYO VS. RANDALL & ORZAN
MANEL GARRUCHO VS. TIMÓ PEDROSO
CHAZZ VS. HAVEN
DAVID SOARES COURTEENER VS. DARREN KEANE NO RULES MATCH
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 05 Mar 2014, 07:39

A imagem abre mostrando Santiago Guerreiro sentado na cadeira empresarial, de pele negra, no seu escritório. Do outro lado da secretária, também sentado está o Supervisor-Geral, Augusto Lousada.

Guerreiro (num tom ofensivo): Tu és persistente, não és?

Lousada: Eu faço o que for preciso pelo sucesso do programa, Presidente, só isso.

Guerreiro: Tu fazes o que te dá na real gana. Mas eu percebo-te, sentes as costas quentes. Eu na tua posição talvez pensaria e agiria da exata mesma forma. Só que depois das palavras do Fragas, depois de se saber um pouco daquilo que vai à tua volta, as coisas começam a mudar. Diz-me, o que pensas fazer em relação à questão do Título da Vanguarda, vais dar a oportunidade ao Randall, como parte do teu acordo com o Neville? Vais fazer algo assim tão descarado?

Lousada não se mostra nervoso, responde com uma voz normalíssima.

Lousada: O Alexander Randall, presidente, tem características físicas impressionantes. É um talento a ser explorado e o senhor bem o sabe. Acredito que os dois o valorizamos de igual forma. É uma peça importante no nosso plantel e creio que se tiver uma oportunidade contra o Petrov, que tanto tem pedido um adversário que lute com ele pelo seu título, não a iria desperdiçar.

Guerreiro: A questão não é essa. - Começa por dizer o Presidente num tom extremamente sério. - A questão é que quanto a mim os lutadores devem merecer as suas oportunidades antes de as ter, que devem batalhar por elas. E tu, quer queiras quer não, não podes favorecer alguém dessa maneira tão óbvia. E quem diz favorecer, diz prejudicar, pensei que tivesses captado a minha mensagem na semana passada, depois daquele incidente com o Gabriel Martins.

Lousada: Presidente...

Guerreiro (interrompendo Lousada de imediato): É que esse é o género de coisas que pode magoar a visão que o público tem da nossa empresa. Mas sim, de facto, tens razão: O Randall é um bom candidato ao título da Vanguarda, ele tem todo o talento que é necessário para bater o Yuri, mas...quanto a mim não é o único. Tenho outro bom candidato em mente: Gabriel Martins; o que te parece?

Lousada: O Gabriel?!

Guerreiro: O Gabriel. Depois de todas as suas boas exibições nos ringues da VLL, por que não? E a única opção lógica e justa que eu estou a ver é a seguinte: Alexander Randall e Gabriel Martins, um contra um, frente a frente na próxima semana, e o vencedor torna-se no próximo candidato ao título da Vanguarda. Penso que este combate daria audiências, não achas?

Agora sim, notam-se os nervos na face de Lousada.

Lousada: Presidente, eu...

Guerreiro: Sendo-te sincero, não me interessa o que tu achas. Nem me importa. Como te disse, as coisas estão a mudar, e não sou só eu que quero este combate.

Lousada tenta-se acalmar.

Lousada: Entendo. Parece-me uma boa opção.

Guerreiro mostra-se satisfeito, sorrindo.

Guerreiro: Ainda bem que concordamos, Augusto. Bem, podes ir.

Lousada: Muito bem, Presidente.

O Supervisor-Geral levanta-se da cadeira e vira costas, aproxima-se da porta e leva a mão à maçaneta, parando quando volta a ouvir a voz de Santiago Guerreiro.

Guerreiro: Só mais uma coisa, independentemente do resultado, o Gabriel Martins terá a sua oportunidade para falar do que quer. Como deves perceber, este não é só o meu desejo.

Lousada vira a cara para trás e sorri.

Lousada: Esse homem não passa de alguém que está a apunhalar pelas costas alguém que sempre o ajudou, Presidente. Não temo nada do que ele possa dizer. O que quer que seja que dirá serão coisas sem fundamento, mentiras. E o mesmo digo em relação às palavras do Fragas. Não tema, se diz que estão a acontecer mudanças, então eu acredito que muito em breve tudo voltará à normalidade.

O Supervisor-Geral sai do escritório de Guerreiro, com a imagem a mostrar ainda a face mal encarada do Presidente antes da porta se fechar. Fora do escritório, nos corredores do Pavilhão da Vanguarda, Augusto Lousada respira fundo.

***

A música dos DeLuxe SAD entoa pela arena da Vanguarda em Lisboa enquanto o público vaia a mesma. A imagem foca o stage onde aparece Filipe “A Bomba” Azevedo ao lado de Sebastião Fonseca!

Diogo Beja: Bem-vindos a mais uma edição da Vanguarda da Luta Livre! O meu nome é Diogo Beja e ao meu lado tenho Luís Barreira!

Luís Barreira: Olá pessoal. Começamos este Vanguarda e começamos uma nova Era! Temos um novo campeão Supremo e ele é o líder destes dois homens que vão na direção do ringue.

Beja: Ao longo da semana fomos surpreendidos com a expulsão de Lucas, Arsénio e Eustass! Mas ainda assim vemos Sebastião e Filipe a descer a rampa com sorrisos largos.

Luís: Arsénio e Eustass não eram dignos de continuar! Eles perderam os títulos para uma equipa de falhados!

Beja: Talvez não seja bem assim, algo se encontro por trás disto tudo…

Filipe de fato branco e Sebastião com um fato bastante elegante de cor preto, entram no ringue.

Luís: Vais-te armar em detetive agora é?

Beja: Não sejas parvo.

Sebastião pede um microfone a assistente de ringue.

Sebastião Fonseca: Boa noite a todos!

O público vaia Fonseca, enquanto Filipe ri-se por trás do mesmo.

Sebastião: Dá para rir a vossa reação. Sem mais demoras introduzo o homem que vai mudar as terças-feiras de Portugal. O homem que não detém qualquer derrota em singulares na Vanguarda da Luta Livre! O homem que destruiu Vinícius Nunes!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Sebastião: O novo campeão Supremo. A pedra preciosa da VLL! MICHEL-BAPTISTE BAAAAAAAAAAAAAANGALTER!


Filipe Azevedo e Sebastião Fonseca batem palmas no centro do ringue enquanto as luzem vão abaixo. Começa a sair fogo-de-artifício do topo da arena. Michel-Baptiste Bangalter entra no stage debaixo de grandes apupos.

Com um fato preto e uns sapatos bem brilhantes o mesmo entra com o título Supremo na cintura e o título DeLuxe no ombro direito.


Luís: Aqui vem ele Beja!

Beja: Só espero que não me cortem o ordenado para esta entrada surreal aqui na VLL…

Luís: Por favor Beja! Este gajo merece isto e muito mais. Ele é maior que o Hulk Hogan!

Bangalter vê um fã a tocar-lhe e o mesmo afasta-se.

Beja: Que homem do povo!

Bangalter sobe pelas escadas abre os braços e começa a cair confettis a volta do ringue de cor dourada.

Sebastião: Faça favor de entrar no seu reino campeão!

Bangalter entra e cumprimenta Sebastião que de seguida dá-lhe o microfone.

Michel-Baptiste Bangalter: Esta ovação está a deixar-me tolo!

O público vaia-o cada vez mais.

Bangalter: Só há uma coisa a dizer. Obrigado!

Bangalter faz-se de comovido no final do discurso.

Bangalter: Bem este seria o discurso que Vinícius Nunes teria se vencesse o título! Mas o que eu digo é: Obrigado DeLuxe!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Bangalter: É verdade que alguns saíram, por razões que em nada dizem respeito ao público, mas eu dou-vos uma explicação pequena. Amigos eu não vou levar nas costas pessoas que não se focam nos objetivos do grupo. E por essa razão o Filipe está aqui. Viram o PPV? Aqui o nosso amigo Filipe fez o que tinha a fazer e por isso mesmo está de parabéns!

Michel vira-se para trás e dá uma pequena palmada no dorso do membro da sua afiliação.

Bangalter: E hoje o meu reinado não termina, isto não foi sorte amigos. Nada disso… Michel-Baptiste Bangalter não é sorte, mas também não vou dizer que é destino. É apenas o presente! E se formos a fazer contas, quando chegarmos ao dia de amanhã será o presente, por isso mesmo… Bangalter é o vosso campeão! E será para sempre!

O campeão sorri.

Bangalter: Mostrem-me que estou errado e eu irei mostrar-vos que afinal estou certo! Eu tenho a certeza disso!

Bangalter desaperta o casaco.

Bangalter: Os críticos mandaram-me abaixo desde que cheguei aqui, mas o meu combate com o Vinícius é sem dúvida um dos combates da história da VLL! O Jorge Mendes, que me tinha dado o prazo do Parceiros de Guerra para ganhar o título, renovou o nosso contrato.

Sebastião e Filipe dão um sorriso forte para o seu líder.

Bangalter: Mas há algo que vai mudar hoje! E não vai ser este título Supremo a sair da minha cintura! Hoje o Vinícius vai sangrar como sangrou no último evento. Adeus e até mais logo.

Bangalter atira o seu microfone para o chão e a sua música começa a tocar.

Beja: Este Bangalter é um arrogante de primeira.

Luís: Mas não dás o braço a torcer relativamente ao seu combate com o Vinícius?

Beja: Dou, mas ele não se pode gabar de ter vencido! Ele venceu por causa do Filipe! E marcasse um combate em que o primeiro a sangrar perder para hoje e o mesmo gaba-se disso? Por favor… O Bangalter não meteu o Vinícius a sangrar.

Luís: O Bangalter é os DeLuxe! Aprende isso!

Beja: Pronto ta bem, agora vamos aos bastidores, parece que há algo importante para ver por lá.

***
A imagem vai até os bastidores onde mostra Jack Neville a passar as últimas instruções para Alexander Randall, antes do combate, aonde Randall vai se aliar ao Mike Orzan contra Gabriel Martins e Ryo Tanaki. No meio de uma conversa, entra Mike Orzan que olha para os dois com um ar desconfiado.

Orzan: Bem, olá Randall, olá Neville... Vou ser direto...

Neville: O que queres?

Orzan: Quero deixar bem claro que nós não somos amigos, e...

Neville começou a dar risada e Randall olhou com estranheza, mas riu também.

Neville: Disso, nós já sabemos.

Orzan: E quero ressaltar que não sou aliado do Lousada como vós! Aquele discurso foi para receber mais oportunidades, não para ser amiguinho dele, entenderam?

Neville: Sim... E o que mais queres?

Orzan: Nada, só queria deixar bem claro isso... E quero deixar claro que não quero problemas convosco... Quero apenas que o Randall não me atrapalhe... Não estou na questão do Lousada, mas eu não quero perder, pois caso eu vença, receberei cada vez mais oportunidades, então, não me custem esse combate... Por que se não...

Neville: Se não o que?

Randall se volta para Orzan, mas Neville o contém. Orzan não se intimida e sorri, mas depois deixa Neville e Randall sozinhos.

Randall: I didn’t like his attitude!

Neville: Me either… But now, we need him, we have to destroy Martins, and after that, you can put your hands on Petrov, do you get the point?

Randall: I know, I know…

Neville e Randall voltam a falar sobre o combate e a imagem desvanece.

***

Beja: Bem, o Orzan a deixar tudo em pratos limpos. Ele quer que a direcção olhe para ele, mas não ser um protegido do Lousada.

Luís: O Orzan é como uma adolescente de 14 anos, nem deve saber é muito bem o que quer...

Beja: A verdade é que para um semi-finalista do Torneio pelo Título Supremo, tem havido pouco foco no Orzan. Quem sabe e uma boa exibição hoje pode ser o começo para uma mudança. Curioso para ver também se a sua desavença com Jay Lecter finalmente chega ao fim.

Luís: Bem, que já era tempo de alguém arrumar com esse Lecter, lá isso é verdade.

Beja: Mas para já o interesse é outro, vem aí o nosso primeiro combate da noite...e é logo um combate sem desqualificações! Isto promete, Luís!

Luís: Esta estipulação foi feita para o Darren Keane, um homem que respira violência, que lutou nas ruas. Este combate, Beja, é dele.

Beja: Veremos...

Raquel Jacob: Esta contenda é um combate sem regras e está marcada para uma derrota! Apresentando primeiro, vindo do Porto e pesando setenta e oito quilos...DAVID SOARES COURTEEEEEEEEEEEENER!!!


YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Beja: Veremos, porque este homem já conseguiu o feito de conseguir derrotar um oponente bem mais pesado do que ele num Falls Count Anywhere Match, o seu antigo parceiro, Delmar. Não se pode nunca pôr de lado o talento do jovem Courteener.

Luís: Deixa-me responder-te com uma bela de uma expressão que mostra exactamente aquilo que eu penso sobre este assunto, Beja: Um raio não cai duas vezes no mesmo sítio. Entendes?

Beja: Espero que no final do combate engolas essas palavras, o que nem me parece improvável, porque o teu amigo...

Raquel Jacob: E o seu adversário, vindo de Belfast na Irlanda do Norte, e pesando hoje 119 quilos...DARREN KEANEEEEEEEEEEEEEEE!!!


BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH!!!

Beja: Este teu amigo que vem a descer a rampa na sua Harley não tem andado nas melhores das formas. Apanhou pancada do Kevin Gunn antes deste deixar a VLL, tal como apanhou mais recentemente do Alexandre Penaforte. É um lutador perigoso, mas tem falhado em mostrar isso mesmo.

Luís: Talvez concorde contigo. Ele está em baixo. Mas que melhor oportunidade para dar a volta por cima do que esta? Num combate com uma estipulação que o favorece por completo contra alguém com quem tem estado pegado nos bastidores da VLL?


O árbitro deste combate é David Peralta, que manda soar a campainha, os dois homens trocam olhares e Keane parece lançar um insulto a Courteener, que cerra os dentes e toma a iniciativa no combate e parte para cima do norte-irlandês com uma série de murros, mas o britânico faz uso do seu porte físico e empurra o português para longe. Courteener volta à carga rapidamente, só que o norte-irlandês derruba-o rapidamente com um Side Headlock Takedown. Keane mantém o Side Headlock no chão, mas larga-o pouco depois por si mesmo, dando ainda uma chapada provocadora na parte de trás da cabeça de Courteener.

Keane sorri de forma arrogante para o ex-Parceiro de Guerra e diz-lhe bem alto: “You're nothing kid. You hear me? Nothing!”. Courteener parece ficar tocado pelas palavras de Keane e volta uma vez mais à carga, correndo na direcção de Keane. O norte-irlandês tenta atingi-lo com uma Clothesline, mas Courteener rola por baixo do seu braço. Darren Keane vira-se agora para as suas costas...e Courteener atira-se para cima dele, mandando-o para o chão com um Lou Thesz Press!

Courteener começa a disparar murros uns atrás dos outros, mas Keane consegue virar o jogo, conseguindo rolar e ficar ele por cima de Courteener. Keane acerta com um, dois socos na cara de Courteener, mas à terceira tentativa este consegue agarrar-lhe o braço...e vai tentar um Arm Triangle Choke! Courteener esforça-se para prender a manobra, mas o britânico debate-se para o evitar...e que soco fortíssimo de Keane no queixo de Courteener!

Courteener larga Keane, mas o britânico afasta-se agarrado ao braço. Os dois lutadores não tardam a se recompor e ficar frente a frente. Desta vez é Keane quem tem a iniciativa de avançar...mas é apanhado num Sitout Hip Toss de Courteener! Keane levanta-se num ápice, mas Courteener acerta-o de imediato com um Running Front Dropkick! O norte-irlandês foi ao chão mais uma vez, mas não parece com intenções de ficar por lá por muito tempo, estando já a levantar-se...

Courteener corre para as cordas por trás dele para ganhar gás...e planta a cara de Keane no tapete com um Running Bulldog com uma mão só! Os fãs começam a levantar-se das suas cadeiras, vibrando com o ímpeto de David Soares Courteener! O ex-Parceiro de Guerra não vai para o assentamento de espáduas, preferindo antes subir para o topo de um dos cantos. Courteener aguarda que o norte-irlandês se levante, coisa que não tarda muito a acontecer, e atira-se...mas Keane apanha-o a meio da trajectória, exibindo a sua força! E Fallaway Slam de Darren Keane a atirar Courteener para o lado contrário do ringue!

O público apupa o contra-ataque de Keane, mas este limita-se a olhar com uma expressão de desprezo para o corpo caído de Courteener. Darren Keane sai agora do rigue e começa a vasculhar por debaixo do mesmo...acabando por tirar de lá um taco de baseball! Keane reentra no ringue, onde Courteener já se levanta com a ajuda das cordas. O norte-irlandês aproxima-se do ex-Parceiro de Guerra, que se vira de frente para ele...apenas para levar com uma tacada forte no estômago! Courteener fica curvado agarrado ao estômago e saliva sai disparada da sua boca, mas Keane não se mostra misericordioso e atinge-o com outro golpe forte com o taco nas suas costas!

Courteener cai desamparado no tapete e Keane volta a atingi-lo com o taco nas costas! E outra vez! E mais uma! Keane parece estar a ter prazer a ouvir os gritos de dor de Courteener, mas o público assobia e apupa o norte-irlandês, frustrado pelo massacre que está a acontecer no ringue. Keane atira o taco para fora do ringue como se nada fosse e sorri com um ar de louco, abrindo bem os braços e convidando o público para que este o apupe ainda mais, coisa que acontece.

Keane limita-se a rir, mostrando-se satisfeito com a situação e cai para cima de Courteener, começando a esmurrá-lo insistentemente no chão. O português está a ser completamente dominado nesta fase do combate, e o norte-irlandês empurra-lhe cabeça contra o ringue com violência, fazendo com que a sua bata com violência no tapete. Assentamento de espáduas de Keane, algo desleixado...1...2...Courteener safa-se para satisfação do público! Novo assentamento de espáduas de Keane, que desta vez mostra outro empenho, prendendo a perna e fazendo pressão para que Courteener não se safe...mas este ainda assim consegue ergue o ombro do chão aos 2!

Keane mostra-se frustrado, levanta Courteener pelos cabelos, agarra-lhe o braço e atira-o para o lado oposto do ringue, contra o canto, com um Irish Whip cheio de autoridade! As costas de Courteener embatem com violência no canto e é possível ver o esgar de dor na face do ex-Parceiro de Guerra. Darren Keane vai a correr na sua direcção, tem intenções de esborrachar Courteener no canto com uma Clothesline...mas o português consegue evitar a desgraça, saindo do canto no último momento!

Keane foi contra o canto com o seu peito e Courteener apanha-o por trás com um Rollup! David Peralta foi para o chão...1...2...Darren Keane safa-se por uma unha negra! Foi por pouco que Courteener não venceu este combate! O público não acredita que a contenda não acabou aqui! Keane levanta-se, mas Courteener atinge-o com um Rear Horse Kick mesmo nas costelas! Um pontapé rotativo do português que acerta em cheio no tronco do oponente!

Keane fica curvado...e Courteener por fim derruba-o com um Pelé Kick estrondoso na cabeça! Mas Courteener caiu de costas no chão e parece ainda bastante afectado, cerra os dentes em sinal de dor e leva uma das mãos às costas. Ainda assim o ex-Parceiro de Guerra quer insistir, volta a colocar Darren Keane em pé, e agora quer levantá-lo...mas a diferença de peso e as mazelas nas costas não o parecem ajudar, Courteener larga Keane, deixando-o ficar em pé novamente e agarra-se às costas.

O norte-irlandês cheira o sangue e parte de imediato para a ofensiva, atingindo Courteener com uma joelhada no abdómen! E agora levanta-o...Backbreaker de Darren Keane em Courteener! O português vai ao chão e contorce-se em agonia para frustração do público! Keane não consegue deixar de se mostrar satisfeito ao ver os danos que já provocou em Courteener. O britânico leva a mão ao bolso das calças...e tira de lá uma soqueira!

Keane acossa a sua presa, Courteener está-se a levantar com a ajuda das cordas...o público não quer ver isto. QUE MURRO DE KEANE EM COURTEENER! Keane a fazer uso daquela soqueira e Courteener a cair redondo no ringue! Assentamento de espáduas de Darren Keane, 1...2...Mas que?! É Keane quem parece mudar de ideias e levanta o ombro de Courteener do chão, interrompendo assim a contagem!

Keane agarra em Courteener pelos cabelos e levanta-o, o ex-Parceiro de Guerra está com pernas bambas, Keane está a segurá-lo pelo pescoço e Courteener nem parece ter a noção de onde está. O português, apesar de estar quase sem força, agarra-se à barba de Keane e puxa-a...Courteener num gesto desesperado a tentar agarrar-se à própria vida...mas apenas a receber em troca mais um soco poderoso por parte de Keane!

O público apupa furiosamente o acto de sadismo do norte-irlandês, que olha para o corpo tombado de Courteener com os olhos esbugalhados e um sorriso de satisfação. Novo assentamento de espáduas de Keane, que se limita a deixar o seu corpo por cima do peito de Courteener...1...2...3!



Raquel Jacob: E o vencedor deste combate...DARREN KEANEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH!!!

Beja: Ouve bem a reacção deste público, Luís! Eles estão tudo menos satisfeitos com esta demonstração de sadismo de Darren Keane! O Courteener está completamente apagado! Que venham os paramédicos!

Luís: Depois de uma exibição destas, deviam era aplaudi-lo de pé. Num duelo entre dois homens que têm andado desaparecidos, o norte-irlandês não disse presente, ele gritou presente! Voltámos a ver aquela veia violenta e feroz de Keane, que ele nos mostrou nos seus primeiros tempos na VLL! Sabes o que digo, Beja? O monstro está de volta e é melhor terem cuidado com ele!

Beja: Já se sabe que quando Darren Keane tem a oportunidade de fazer alguns estragos extra, ele a aproveita, quer se goste, quer não...E ele devia estar mortinho por se ver na posição em que se viu hoje, depois de ter passado pelo que passou com Kevin Gunn ou Alexandre Penaforte.

A imagem foca Darren Keane a subir para cima da sua Harley, recebendo uma imensidão de apupos vindos do público. O norte-irlandês fixa o olhar na câmara e solta um grito, dizendo “This is my yard, motherfuckers!”. A imagem então desvanece.

***

A imagem vai para o vestiário da dupla semifinalista do torneio Parceiros de Guerra, Jay Lecter e Felipe ‘Espartano’ Silva. Os dois não estavam escalados, a princípio para um combate, porém foram conversar sobre seus contratos com a direção da VLL e ver qual será o futuro deles na Vanguarda de Luta Livre.

Espartano: Lecter, você já sabe o que vai fazer?

Lecter: Sim, mas, Espartano, preciso dizer-te algo.

Espartano olha para Lecter com ar de curiosidade.

Espartano: O que?

Lecter: Primeiro me desculpar pelo meu péssimo desempenho no PPV...

Espartano (interrompendo Lecter): Ora essa...

Lecter: Espera... Deixa eu falar, eu estive bem pior do que tu no PPV, e tudo isso porque minha mente estava em outra coisa... Eu estava a pensar em Mike Orzan quase que o tempo todo... Eu ainda tenho contas a acertar com ele, e receio que... Por causa disso, acho que nossos caminhos terão que ser diferentes...

Espartano: Concordo contigo, acho que nossos objetivos são diferentes, mas lhe desejo boa sorte, nosso contato foi pouco, mas lhe considero e espero que tu consigas derrotar o Orzan... E quanto ao PPV, bem, isso são águas passadas, acontece...

Lecter: Eu sei, mas fico triste porque tu ainda não tens um contrato definitivo com a VLL, e eu posso ter lhe estragado uma das últimas oportunidades.

Espartano: Conversei com a direção e acho que ainda terei mais uma chance, e se eu ganhar a próxima luta que marcarem para mim, terei o contrato definitivo e com salário bem bom, pelo menos para alguém simples como eu...

Lecter: Fico feliz por ti... Bem boa sorte e que ganhes esse contrato!

Espartano: Boa sorte com o Orzan!

Lecter sai do vestiário e deixa Espartano a refletir no que vai fazer e de como vai aproveitar a oportunidade quando ela chegar, pois ela pode ser a última da carreira dele na Vanguarda de Luta Livre, e até mesmo no wrestling português. A imagem desvanece.

Luís: Uma dupla a menos...

Beja: Pois é, ficamos a saber em primeira mão que Lecter e Espartano não são mais uma dupla, mas já sabemos os objetivos deles, será que eles conseguirão?

Luís: Espero que não, os dois são péssimos...

Beja: Tu és mesmo uma pessoa amarga!

***

A imagem foca Lucas Brandão e Arsénio Fuínha na zona de entrevistas. Ambos estão com cara de poucos amigos.

Lucas Brandão: Nós ouvimos o que Michel-Baptiste Bangalter disse no início deste evento. Ele fala em sermos focados no objetivo coletivo ou no seu objetivo individual? Aqui o professor da VLL, Arsénio Fuínha, tem uma aula para dar.

Arsénio baixa-se e retira um pequeno quadro de lousa do chão.

Arsénio Fuínha: Eu fiz com que o Eustass Kid fosse o campeão mais longo da história da VLL, mas o mesmo não quer reconhecer isso. Ele prefere viver na ilusão de que é um lutador fabuloso. Ele é bom atenção, toda a gente sabe disso, mas no final de contas quem é melhor? Ele ou eu?

Arsénio olha para Lucas.

Lucas: Acho que toda a gente sabe a resposta aqui…

Arsénio: Pois, mas as respostas nos meus testes geralmente costumam ser mais difíceis do que isto. E por isso mesmo deixo no ar a questão que todos querem saber… Porque razão foram Eustass Kid, Arsénio Fuínha e Lucas Brandão expulsos dos DeLuxe SAD? Terá sido culpa de a) Lucas Brandão?

O mesmo escreve o que diz.

Arsénio: b) Lucas Brandão

Repete o gesto.

Arsénio: c) Arsénio Fuínha…

Ele atira com o quadro ao chão com grande impacto. O mesmo acaba por partir-se.

Lucas: Não interessa qual é a resposta certa! Interessa de que lado tu estás e eu já escolhi o meu.

Arsénio olha para a câmera com cara de poucos amigos, afastando-se logo de seguida. Lucas fica mais um pouco até que a imagem desvanece focando-se no primo de Eustass Kid e antigo supervisor-geral da VLL.

***

Petrov estava no balneário se aquecendo, ao que parecia, para um possível combate surpresa no show. Ele dava alguns socos e fingia uns chutes também, uma preparação bem ao estilo lutador de MMA. A preparação foi interrompida porque Philip Hunt entrou no local e olhou para Petrov com uma expressão divertida em seu rosto.

Hunt: Pra que isso?

Petrov: O senhor Lousada pediu-me para ficar de sobre-aviso, não entendi bem o que ele disse, mas ele tem tido essa mania de chamar alguns lutadores que não estão no card... Tu sabes o porquê disso? E tu foste um deles?

Hunt: Sim, também me disseram para eu ficar de sobreaviso, mas não sei bem o porquê disso, deve ser por precaução... Não teve aquele caso em que o Fuinha se recusou a lutar contra mim? E assim começou os Deluxe?

Petrov: Verdade... Pois é, tocaste em um bom ponto... Arsênio Fuinha! Estou tão irritado por não ter posto as mãos nele e no Eustass no PPV!

Hunt: E eu? O pior é que eles parecem estar mais preocupados em se agredir do que enfrentar a nós!

Petrov: Pois é, mas ainda podemos vencer os Parceiros de Guerra!

Hunt: Pois podemos... Tenho grande ideia! Vamos comer muitos hamburgers! Depois tomamos muita coca-cola! E no dia da luta comeremos batata frita como nunca! Isso! Vai ser isso mesmo! Depois seremos campeões disso!

Petrov ficou perplexo, mas já esperava algo assim.

Petrov: Como? Como comer tudo isso vai nos trazer a vitória?

Hunt: Não vês como é óbvio?

Petrov: Não...

Hunt: Todos ficam felizes com uma refeição dessa! E se entrarmos felizes e bem-alimentados, mais fortes e sagazes ficaremos e assim poderemos ser campeões! E depois disso? Vamos para o McDonald’s e fazemos aquele jantar caprichado de comemoração! Já tenho tudo planejado!

Petrov: Tu e as tuas ideias... Não sei como ainda me surpreendo!

Hunt: Tu precisas é ter a visão do que uma dieta balanceada pode fazer em relação ao desempenho técnico... Comer é algo que...

A imagem se desvanece, pois ainda tem muito programa para rolar. E os dois continuaram naquele tema da culinária no wrestling.

Luís: Cruzes, esse Hunt só fala em comida! Não é à toa que ele é o maior falhado da VLL depois do K-Myers e do Diogo Matos!

Beja: Cala-te! Mas o que mais estranhou foi essa do Lousada querer lutadores extras... O que será que ele está a armar?

Luís: Não vês? Isso é senso de planejamento! Isso é inteligência! Isso é brilhantismo!

Beja: Calma, menos graxa por favor...

***

A imagem volta para os bastidores, depois de ter passado um bocado pela mesa de comentadores, e foca  o ex-campeão supremo Vinícius Nunes, que tinha acabado de chegar e foi se preparar para a sua desforra contra Bangalter. No meio do caminho ele se surpreende por ver Antonio Andrade. Vinícius foi logo em direção ao seu primo, pois tinha assuntos pendentes. Antonio parecia não ter muita vontade para falar com Vinícius.

Vinícius: Hey Antonio! Antonio! Antonio!

Antonio foi seguindo o seu caminho, ignorando Vinícius.

Vinícius: O que você está fazendo aqui? Vamos! Me diga seu covarde!

A palavra ‘covarde’ fez com que Antonio se voltasse para Vinícius e abrisse um sorriso irônico.

Antonio: Eu trabalho aqui... Ou você vai querer roubar meu emprego também?

Vinícius: Para de ser idiota... Vamos, diga o que você está fazendo, você nem foi escalado para lutar hoje... Vai me custar o combate? É isso?

Antonio: Eu tenho mais o que fazer... E o Bangalter não precisa de minha ajuda para vencer, você me viu no PPV? Então? Acho que você deveria estar mais preocupado consigo mesmo do que comigo... Afinal, você terá a sua última oportunidade para ser campeão supremo de novo...

Vinícius: Sim, mas você não respondeu a minha pergunta...

Antonio: Eu tenho assuntos aqui... E o que eu faço ou deixo de fazer não é da sua conta... Sinceramente, me deixa, pois você já está me atrasando...

Vinícius: Covarde! Mentiroso!

Antonio começou a dar uma gargalhada.

Antonio: Você anda muito nervoso priminho... Relaxe, pois assim perde rápido, e não precisa ter medo, pois eu não vou estar no main-event de hoje, eu prometo, até porque, como eu disse, tenho meus assuntos... E antes que você me interrompa de novo, adeus!

Antonio saiu de cena rápido e Vinícius seguiu o seu rumo, mas a desconfiança em seu primo pairava no ar. Depois disso a imagem voltou à mesa dos comentadores.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 05 Mar 2014, 07:41

***

Beja: Só espero que o Vinícius tenha cuidado com o Antonio, hoje deu para vê-lo... Não deu para se esconder como no PPV...

Luís: Ele não se escondeu... Ele não estava lá, foi informação errada e Antonio nem vai se meter no combate, e acho que faz bem, todos nós sabemos que Bangalter vence novamente.

Beja: Não sei, o Vinícius deve ter preparado algum antídoto para o Azevedo...

Luís: Que Azevedo? O adversário dele se chama Bangalter! O nosso campeão supremo!

Beja: Tu sabes do que falo... Tu bem sabes...

Beja: Tempo agora para um combate com uma estreia. ChaZZ chega à VLL com vontade de provar o seu valor e com certeza vai dar um bom espetáculo com o Haven.

Luís: O ChaZZ não terá uma estreia nada fácil. Já vimos o Haven em acção no Vanguarda 41 e ele mostrou que não é um amador nisto.

Beja: Concordo Luís, o Haven deu muito bem conta de si contra o Martins mas terá de fazer o mesmo contra o ChaZZ para não sair daqui com uma derrota.

Raquel Jacob: Este combate está programado para uma derrota. Já no ringue, vindo do Porto com um peso de 80kg, ChaZZ!

Beja: Quais as tuas primeiras impressões, Luís?

Luís: Hmm, não gosto da máscara dele…

Beja: Tenho a certeza de que aquela máscara terá algum significado. Este jovem chega à VLL com um objetivo e está determinado em alcança-lo. Espero que tenha sucesso…

Luís: Não me interessa os objetivos dele, quero ver se em ringue ele vale alguma coisa!


Raquel Jacob: E o seu adversário: ele tem 98kg, Haaaaaaaaaaaaaaaaaveeeeeeeeen!

Beja: Este Haven é muito macabro, com ele a rastejar eu mal o consigo ver.
Luís: Ele tem um estilo pouco ortodoxo mas em ringue tem uma ofensiva muito perigosa. Arrisco-me a dizer que o ChaZZ não se vai esquecer da sua estreia pela VLL. Não por ser um momento importante na vida dele mas sim por estar frente-a-frente com algum tão medonho como o Haven.

Beja: O Haven deu um excelente combate com o Gabriel Martins mas acabou por perder. Tenho a certeza que ele quer limpar essa imagem e com certeza vai tentar fazer com que o ChaZZ passe por um mau bocado. Olha a forma como o Haven sorri para o ChaZZ…


David Peralta é o árbitro deste combate. Haven sorri para ChaZZ que se encontra muito concentrado. David Peralta dá início ao combate e Haven parte para cima de ChaZZ cheio de energia com alguns socos. ChaZZ defende-se como pode mas acaba por cair num headlock. Haven solta umas gargalhadas aterrorizadoras enquanto tem ChaZZ preso no seu headlock. ChaZZ vai tentando soltar-se mas sem sucesso. Haven decide soltar a manobra e dá um pontapé da barriga de ChaZZ e aplica um Suplex. Vai para o assentamento mas ChaZZ sai no 1.
Haven levanta ChaZZ e agarra-o pela cabeça para o atirar contra o canto. Haven tenta repetir esta investida mas ChaZZ consegue finalmente contra-atacar com uma chapada em Haven. Haven leva as mãos à cara e ChaZZ continua a atacar, desta vez com um uppercut. Haven está
atordoado e ChaZZ aplica um Suplex. Vai para o assentamento mas Haven também se safa no 1.

ChaZZ encontra-se por cima no combate e aproveita o seu momentum com um Leg Drop em Haven. No assentamento mas Haven volta a escapar no 1. Os dois lutadores levantam-se e ChaZZ continua o seu domínio com alguns socos nas costas de Haven. Haven vai caminhado até ao canto para ser vítima de uma sequência de socos por parte de ChaZZ até David Peralta mandar parar a sequência de socos.

ChaZZ afasta-se e discute com o árbitro. Haven aproveita esta distração para atacar com uma Running Clothesline! ChaZZ levanta-se e leva com mais uma clothesline, volta a levantar-se e cai numa nova clothesline! Haven para o assentamento 1…2… ChaZZ escapa sem dificuldade.
Haven levanta Chazz e tenta um murro mas o jovem do Porto é mais rápido e é ele quem desfere um soco na cabeça de Haven. Haven não gosta e também golpeia a cabeça de ChaZZ com um soco. O ‘Cowboy’ não se fica por aqui e volta a atacar Haven com um murro. Os dois lutadores começam a trocar uma sequência de murros um no outro que apenas termina com ChaZZ a evitar um soco e a colocar-se atrás de Haven para um German Suplex! 1…2…Haven levanta o ombro! ChaZZ pensava que tinha este combate ganho mas Haven ainda está para durar.

ChaZZ levanta o seu oponente e pontapeia-o na barriga, fazendo Haven cair num joelho e apoiar-se nas cordas. ChaZZ agarra o braço de Haven e tenta lança-lo com um irish whip mas o misterioso lutador agarra-se às cordas fazendo com que ChaZZ se desequilibre com o balanço que levava. ChaZZ recompõe-se e corre para Haven mas este último levanta ChaZZ e lança-o por cima da primeira corda!

ChaZZ cai fora do ringue e fica queixoso enquanto Haven se ri que nem um louco no meio do ringue. ChaZZ levanta-se ainda cambalear e Haven desce fora do ringue para atacar o lutador vindo do Porto. Haven agarra ChaZZ pelo braço e lança-o contra a barreira de segurança! Haven ri-se sadicamente e ChaZZ fica queixoso das costas. O portuense nem tem tempo para recuperar porque Haven levanta-o e atira-o contra o poste do ringue para depois agarrar e puxar o seu braço esquerdo contra o poste colocando o ombro de ChaZZ sobre forte pressão.

Haven solta gargalhadas ao som dos gritos de sofrimento por parte de ChaZZ. Haven finalmente para de castigar o ombro de ChaZZ e atira o seu braço contra o poste para depois colocar finalmente ChaZZ dentro do ringue. Haven sobe ao ringue e ChaZZ avança rapidamente para um Small Package! 1…2…Haven escapa! ChaZZ quase surpreendeu Haven!

Haven levanta-se furioso enquanto ChaZZ se queixa do seu braço esquerdo. Haven agarra em ChaZZ para um Suplex mas o estreante consegue contra-atacar com um DDT! Haven rebola até passar por baixo da terceira corda e ficar estendido a recuperar nos limites do ringue. ChaZZ continua com dores no braço esquerdo e agarra-se às cordas para que se possa levantar. Também Haven começa a erguer-se do lado de fora das cordas com alguma dificuldade.

ChaZZ aproxima-se de Haven e apanha-o de costas para desferir fortes socos no seu peito, Beats of the Bodhran! O público gostou desta investida de ChaZZ e o estreante vindo do Porto continua por cima no combate levantando Haven para um Front Powerslam! Cover, 1…2…2,5 Haven levanta os ombros do tapete! Chazz não quer acreditar e leva as mãos à cabeça!
A expressão fácil de ChaZZ representa as dores por que está a passar enquanto se levanta e prepara uma nova investida em Haven com algumas pisadelas. Haven vai rebolando até ao canto para se levantar. ChaZZ avança até Haven mas leva um pontapé na boca. ChaZZ leva as mãos à boca deixando tempo para Haven o atacar com um Arm Drag no braço esquerdo e depois coloca-lo num Arm Lock! ChaZZ sofre com a manobra de Haven, que ri que nem um louco!

ChaZZ tenta atingir Haven mas sucesso, começando então a tentar chegar às cordas. ChaZZ luta e o público apoia-o. Haven ciente de que ChaZZ vai conseguir chegar às cordas e parar a manobra, decide então soltar o braço de ChaZZ e levanta-o para um Slingshot Suplex! Haven movimenta-se rápido para colocar o braço esquerdo de ChaZZ sobre um Anaconda Vise! ChaZZ grita e esperneia mas não tem outro remédio senão desistir!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate via submissão, Haven!

Luís: Não foi suficiente, tenta de novo ChaZZ!

Beja: ChaZZ bateu-se bem contra o Haven. Este resultado é uma pena para o ChaZZ depois do esforço que fez.

Luís: O Haven impressionou-me bastante. Não se deixou abater pela derrota frente ao Gabriel Martins e conquistou a sua primeira vitória na VLL.

Beja: Verdade, Luís. Haven mostrou hoje o seu talento e conquistou a sua primeira vitória. Tenho a certeza que se o ChaZZ continuar este caminho também vai acabar por conquistar a sua primeira vitória na VLL.

Luís: Hoje o Haven impressionou-me muito. Ninguém fica indiferente em relação à sua presença…

ChaZZ rebola até fora do ringue sempre muito queixoso do braço esquerdo enquanto Haven solta gargalhadas sádicas no centro do ringue. Uma imagem de contrastes com Haven a saborear a sua primeira vitória na VLL enquanto ChaZZ sai com dores após a sua estreia. A imagem desvanece.

***

A imagem focava Jay Lecter que estava indo em direção ao escritório de Augusto Lousada, provavelmente para pedir uma chance de lutar contra o seu desafeto-mor, Mike Orzan. Lecter tinha um ar decidido, dava para notar pelo olhar dele sobre a sua inseparável máscara. Quando Lecter estava na iminência de bater na porta, eis que surge algo que o empurra para longe e o faz cair no chão.

Esse ‘algo’ era Mike Orzan e ele estava com raiva de Jay Lecter, mal esperou Lecter se levantar e espetou-lhe um Roundhouse Kick com toda potência. Depois desferiu vários pisões pelo tronco do americano. Orzan tinha uma máscara de ódio estampada dentro da sua face. A frustração do afro-americano era visível e os pisões em Lecter eram cada vez mais potentes e o mais incrível é que ninguém aparecia para conter o ataque impetuoso de Orzan.

Orzan acaba por recuar um pouco, isso dá espaço para que Lecter se levante, apesar de mostrar muitas dificuldades para fazê-lo. Orzan sorri e chama por Lecter, esse vai para cima de Orzan de maneira atabalhoada e acaba por receber um cruzado de direita e um chute contra o tórax! Lecter se dobra e Orzan aplica um DDT que atinge Lecter em cheio, no chão do corredor. Ainda ninguém contém essa briga, algo muito estranho e o público já demonstra a sua insatisfação com esse ataque de Orzan e o fato da segurança da Vanguarda não fazer absolutamente nada sobre o caso.

Orzan encosta Lecter de joelhos contra uma das paredes do corredor. Orzan olha para um lado e olha para o outro, ele estava a espera para ver se alguém passa por eles, mas nenhuma pessoa parecia rondar o local. Orzan toma a distância e depois corre em velocidade e emenda os dois joelhos no peito de Jay Lecter e esse cai inconscientemente. Orzan abre um sorriso bem estranho, algo doentio, mas se mostrava realmente contente com o estragou que causou.


Orzan: Viste Lecter? Viste? Isso é por tudo que me causaste! Desde que tu te meteste no meu caminho, minha vida virou um inferno! Tive maré de derrotas e até o meu amor estou a perder! Além disso, estou a perder oportunidades! Isso é por tudo que me causaste! Esse é o seu fim Lecter! Esse é o início de minha ascensão!

Nisso chegou rapidamente, e de forma suspeita, Road Agents e paramédicos que ajudaram Lecter a ser socorrido, após o ataque brutal de Orzan. Depois, pode-se ver Lousada a sair de sua sala e se mostrar satisfeito com o que se passou.

Orzan: Então? Vais me dar mais oportunidade? Posso fazer muito mais que isso! E tu sabes!

Lousada: Não vou negar que gostei disso... Mas tudo vai depender de ti e do Randall ganharem do Martins, só assim que posso ter a certeza se posso dar oportunidades! Mas confio em ti Orzan, por isso que ninguém lhe interrompeu o ataque, mas o seu caminho é o que lhe disse! Tens que vencer Martins e Ryo!

Orzan: Verás!

Orzan sai daquela confusão, enquanto Lousada voltava para a sua sala e Lecter era levado para a sala médica do Pavilhão da Vanguarda de Luta Livre. Aparentemente ele não estava nada bem. A imagem desvanece.

Luís: Gosto desse novo Orzan!
Beja:  Ainda à pouco tu não gostavas. Sinceramente depois do que o Orzan disse ao Randall eu achava que as coisas iam mudar! O Lousada não devia permitir este combate por nada

Luís: O Lousada só queria ver o potencial dos dois lutadores, não é crime isso!

Beja: Lugar para isso é o ringue digo eu! E o Orzan perdeu a minha consideração…

Luís: Não é difícil de ganha-la também… Basta dizer umas palavras bonitas. Bem pessoal, vamos fazer agora um intervalo. Não saiam daí! Bangalter vs Vinícius no final deste evento! Título Supremo em jogo!

***



***

Na imagem vai passando imagem de um parque urbano durante a noite. O movimento é pouco e a iluminação também, apenas se sente o movimento das árvores ao vento à luz da lua. A imagem vai rodando para a esquerda focando a silhueta de uma pessoa vestida com um casaco preto de capuz na cabeça debaixo de um candeeiro intermitente. O homem na imagem vira-se e aprecia o céu enquanto a câmara se aproxima e mostra a face de Eustass Kid. O lutador foca então o seu olhar para a câmara.

Eustass Kid: A vida ensinou-me que se queremos muito alguma coisa, algo de valor semelhante deve ser perdido. No Parceiros de Guerra II eu perdi os meus títulos e ainda perdi o meu lugar nos DeLuxe. Mas a que custo?

O lutador volta a olhar para o céu e estica os braços.

Eustass Kid:
Para isto mesmo! Agora possuo a liberdade que nunca tive desde que aterrei na VLL. Agora posso magoar gente que antes não podia…

Eustass sorri para a câmara.

Eustass Kid: Chega de brincar com Barbies, chega de agredir gordos, chega de bater em ucranianos, chega de esperar! Não foi para isto que eu entrei na VLL! Eu perdi muita coisa até aqui, finalmente tenho a possibilidade de cumprir o meu objetivo desde que soube da VLL.

O ex-DeLuxe verga a cabeça e faz uma pausa.

Eustass Kid: Agora não tens como te proteger… Já não és tu o ‘manda-chuva’… Já não tens a proteção do teu grupo… Já não podes fugir mais!

Eustass solta uma gargalhada.

Eustass Kid: Sim Lucas, eu voltei por ti! Finalmente não te podes esconder! Eu sei bem o que tu fizeste à minha família, achaste que eu voltei para te servir? Eu voltei para te fazer mergulhar na miséria que tu nos fizeste passar. Agora não controlas a Vanguarda e agora não tens o dinheiro dos DeLuxe! ‘Mantém os amigos por perto e os inimigos ainda mais perto.’. Desde o primeiro dia na VLL que tencionava tirar-te do poder, o que acabou por acontecer mas não pelas minhas mãos. Chegados aos DeLuxe e o meu objetivo era o mesmo: arranjar forma de seres expulso. Desta vez tive sucesso mas admito que não era minha intenção ser expulso dos DeLuxe.

Eustass cruza os braços.

Eustass Kid: Eu sei que há muita para explicar e garanto que o público da VLL não vai ficar na ignorância, todos vão perceber aquilo que tu (não) vales! Podes chamar o Arsénio, o Bangalter, quem quiseres porque ninguém me vai impedir de te fazer pagar por tudo o que fizeste!

Eustass solta mais uma gargalhada enquanto olha para o céu e começa a chover.

Eustass Kid: Só quero que te lembres que eu não sou nenhum justiceiro… Sou um demónio que te vai levar para o Inferno…

A câmara sobe e aponta para o céu chuvoso enquanto a imagem desvanece.

***

Pedro Lombarda encontra-se na zona de entrevistas onde aparecem de seguida os novos campeões de Parceiros de Guerra, Felps e Camaleão. Ambos aparecem com os títulos ao ombro.

Pedro Lombarda: Estou aqui com os novos campeões de equipas da Vanguarda da Luta Livre a primeira pergunta é simples… Como é serem campeões e terem derrotado os antigos membros dos DeLuxe?

Felps: É um sentimento de grande satisfação pessoal, conseguimos fazer o que mais ninguém conseguiu, depois de termos feito mais duas lutas nessa noite. Foi fabuloso. Não sei até que ponto não será a nossa maior noite de sempre aqui na VLL.

Lombarda: É uma resposta interessante. Mas agora qual o objetivo para o futuro?

Felps: Eu e o Camaleão queremos honrar estes títulos, como talvez nunca foram honrados por uma razão muito simples… A aposta tem sido grande nesta divisão e neste momento somos os maiores da mesma. Temos de nos manter em cima.

Camaleão chega-se a frente e retira o microfone de Pedro Lombarda, que começa a rir-se da forma como Camaleão age.

Camaleão: Eu e o Felps somos os melhores desta divisão! Nada nos pode parar…

Camaleão imita a voz de Delmar Bento.

Camaleão: Eu sou uma Parede! Sou mais forte que vocês e… hoje já estou a falar mais que na minha carreira inteira!

Camaleão dá o microfone a Felps.

Felps: Daremos uma oportunidade a Yuri e Hunt pelos títulos, o nosso combate foi muito bom e eles merecem uma desforra connosco.

Pedro Lombarda recebe o microfone de Felps.

Lombarda: Voltamos ao ringue…

***

Luís: O Camaleão até que é interessante as vezes, mas esse Felps me aborrece mais que o Vinícius, e olha que eu nunca pensei em dizer isso na minha vida.

Beja: Felps é um bom rapaz, luta bem e é esforçado, não sei por que não gostares dele...

Luís: Ele não tem carisma algum, totalmente genérico... Isso não é concurso de miss simpatia, isso é sobre ser grande na VLL e se ele continuar assim, bem, não passa dos Parceiros de Guerra!

Beja: Eu acho que ele se conecta bem com o público, mas agora teremos outra batalha, Manel Garrucho contra Timó Pedroso! Vamos ver o que eles podem fazer!

Luís: Pedroso vence isso...

Raquel Jacob: Essa luta é de uma derrota! Primeiro a entrar no ringue, pesando 89 quilos, vindo de Setúbal, Portugal! Timó Pedroso!


Luís: Não tivemos uma reação conclusiva por parte do público, estranho isso...

Beja: Timó é estranho, muita gente não entende a pessoa dele, esse desapego ao dinheiro provoca reações diferentes nas pessoas... É sempre uma incógnita...

Luís: Pode ser.

Raquel Jacob: E seu adversário, vindo de Lisboa, Portugal, pesando 98 quilos! Manel Garrucho!


YEEAHH

Beja: Já Garrucho já tem os seus fãs!

Luís: Nada de anormal também... Na última vez que o vi foi a fazer discursos imbecis ou pra levar na beiça do Alexander Randall, sou mais eu que ele!

Beja: Tu ainda consegues me surpreender com suas parvoíces, impressionante!


O oficial dessa luta é David Peralta. Garrucho oferece um aperto de mão que é negado por Pedroso. Garrucho não gosta e aplica um jab de direita e um cruzado de esquerdo contra o frontal de Pedroso que se desequilibra, mas se livra bem da pressão e consegue o clinch do muay-thai e aplica uma, duas, três joelhadas na face de Garrucho e por fim um poderoso DDT. Vai para a cover, mas Garrucho se livra antes da contagem chegar a 2.

Timó mantém a pressão com vários chutes contra a perna de Garrucho e um Roundhouse Kick que derruba Garrucho no chão e depois um forte Knee Drop, agora novamente vai para a cover, 1-2-2,5! Garrucho começa a ficar bastante cansado e desmotivado, pois não consegue fazer nada contra Timó. Timó tem a luta completamente dominada por Timó Pedroso. Garrucho se levanta e começa a rodar pelo ringue, mas no encontro dos dois, leva um Reverse DDT! Cover! 1! 2! Garrucho escapa novamente.

Timó começa a aplicar vários socos em Garrucho que está desequilibrado e acaba por cair no chão. Timó espera Garrucho levantar e aplica vários Uppercut e encosta o Garrucho no córner! Depois disso o Bycicle Kick! Timó vai para o chão! Timó sobe até a terceira corda! Calcula a distância e emenda o seu Diving Elbow Drop! Famosa manobra de ‘Macho Man’ Randy Savage. Vai para a cover! 1! 2! 2,7! Incrível como se safa Garrucho.

Pedroso espera Garrucho se levantar de novo, Garrucho se levanta cambaleando e acaba por tomar um Pele Kick, e depois um Powerslam! Timó não vai para o assentamento de espáduas. Timó espera Garrucho se levantar e aplica um, dois, três, quatro Belly To Belly Suplex. Depois um Back Suplex! Grande seqüência, agora sim ele vai para a córner, porém Garrucho se livra pouco antes de chegar ao três! É um massacre por parte de Timó Pedroso! Está mesmo mordido pela derrota anterior!

Os torcedores de Garrucho agora estão calados, surpresos com o arsenal fortíssimo de Pedroso e o quanto ele domina o ‘Peixe-Terra’. Timó aplica mais socos em Garrucho, esse consegue um German Suplex em Pedroso! Depois mais um! E mais um! Vai para a cover! É a primeira investida de Garrucho a sério! 1! 2! Timó Pedroso consegue se safar e deixa Garrucho totalmente frustrado.

Troca de socos no meio do ringue, Pedroso leva vantagem após uma joelhada contra o plexo de Garrucho! Derruba Garrucho no chão com um forte e surpreendente takedown! Agora ele ajeita as pernas e aplica um poderoso Figure Four Leg Lock! Manobra famosa do grande ‘Nature Boy’ Ric Flair! Garrucho sente a manobra, mas consegue chegar as cordas e Timó teve que desistir da submissão. Timó espera Garrucho se levantar e aplica o seu Fameasser! Ele chama isso de Overdreaming! Cover! 1! 2! 3! Vitória para Timó Pedroso.


Raquel Jacob: E o vencedor do combate é Timó Pedroso!

Beja: Quanto domínio!

Luís: Esse Garrucho é uma vergonha, Timó teve a luta dominada o tempo inteiro, um verdadeiro massacre desse bom lutador! Parabéns Timó!

Beja: Realmente, ele está de parabéns e sai orgulhoso de si, já Garrucho sai do ringue abalado e triste! Não conseguiu fazer quase nada contra seu adversário. Nem parecia o homem que venceu Alexander Randall!

Luís: Venceu porque levou na beiça, espero que seja demitido!
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 05 Mar 2014, 07:42

***

João Barbosa: Bem pessoal estamos aqui a porta do balneário dos DeLuxe SAD, onde nos vamos encontrar com Filipe Azevedo conhecido pelo nome “A Bomba”. Vamos entrar e ver se o mesmo está cá.

João Barbosa abre a porta e vemos Filipe Azevedo sentado numa cadeira mexendo num tablet.

Filipe Azevedo: Entra entra!

A única pessoa dentro do balneário é o Filipe, Sebastião e Bangalter não se encontram no mesmo.

Azevedo: Obrigado por pareceres por aqui tu, como deves imaginar esta vida de DeLuxe não é fácil…

Barbosa: Presumo… Bem foi-me indicado que você tem algumas questões a tratar.

Azevedo: É verdade sim senhor. Uma delas é que depois deste combate do meu líder Bangalter eu próprio lanço um desafio a Vinícius Nunes para um combate individual!

O entrevistador parece ficar surpreso.

Barbosa: Bem isso é bastante bombástico! E a que se deve tal facto?

Azevedo: É muito simples. Ele já meteu as mãos em cima de mim várias vezes… Chega de abusos.

Barbosa: Muito bem, mas na realidade ele não é alguém que apenas se defende dos seus ataques?

Azevedo: Essa é a tua visão, a minha é que ele abusa um bocado. Eu quando vi que o Tyler abusava de mim parti-o a meio e é isso que quero fazer da sensação Brasileira desta federação. Quero derrete-lo no meio daquele ringue e fazer com que ele nunca mais meta cá os pés!

Faz-se algum compasso de espera.

Barbosa: Se me permite fazer uma pergunta… Qual é a grande mudança que os DeLuxe vão ter a partir de o dia de hoje?

Filipe usando toda a sua força levanta João Barbosa pelos colarinhos e anda com ele até a porta de entrada.

Azevedo: A saída é aí!

Barbosa: Mas…

Azevedo: Mas nada! Adeus!

João Barbosa é colocado fora da porta e Filipe de seguida fecha-a com força.

Barbosa: E esta foi a entrevista possível com Filipe Azevedo… De volta ao ringue convosco Beja e Luís.

***

Luís: Um evento relativamente agradável até ao momento, seria melhor se não tivesses estes putos a gritar mesmo ao meu lado. Que chatos.

Luís Barreira olha para trás e dá uma sacudidela num deles.

Beja: Olha que são eles que te pagam o salário. A verdade é que não posso esperar pelo grande combate que temos pelo Título Supremo. Mas antes disso vamos ver o que nos reserva!


Luís: Música para abafar estes berros aqui do lado... Quem é este?

Beja: Nunca ouvi isto...

Luís: Não pode...

Beja: Será algum problema técnico? O ecrã gigante do pavilhão encontra-se todo preto. O público está curioso…

Luís: Os mesmos estão a olhar com cara de tolinhos…

A câmara foca a rampa de acesso ao ringue com Frederico de Queirós a mirar o público! O mesmo tem um microfone na mão e desloca-se em direção ao ringue.

Frederico de Queirós: Não sejam assim, meus queridos.

Luís: Não posso acreditar! É o Fred!

Frederico de Queirós está de fato e rabo de cavalo.

Fred: Não vos fica nada bem serem hipócritas. Durante meses...

Frederico de Queirós entra no ringue debaixo dum mar de apupos depois das palavras que proferiu.

Fred: Durante meses... andaram a criticar e a menosprezar as minhas criações... a criticar o meu trabalho... e porquê? Porque são todos ingratos. E a vossa sorte...

BUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Fred: É que eu sei lidar com ingratos. E eles, para mim, são insignificantes.

O público está notoriamente confuso e não entende a atitude de Fred.

Fred: Conseguimos ser cegos nesta vida. Já o fui por diversas vezes. Vocês, caríssimos irrelevantes, devem sabê-lo melhor que ninguém. Mas nesta vida existem curas. A minha cura foi Augusto Lousada que me fez perceber o quão mesquinhos são todos vocês. Porque não se preocuparam realmente quando saí: tudo o que queriam era uma cara bonita e um bode expiatório.

Luís: Quem é aquele no stage? Que se passa aqui?!

Beja: Este é Leonel Oliveira, um dos antigos estudantes de Frederico de Queirós até à sua saída do cargo de treinador.

Este dirige-se rapidamente até ao ringue e tenta chamar Frederico à razão, que até ao momento estava de costas para a entrada dos lutadores no ringue.

Leonel Oliveira: Fred, Fred! Pensa bem... apesar de teres sido um grande professor tens de perceber que sou mais velho e tenho que te chamar à razão desta vez. Este não é o caminho certo a tomar! Estas pessoas preocupam-se!

Fred: Como elas sequer te conhecessem...

Frederico de Queirós atinge Leonel Oliveira com o microfone, seguido dum violento Blackout Stomp! O público apupa Fred que se abaixa para ir buscar o microfone.

Fred: Pelos vistos não te ensinei a ser oportuno, seu insolente. Com a saída do Lucas Brandão da direção, com a saída de Américo Amorim eu não me tinha apercebido que poderia voltar… Mas agora que esse sentimento foi desperto em mim… O regresso do primeiro campeão Supremo é mais do que eminente!

Fred cospe para o seu antigo aluno, abandonando o ringue.

Beja: Que falta de consideração. Fred fez um excelente trabalho na ANW, mas isto é uma vergonha tremenda!

Luís: Fred voltou? Foi isso que eu acabei de ouvir? Meu Deus! Isto é um dos melhores momentos de 2014!

Beja: O ano também começou a pouco tempo… Vamos fazer um pequeno intervalo e voltamos já pessoal. Não saiam daí! Temos dois combates ainda esta noite!

***


***

Diogo Beja: E agora é tempo para acção de equipas! Gabriel Martins vai fazer equipa com o japonês Ryo Tanaki para enfrentarem o enorme Alexander Randall e Mike Orzan.

Luís Barreira: O Gabriel agora é sempre a descer. Até já tem de fazer equipa com o Ryo…

Diogo Beja: Olha que o Ryo venceu o António Andrade na sua estreia.

Luís Barreira: É daquelas vitórias que acontecem uma vez em mil! O Ryo foi dominado e venceu por pura sorte!

Raquel Jacob: Este é um combate de equipas e está marcado para uma derrota. Introduzindo primeiro, vindo de Tóquio, Japão, com um peso de 87kg, Ryo Tanaki!


Luís Barreira: Não vejo o que Ryo pode acrescentar ao plantel VLL. Acho que faz mais falta à equipa de limpeza…

Diogo Beja: Não conheço as habilidades do Ryo para as limpezas, mas do que vi no combate frente ao António fico com muitas expectativas em relação à carreira dele na VLL. A sua vontade e dedicação em fazer nome na VLL são as suas maiores armas, aliadas aos seus recursos técnicos fazem dele um adversário difícil de bater.

Luís Barreira: Vontade? Dedicação? Fale-me de força, intensidade ou potência! Fala-me do Randall por exemplo!

Raquel Jacob: E o seu companheiro para este combate: ele vem de Guimarães pesando 87kg, Gabriel Martins!


Luís Barreira: Este Gabriel desde que se rebelou contra o Lousada não para de descer. Pega numa esfregona e vai limpar as casas de banho com o Ryo!

Diogo Beja: Eu gosto muito mais deste Gabriel. Parece-me mais confiante, mais focado e mais determinado em subir na VLL.

Luís Barreira: Subir na VLL apenas se o Randall o deixar, o que ainda não aconteceu. E não me parece que seja para hoje…

Raquel Jacob: E os seus adversários: primeiro, vindo do Alaska, Estados Unidos, ele pesa 110kg, Mike Orzan!


Diogo Beja: O Orzan está determinado em mudar o seu rumo na VLL. Quer voltar ao caminho que quase o permitiu vencer o título Supremo no torneio em Dezembro. Ele está determinado em regressar ao caminho dos títulos e tem hoje uma boa oportunidade para impressionar.

Luís Barreira: Reconheço o esforço do Orzan em querer melhorar a sua situação. Essa ambição e desejo de vitória pode ser o ‘ponto-chave’ para Orzan subir na VLL e atingir o topo.

Raquel Jacob: E o seu parceiro de equipa, acompanhado por Jack Neville, vindo de Swansea, País de Gales, 135kg, Alexander Randall!


Luís Barreira: Olha para o Randall e compara-o ao Ryo. O Randall inspira muito mais confiança e uma mensagem de força e domínio. Basta ver o que ele chegou a fazer ao Martins.

Diogo Beja: Admito que o Randall pode ser impressionante, mas isso não invalidade que o Ryo possa ser um lutador de topo na VLL.

Luís Barreira: Enfim… Eu só espero que o Randall massacre o Ryo e o Martins também.

Gabriel e Ryo juntam-se no seu canto e começam a discutir as suas tácticas para este combate, ao passo que Randall troca olhares com Mike Orzan enquanto Jack Neville lhe dá algumas instruções ao ouvido.


Jorge Mesquita é o árbitro deste combate, e dá início a esta contenda com Ryo Tanaki e Mike Orzan a começarem com uma medição de forças no centro do ringue. Orzan agarra Ryo de costas mas o japonês solta-se e ataca com alguns pontapés na zona abdominal do americano. Lança Orzan às cordas e ataca com um Dropkick! Vai para o assentamento e Orzan sai no 1.

Ryo levanta Orzan e tenta um Suplex mas o homem do Alaska pontapeia Ryo na barriga, lança-o para o canto e ataca com uma clothesline para depois aplica um Bulldog! Orzan vai para o assentamento mas Ryo livra-se no 1. Orzan levanta-se, agarra em Ryo e vai até ao canto fazer o tag com Randall. Orzan tem Ryo sobre seu controlo e Randall ataca-o com socos na barriga. Jorge Mesquita manda Orzan largar Tanaki e voltar para o seu lugar.

Agora é Randall quem está em combate e encosta Ryo ao canto e começa a atacar com socos na barriga que deixam o japonês de joelhos. Randall agarra na cabeça do seu oponente e vai até ao outro lado do ringue atirar a cara do japonês em cheio contra o canto. Agarra nele e atira-o ao tapete com um Scoop Slam! Vai para o assentamento mas Tanaki sai antes do 2.
Jack Neville bate palmas e manda Randall levantar Ryo. O galês dá ouvidos ao seu manager e levanta o jovem Ryo para o lançar até ao canto e correr até ele para uma Running Clothesline! Ryo cai ao tapete e Randall sobe até à sua corda e espera que o japonês se levante. “Katsu” começa a levantar-se ainda atordoado e não tem tempo para reagir porque Randall atira-se a ele com um Shoulder Block da segunda corda! Novo assentamento de Randall e Ryo sai no 2.

Gabriel que se encontrava no seu canto bate palmas e o público responde apoiando Ryo que estica o seu braço para o seu parceiro, mostrando que precisa de fazer o tag. Randall agarra em Ryo e encosta-o ao seu canto para fazer o tag com Mike Orzan. Randall ignora os avisos do árbitro e encosta-se a Ryo empurrando contra o canto enquanto Orzan vai até ao canto onde
está Gabriel Martins ganhar balanço para correr até Ryo e atacar com um violento Dropkick! Orzan não perde tempo e vai para o assentamento, 1…2…Ryo safa-se.

Ryo volta a esticar o seu braço para Martins mostrando que está em dificuldades mas Orzan levanta-o e aplica um Belly-to-belly Suplex bem executado! Ryo queixa-se das costas e tenta mais uma vez chegar até Gabriel Martins mas Orzan coloca-o num Sharpshooter. Ryo encontra-se em péssima posição e Martins puxa por ele para se livrar desta manobra. O público bate palmas e grita por Ryo enquanto o japonês usa as forças que lhe restam para alcançar as cordas! Jack Neville grita para Orzan não brincar e acabar com Ryo, ao que o norte-americano responde mandando Nevillie calar-se.

Orzan levanta Tanaki aos ombros para um Fireman’s Carry DDT, mas é o japonês quem consegue contra-atacar e reverter o movimento para um DDT! Ryo vê a oportunidade e tenta chegar até Gabriel Martins ao mesmo tempo que Orzan tenta chegar até Randall! Tanaki aproxima-se do seu canto e salta para fazer o tag com o ex-jornalista que entra a toda a velocidade e evita o tag de Orzan com Randall!

Martins levanta Orzan e agarra-o para um Snap Suplex! Orzan não se deixa ficar pelo tapete e começa a levantar-se e cai num Leaping Neckbreaker! Gabriel parte para a cover, 1…2… Orzan sobrevive! Martins levanta Orzan e lança-o às cordas para depois aplicar um Tilt-a-whril Backbreaker! Novo assentamento 1…2… Orzan volta a escapar! Martins torna a levantar Orzan e começa a atacar com alguns socos e um Uppercut até Orzan fugir para fora do ringue para se recompor.

Orzan tenta recuperar-se fora do ringue mas não leva muito tempo até levar com um Suicide Dive do “Young Gun”! Neville chega-se perto de Gabriel e começa a insultá-lo mas o jovem de Guimarães não faz caso e atira Orzan para dentro do ringue. Orzan recompõe-se e quando Martins entra no ringue, ataca com um Dropkick mas Gabriel esquiva-se e começa a punir Orzan com alguns socos.

Martins lança Orzan às cordas e Randall faz o tag sem que o “Young Gun” repare. Martins golpeia Orzan com um Rolling Elbow mas acaba por apanhar com uma Running Clothesline de Randall que entrou cheio de energia. Neville bate palmas ao seu cliente e Randall começa a pisotear Martins até que este se levante para levar com um Fallaway Slam! Randall está no controle e Neville ordena que o galês continue a castigar Martins.

Randall levanta Gabriel e levanta-o bem alto demonstrando a sua força para depois o mandar ao tapete com um Military Press Slam! Assentamento, 1…2… Martins resiste e Randall vai fazer o tag com Orzan. O “Mr. Knockout” entra em ringue e ataca com um Spinninh Heel Kick! Pode ser o fim! 1…2…2,5 Não! Martins resiste a este pontapé de Orzan!

Orzan aposta novamente num Sharpshooter, desta vez em Gabriel Martins. Martins luta para chegar às cordas debaixo das palmas de Ryo e do público. Orzan diz para ele desistir mas o português consegue mesmo chegar às cordas! Orzan levanta-se e vai ao canto fazer o tag com Alexander Randall.

Randall agarra na cabeça de Martins e vai para um Inverted DDT! Cover, 1…2…2,5! Martins vai resistindo como pode. Randall levanta Martins e coloca-o em posição para uma Powerbomb, só que o português escapa e faz o tag com Tanaki! Quando Randall se vira já está a levar com Pele Kick do japonês! Ryo aproveita o ímpeto, vai às cordas e ataca com um Somersault Leg Drop! Finalmente vai para a cover, 1…2…2,5 Randall foge da derrota!

Tanaki está por cima do combate, Randall começa a levantar-se e o japonês ataca com um Double Underhook DDT! Ryo grita para o público que o aplaude e Randall começa a levantar-se sobre o olhar atento do japonês. Randall começa a erguer-se e Ryo lança-se rapidamente para um Octopus Stretch! Ryo pressiona Randall que tenta resistir! Ryo está a dominar Randall e a pressioná-lo para desistir! RANDALL VAI DESISTIR! Não! Orzan entra em ringue e para a manobra! Gabriel entra em ringue e começa uma troca se socos com Orzan! Jorge Mesquita vai separá-lo e mandar cada um para o seu canto, mas os dois lutadores ignoram e agridem-se até saírem do ringue. Jack Neville sobe ao ringue do lado de fora das cordas e começa a distrair Tanaki. Randall aproveita este momento e empurra Ryo contra Neville que o ataca com uma soqueira! Quando o árbitro vira a sua atenção para Randall e Tanaki, já o japonês está numa Elevated Powerbomb! Assentamento, 1…2…3! Randall consegue a vitória para a sua equipa!


Raquel Jacob: Os vencedores deste combate são, Mike Orzan e Alexander Randall!

Luís Barreira: Volta para as limpezas Tanaki! És uma vergonha para a VLL!

Diogo Beja: O que estás a dizer, Luís?! O Ryo ia fazer o Randall desistir, mas as interferências do Orzan e do Neville inverteram o resultado.

Luís Barreira: Alguma vez o Randall desistia para o Ryo? Não inventes Beja!

Diogo Beja: Parece é que o Gabriel e o Orzan ainda não terminaram. Olha, Breaking News no Orzan!

Luís Barreira: O Randall também não terminou, vai mandar o Ryo para fora da VLL com uma nova Powerbomb! O quê?! Não!

Diogo Beja: Breaking News no Randall também! Gabriel a limpar a casa.

Luís Barreira: Ainda não, Beja! Esqueceu-se do Neville!

Diogo Beja: O Neville está a agredir o Gabriel! Mas espera, o Ryo levantou o Neville! Inverted Go To Sleep! O Neville estava a merecer.

Luís Barreira: O que eu sei é que o Randall voltou a dominar e o Orzan teve uma excelente prestação ao contrário do Tanaki.

Diogo Beja: Parece-me que as coisas entre o Randall e o Martins ainda não ficam por aqui…

***

A imagem fica completamente preta mas passado alguns segundos vemos umas letras brancas com o nome de Caim Ezequiel, embaixo do seu nome é passível de se ler “Em Roma Parte II”.

Caim: In Nomine Patris… Et Filii… Et Spiritus Sancti…

Caim Ezequiel encontra-se no Vaticano, no meio da praça mais famosa da igreja Católica, de joelhos o mesmo venera a janela onde o Papa aparece para os seus discursos.

Caim: Por favor enviado de Deus… resolva meus problemas, me dê força para regressar a VLL e não desistir de os destruir a todos… A sombra já ficou para trás. A Sombra é passado! O Ouro é iminente. Não na ganancia que eu o quero… Só para servir o senhor! Ai senhor!

Caim faz algumas vénias, o povo em volta todo de guarda-chuva aberto parece não entender o que Caim faz ali levando com a chuva pela cara abaixo. Um rapaz chega-se perto e parece tentar cobri-lo da mesma.

Caim: Deixa-me receber a água do Senhor! Deixa-me viver esta vida como se fosse a mais importante de todas, como se a vida eterna ainda não fosse chegar!

Caim levanta-se com as mãos no ar.

Caim: O ouro da Vanguarda vai ser meu! Eu tive a visão! Eu tive a visão!

Caim abraça-se ao jovem que o tinha coberto antes.

Caim: Vem comigo para Portugal e vamos batalhar os Soviéticos!

O jovem lutador da VLL larga-o e continua o seu caminho enquanto a imagem desvanece.

***

A imagem volta com Michel-Baptiste Bangalter já no ringue, o campeão Supremo enverga os dois títulos bem no ar enquanto sobe ao canto.

Luís: Aqui está ele Beja! Voltamos agora para o final do evento e não teremos mais interrupção!

Beja: O teu discurso é sempre o mesmo…

Raquel Jacob: Senhoras e senhores já no ringue o novo campeão Supremo da VLL… O líder dos DeLuxe SAD! MICHEL-BAPTISTE BANGALTER.

Luís: Este homem merece uma receção maior que a que teve!


YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Raquel Jacob: E o seu adversário… o antigo campeão Supremo vindo de Salvador da Bahia… Vinícius Nunes!

Beja: Grande receção para o ex-campeão!

Luís: Overrated!

Vinícius entra a correr no ringue e encara Bangalter que sorri para ele.


O oficial designado para este combate é Marcos Mendes, que manda soar a campainha.
Vinícius não perde tempo e corre na direcção de Bangalter, tentando um Takedown, mas o francês faz uso da sua agilidade e consegue desviar-se. Bangalter ataca a parte de trás do joelho do brasileiro, pontapeando-o, e a perna de Vinícius perde um pouco da força, com o ex-Campeão a agarrar-se às cordas para manter o equílibro. Bangalter reaproxima-se de Vinícius, mas este, por instinto, explode para cima dele com um soco violentíssimo no queixo do Campeão.

Bangalter não cai, mas fica de costas para Vinícius, agarrado à cara. Vinícius vai para as suas costas e prende-lhe a cintura...German Suplex por parte do baíano! Vinícius não larga o seu oponente...e mais um German Suplex! O público vibra com a ofensiva do ex-campeão, Vinícius roda as ancas, ainda sem largar Bangalter, vai para um terceiro German Suplex, desta vez um Release German Suplex, cá vai Bangalter a voar...mas o francês consegue dar um mortal no ar e cair de pé!

Bangalter agarra-se à nuca, zona afectada depois dos German Suplex de Vinícius, e espera que Vinícius se volte para si. O ex-campeão não percebeu que Bangalter conseguiu ficar de pé depois do último Suplex. Vinícius vira-se de frente para o Campeão...OH! Pontapé estrondoso de Bangalter a acertar em cheio no maxilar do adversário! Mas nem por isso Vinícius cai, apesar de ficar claramente atordoado depois do ataque do francês.

Bangalter vai às cordas para ganhar velocidade...e Running Swinging Neckbreaker do líder dos DeLuxe em Vinícius Nunes! Agora sim, Vinícius foi ao chão! Bangalter coloca-se em cima de Vinícius e começa a desferir socos no campeão, tentando acertar na zona massacrada por ele e Filipe Azevedo no Parceiros de Guerra, mas Vinícius bloqueia os golpes com os antebraços, como se fosse um verdadeiro lutador de MMA!

Vinícius a conseguir conectar com um murro de esquerda na cara de Bangalter! O francês fica irritado, tenta acertar com um soco mais forte em Vinícius mas este consegue desviar a cabeça e o campeão acerta apenas no tapete! E soco portentoso de Vinícius, agora com a sua direita, em Bangalter! O francês sai de cima do brasileiro e agarra-se à cara! Vinícius levanta-se do chão, espera que Bangalter se vire para ele...

Pontapé forte de Vinícius no abdómen de Bangalter! E Suplex! Um suplex tecnicamente perfeito por parte do brasileiro no seu rival! Agora é a vez de Vinícius partir para cima de Bangalter e começa a atingir o francês tanto com socos como com cotoveladas! É de lembrar que o vencedor deste combate é aquele que conseguir pôr o adversário a sangrar primeiro e neste momento Bangalter está numa péssima posição!

Mas o francês arranha os olhos e a cara de Vinícius, fazendo com que este o largue! Vinícius está de pé agarrado aos olhos e Bangalter gatinha na direcção das cordas, abana a cabeça, claramente em mau estado depois da descarga de golpes que acabou de sofrer. Vinícius recupera e vê Bangalter a começar a levantar-se, apoiando-se nas cordas e corre na sua direcção...mas o ex-modelo puxa as cordas para baixo e Vinícius cai desamparado no exterior do ringue!

Bangalter fica sentado dentro do ringue, tentando recuperar dos golpes de Vinícius, mas o ex-Campeão começa a dar sinais de vida muito rapidamente, obrigando o francês a despachar-se. Bangalter coloca-se na parte de fora da borda do ringue, o ex-campeão Supremo já está a levantar...e Springboard Moonsault por parte de Bangalter! Bangalter a pôr o seu próprio corpo em risco, derrubando uma vez mais o campeão, mas magoando-se também a si mesmo!
Bangalter a demonstrar muita garra nos seus combates contra Vinícius! Os dois lutadores estão no chão e o público grita pelo nome do brasileiro, tentando incentivar o seu favorito a voltar ao combate. Os dois já começam a dar sinais de vida, mas Bangalter é quem recupera primeiro para desalento do público. Apesar disso, Vinícius levanta-se logo a seguir...mas apenas para sofrer a ofensiva de Bangalter, que desfere vários pontapés ora nas costelas, ora nas pernas do brasileiro.

Vinícius consegue agora agarrar a perna esquerda de Bangalter! O francês vai para um Enziguri...Mas Vinícius baixa-se, conseguindo-se desviar do pontapé! O líder dos DeLuxe já tinha feito isto nos Parceiros de Guerra e Vinícius parece ter aprendido a lição, o francês fica agora em má posição, de costas para o baíano...e Vinícius levanta-o e deixa-o de cair de costas no chão com um Back Suplex!

O público entra em delírio com a recuperação de Vinícius! O brasileiro levanta Bangalter, agarra-o pelo braço...e envia-o com um Irish Whip contra as escadas de ferro! Bangalter bateu com a cabeça nas escadas! Bangalter agarra-se à testa, tapando-a,este pode ter sido o fim do combate! Vinícius aproxima-se do francês, que está caído agarrado à cabeça, e tira-lhe as mãos de frente da testa...mas não, não há uma gota de sangue na cara de Bangalter! E o francês aproveita para acertar com um pontapé nas partes baixas de Vinícius, que vai ao chão agarrado à virilha!

Bangalter arrasta-se para o ringue sob uma imensidão de apupos! O público detesta por completo o francês! Vinícius começa a recuperar fora do ringue, enquanto dentro do mês, Bangalter respira fundo, tentando também ele próprio aproveitar o tempo para recuperar e talvez pensar numa nova estratégia. Vinícius está a entrar para dentro do ringue, só que o francês atira-se de imediato para cima dele, começando a pisar e pontapear-lhe as costas.
Vinícius consegue, apesar disso, voltar a pôr-se de pé, e empurra o adversário para longe. Bangalter dá uma cambalhota à retaguarda no tapete, conseguindo ficar de pé e volta novamente à ofensiva...Mas Vinícius explode com uma Clothesline cheia de autoridade! Vinícius quase que decapitou o líder dos DeLuxe, que dá um mortal no ar e cai de cara no ringue! O público entra em sobressalto depois deste momento!

Vinícius Nunes bate com a mão no seu próprio peitoral e solta um grito, puxando ainda mais pelo público! Bangalter, com claras dificuldades, está-se a pôr de pé, as suas pernas tremem...Vinícius acerta-lhe com um pontapé na zona abdominal e completa o ataque com um Gutwrench Suplex! Vinícius a mostrar todo um arsenal de Suplexes neste confronto, exibindo a sua técnica, mas não é desta forma que vai vencer um combate com esta estipulação!

Vinícius aguarda que Bangalter se levante uma vez mais...cá vai o ex-Campeão Supremo e Running DDT muito bem aplicado por parte de Vinícius! Esta manobra sim, já pode dar a vitória a Vinícius no combate! Vinícius pede a Marcos Mendes para verificar o estado de Bangalter, este vai verificar se o DeLuxe está a sangrar...mas não, Bangalter está bem! Vinícius aproxima-se uma vez mais de Bangalter, agarra-o pelo pescoço, levantando-o com uma mão só!

Bangalter olha para Vinícius com os olhos cheios de medo...mas acerta-lhe com o polegar no olho! Mais uma manobra suja por parte de Bangalter nesta contenda! O francês aproveita a inexistência de regras neste combate para fazer o que bem quer! Vinícius agarra-se à cara depois disto. Bangalter espera que ele se vire...e Spinning Wheel Kick por parte do campeão! O líder dos DeLuxe a acertar na cara de Vinícius com este pontapé, para descontentamento do público!

Agora é Bangalter que praticamente ordena o árbitro a verificar como está Vinícius e é isso que Marcos Mendes faz, mas para satisfação do público o candidato ao título está bem! Bangalter está notoriamente irritado por se aperceber disso mesmo e range os dentes. Bangalter espera que Vinícius se levante e...Headscissores Takedown por parte do francês! Vinícius fica pendurado na segunda corda, com a cabeça virada para o público.

Bangalter vai às cordas por trás de si, ganha velocidade e...que raio?! 619 por parte de Michel-Baptiste Bangalter no seu adversário! Vinícius sai disparado das cordas, atordoado pelo pontapé de Bangalter, mas nem por isso vai ao chão. Bangalter sobe para cima das cordas, conseguindo equilibrar-se...Seated Senton por parte do francês! Bangalter com uma ofensiva nada usual neste Evento, fazendo lembrar Rey Mysterio! E agora Bangalter começa a descarregar, furioso, socos na cara de Vinícius!

O ex-campeão e favorito do público está em maus lençóis aqui, Bangalter está a marcar novamente a zona de onde Vinícius sangrou abundantemente no Parceiros de Guerra. Os fãs puxam pelo brasileiro...e este consegue empurrar Bangalter, tirando-o de cima de si. Vinícius levanta-se, mas Bangalter volta de imediato à carga, tenta acertar com mais um soco na cara de Vinícius, mas este consegue desviar-se, passando por baixo do seu braço e indo para as suas costas.

Vinícius prende a cintura do Campeão Supremo...e German Suplex! German Suplex muito bem aplicado por parte de Vinícius Nunes! Vinícius não larga Bangalter, roda as ancas e volta a levantar-se...mais um German Suplex! Vinícius torna a fazer o mesmo, roda as ancas, levanta-se, o corpo de Bangalter já é praticamente um peso morto...outro German Suplex! Vinícius torna a fazer uma vez mais o mesmo...e um quarto German Suplex! Desta vez um Release German Suplex, que faz com que Bangalter embata com violência com a sua nuca no ringue!

O público entra em delírio, todos os fãs da VLL já sabem o que vem a seguir aos quatro German Suplex de Vinícius! Vinícius aguarda que Bangalter se levante, este está com muita dificuldade para o conseguir fazer, apoia-se primeiro num joelho, ouve-se um grande “OOOOHHHH!!!” vindo do público, que está ansioso pelo que vem a seguir. Bangalter está de pé, Vinícius agarra-o e...National Slam! A versão do Sidewalk Slam de Vinícius!

Vinícius levanta a sua mão direita bem alta, fazendo com que os fãs gritem ainda mais! Vinícius agarra o pescoço de Bangalter e pela segunda vez no combate levanta-o com toda a simplicidade apenas com a sua mão direita. Bangalter parece indefeso, Vinícius levanta-o bem alto...e que Chokeslam cheio de impacto! O corpo de Bangalter saltou no meio do ringue e o francês acaba por ficar completamente estendido!

O público grita cada vez mais alto pelo nome de Vinícius, mas neste combate não basta isto para o candidato ao título recuperar o seu cinturão. Vinícius vai para fora do ringue e pede a um oficial o Título Supremo. Vinícius está com ideias de vingança, depois do que Bangalter e Azevedo lhe fizeram no Parceiros de Guerra com o título DeLuxe! Vinícius reentra no ringue já com o título nas mãos e espera ansiosamente que Bangalter se levante. Neste combate tudo é legal...

Mas que?! Antonio Andrade aparece a correr pelo meio do público e tem uma cadeira nas suas mãos! Vinícius parece aperceber-se disso mesmo e vira as atenções para o seu primo! Antonio Andrade entra e corre com a cadeira na direcção do seu primo, mas Vinícius tenta acertar-lhe com o Título! Só que Antonio consegue desviar-se, passando por baixo dos braços de Vinícius! Vinícius vira-se...

OH! QUE IMPACTO! QUE CADEIRADA DE ANTONIO ANDRADE NO SEU PRIMO! O árbitro aproxima-se de Vinícius e vê que este está a sangrar abundantemente...Marcos Mendes não tem outra escolha a não ser dar a vitória a Bangalter!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate e AINDA CAMPEÃO SUPREMO...O “DELUXE” MICHEL-BAPTISTE BANGALTEEEEEEEEEEEEEEEEER!!!

Beja: António fez novamente das suas! Vinícius Nunes perdeu por causa do primo! Mas como é que deixam este homem andar no pavilhão livremente?

Luís: António levanta Bangalter… Não me digas que?!

Beja: António é um invejoso! E agora alia-se aos DeLuxe?

António e Bangalter rebolam para fora do ringue, Filipe e Sebastião aparecem no stage a bater palmas enquanto o Brasileiro sorri para eles.

Luís: Esta era a grande mudança! António Andrade é membro dos DeLuxe pelo que podemos ver pessoal! Genial!

Beja: Isto é patético. Vinícius foi estendido no ringue pelo próprio primo…  Mais uma facada para a família deles! Isto tem limites.

Luís: Pois tem! E o limite é o fim do programa de hoje. Adeus pessoal. Até para a semana!

A imagem começa a desvanecer com os membros dos DeLuxe no topo do stage a festejar a vitória de Bangalter.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 42# (RTP1) - (04/03/14)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum