VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Mensagem por vlladmin em Seg 13 Jan 2014, 07:50


COMBATE PRINCIPAL DA NOITE
KEVIN GUNN E DARREN KEANE vs CAMALEÃO E FELPS

*****

ANTÔNIO ANDRADE VS ARSÉNIO FUÍNHA - PELO LUGAR DE CANDIDATO PRINCIPAL AO TÍTULO DA VANGUARDA
ANÍBAL FRAGAS VS MAYHEM
ALEXANDER RANDALL VS JORGE GANTE
TYLER WOODSTATE VS FILIPE AZEVEDO
MIKE ORZAN VS ??? - DESAFIO ABERTO DE MIKE ORZAN
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 22 Jan 2014, 12:47

Surge no ecrã imagens do último espetáculo da VLL, o Especial de Aniversário. Passa-se rapidamente por imagens de todos os combates e todos os vencedores até se parar nos festejos dos DeLuxe SAD depois de Michel-Baptiste Bangalter garantir o lugar de Candidato Principal ao Título Supremo contra Kevin Gunn.


A imagem foca agora o ringue da Vanguarda da Luta Livre enquanto a pirotecnia sempre presente nos eventos da federação da início a mais um espetáculo. O público encontra-se bastante entusiasmado e enverga claramente cartazes de apoio aos seus lutadores favoritos.

Depois de uma volta pelo público a mesa dos comentadores é focada.


Diogo Beja: Bem-vindos a mais uma edição da Vanguarda da Luta Livre! A última na RTP2! O meu nome é Diogo Beja e ao meu lado tenho Luís Barreira.

Luís Barreira: Isso mesmo pessoal, espera-se um evento de arromba hoje. E como sempre com os meus comentários de luxo.

Beja: Por acaso andas com boa fama nisto.

Barreira começa a rir-se.

Luís: Sabes bem que eu tenho as minhas qualidades Beja, não precisas de ter inveja! Também és bom, mas eu sou melhor!


O campeão Supremo aparece no Stage com o seu título na cintura, debaixo de uma enorme ovação.

Beja: E parece que esta emissão abre com o campeão Supremo por duas vezes… Vinícius Nunes.

Luís: Continua sem ser tão famoso quanto eu.

Beja: Por favor!

A imagem foca Vinícius Nunes, com a sua roupa de combate vestida, um casaco preto por cima, o já referido título Supremo, cumprimentando alguns fãs antes de entrar no ringue. O mesmo já vem com um microfone na mão e começa imediatamente a falar.

Vinícius Nunes: Alô Galera da VLL!

Luís: Alguém me pode ir buscar um copo de água com açúcar? De ouvir este homem a falar fico com quebras de tensão!

Vinícius: Aqui o vosso campeão Supremo tem de dar os parabéns ao Michel-Baptiste Bangalter! Ele é sem dúvida o homem mais sortudo. Só não teve tanta sorte quando este título esteve em jogo!

Vinícius aponta para o seu título na cintura, o público aplaude ao campeão.

Vinícius: No nosso futuro combate não haverá Darren Keane para o ajudar, pode-se sempre que há DeLuxe, mas sem Delmar será que é realmente uma equipa na sua máxima força? Não me parece.


BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

O jovem Francês aparece no início da rampa, com um fato preto e uma mala, também ela preta, de viagem, a seu lado.


Michel-Baptiste Bangalter:Parabéns Vinícius. Esse discurso era quase que visível da tua parte digo-te já.

Vinícius:Ora essa Bangalter, visível é mesmo você estar aqui falando isso! Mas é de estranhar o seu grupo de chá das cinco não estar atrás!

O público ri-se de Bangalter, o mesmo fica furioso enquanto o campeão Supremo, se encosta nas cordas do ringue.

Bangalter: Estás a ver esta mala? Estás?

Vinícius com as mãos estendidas em cima das cordas afirma que sim com a cabeça.

Bangalter: Pois bem este é o meu presente para todos vocês, caros fãs da VLL!

Bangalter pega na mala calmamente e retira lá de dentro um título bastante brilhante, colocando-o rapidamente na sua cintura.

Luís: Melhor título que já vi na vida! Que lindo!

Beja:Andas metido com o Bangalter não andas?

Vinícius: Porra cara, você não conseguiu ganhar um título verdadeiro teve que fazer um falso?

Bangalter: Ai é que te enganas caro campeão Supremo! Este é o meu contributo para os verdadeiros fãs da Vanguarda da Luta Livre e para os fãs da VLL!

Bangalter começa a caminhar em direção ao ringue.

Bangalter: Este título é apenas causa da má gestão da VLL, mas não o terei por muito tempo como título fantasiado amigo brasileiro. Porque dentro em breve isso que tu tens na cintura será meu.

Vinícius: Você pode tentar tira-lo. Até pode ser já hoje, quanto mais rapidamente me livrar de você melhor!

Beja: Vai aquecer isto!

Bangalter entra no ringue.

Bangalter: Não há dúvidas amigo desportista. As revistas cor-de-rosa encheram-se de brincadeiras durante a semana por causa da tal modelo. Ela chama-se Carolina sabes… Talvez não saibas. De onde tu vens só não há muitas donzelas e as que existem talvez eu já tenha encontrado…

Ambos começam a encostar a cabeça, Vinícius esta irritado com a conversa.

Bangalter: Ela diz que eu acabei por lhe tirar o colar que dei, mas é óbvio que tirei. Quem é que ela acha que é. Este título cheio de diamantes e ouro branco é sinal não só de riqueza, mas também de poder. E eu posso fazer o que quero, quando quero e onde quero.

Michel-Baptiste Bangalter começa um sorriso sádico, enquanto isso Vinícius retira o título Supremo da cintura e levanta-o bem alto.

Vinícius: Ainda assim o campeão sou eu!

Luís: Da-lhe DeLuxe! Mostra a tua raça Francesa!

Beja: Não te devia ter elogiado no início do programa… Bem pessoal, estou a receber agora informações de que precisamos de fazer uma pequena pausa, voltamos já!

Luís: Isto aqui no ringue ainda vai dar que falar!

***

A imagem surge numa sala escura com um indíviduo encapuçado rodeado de velas. Vê-se o indíviduo no chão de joelhos encapuçado... A câmera começa a filmar a sala onde as cores pretas e roxas predominam... E ouve-se o seguinte eco:

Hoje choveu, e senti a chuva escorrer pelo meu casaco negro. E foi ai que percebi que ainda sentia, e por momentos as coisas pareceram melhores, apenas para novamente se envolverem num negrume depressivo.

Abandonei uma vida que tinha seguido com todo o gosto desde jovem, a via da justiça, em que procurei longe e perto por aqueles que necessitavam retribuição. Abandonei para quê? Porque encontrei alguém, porque quis ter umas vida normal? Porque quis ter um nome, porque quis ser apenas mais um rostro na multidão.

Anedota: Sem nome, sem rosto, um carro, duas almas, uma tão singela e tão pura, devastada por um embate físico. A piada? Que a outra alma, já não tão negra é relembrada da razão pela qual caiu da graça. A vida é nada mais que dor, desespero e raiva neste momento, e enquanto lanço a rosa negra para a tua campa te digo que basta, basta de sofrer, a casa que abandonei um dia, a causa que deixei, vai tudo voltar, e pelas injustiças deste mundo, e pela maneira como te arrancam das minhas mãos, todos aqueles que abusam da vida com um semblante de ignorante, ganancioso, avarento, irão sofrer, para que também eles sintam a dor, para que também eles encontrem a humildade na essência do terror. As minhas asas negras cobrem agora o vosso caminho, e com cada pena que cai, aproximam-se do final.


Olho para a tua campa, anjo de asas brancas, e sinto saudade da tua luz entrar na minha escuridão, mas parece que agora, só resta essa escuridão.

De súbito a imagem foca o indíviduo que sopra apagando as velas e sala algo macabra fica completamente escura, desvanecendo a imagem.

***

Luís: Mas que raio foi isto?! Não era suposto voltarmos assim, as luzes por uns momentos foram abaixo!

Beja: Novamente o homem mistério do Especial de Aniversário? Isto tem contornos macabros...

Luís: A mim só me faz pensar em Verme...a verdade é que já há uns tempos que ele não aparece.

Beja: Estranho, Luís, muito estranho...Mas de qualquer modo, parece que já tudo normalizou. Siga em frente, a Raquel já está no ringue.



YEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEAAAHHH

Raquel Jacob: Esse confronto é de uma derrota e sem desqualificações,  vindo de Juneau, Alasca, Estados Unidos, pesando 110 quilos! Mike Orzan!

Beja: Grande reação para Mike Orzan!

Luís: Lembro que ele quase correu do Bangalter, mas foi lá e perdeu na mesma, agora já se acha o melhor e anda a fazer desafios, que seja, espero que perca e mostre que o que houve no torneio foi sorte.

Beja: Não é semifinalista de um torneio daqueles apenas com sorte!

Luís: Não? Verdade, foi graças ao Senshov, que graças a Deus já foi embora...

Beja: Cala-te!

Orzan foi ao ringue e esperou a entrada de seu oponente, até que toca a música de Jay Lecter.



Raquel Jacob: E seu oponente, vindo Seattle, Washington, Estados Unidos, pesando 81 quilos, Jay Lecter!

Luís: O menino mascarado parece confiante, que acabe com o Orzan!  

Beja: Calma, calma, mas o Lecter parece ser mesmo promissor, vamos ver até onde ele vai, adversário duro por agora.

Luís: Sinto que ele ganha, ou melhor, sinto que o Orzan perde...

Beja: Dá na mesma...

Luís: Mas Orzan perder soa melhor aos meus ouvidos.


O oficial desse combate é Jorge Mesquita.
Mike Orzan começa com tudo para cima de Lecter, Dropkick seguido de Bulldog, foi para a cover, mas Lecter se safa antes de chegar no dois. Lecter tenta uma ofensiva e aplica uma, duas, três Closthelines, vai para a cover, e Orzan também sai antes do dois. Depois disso os dois ficam rodando, e vão para uma hold, o Orzan vence e derruba Lecter no chão, o mascarado sai do ringue e Orzan vai atrás.  

Lecter é mais rápido e volta pro ringue com velocidade e quando Orzan chega, acerta-o com um Enziguri potente! Um, dois, nada feito! Orzan sai pouco depois do dois, contagem mais longa até agora! Lecter sai do ringue e pega algo debaixo! É um kendo! Quando Orzan se volta, recebe um com o Kendo na cabeça! Sequência de várias porradas com a kendo nas costas de Orzan! Lecter domina! Orzan finalmente cai no chão! Cover! UM! DOIS! TRÊS!

Nada feito! Nada feito! Orzan escapa no último minuto, Lecter não acredita e aplica várias sequências nas costas de Orzan que tenta se levantar, vai para mais um! Orzan pega a kendo e tira de Lecter e joga pra longe! E pega Lecter para um Twisting Brainbuster! Lecter fica no chão, mas Orzan sai do ringue!

Orzan joga uma, duas, três, quatro cadeiras no ringue e pega uma e volta! Lecter se levanta, mas ainda meio tonto e recebe uma cadeirada na cabeça! Cai no chão! Orzan pega as cadeiras e coloca-as para perto do córner e pega Lecter e sobe nas cordas! Primeira, segunda, terceira! Avisa o público que vem Hot Kncokout! Top Rope Tombstone! Em cima das cadeiras! Lecter escapa e joga Orzan que cai em cima das cadeiras! Lecter fica confiante e espera Orzan se levantar! Diving Crosbody e Orzan acerta a cadeira de novo! Lecter espera um pouco mais e pega uma das cadeiras e acerta na cabeça de Orzan, pega no nariz! Orzan está sangrando! Lecter acerta um Roundhouse Kick e Orzan cai no chão!

Lecter olha bem para Orzan e aplica a sua Cloverleaf! Orzan está em péssima situação! Será que vai desistir? Orzan tenta chegar as cordas, mas isso não adianta, é um combate sem desqualificações! Orzan se desespera, levanta a mão, faz menção de desistir, mas se aguenta, o homem do Alasca é demasiado determinado!  

Quando Orzan estava prestes a desistir, eis que toca a música de Justin Jameson! Jameson fica apenas na entrada e observa, mas é o suficiente para distrair Lecter. Orzan olha para trás e encara Jameson, Jameson nada faz. Orzan aproveita e acerta um Running Enziguri na face de Lecter! Lecter está em apuros! Orzan vai para debaixo do ringue e pega uma mesa! Jameson se aproxima mais do ringue e ele e Orzan se encaram, mas Orzan é mais esperto e aplica Right powerfull punch and high left kick, seqüência brutal, Jameson cai no chão!

Orzan volta para o ringue com a mesa, Lecter já estava preparado e acerta Orzan com um Spinning Heel Kick! Orzan cai no chão! Lecter tenta de novo uma cloverleaf, mas Orzan é esperto e reverte em roll up! 1-2-2,5! Lecter sai bem da manobra! Os dois começam a apresentar cansaço e começam a trocar socos no rosto, Lecter leva a melhor na seqüência e manda outro Roundhouse Kick! Um! Dois! Três!

Nada feito! Não é ainda a hora de Orzan! Lecter fica desesperado, olha para a mesa com um ar interessado, mas Orzan pega-o e executa um Eletric Chair Facebuster! Orzan deixa Lecter no chão e ajeita a mesa para perto das cordas, e pega a cadeira e espera Lecter se levantar. Lecter se levanta e leva com a cadeira na testa! Pega também no supercílio e ele também sangra! Ambos lutadores já estão sangrando! Orzan tenta arrastar Lecter, mas leva um outro Dropkick certeiro de Lecter!  

Lecter coloca Orzan em cima da mesa, avisou que vai para as cordas, faz sinal para o público se levantar! O público vai ao rubro com Jay Lecter, é um grande momento para a estréia dele em Vanguardas! Mas Orzan sobe nas cordas e manda soco em Lecter, os dois invertem a posição em uma hold. Orzan manda vários socos potentes! Lecter está quase desacordado! Ambos sobem no topo! Tombstone no topo das cordas! Acerta a mesa! A mesa se parte em dois! Espetacular! Orzan fica atordoado!

O público vibra, e Orzan vai para a cover! Um! Dois! Espera! È Jameson! Jameson interrompe a contagem! Acerta uma chapada na cara de Orzan e um Gutwrench Powerbomb! Orzan cai no chão, Jameson coloca Lecter em cima de Orzan! 1-2-3! Vence Jay Lecter!  


Beja: Que absurdo! Jameson custou a vitória certa de Orzan!  

Luís: Que coisa! Adorei esse Jameson! Que impacto! Mostrou que o publicou errou na decisão, pra mim foi ele que venceu isso! Muito bom mesmo! Mas será que o Lecter não o pagou?

Beja: Claro que não! Tudo foi por despeito! Inveja dos dois lutadores que estavam a dar ótimo espetáculo que foi estragado por ele!

Luís: Calma, não precisas chorar!

Beja: Não estou a chorar, mas parece que o nosso supervisor-geral vai dar umas palavrinhas no escritório dele!

Luís: Coisa boa vem aí! Quero só ver!

***

A imagem surge no escritório de Santiago Guerreiro que está a falar ao telefone com Lousada. O Presidente da VLL apresenta-se com o seu habitual fato e gravata e parece bastante satisfeito com a conversa que está a ter.

Guerreiro: Então estás-me a dizer que ele vai estar aqui hoje?

Ouve-se o ruído de alguém a responder-lhe no telefone embora não se compreenda bem o que o mesmo diz.

Guerreiro: Muito bom, é uma grande contratação. Os meus parabéns Lousada. Devo admitir que estou surpreendido.

O Presidente aponta alguma as coisas num papel que tem na sua secretária.

Guerreiro: Ainda assim... Que tal se...

Surge Diogo Lourenço no escritório sem bater à porta e senta-se numa cadeira pondo os pés em cima da secretária do Presidente.

Lourenço: Uma das estrelas mais promissoras da Vanguarda da Luta Livre precisa da sua atenção, caro Prez. Desligue lá o telefone.

Santiago Guerreiro faz uma cara insatisfeita olhando para Lourenço.

Guerreiro: Já te ligo Lousada.

O Presidente desliga o telefone e tira o casaco, começando a dobrar as mangas da sua camisa.

Guerreiro: Tens 10 segundos para sair daí, senão quem te tira à força deste escritório sou eu.

Lourenço: Calma Prez.

Diogo Lourenço levanta-se e arruma a cadeira.

Lourenço: Estou aqui para exigir um pouco de competição. Depois de vencer o Gante acho que posso expandir o meu "jogo" e está na hora de me darem a oportunidade de mostrar que posso ser uma das maiores estrelas desta federação. Quero um combate.

Guerreiro algo furioso de repente esboça um sorriso

Guerreiro:Queres competição não é?

Lourenço: Isso mesmo.

Guerreiro: Então na próxima semana... Será Diogo Lourenço contra...

Guerreiro faz um compasso de espera como que a fazer "suspense" de forma algo provocatória a Lourenço.

Guerreiro: David Soares Courteener. Agora sai do meu escritório.

Lourenço fica algo mais sério e abandona o escritório perante a cara algo vingativa do Presidente que começa a ligar a alguém no seu telemóvel.

***

Beja: Parece que Diogo Lourenço quis ação e o Presidente não teve problemas em dar-lhe o que pediu...

Luís: Contra um drogado qualquer...

Beja: O Courteener não é um drogado qualquer, Luís, é um ex-Parceiro de Guerra que já teve momentos bons na nossa Federação.

Luís: É um tipo que nem sequer devia estar cá, independentemente dos tais “bons momentos”.

Beja: Bem tudo a posto para mais um combate, nesta noite fria e chuvosa de terça-feira.

Luís: Agora também das a metrologia ou andas a procura de um novo tacho para na RTP1?


Raquel Jacob: Senhoras e senhores, o seguinte combate encontra-se marcado para uma derrota. O primeiro a caminho do ringue vindo da Africa do Sul, pesando 98 kgs… “The Iron Kick”… Tyler Woodstate!

Beja: Não comento sequer.

O lutador Sul Africano aparece na rampa de acesso com o público a apoia-lo de forma positiva. O mesmo tem alguns treinadores consigo.

Luís: Aqui vem o menino riquinho.

Beja: Não sejas otário Barreira, o Tyler é um lutador formidável e com um curriculum invejável.

O mesmo tira o seu casaco ao entrar no ringue e começa a incentivar o público.


BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: Tem corrido muita tinta sobre as ações deste homem no especial de aniversário da VLL, ele poderia ter vencido claramente o título de Parceiros de Guerra exatamente com Filipe Azevedo.

Vemos imagens do último evento da federação.

Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo de Peniche, pesando 140 kgs… Filipe “A Bomba” Azevedo!

Luís: Sinceramente ele fez o melhor. Por estas imagens vemos claramente que Filipe fez o correto ao atacar Tyler. Achas mesmo que eles os dois conseguiam dar cabo dos DeLuxe?

Beja: Mas o Delmar estava fora do ringue lesionado! Situação essa a ser desenvolvida mais lá para a frente.

Filipe Azevedo entra no ringue e confronta logo Tyler Woodstate, o Sul Africano acaba a empurrar o seu antigo parceiro.

Luís: E as coisas aquecem aqui!


Marcos Mendes, o árbitro destacado para este combate separa os dois, para de seguida oficializar o inicio do combate.

Tyler Woodstate rapidamente corre na direção de Filipe Azevedo e aplica um takedown poderoso colocando todo o pavilhão de pé! Vários socos com Filipe preso no chão… O público vai ao rubro, será que este combate vai durar tão pouco. Socos e socos violentos, mas Filipe consegue colocar o pé na corda, Marcos vê-se obrigado a interromper a manobra. Filipe foge para fora do ringue e é vaiado imediatamente pelo público.

Tyler no entanto não perde tempo e vai atrás do mesmo, Superman Punch fora do ringue, Filipe fica encostado ao canto. O árbitro começa a contagem. O Sul Africano continua o ataque implacável, demonstrando que durante a semana o seu treino foi intensivo, Clothesline, mas falha! Filipe Azevedo sai da frente e Tyler espeta-se no poste!

Marcos Mendes chega aos 6 na contagem, Filipe Azevedo entra no ringue e sai novamente, fazendo essa manobra apenas para quebrar a contagem. Filipe pega em Tyler e Bodyslam fora do ringue. Tyler fica mal tratado, mas Azevedo não quer saber e rapidamente atira o seu adversário para dentro do ringue. Cover de imediato… 1…2… Tyler levanta o ombro e o público puxa por ele.

No entanto “A bomba” não deixa que o mesmo apanhe muito ar e rapidamente levanta-o para um Military Press Slam! Nova cover, mas desta vez Tyler safa-se ainda mais rápido! Filipe fica furioso e calca-o por todos os lados. Tyler no entanto rebola para o canto, Filipe vai a correr na sua direção pontapé poderoso em Tyler que estava sentado no canto. Cover novamente… Agora é de vez! 1…2…2,5! Tyler Woodstate mantem-se fico e salta do chão com uma agilidade tremenda começando a dar socos fortes em Filipe Azevedo. O público esta ao rubro com esta manobra de Tyler! Filipe acaba a correr nas cordas, Tyler apanha-o mostrando grande força e “Badass Move”! Um TKO por parte de Tyler! 1…2… Filipe levanta o ombro! Tyler sobe ao canto e Woodsault, um Moonsault modificado! Mas Filipe sai do sítio! Ainda assim Tyler cai de pé, que combate!

Pontapé rodativo no abdómen de Filipe! Tudo pronto para o Shining Wizard de Tyler! Mas Filipe apanha-o! Spinebuster! 1…2…3…


Raquel Jacob: O vencedor deste combate… Filipe Azevedo!

Luís: Filipe Azevedo vence um combate cheio de ação num final bastante interessante.

Beja: Tyler falha o seu Shining Wizard é apanhado por Filipe e um Spinebuster poderoso!

Luís: E agora a Bomba de Peniche deixa o ringue bastante confiante de si mesmo.


Beja: O que vem a ser isto?

A descer a rampa vemos Eustass Kid e Arsénio Fuínha, a toda a velocidade, os mesmos entram no ringue passando por Filipe Azevedo sem lhes ligar algum.

Luís: Eu acho que o Tyler nem se consegue aperceber do que se passa aqui!

Beja: Esta equipa é uma escumalha! Tyler Woodstate já esta bastante magoado, como podemos ver no replay ele bate com a cabeça no chão com grande impacto e agora ainda aparecem estes marmanjos?

Luís: Tyler é levantado por Eustass… Shambles! O Diamond Cutter de Eustass Kid bem aplicado no centro do ringue. Tyler adeus!

Eustass sorri com cara sádica enquanto Arsénio se prepara para a sua vez. Filipe Azevedo continua a subir a rampa como se não fosse nada com ele. O público vaia toda esta situação.

Beja: Agora é a vez de Arsénio e a carreira de Tyler encontra-se por um fio!

O público fica ao rubro.

Luís: Hunt vindo do público com um kendo stick na mão entra no ringue!

Beja: Justiça! Finalmente!

Rapidamente os dois membros dos DeLuxe deixam o ringue.

Luís: Justiça?! Injustiça é o Hunt andar pelo meio disto como se fosse para aqui chamado! Baza gordo!

A imagem começa a desvanecer.

***

A imagem foca agora Augusto Lousada, o supervisor-geral da VLL, no seu escritório a observar toda a ação que se encontra no ringue. O mesmo depara-se então com a camara que o filma e começa a falar.

Augusto Lousada: Parece-me que afinal estes dois membros dos DeLuxe se dão bastante bem e que estão com vontade de entrar em ação.

O mesmo pega no comando da televisão e desliga-a.

Lousada: Assim sendo não me resta nada para além de desejar boa sorte a Eustass Kid e Arsénio Fuínha para o futuro. Principalmente para Fuínha que a partir deste momento defende o título de Parceiros de Guerra, não como campeão, mas como substituto de Delmar Bento, que infelizmente sofreu uma lesão bastante grave e que se encontra fora da VLL provavelmente para todo o sempre. Ao mesmo a VLL deseja as melhores e abre as portas para qualquer eventualidade, mesmo depois de tudo o que o mesmo fez.

Lousada levanta-se.

Lousada: Agora se me permitem… continuem o evento da melhor forma, que eu tenho mais que fazer.

***

A câmara foca a sala de treinos do Pavilhão, onde Alexander Randall, lutador que se irá estrear hoje contra Jorge Gante, está a treinar biceps com um par de halteres enormes. Jack Neville, o seu manager, observa-o calmamente, sentado numa cadeira de aço a cerca de meio metro do pupilo.

Neville: I've got to say Randall...you impress me every goddamn time that I see you train.

Randall faz uma última repitação, levantando os pesos até estes quase tocarem nos seus peitorais massivos. A sua cara, vermelha, transpira intensidade. Feita esta última repetição Randall deixa cair os halteres no chão. No momento da queda ouve-se um estrondo enorme.

Neville: You won't only beat that Gante guy, you'll absolutely manhandle him. You'll send a message.

Randall exibe um sorriso arrogante e olha para Neville.

Randall: Don't you understimate me Jack...I won't do that only today, I'll do it whenever I enter that ring. Trust me.

Neville devolve o sorriso a Randall, este volta a pegar nos pesos e começa a fazer mais uma série de biceps. A imagem começa a desvanecer até ficar negra.

***

Luís: Daqui a pouco teremos a estréia de Alexander Randall!

Surge Trincão na rampa, tirando o seu casaco atirando-o para o chão. Vemos o mesmo a entrar no ringue com um microfone em punho. O mesmo entra sem música e rapidamente começa a falar.

Trincão: Se o Orzan tem direito a pedir combates de desafio aberto eu também tenho!! É uma vergonha esta federação de merda, não me dão combates, nunca apareço! Sou um lutador de classe superior que é melhor que qualquer um destes merdas!!

O público ofende Trincão e enxovalha-o com cânticos em relação ás suas capacidades como lutador.

Trincão: Portanto! Estou aqui mesmo a fazer um desafio aberto a qualquer lutador que esteja presente no backstage, na arena, na audiência. Estou-me cagando! Quero lutar!

Trincão larga o microfone e olha para a rampa provocando o seu eventual adversário.

Após um grande compasso de espera... A arena de repente fica toda negra.

Trincão: Estou-me a cagar, se não me pagam a conta da luz! Até ás escuras venço qualquer cabrão que me aparecer à frente! Sem regras, sem desqualificações, sem contagens!

A arena fica completamente escura ouvindo-se apenas a música Annihilator - Allison Hell durante vários segundos.

De súbito, a luz volta com o som de um trovão e vemos Lasombra no ringue a aparecer por trás de Mauro Trincão perante o delírio do público, uma das maiores reacções de sempre de uma plateia da Vanguarda da Luta Livre.



Beja: Oh meu deus! É Lasombra! Lasombra voltou à Vanguarda da Luta Livre! Não viamos Lasombra há meses!

Luís: Estou sem palavras!!!


Mauro Trincão olha para trás algo sorrateiramente e em algum pânico larga o microfone para o chão. Lasombra permanece imóvel por trás dele e Mauro Trincão de súbito ouve a campainha tocar e o combate começa. Trincão acena com a cabeça e vira-se para trás a tentar dar um soco em Lasombra que bloqueia de imediato e que altera a sua expressão passiva para uma expressão de fúria. Lasombra começa a socar violentamente Mauro Trincão que de imediato cai no chão. Lasombra está em cima dele a socá-lo na cabeça como se não houvesse amanhã. Lasombra faz um Elbow Drop mesmo na garganta de Trincão que passa enormes dificuldades.

Vemos Lasombra a levantar-se rodando a cabeça para tirar o cabelo da frente dos olhos de forma algo assustadora, Lasombra agarra Trincão pelo cabelo, aplica-lhe uma joelhada na cara, vai ás cordas... Dropkick perfeitamente executado. Lasombra não procura a contagem, Trincão não oferece resistência, Lasombra planta-o com um DDT e vai fora do ringue buscar algum tipo de arma. Lasombra tira uma cruz de metal como que uma das cruzes das lápides dos cemitérios mas só que esta estava debaixo do ringue! Lasombra cerra os dentes em grande sofrimento ao agarrar a mesma...

Lasombra começa a roçar a ponta da cruz na testa de Mauro Trincão fazendo-o sangrar abundantemente. Lasombra então começa a ver o sangue a escorrer da testa de Trincão e com a mão usa o sangue de Trincão para o passar na cara, misturando-o com a sua habitual tinta que usa na cara. Lasombra fecha os olhos e acerta um golpe com a cruz mesmo na nuca. O cenário está a ficar feio, muito feito mesmo. A câmera filma a cara das pessoas chocadas com o que está a contecer vê-se inclusivé crianças a chorar na audiência agarradas aos pais.

Lasombra volta a colocar uma cara algo passiva e agarra Trincão... Novo DDT. Trincão está completamente insconsciente. Lasombra vai debaixo do ringue e tira um saco com píoneses e espalha-os no chão do ringue... Ele pega em Trincão perante um árbitro horrificado que lhe implora para terminar o combate... Lasombra diz que sim ao árbitro... DROP OF BLOOD em Trincão nos píoneses!!! 1...2.....3!


Raquel Jacob: O v..v..vencedor.... Lasombra.

Beja: Acabamos de assistir a quase um homícidio em directo.

Luís: Não sei bem que consequências isto terá... Mas parece que Lasombra não terminou ainda.

Vemos Lasombra a tirar uma cruz de madeira enorme debaixo do ringue e a colocá-la apoiada na parte de fora de um dos lados do Ringue... O árbitro vem tentá-lo parar e ele ameaça o árbitro que foge para o backstage. Lasombra tira uns pedaços de arame farpado que pelos vistos já haviam sido premeditadamente colocados debaixo do ringue. Lasombra agarra em Trincão e começa a atá-lo à Cruz pelos pulsos com arame farpado. Trincão berra de dor e de sofrimento. Lasombra ata também os pés de Trincão à cruz com arame farpado e colocá-lhe uma coroa de arame farpado na cabeça perante Trincão que desmaia por perda de sangue.

Lasombra pega então na cruz com Cristo com que já havia atacado o seu adversário e atinge-o duas, três, quatro vezes na cabeça. A arena escurece e fica em tons de roxo, vemos Lasombra com o cabelo a tapar-lhe os olhos e um Mauro Trincão... Crucificado. As reacções na arena são de revolta para com a atitude de Lasombra, muita gente agarrada à cara ou com as mãos à frente da boca em lágrimas.

Lasombra senta-se a olhar para Trincão crucificado e surgem alguns polícias para tentar prender Lasombra com Lousada a dar-lhes ordens. A arena fica completamente negra durante vários segundos e tanto Lasombra como o crucificado Trincão desaparecem.

A imagem surge então no escritório de Santiago Guerreiro que está a ver tudo o que aconteceu na televisão do seu escritório. Vemos Santiago Guerreiro esboçar um sorriso e a imagem desvanece.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 22 Jan 2014, 13:13


Gante caminha até ao ringue a cambalear. O lutador parece estar meio perdido, de olhos vazios, apoiando-se ao ar como se tivesse encostado a barreiras, parece estar sobre o efeito de drogas pesadas. Lentamente sobe ao ringue e senta-se no tapete, enconstando-se a um canto com o mesmo ar perdido. O staff á volta do ringue parece olhar para o lutador de uma forma estranha. Raquel Jacob até demorou a fazer a sua apresentação.

Raquel Jacob: Este combate está marcado para uma derrota. Já no ringue, vindo de Lisboa e pesando 99 quilos... Jorge Gante!

Beja: Mas o que é que se passa com Gante hoje?

Luís: Eu prefiro não comentar aquilo que eu acho.

Beja: Também não podemos ser cegos, até o público já reparou que se passa algo.


Raquel Jacob: E vindo de Swansea, Wales no Reino Unido, acompanhado do seu manager Jack Neville...Alexander Randall!

Randall entra no ringue confiante, Neville fica de fora a rir-se da disposição de Gante enquanto a campainha toca marcando o inicio do combate.


O oficial deste combate é David Peralta. Gante continua sentado no chão. Randall olha o mesmo com um ar de desprezo enquanto pergunta a Neville lá fora o que se passa. Neville limita-se a acenar ao mesmo para ir lá e pegar em Gante. O oficial do combate chega primeiro pronto para finalizar o combate por um dos lutadores não estar em condições, mas Gante empurra o mesmo e começa lentamente a levantar-se, olhando para Randall e rindo-se. O inglês limita-se a correr contra Jorge Gante aplicando-lhe uma running clothesline com um impacto enorme, fazendo Gante quase dar um mrotal a meio do ar, embatendo no tapete com violência.

Randall levanta Gante do chão que parece um saco de batatas. O Inglês começa a aplicar um bear hug e Gante parece nem responder de volta, ele parece apagado já, os seus olhos semi cerrados, saliva a escorrer da boca do mesmo e os seus braços caídos sem energia. Randall com facilidade levanta Gante no ar e aplica o seu Elevated Powerbomb colocando-se logo em cima de Gante com um sorriso confiante enquanto grita para o público "You're welcome mate!". David Peralta começa a contagem ainda com um ar estranho...1.....2........3! Randall ganha em menos de nada com uma dominância incrivel sobre um Gante completamente perdido e fora de si.


Raquel Jacob: E o vencedor deste combate...Alexander Randall!

Beja: Mas que vergonhoso por parte de Gante...

Luís: Isto não fica assim, suponho eu.

Toca a faixa da Vanguarda e Santiago Guerreiro encontra-se já na rampa de microfone na mão.

Beja: E aqui está o patrão...

Luís: Eu já sabia que não ficava assim.

Guerreiro: O que o Senhor Gante fez hoje perante a plateia da Vanguarda e perante a minha pessoa foi uma performance em tudo vergonhosa! É triste ver alguém cuspir numa federação de alto calibre como a nossa, perdendo semana após semana, e ainda ter o descaramento de chegar neste estado aos nossos ringues oficiais. O Senhor Gante encontra-se a partir deste momento efetivamente fora da Vanguarda sem direito a indeminização e uma equipa de oficiais da lei espera-o lá fora para prestar as devidas análises.

Luis: Brutal! Nosso chefe é o melhor!

Beja: Foi simples e justo, Gante não correspondeu as expectativas!  

Guerreiro: Senhor Neville, Randall, os meus parabéns pela exibição dominante e pela demonstração de força. Gante, sai do ringue, já não tens nada a fazer neste Pavilhão ou nesta empresa, desaparece.

VAI-TE EMBORA!!! VAI-TE EMBORA!!! VAI-TE EMBORA!!!

Beja: O público está doído...o Gante nunca foi dos lutadores mais queridos por aqui.

Luís: E neste caso têm razão, o tipo provou ser um fiasco.

Beja: Dizes isso depois de todo o tempo de vassalagem que lhe prestaste..

Gante vai a cambalear agarrado à coluna até ao topo da rampa, onde Guerreiro lhe aponta literalmente a porta de saída. Gante desaparece e Guerreiro vai atrás dele. Entretanto, Jack Neville juntou-se a Randall no interior do ringue. O antigo companheiro de Gunn tem um microfone na mão.

Luís: Vamos ver o que o melhor manager da VLL tem para nos dizer.

Neville: Meus amigos, se estão contentes pelo despedimento do Gante, então deviam agradecer a este homem aqui ao meu lado, que o mandou embora da VLL, assim...

Neville estala os dedos. Quase ninguém do público reage às palavras do inglês, ouvem-se apenas uns poucos apupos.

Neville: Não? Bem, não podia esperar o contrário. Não podia esperar que vocês sequer fizessem sentido. Já estou aqui em Portugal há tanto tempo que já devia prever. Vocês não são propriamente os melhores a reconhecer talento, não são o público mais inteligente, se vos dessem merda às colheres e dissessem que era remédio provavelmente acreditariam.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH!!!

VAI PARA O CARALHO NEVILLE!!!

PORTUGAL!!! PORTUGAL!!! PORTUGAL!!!


Neville: Assim já reagem, não é? Uma pessoa desrespeita uma única vez e caem em cima dela dessa maneira. Mas então e eu? E vocês a mim, não me desrespeitam?! Não me desrespeitam a mim, que sou o homem que, sozinho, está a garantir que os maiores talentos do Reino Unido neste desporto venham para Portugal?! Não?!

BUUUUUUUUUUUUUUUH!!!

Beja: O Neville está a gostar de acossar o público...

Luís: A verdade dói, Beja, a verdade dói..

Neville: É isso, apupem-me, falem mal de mim, olhem-me de lado. Já estou habituado, já estou habituado a que não reconheçam o meu talento ou o dos meus protegidos. Nos bastidores desta empresa já aconteceu a mesma. Aconteceu durante meses com o Kevin Gunn, o homem que, apesar disso, conseguiu dar-vos o melhor combate do ano! Mas agora..? Agora será diferente.

Neville sorri arrogantemente. O público continua a apupá-lo mas é claro que ele não se importa com tal facto.

Neville: Well done mates, scream your lungs out, I don't bloody care...and you know why?

FUCK OFF NEVILLE!!! FUCK OFF NEVILLE!!!

Neville: Porque ao meu novo cliente é impossível simplesmente olhar de lado, ignorar. Podem desrespeitar-me a mim, podem desrespeitar este homem...mas à sua força? Às suas capacidades naturais?! Não, a isso não poderão ficar indiferentes. Porque o que aconteceu aqui hoje foi só um cheirinho. E muito, mas muito mais está por vir...Porque como puderam concluir pelas palavras do Senhor Guerreiro, agora sim, o talento de um dos meus clientes é apreciado...e isso é o que basta porque o resto ele cumprirá com distinção. Venha quem vier, cairá aos pés de Alexander Randall, e então vocês respeitarão “A Besta de Gales” e o seu manager...Jack Neville.

Beja: O Neville não para de vangloriar o seu novo cliente, mesmo que este tipo não seja assim tão bom, ele está a fazer parecer que o é...

Luís: Ele é assim tão bom, Beja. Provou-o hoje e continuará a prová-lo, tal como o Jack disse. E se eu fosse a ti ficava com essa boca bem caladinha...parece-me que o Neville está-se a fartar dos desrespeitadores.

***

A câmara foca Lobo e Mayhem caminhando nos corredores dos bastidores do Pavilhão. Ambos estão com o equipamento que usavam nos seus tempos de equipa: o mesmo estilo de calças de tropa e botas que Lobo habitualmente usa nos seus combates e camisolas de manga curta pretas, que ficam justas ao corpo.

Lobo: Não tinhas que assinar contrato, velho. E muito menos nas minhas costas.

Mayhem: Daniel, o contrato que tinha limitava-me no meio disto tudo. Para além do assunto do Fragas és um alvo do Martins e, sobretudo, do Lousada. Eu não fiz o que fiz para ter mais destaque ou para procurar títulos aqui, fi-lo porque não me posso remeter a ficar no teu canto à espera que as coisas corram pelo melhor.  Esta história não vai acabar hoje, como o Fragas disse. Isso está na cara.

Lobo: Tu não vais me poder proteger as costas para sempre, Mayhem.

Mayhem: Eu sei. Mas de qualquer forma, hoje é a tua vez de protegeres as minhas. Pára de te queixar.

Lobo sorri. Os dois passam uma esquina nos corredores e deparam-se com três seguranças, dois deles atiram-se imediatamente para cima de Lobo agarrando-o.

Lobo (gritando enraivecido, esforçando-se para se soltar dos seguranças): Larguem-me caralho, que é que vocês estão a fazer?!

O terceiro segurança, o mais alto e corpulento, aproxima-se de Mayhem, que se coloca em posição de defesa.

Segurança (numa voz rouca): O Sr. Lousada não quer ninguém junto do ringue, é um combate um contra um, e ele não quer distracções ou interferências. Apenas um combate, nada mais.

Lobo (gritando enraivecido): Esta merda é um plano do Lousada, velho, não o oiças!

Segurança (falando com Mayhem): Nós não faremos mal ao teu amigo, o Sr. Lousada ficaria comprometido se assim o fizéssemos.

Mayhem olha para trás, para Lobo que se continua a tentar soltar dos seguranças, mas sem sucesso. Depois volta a olhar para o segurança maior e sorri na sua cara.

Mayhem: O Sr. Lousada que não se preocupe, eu sei-me defender sozinho.

Mayhem dá um encontrão ombro com ombro no segurança e continua o seu caminho.

Lobo (gritando enraivecido): Que é que 'tás a fazer?! Isto é uma armadilha para ti, Mayhem!

O segurança corpulento aproxima-se agora de Lobo, que se continua a abanar, fazendo tudo o que pode para se soltar dos braços dos outros dois seguranças.

Lobo (gritando enraivecido): Mayhem, caralho! Não sejas parvo!

A câmara foca Mayhem em primeiro plano e ao fundo Lobo a continuar tentar livrar-se dos seguranças.

Lobo (gritando enraivecido): Larguem-me seus cães! Larguem-me!

***

Beja: Que raio..?

Luís: Acho uma excelente medida do nosso Supervisor-Geral, vamos limitar as coisas ao que acontece dentro do ringue. Ter o Lobo no exterior do mesmo é pedir problemas.

Beja: Luís, tu sabes muito bem que tanto o Lobo como o Mayhem não interferem nos combates um do outro. Já o viste aqui na VLL, ainda no passado dia 11, nem nos períodos em que o Martins pareceu ter o combate ganho o Mayhem fez algo que ajudasse o Lobo.

Luís: Até um dia, Beja. O Lousada é um homem precavido, sabe o que faz. Para além disto, estes dois são um par de arruaceiros, desde o primeiro dia cá que andam a semear o caos, alguém tem que os meter na ordem.

Beja: O que me parece, Beja, é que o nosso Supervisor-Geral quer prolongar toda esta rivalidade...Evitar que ela acabe hoje, como o Fragas sugeriu no seu vídeo. Ele sabe as audiências que tudo isto dá.

Luís: Então que seja, Beja. Melhor para os nossos bolsos.

Beja: Bem, passemos ao que interessa...veremos se isto será verdadeiramente um combate de um contra um.

Raquel Jacob: Este combate está marcado para uma derrota, e apresentando primeiro, com o peso de 102 quilos, ele vem directamente da Cela 88 da Prisão do Linhó...ANÍBAL FRAGAAAAAAAS!!!


Luís: E cá vem ele pelo público, o homem mais original da VLL, uma contratação toda ela com a mão do nosso grande Supervisor-Geral.

Beja: Um homem polémico com uma vida polémica...E que recebe os apupos do público como se nada fossem. São poucos os que o apoiam, são poucos os que o percebem, mas quem o entende, adora-o. E há sempre uma pequena parte do público grita pelo seu nome por onde quer que vamos.

Luís: E esses são os que realmente percebem desta modalidade, Beja.

Raquel Jacob: E o seu adversário, pesando hoje 122 quilos...MAYHEEEEEEM!!!

Faz-se um pequeno impasse em que Mayhem não aparece...


Luís: Como podes ver, cá vem o Mayhem, sozinho mas sem um arranhão, pronto para o combate. Tudo justo.

Beja: Vejamos se durante o combate também será assim...


A árbitra é Adelaide Rodrigues, que inspeciona os dois lutadores sem encontrar nada ilegal e manda soar a campainha.

Mayhem convida de imediato Fragas para um teste de forças e este não o recusa, apesar dos vinte quilos a menos. O gigante atira o presidiário para longe exibindo a sua força, mas este levanta-se de imediato e parte para um novo teste de forças. A meio do teste Fragas ataca o joelho de Mayhem fazendo com que este o largue e segue com murros na cara do amigo de Lobo. Fragas envia Mayhem para as cortas, espera por ele...e Mayhem explode com uma Clothesline em cheio em Fragas! Imponente!

Mayhem levanta Fragas e atinge-o com um murro forte na cara, enviando-o de seguida para o canto com um Irish Whip, Mayhem vai a correr contra o canto...e esborracha Fragas com mais uma Clothesline! Mayhem agarra no braço do adversário, Irish Whip para o canto oposto, o gigante põe-se novamente em corrida...mas vai contra o pé de Fragas! Fragas a levantar o pé bem alto e a acertar em cheio na cabeça de Mayhem!

Mayhem vira-se de costas para Fragas, agarrado à cara, e o presidiário aproveita para sair do canto. Mayhem vira-se de novo para Fragas, que o recebe de imediato com um pontapé na zona do estômago e...DDT por parte de Fragas! Fragas vai rapidamente para o assentamento de espáduas...1...Não, Mayhem safa-se com autoridade, atirando Aníbal Fragas de cima de si.

Fragas espera que Mayhem se levante, vai ganhar impulso nas cordas, vai a correr na direcção do parceiro de Lobo...mas este agarra-o num Bear Hug! Fragas grita de dor enquanto Mayhem lhe aperta as costelas. O rosto está vermelho tal a sua intensidade...e Adelaide Rodrigues pergunta a Fragas se este quer desistir. Fragas diz que não por entre os gemidos de dor. E Fragas acerta com um murro na cara de Mayhem...e outro, e outro...e agora uma cotovelada! E mais uma! E Fragas começa a descarregar murros e cotoveladas na cara de Mayhem até que este acaba por o largar!

Fragas vai novamente às cordas, ganha velocidade e...Running Yakuza Kick em Mayhem! Mas este consegue manter-se de pé! Incrível resistência de Mayhem, que no entanto ficou com as pernas bambas e cambaleia para trás! Fragas vai novamente às cordas, volta a ganhar velocidade...mas Mayhem consegue responder com um Spinning Spinebuster! Fragas contorce-se com as dores na coluna! Mayhem vai para um assentamento de espáduas rápido...1...2...

Fragas levanta o braço e salva o combate! Mayhem mete Fragas de pé...e este começa de imediato a atacá-lo com joelhadas no abdómen...Reverse STO de Fragas em Mayhem, a plantá-lo de cabeça! Agora é Fragas que vai para o assentamento de espáduas...1...2...não! Mayhem safa-se! Fragas atinge a nuca de Mayhem com um par de socos antes de o levantar. Fragas continua a sua ofensiva com joelhadas no corpo de Mayhem, passa agora para um soco que acerta em cheio no rosto do parceiro de Lobo!

Fragas vai para um segundo soco...Mas Mayhem bloqueia-o! E agora é a vez de Mayhem desferir um soco fortíssimo na cara de Fragas! E um segundo! Mayhem não perde tempo e coloca Fragas em cima dos seus ombros em posição de Fireman's Carry! E deixa-o cair em cima do seu joelho, Gutbuster! Fragas agarra-se ao estômago e rebola pelo ringue, contorcendo-se. O veterano parece cansado neste combate intenso e arrasta-se até Fragas depois desta manobra, vai para um assentamento de espáduas...1...2...Não Fragas consegue salvar-se!

Mayhem pega em Fragas e atira-o autenticamente para um canto. Mayhem dá um murro na cara de Fragas, que parece fragilizado depois da ofensiva do gigante. Mayhem levanta as pernas de Fragas e coloca-as na segunda corda. O veterano parece estar a relembrar-se dos seus tempos de lutador hardcore em que se habituou a arriscar o próprio corpo. Mayhem sobe também ele para a secunda corda e continua a esmurrar Fragas.

Mayhem coloca o seu braço à volta da cabeça de Fragas, parece que vai para um Superplex...mas Fragas esmurra as costelas de Mayhem, tentando evitar o desastre. Mayhem larga Fragas e dá-lhe um murro, mas este não se deixar ficar e responde ele próprio com um murro. E outro e outro...e outro! Fragas esmurra livremente Mayhem para se tentar manter dentro do combate...e atinge Mayhem com uma cabeçada forte que faz com que o gigante perca o equilíbrio e caia!

Diving Double Foot Stomp de Fragas! Fragas a esmagar o estômago do caído Mayhem! Fragas vai cambaleando até ao canto oposto agarrado ainda ao abdómen, o tronco de Fragas já foi bem atacado neste combate. Fragas agarra-se às cordas e espera que Mayhem reaja. O amigo de Lobo está também ele agarrado ao estômago depois do último ataque de Fragas. Fragas acossa Mayhem, o público tenta puxar pelo gigante e apupa Fragas ao mesmo tempo...Mayhem está de joelhos, Fragas vai a correr...

A Grande Penalidade! Que pontapé de Fragas, em cheio no crânio de Mayhem! Que estrondo! Fragas vai de imediato para cima do gigante e prende-lhe a perna, assentamento de espáduas, Adelaide Rodrigues vai para o chão...1...2...3!


Raquel Jacob: E o vosso vencedor...ANÍBAL FRAGAAAAAAAAAAAAAAAAAS!!!

Luís: Ora aqui tens, uma excelente performance de Aníbal Fragas. O que tens a dizer, Beja?

Beja: Que foi um excelente combate, Luís. E que apesar do tempo de inactividade o próprio Mayhem apresentou um nível muito bom, a sua força está toda lá. Mas o Fragas...QUE RAIO É AQUILO?!

Luís: É O LOBO!!! Ele empurra um dos seguranças para o topo da rampa! Isto não é possível? Onde é que estão os outros?!

Beja: O segurança corre na sua direcção mas apenas para apanhar em cheio com Bicycle Kick de Lobo!

Luís: O que é que este arruaceiro fez?! Como é que ele se livrou dos seguranças?! Eles eram três, porra!

Beja: Seja de que maneira foi, ele conseguiu. E parece que quer já partir para a próxima briga, ele apenas vê o o seu companheiro caído e o Fragas a convidá-lo a entrar no ringue! O público vibra, toda a gente quer ver isto a acontecer!

Luís: Isto não pode ser!

Beja: Lobo corre para dentro do ringue e ele e Fragas entram logo numa troca de socos! O público vai ao delírio! É hoje que a questão entre estes dois pode acabar, tal como o Fragas pediu!

Luís: Cá vem Gabriel Martins! Alguém para pôr o Lobo nos eixos!

Beja: Não, porra, deixem estes homens resolver o que têm a resolver entre eles!

Luís: Martins entra para dentro do ringue e tira Lobo de cima de Fragas, assim é que é, rapaz!

Beja: Mas é o próprio Fragas que dá um soco em Martins, ele não quer que este se meta!

Luís: Que é que se está a passar?!

Beja: Martins parece também não estar a perceber! E Mayhem já se conseguiu levantar e é ele que se atira para cima do ex-jornalista para impedir que este se intrometa entre Fragas e Lobo!

Luís: É o caos no ringue, alguém que faça alguma coisa para controlar isto!

Beja: Que maré de seguranças a aparecer pela rampa abaixo!

Luís: Sim, sim! Agarrem-nos!

Beja: Fragas e Lobo lutam para poder chegar novamente um ao outro, mas cada vez que se conseguem soltar de um segurança, aparece outro!

Luís: Isto não pode ser assim! Pessoal, vamos ter que fazer um intervalo enquanto esta situação se regularize, isto é o caos na terra!
***


Última edição por vlladmin em Qua 22 Jan 2014, 21:59, editado 1 vez(es)
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Mensagem por vlladmin em Qua 22 Jan 2014, 13:32

Luís: Acabamos de ser informados, durante o intervalo que na próxima semana teremos um Aníbal e Martins contra Lobo e Mayhem!

Beja: Mal posso esperar para ver isso, mas agora teremos uma decisão importante relativamente ao rumo do título da Vanguarda


Raquel Jacob: Esse combate é de uma derrota e é pelo posto de candidato principal ao título da Vanguarda! Primeiro vindo do Rio de Janeiro Brasil, pesando 128 quilos, Antonio Andrade!

BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO/YEEEEEEEEEEAHHHH

Beja: Grande oportunidade para Antonio Andrade aqui! Vencendo Fuinha finalmente terá sua “one-on-one” com Petrov pelo título da Vanguarda.

Luis: Se vencer será o novo campeão da Vanguarda, Petrov está morto!

Beja: Nunca subestimes o Petrov...

Luis: É o campeão mais sortudo que nós temos, até mais que o Vinícius!


BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Raquel Jacob: E seu oponente, pesando 91 quilos, vindo de Alfama, Lisboa! Arsênio Fuinha!

Beja: Sem os Deluxe!

Luis: Será o combate de duas pessoas honradas!

Beja: Menos, o Arsênio não tem honra alguma, já o Antonio tenho lá minhas dúvidas...

Luis: Arsênio sabe o que faz, e Antonio é boa gente, não é porque é primo do Vinícius que não presta...

Beja: Tu vives em outro mundo.

O árbitro para esse combate é Afonso Martins. Antonio e Fuinha começam o combate se estudando muito, ambos rodam pelo ringue, vão para uma rápida hold e Fuinha vai ao chão. Rodam mais uma vez, porém dessa vez é algo mais equilibrado, porém Fuinha vai de novo ao solo. Fuinha, revoltado sai do ringue para se reagrupar. Antonio fica parado no centro do ringue e espera a volta do português.

Fuinha volta ao ringue e é recepcionado por um Big Boot! Antonio vai para a cover, mas antes do dois Fuinha já se levanta. Andrade tenta nova ofensiva, mas Fuinha é mais rápido e aplica um Neckbreaker em Andrade, vai para a cover, 1-2, 2,2! Andrade sai bem antes do três. Os dois sorriem e voltam a rondar.

Andrade vai para o hold, mas Fuinha escapa e aplica, duas closthelines em seguida, Andrade está no chão novamente, mas Arsênio espera Andrade se levantar e aplica um Spining Side Slam. 1.... 2... 2,5! Fuinha não acredita e dá vários socos na cabeça de Andrade até que o árbitro os separa. Fuinha aperta Andrade de maneira forte com o seu Ankle Lock, fica pressionando com força a manobra e Andrade urra de dor! Mas Fuinha é persistente, porém Andrade reverte e joga Fuinha pra longe.

Andrade vai em cima de maneira precipitada, depois hesita e acaba levando um Big Boot potente e depois um Elbow Drop! Fuinha olha para o público de maneira enojada e leva uma sonora vaia, mas depois vai para a cover. 1... 2... 2,5! Nada feito! Andrade resiste bravamente!

Andrade se levanta devagar, mas é pego por um Powerslam fortíssimo! Agora sim, não tem mais jeito, é para vencer! 1... 2... 2,7! Nada disso! Andrade não quer mesmo perder, está a agüentar de tudo nesse combate. Fuinha olha para os lados e começa espernear e reclamar com o árbitro, o verdadeiro professor está irado!

Arsênio sinaliza que vai tentar o finisher! “Sumário”é o nome que ele dá ao High Impact Elbow Smash! Vai em direção a Antonio, mas esse o agarra com a mão direita no pescoço de Arsênio! O brasileiro aplica um chokeslam potente e chama o público para o lado dele, e tem reação parcial, mas recebe vaias!

Antonio está on-fire, e aplica alguns moves muito fortes, primeiro um potente Powerslam, depois um forte Running DDT e por último um destruidor Firemans Carry Sitout Powerslam! Chamado de Cult Of Hell! Cover, 1... 2... 2,8! Nada disso, nada disso! Fuinha sobrevive, não vai ser dessa que o membro dos Deluxe sai da rota do título da Vanguarda!

Antonio não se abala e com muita velocidade derruba Fuinha com um takedown forte e aplica várias cotoveladas no rosto de Fuinha, mas antes de ser separado, o ex-campeão da Vanguarda aplica um Sharpshooter (Intelligent Shooter)! Fuinha vai desistir! A pressão é muito forte! Antonio pede pro árbitro perguntar a Fuinha se ele quer desistir!

Afonso Martins questiona Fuinha, mas ele se mantém firme! Os dois estão longe das cordas! Fuinha se arrasta aos poucos, mas Andrade mantém a pressão e Fuinha grita de dor. Parece que está a ser uma tortura! Fuinha se arrasta um pouco, e mais um pouco e mais um pouco! Chega finalmente as cordas e o árbitro os separa depois da contagem até 4!

Fuinha tenta se reagrupar, mas Antonio o derruba e vai para o braço de Fuinha, monstruoso! É um Armbar potente! Chama isso de Grief Of Stereotype! Fuinha parece não agüentar a pressão no braço esquerdo! Ele está perto das cordas, mas deve bater em desistência, a dor é insuportável! Mas não! Ele faz um último esforço e chega as cordas, mas Andrade o arrasta para o meio, porém o Fuinha sai da posição, mas Andrade mostra forte jogo de solo, e já encaixa o seu Pain Of Ignorance! Figure 4 Leglock!

Agora Fuinha sente a dor nas pernas! Se ele não desistir agora, não desiste nunca mais! Fuinha está demasiado concentrado em ser campeão da Vanguarda! É muita raça do ‘Verdadeiro Professor’! Fuinha chega de novo as cordas! Inacreditável! Andrade fica boquiaberto com a força de vontade de Fuinha!

Andrade vai em busca de contato físico, e chuta várias vezes a perna direita de Fuinha, e aplica outro Chokeslam! Andrade espera Fuinha se levantar! É IntelectualDriver chegando! Arsênio se levanta! Lá vai Andrade! Fuinha escapa e aplica um Spinebuster! Andrade vai para o chão, mas sai do ringue, dessa vez é a vez de Fuinha ficar parado, esperando por Andrade!

Árbitro começa a contar! 1! Andrade olha para Fuinha que o chama pro combate! 2! Andrade sorri para Fuinha! 3! Andrade faz menção de voltar! 4! Andrade volta a se afastar! 5! Andrade sorri mais uma vez e Fuinha o chama de covarde! 6! O público começa a vaiar Antonio! 7! Antonio olha, fala que não quer se gastar tanto assim, que um título secundário não vale tanto esforço, e resolve sair de vez, vai embora, deixando Arsênio e todos bastante perplexos! 8! 9! 10! Vence Arsênio Fuinha!


Raquel Jacob: O vencedor do combate e novo candidato principal ao título da Vanguarda! Arsênio Fuinha!

Beja: O que foi que Antonio fez?

Luis: Se resguardou, o título da Vanguarda valia mais para Fuinha do que pro Andrade!

Beja: É o que parece, não gostei muito dessa atitude de Fuinha! Mas falando em título da Vanguarda, parece que um ex-campeão está a procura de um rival!

Luis: A caçada de Coelho a Verme continua!

***

Henrique Coelho caminha pelo backstage claramente irritado, empurrando todas as pessoas no seu caminho até chegar a um corredor onde de uma porta ao fundo vem o som da faixa de Verme. Coelho corre enfurecido pontapeanto a porta até esta abrir, lá dentro encontra-se tudo escuro.

Henrique Coelho: Mostra-te Verme! Mostra-te agora!

De um canto da sala aparece Verme, quase coberto pela escuridão, ele solta um grunhido e ambos se lançam um ao outro, socos e pontapés desferidos de ambos os lados até que Verme consegue agarrar na cabeça de Coelho e atira-lo contra a parede com violência. Coelho ainda esperneia e soqueia Verme no estomâgo fazendo-o cambalear para trás. O açoreano pega então numa cadeira e parte-a nas costas de Verme deixando este de joelhos a queixar-se momentaneamente.

Henrique Coelho: Grande monstro que saiste! Levanta-te agora, vá!

Para espanto de Coelho, Verme começa mesmo a levantar-se e fita Coelho, se a sua cara fosse visivel revelaria raiva enquanto este apanha um impulso tremendo quase saltando para cima de Coelho, aplica-lhe uma clothesline potente mandando Henrique ao chão, queixando-se do pescoço. Verme circula Coelho como um predador levantando-o de seguida e atirando-o contra umas caixas, partindo-as todas com o corpo do Açoreano.
Nisto aparece Liechenstein por trás da cena com um sorriso, batendo palmas e falando para Verme.


Liechenstein: Isto acaba aqui, destroi-o Verme, aniquila o seu ser patético e enfraquecido, nem a sua psicologia resistiu.

Verme berra alto pegando num cano de metal e começa a desferir golpe atrás de golpe em Coelho, da cabeça aos pés, o Açoreano berra de dor contorcendo-se no chão, sangue começa a escorrer na sua cara e o seu corpo é marcado em várias partes pelos golpes desferidos. O mascarado ergue a cabeça de Coelho, quase inconsciente, pelos cabelos, o sangue que escorre pela sua cara abundantemente pousando no peito e escorrendo para o chão. A criatura fita o Açoreano e deixa um riso alto fugir por baixo da sua máscara aplicando de seguida o seu golpe "Silêncio Mortal" durante vários segundos, o Açoreano inconsciente cuspindo sangue para a mão de Verme enfiada na sua garganta. Verme finalmente o larga deixando o homem cair no chão pálido, com um olhar vazio e ensanguentado. Seguranças e médicos vêm a correr enquanto Liechenstein fala para Verme.

Liechenstein: Acabou, já não és necessário, o verdadeiro julgador voltou...Podes finalmente dormir jovem, dormir, e sonhar...

Verme vira a sua cabeça para o lado de uma maneira aberrante enquanto caminha lentamente para fora da sala, seguido do Professor Liechenstein.

***

A imagem surge no ringue onde se vê o mesmo com uma carpete vermelha e uma mesa com um contrato lá no centro, com as devidas cadeiras e até mesmo um jarro com três copos de água.

Surge então Augusto Lousada a caminhar para o ringue perante uma reacção negativa dos fãs. O mesmo entra no ringue e pede um microfone. Lousada vai para começar a falar mas é interrompido por alguns impropérios vindos do público.


Lousada: Sim, sim, calem-se lá.

O público reage ainda mais negativamente. E Augusto Lousada decide tentar ignorar o mesmo.

Lousada: Senhores e senhoras, estou aqui neste ringue para colocar Darren Keane e Kevin Gunn a assinarem um contrato de não-agressão!

Lousada ergue o contrato.

Lousada: Em que consiste tal contrato? Simples. Kevin Gunn e Darren Keane assinarão aqui este pacto de não-agressão e serão oficializados como os candidatos principais aos Parceiros de Guerra! Em caso de agressão, não apenas perderão tal oportunidade como ainda o agressor será imediatamente despedido reservando-se a Vanguarda da Luta Livre em evocar justa causa.

O Supervisor Geral pousa novamente o contrato na mesa.

Lousada: Esta é mais uma das minhas grandes visões para esta companhia. Tenho a certeza que pegar nestes dos inimigos é b...


Darren Keane entra na arena com a sua Harley perante uma reacção extremamente negativo do público. Vemos o mesmo a chegar ao ringue, desligando a sua mota e subindo ao ringue, cumprimentando Lousada (algo chateado por ter sido interrompido) com um aperto de mão e pegando num microfone.

Keane: Então, Kevin Gunn. Parece que o insignificante te custou um combate pelo título e uma posição de candidato principal ao mesmo. E o que é ainda melhor é que agora para conquistares o ouro pela primeira vez na tua patética carreira dependes do... insignificante.

Vemos Darren Keane a pegar na caneta a sorrir bastante perante várias ofensas vindas do público.

Keane: Isto aqui, significa que nunca te poderás vingar de mim. Assinando isto, nunca mais me poderás tocar. Portanto...

Darren Keane assina o contrato e larga-o para cima da mesa.

Keane: O insignificante acabou de levar a melhor. Anda cá Gunn, assina o contrato e vamos ser campeões juntos!

O irlandês ri-se bastante.


O público reage efusivamente. Kevin Gunn vem com bastante intensidade entrando para o ringue com soqueira em punho perante um Lousada que de imediato o impede. Vemos Keane atrás de Lousada a provocar Gunn.

Keane: Queres bater-me Gunn? Anda lá. Acerta-me com essa soqueira mesmo aqui.

Darren Keane aponta para o queixo e Kevin Gunn consegue tirar lousada da frente, agarrando o seu microfone.

Gunn: Tens razão Keane. És insignificante... e também burro. Sei que terei de assinar este contrato para finalmente ter uma oportunidade de ter o ouro à minha cintura. É algo que eu desejo e que sempre sonhei. Terei de pagar um preço em relação a isso e não tenho escolha senão ter de assinar isto por imposição de Lousada e Guerreiro.

Kevin Gunn faz uma paragem e ouve o público a vaiar.

Gunn: Só que a parte que te esqueceste é de que... Eu não assinei nada... ainda.

Kevin Gunn de súbito aproxima-se de Keane e acerta-lhe um soco com a soqueira mesmo na zona do queixo plantando Keane no chão perante um público em delírio e um Lousada a parar Gunn pondo-lhe o contrato à frente a exigir para que o mesmo assine.

Kevin Gunn larga a soqueira para cima de Darren Keane e assina o contrato de não-agressão e de candidato principal com o mesmo Keane aos títulso dos Parceiros de Guerra.

Gunn: Keane. Isto não é nada. Um dia... Terei a minha vingança. Mas falando em vingança... DeLuxe. Vocês são os primeiros na fila. E comecarei por vos tirar os únicos títulos que o vosso grupo tem... Os Parceiros de Guerra. A vingança vai ser servida... E de uma forma que apenas os ingleses conseguem.

Keane completamente combalido a tentar levantar-se com ajuda das cordas.

Lousada: Vocês os dois já tiveram o vosso festim, altura de rolar o último combate da noite. Vocês os dois fiquem já aqui, enquanto isto é arrumado e eu vou embora. Depois deste curto intervalo vão lutar!

***


***

A imagem volta a surgir com os lutadores no ringue a olharem um para o outro.

Raquel Jacob: Esse é um combate de duplas de uma derrota! Primeiro, vindo de Londres, Reino Unido, pesando 93 quilos! Kevin Gunn! E seu parceiro, vindo de Belfast, Irlanda do Norte! Darren Keane!

Beja: Dupla do Reino Unido! A dupla mais disfuncional da VLL!

Luis: Futura dupla mais vencedora, esses dois têm agressividade e estilo...

Beja: O que vimos à uns minutos foi brutalidade pura!

Luis: Estou vendo história nascer!


Raquel Jacob: E seus oponentes! Primeiro, vindo de algum lugar desconhecido, pesando 95 quilos! Camaleão! E seu parceiro, vindo de São Paulo, Brasil, pesando 100 quilos! Felps!

Beja: Os dois se cumprimentam antes de ir para o ringue, dá pra sentir a sintonia dessa dupla.

Luis: Muita sintonia e pouca qualidade, isso que é a verdade.

Beja: Cala-te! Os dois são bons!

Luis: São! São! Claro que são, como o K-Myers e o Matt Thunder, entre outras grandes estrelas perdedoras que passaram pela VLL...

Camaleão e Felps entram no ringue começando e é decidido que Felps que vai começar o combate encarando Darren Keane.

Luis: Pobre Felps... Vai começar já apanhando...

Beja: Tu és tão parvo!


O árbitro dessa luta é Marcos Mendes.
Darren Keane começa rondando Felps, mas o brasileiro não está para brincadeiras e acerta um Bulldog no norte-irlandês! Vai para uma cover, mas Keane se safa antes do dois!

Felps vem com outra ofensiva, primeiro é um Dropkick e depois um Crosbody! Vai para a cover! 1! 2! Nada feito! Keane parece atordoado com o grande início de Felps! Felps tenta mais uma ofensiva com um chute na barriga! Keane se dobra e leva outro Bulldog! Felps vai para a terceira cover, 1! 2! Keane se safa e faz o tag para Gunn!

Gunn não gosta muito de entrar no combate nesse momento, faz menção de ir em cima de Felps, mas volta e faz o tag novamente em Keane e o manda terminar aquilo que começou! Felps emenda outro dropkick em Keane, Keane se levanta e leva um Spinebuster! Agora parece que vai! 1! 2! Gunn salva o combate, e volta para o seu córner! Felps vai para outra ofensiva, mas Keane o surpreende com um Lou Thesz Press!

Felps corre para fazer o tag a Camaleão, mas Keane o pega pelo pé e aplica um Sidewalk Slam! Vai para a cover, 1-2! Nada feito! Keane está bem firme! Keane aplica um Elevated Powerbomb! Vai para a cover! 1-2-2,5! Por pouco Darren Keane não vence a dupla de novatos.

Agora Keane continua com a pressão e aplica alguns European Uppercuts até Felps caiu no chão e depois disso aplicou uma seqüência, de Elbow Drop e Knee Drop! Cover! 1-2-2,5! Felps está em situação difícil e Camaleão pede ajuda ao público! Keane arrasta Felps até seu córner e faz o tag com Gunn.

Kevin Gunn aplica alguns pisões no corpo de Felps e passa para Keane, Darren continua o trabalho com pisões e passa para Gunn de novo! Gunn arrasta Felps para o meio do ringue, vai para a cover! 1-2! Felps se safa! Outra cover! 1! 2! Felps sai da contagem com ainda mais facilidade!

Gunn aplica vários socos na cabeça de Felps e o deixa de joelhos! Depois manda Felps se levantar e aplica um Backbreaker! Cover! 1! 2! 2,5! Gunn fala com Marcos Mendes para contar mais rápido e Marcos disse que sua contagem está normal! Gunn arrasta Felps até o córner e passa para Keane!

Keane aplica outros pisões e outros golpes no corpo de Felps, o brasileiro novamente é arrastado até o meio do ringue, cover! 1! 2! 2,7! Impressionante a resistência de Felps! Keane tenta o seu Brawl Slam (Vertical Side Suplex Slam)! Mas Felps reverte e aplica um potente Powerbomb! Felps e Keane se arrastam e ambos fazem um tag para Camaleão e Gunn!

Kevin Gunn e Camaleão entram com tudo, mas Camaleão é mais rápido e aplica vários Closthelines! Depois aplica o Backbreaker igual ao de Kevin Gunn! Vai para a cover! 1! 2! 2,2! Nada feito! Gunn sai da contagem bem antes! Camaleão não desiste e aplica um Enziguri! Vai para a cover! 1! 2! Não vence! Gunn está muito bem! Mas Keane sinaliza que vai para o London Calling (Regal Plex)! Manobra especial de Gunn! Mas Gunn escapa disso!

Gunn fica furioso e aplica um takedown fortíssimo em Camaleão e distribui vários socos no homem caído até ser contido pelo árbitro! Gunn aplica um Running Powerslam e depois um Snap DDT! Vai para a cover, mas Camaleão se safa! Camaleão aplica um Powerslam e depois um Snap DDT, e vai para a cover e Gunn se safa furioso!

Camaleão começa ficar furioso como Gunn, Gunn não gosta nada da imitação e vai para cima de Camaleão descuidado e acaba levando um Mushroom Stomp! Camaleão tenta outra cover, mas é outra nearfall! Combate emocionante! Camaleão sinaliza outro London Calling!

Ele vai em cima de Gunn, mas Gunn o joga para perto do córner e começa a castigar Camaleão e até aplicar o seu London Córner! Agora acabou! 1-2-2,9! Nada disso, Felps salva o combate, mas Keane entra no ringue e tira Felps de circulação pela terceira corda!

Gunn está perto de seu córner, espera Camaleão se levantar e é outro London Calling! Agora não tem mais jeito! Mas o que é isso? Keane faz o tag nas costas de Gunn antes de ele ir para a cover? Sim, sim! O árbitro manda Gunn ir para o seu córner e Keane entra! Camaleão ainda está no chão, cover, 1-2-3! Vitória para Gunn e Keane!


Raquel Jacob: E os vencedores são Kevin Gunn e Darren Keane!

Gunn entra no ringue e começa a discutir com Keane, não gostou nada daquele tag forçado, sabia que venceria o combate, e Keane começa a argumentar que eles venceram e os dois saem do ringue discutindo.

Luis: Grande vitória para a nova e mais excitante dupla da VLL!

Beja: Pois é, mas Gunn não gostou nada daquele último tag, também achei desnecessário!

Luis: Pode ser, mas o que importa é a derrota!

Beja: Verdade, bem, por hoje é só, até mais pessoal, até o próximo evento da VLL, ou seja, próximo Vanguarda! Dia 28 de Janeiro, último Vanguarda do mês!

Luis: Tchau!

A imagem desvanece e começam a aparecer os créditos.

***

Os créditos do evento são interrompidos para mostrar uma tela toda preta durante alguns segundos. De seguida vemos a seguinte informação “A seguinte mensagem é patrocinada por Jorge Mendes, responsável financeiro e legal de DeLuxe SAD.”

Depois de mais alguns segundos vemos Michel-Baptiste Bangalter com o seu título DeLuxe, como o mesmo intitula, na cintura a rondar a zona da Expo.


Michel-Baptiste Bangalter: Bem-vindos a esta zona de Lisboa, tão bela quanto qualquer outra. No entanto por aqui as luzes não são algo em falta, como noutras partes da cidade. Ainda assim nada comparável a Paris. Ai Paris…

O mesmo começa a divagar um pouco, mas rapidamente abana a cabeça voltando a realidade.

Bangalter: Bem, isto é uma mensagem um bocado em cima do joelho. Mas depois de tudo o que aconteceu nada mais faz sentido que ir para a guerra com as armas que temos. O Vinícius Nunes, o profano e irritante campeão Supremo, não me respeitou durante o evento de hoje e depois de vos mostrar esta beleza em forma de título…

O jovem francês obriga a imagem a focar o seu título.

Bangalter: Senti a necessidade extrema de vos colocar sobre a maior guerra que a VLL já viu. Esqueçam lá os Verno e certamente esqueçam a ADW! Foquem-se no vosso Vinícius Magnata! Esse mesmo que hoje perde um pouco da sua fortuna para um Árabe. Mas que lhe interessa isso?

Bangalter para junto a um banco.

Bangalter: Muito, visto que esse árabe, mais propriamente um grande investidor do Dubai, comprou algumas ações da empresa do Vinícius, que por motivos de publicidade não vou dizer em televisão, e simplesmente ofereceu-mas.

Bangalter tira o título da cintura.

Bangalter: DeLuxe que é DeLuxe pensa acima da plebe e caro e estimado Vinícius Magnata eu tenho muito mais do que tu podes algum dia ter, inclusive a cada dia que passa mais pobre ficas, nem que seja a nível sentimental… até ao dia em que eu te retirar esse título que tu consideras o teu bem mais precioso.

A imagem começa a desvanecer, enquanto Bangalter abre o guarda-chuva, começando a chuviscar um pouco, para seguir caminho para dentro da escuridão.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 37# (RTP2) - (21/01/14)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum