VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 30 Out 2013, 08:38


PAVILHÃO DA VANGUARDA DA LUTA LIVRE, LISBOA

COMBATE PRINCIPAL DA NOITE

VINICÍUS NUNES (c) vs. ANÍBAL FRAGAS - TÍTULO SUPREMO


*****

VERME vs. HENRIQUE COELHO
DIOGO LOURENÇO (c) vs. YURI PETROV - TÍTULO DA VANGUARDA
SOGUN MADDEN vs. DARREN KEANE
DELMAR BENTO & EUSTASS KID (c) vs. PHILLIP HUNT & MARCOS SANTOS - PARCEIROS DE GUERRA
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 06 Nov 2013, 07:11

A imagem apresenta em rodapé uma notícia a dizer que esta mensagem foi gravada minutos antes do programa começar. Na mesma vemos um indivíduo desconhecido para maior parte dos telespectadores da Vanguarda, no entanto o mesmo encontra-se com uma camisola do staff da federação. O mesmo é Pedro Padre, um dos médicos da Vanguarda da Luta Livre.

Pedro Padre: Boa noite a todos os telespectadores da Vanguarda. Apresento-me perante vós como Pedro Padre. Sou licenciado em Medicina e faço parte do departamento médico da federação, comandado por Roberto da Luz.

O mesmo faz uma pequena pausa.

Padre: O produtor executivo e supervisor-geral Augusto Lousada deu-me a tarefa de anunciar publicamente algo que provavelmente muitos de vocês já sabem, visto que os rumores foram avassaladores durante a tarde de hoje.

Pedro Padre faz nova pausa, parece sentir-se desconfortável.

Padre: Alberto Valente é acusado de ter drogado a mãe de Rob Este durante um período de tempo bastante alargado e de a ter colocado em sua casa durante todo esse tempo. A Vanguarda da Luta Livre não apoia esse tipo de atos como deve imaginar, mas também não se pode responsabilizar pela vida que os seus lutadores caso a mesma não interfira no trabalho. Sendo assim não podemos aplicar nenhuma sanção a Valente e temos apenas que esperar que o mesmo se responsabilize pelas suas ações. A justiça portuguesa fará o resto. Até lá Alberto Valente é lutador da Vanguarda da Luta Livre e irá enfrentar Rob Este na próxima semana… numa jaula de aço.

A imagem começa a desvanecer.

*****

Um vídeo com vários minutos é emitido. Este destaca os acontecimentos mais relevantes na última edição da Vanguarda, a vinte e nove. À beira da Vanguarda trinta, um dos eventos mais importantes da história da federação, o vídeo destaca os vencedores da passada semana. Num instante inicial vemos os melhores momentos do combate entre Madden e Ezequiel, com a vitória clara do israelita. Vemos depois a imponente vitória de Yuri Petrov sobre Alberto Valente, sendo que este último não teve argumentos contra o homem que irá lutar pelo título da Vanguarda. Vemos Henrique Coelho a ser surpreendido e a saber que teria que lutar com Phillip Hunt, vencendo esse combate mas ficando profundamente irritado e magoado com Augusto Lousada. Vemos também o espetáculo de violência que foi a batalha entre Moore SD e António Andrade, com a vitória do americano numa conclusão chocante. Para finalizar vê-se a chocante reunião dos DeLuxe Stars SAD.


Fogo de artifício no pavilhão da Vanguarda da Luta Livre! O fogo de artifício espalha-se pela zona superior da rampa de acesso ao ringue onde quatro combates irão realizar-se à moda da Vanguarda! O público reage muito bem a esta pequena introdução, instantes após do impressionante comunicado de Pedro Padre a abrir as hostilidades na Vanguarda trinta!

Luís Barreira: Olá, muito boa noite a todos os telespectadores da RTP2 e a quem nos vê diretamente do Luxemburgo! Estamos como habitual em direto no seu televisor, trazendo para todos vós a tão aguardada Vanguarda trinta! Tenho aqui ao meu lado a única coisa capaz de estragar este evento, monsiuer Diogo Beja.

Diogo Beja: Extremamente simpático, como de costume. Temos hoje para todos um evento inigualável desta que é naturalmente a melhor federação de pro-wrestling em Portugal! A federação tem subido a pulso e tudo irá culminar hoje na Vanguarda trinta, prometemos ter um evento notável.

Luís Barreira: Desde que não o estragues está tudo bem! Temos hoje um cartaz memorável que poderá no futuro ser relembrado como a noite de ouro desta mesma federação e esperemos que assim seja.

Diogo Beja: Há certamente potencial para isso e não me parece que os nossos talentos, quer no ringue e nos bastidores, o vão desperdiçar. Há sim condições para fazer algo de memorável, todos têm que contribuir para tal. E é para isso que estamos todos aqui!

Luís Barreira: Aproveito para dizer, com profunda tristeza, que Augusto Lousada não estará hoje ma mesa de comentadores. Há muito para tratar nos bastidores e como membro exemplar para a restante comunidade da Vanguarda da Luta Livre o senhor executivo ficará no seu escritório a tratar de tudo para que este evento corresponda às expectativas.

A imagem muda de câmara e vemos a plateia do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre a executar a onda mexicana, mostrando o seu entusiasmo para este evento.

Diogo Beja: Além disso é preciso referir que há casa cheia! Não será uma noite em que Lousada se poderá queixar das audiências, aliás. Condições reunidas para uma noite de cinco estrelas!

Luís Barreira: Para reunir essas condições há que haver algo especial e hoje no pavilhao teremos isso mesmo! Cinco combates que prometem ser fantásticos, além disso há que referir que os três títulos da Vanguarda da Luta Livre serão defendidos na noite de hoje, quão impressionante isso é? Obra de Augusto Lousada, claro está!

Diogo Beja: E foi-nos informado há momentos que o evento irá justamente começar com um combate pelos Parceiros de Guerra. Tudo a postos na mesa de comentadores e no público, ao que parece. Que comecem as batalhas naquele quadrado!

*Toca a música American Idiot, faixa de Phillip Hunt*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, este combate inaugural da noite está marcado para uma derrota e é pelos Parceiros de Guerra! Introduzindo primeiro, um dos pretendentes, a caminho do ringue, oriundo de Marieville, Quebec, Canada e pesando 110kg... Phillip "the hunter" Hunt!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Luís: E parece que vamos justamente começar com o combate pelos títulos de equipas. Delmar Bento e Eustass Kid chocaram toda a gente incluindo eu na semana passada com a instauração da SAD denominada de DeLuxe Stars.

Beja: E depois disso mesmo é preciso que saibam justificar. Uma derrota neste combate por parte dos campeões seria vergonhoso e deitaria abaixo o prestígio duma nova facção, isto se chega a ter algum convém referir. Cheira-me que Jorge Mendes irá ver de perto.

Luís: E vemos agora a entrada de Phillip Hunt, um pobre jovem que teve esta oportunidade por mura misericórdia depois dum rol consecutivo de derrotas. Continuo a achar que não merecia esta oportunidade de lutar por títulos tão valiosos.

Beja: Continuas na mesma, é realmente impressionante. Nem a Vanguarda trinta te fez ganhar algum bom-senso... olha, atenção a Marcos Santos!

Phillip Hunt cumprimenta alguns fãs antes de entrar no ringue, enquanto Marcos Santos surge na rampa de acesso ao ringue a correr de cabeça baixa e braço direito levantado.

Beja: Será Goku? Será um OVNI? É Marcos Santos, certamente o mais divertido lutador da história da Vanguarda da Luta Livre. Este tipo é um lunático, no bom sentido na palavra se é que é possível dizer tal coisa. Vamos ver o que vale no ringue, desta feita.

*Toca a música Keep Me There, faixa dos DeLuxe SAD*

Raquel Jacob: E os seus adversários, a caminho do ringue, com um peso combinado de 240kg, os Parceiros de Guerra da Vanguarda da Luta Livre... "a parede" Delmar Bento e Eustass Kid!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: Aqui estão os campeões certamente prontos a mostrar serviço. Será o combate mais importante de ambos desta federação pelas circunstâncias que lhes colocam uma grande fatia de pressão. Também é de campeão saber como ultrapassar essas condicionantes. E vejam, Eustass Kid! Está pintado de Freeza, grande adversário de Goku!

Luís: E claro, para quem não percebeu, o Goku é o ídolo do Marcos Santos! Uma manobra extremamente astuta dos homens de cinturão que se deslocam rapidamente até ao ringue com um ar intenso. É bom que assim o seja, mas preferia que contornassem o ringue e viessem tratar da saúde aqui ao meu colega Beja.

Beja: Eu estou de consciência plenamente tranquila. Já tu nem sei como és capaz de dormir à noite! E por esta altura os campeões já estão no ringue, está prestes a começar o primeiro combate da noite e a valer os Parceiros de Guerra!

Delmar Bento e Eustass Kid entram a varrer no ringue, atacando Marcos Santos de forma impiedosa. O árbitro para o combate separa-os de Hunt antes que o canadiano seja também atacado pelos campeões.

*Soa a campainha*


O árbitro designado para esta contenda é David Peralta que tenta imediatamente separar os lutadores. Marcos Santos está fora das contas por agora, tendo sido atacado violentamente pelos Parceiros de Guerra antes do árbitro dar o sinal para iniciar a contenda. Delmar Bento começa com Hunt num combate handicap nos seus primeiros instantes. Teste de força entre ambos, mas o canadiano esquiva-se e troça de Delmar Bento o que faz do português uma autêntica máquina que respira intensidade. Cabeçada do Parceiro de Guerra em cheio na testa dum dos pretendentes. O canadiano está de bom humor, mas parece ter ficado combalido depois desta demonstração de força da parede. Mais uma cabeçada em cheio no adversário a deixá-lo mal tratado. Ui, que murro poderoso por parte de Delmar e Hunt vai ao chão pela primeira vez durante o combate. Tag com Eustass Kid.

Alguns oficiais observam Marcos Santos na parte de fora, parece que o mesmo está em condições para continuar, porém ainda não se levantou. Kid entra no combate com uma postura calma, ainda assim bastante agressivo quando acelera. Parece que Santos vai-se levantando para deixar o combate equilibrado! Uppercut em Phillip Hunt, Eustass vai às cordas, corre por todo o ringue... Suicide Dive lá para fora em cheio no corpo de Marcos Santos! Que manobra inteligente por parte dos Parceiros de Guerra. À contagem 4 o campeão volta para o ringue, deixando Santos lá fora e partindo para o ataque em Hunt. Eustass levanta-o... murro no estômago de Kid! Phillip Hunt levanta-o... F5! Grande contra-ataque por parte do pretendente que parte agora para o assentamento, 1... 2... Delmar Bento entra no ringue e interrompe a contagem!

O público aprecia muito este contra-ataque de Phillip Hunt, mas o mesmo continua em desvantagem numérica e isso impossibilita qualquer tipo de viragem no combate. Eustass Kid levanta-se, assim como Phillip Hunt. O canadiano parece querer acabar rapidamente com o combate e vai para o Package Piledriver, mas Kid esquiva-se instantes após Phillip colocá-lo em posição. Novo Uppercut por parte de Eustass que deixa o adversário de joelhos no meio do ringue para um Shining Wizard! Assentamento, 1... 2... quase! Grande persistência do canadiano que já sofreu muito neste combate. O campeão levanta-o... Super Kick! Explosão no pavilhão da federação com este grande ataque de Hunt! Marcos Santos já se encontra na borda do ringue! Hunt rasteja desesperadamente... tag com Marcos Santos efetuado!

Entra o fim de animes neste combate e começa a descarregar em Eustass Kid! Big Boot poderoso em cheio no rosto do Parceiro de Guerra seguido dum exemplar Suplex! Knee Lifts por parte do pretendente Marcos Santos! O brasileiro está com todo o fogo nestes seus primeiros segundos dentro do ringue! Vai à segunda corda, atenção... Missile Dropkick em cheio em Eustass! Assentamento, 1... 2... não! Delmar Bento não tinha tempo para chegar ao assentamento, sendo que foi Eustass Kid a colocar o pé na corda para se salvar.


Delmar Bento entrou dentro do ringue para tentar quebrar o assentamento e o árbitro David Peralta vai ao seu encontro para o primeiro sair do ringue, enquanto isso vemos Eustass Kid e Marcos Santos dentro do ringue... pontapé no abono de família do brasileiro! Murro em Hunt que o leva para fora do ringue, impressionante! Shambles por parte do Parceiro de Guerra!

Assentamento de Eustass Kid, 1... 2... 3! Vitória para os Parceiros de Guerra que seguram os títulos!


Raquel Jacob: Os vencedores deste combate e ainda Parceiros de Guerra... Delmar Bento e Eustass Kid!

Beja: Falcatrua, digo-vos eu! Um excelente combate marcado ainda assim pelo ataque a Marcos Santos e pelo golpe baixo que decidiu o desfecho do combate. Cheira-me que este iria pender para a equipa dos pretendentes se aquele pontapé não tivesse existido.

Luís: Não chora, vá. Neste negócio triunfa quem tem olho para a coisa. Os campeões não só tiveram olho, mas como também tiveram cabeça, pernas e braços para o executar na perfeição. Só tem a ganhar quem sabe jogar, meu amigo Beja! Aprende!

Beja: Mas desta forma isto perde toda e qualquer piada. É inadmissível, já o disse! Vitórias desta forma são aberrações tendo em conta aquilo que são as raízes desta modalidade. Infelizmente há quem não os respeite. Os DeLuxe só se mostraram como autênticos ratos, até agora. Foi a imagem que me deram.

Luís: Nunca viste o Ratatui? Há aqueles ratos de esgoto, mas depois há aqueles que aproveitam o que a vida lhes dá. Em vez de fazerem comida ganham títulos, vai tudo dar ao mesmo!

A imagem centra Marcos Santos e Phillip Hunt que falam no centro do ringue, sentados, enquanto Eustass e Delmar levantam bem alto os títulos ao som de vaias da plateia. O primeiro pousa depois o título e faz uma posse característica do Freeza, irritando Santos que estava vestido com o traje de Goku. A imagem desvanece com os candidatos principais a saírem do ringue de cabeça erguida, porém irritados.

*****

A câmara foca pela primeira vez a zona de bastidores do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre. A imagem foca o açoriano Henrique Coelho que está notoriamente aborrecido, como se pode ver pela sua expressão facial.

Henrique Coelho: Este brassard agora vai ouvir das boas, pensa que por eu ser açoriano vai gozar com a minha cara. Isto aqui não é pt'xênes de Rabo de Peixe, vamos lá ter tino nessa moleira.

Henrique Coelho acelera o passo e aproxima-se do escritório de Augusto Lousada. Este está à porta do mesmo, porventura a fazer um telefonema ou prestes a fazer um.

Coelho: Precisamos de ir ao seu offas, excelentíssimo senhor Lousada. Precisamos de ter uma conversa séria, homem-a-homem. E que seja para valer, desta vez.

Augusto Lousada rola os olhos em sinal de desprezo.

Augusto Lousada: Sim, certo, vai-me informando. Sabes que vou estar ocupado, portanto informa-me apenas quando descerem. Sei que será o menos comum desta noite portanto preciso de saber quando é que isso vai acontecer para colmatar. Já te ligo, já te ligo. Com licença.

O executivo desliga o telemóvel, mostrando-se irritado por ser interrompido.

Lousada: Olha lá, eu hoje podia estar naquela mesa de comentadores a ver os combates brilhantes que marquei e sobretudo a ver o público delirar e as audiências a subir. Vim para os bastidores para orientar as massas, certamente não vim para aturar putos e a ouvi-los a chorar.

Coelho: E já agora puxar-me as gadelhas e dizer-me isso? É que me tem tratado como uma autêntica criança, logo tenho que agir como isso mesmo. Tive que me conformar com um combate à última da hora e nem tive poder de escolha. Sabe o que é que eu acho?

Suspiro profundo de Lousada.

Lousada: Não, Henrique. Não sei o que achas, e provavelmente não quero vir a descobrir. A noite de hoje vai ser longa e tenho muito para trabalhar naquele computador. Agora se me dás...

Coelho: Não dou nada! Teorias da conspiração! Vai ter de desembuchar mais cedo ou mais tade porque isto não vai ficar assim, eu garanto mesmo isso. O açoriano não é burro e vai chegar ao final da questão!

Alguma tensão, sendo que aprece Caim Ezequiel logo a seguir.

Caim Ezequiel: Amigos cristãos, viram o escuteiro? Toni Queijadas? Ele agora acha que é um super-herói e eu quero incutir boas maneiras nele. Jesus não fez o homem para alucinar e correr em terrações com uma capa às costas!

Coelho: E tu quem és, mesmo?

Henrique Coelho sai de cena ainda extremante irritado. A imagem foca agora Lousada e Caim Ezequiel, sendo que a iluminação nos bastidores falha diversas vezes em alguns segundos. Nisto ouve-se um grito de Henrique Coelho, vindo de longe.

Coelho: É aquele gajo Verme! Fujam!

A luz continua a faltar, enquanto Augusto Lousada entra no seu escritório. A imagem desvanece e o ecrã gigante fica negro, sendo que alguns instantes depois aparece a imagem de Verme por breves instantes para admiração da plateia.

*****

Vemos mais imagens gravadas durante a tarde de hoje. Darren Keane encontra-se do lado do público, sentado com Pedro Lombarda a seu lado, enquanto se preparava a Vanguarda de hoje. O mesmo encontra-se como habitualmente, casaco de cabedal, longos cabelos e uma expressão facial quase fechada.

Pedro Lombarda: Durante esta semana que passou muito se falou sobre a possibilidade de enfrentar Kevin Gunn, mas como sabemos isso é impossível, visto que Américo Amorim proibiu o mesmo de voltar à federação depois do incidente com a AWA. Ainda assim quer enfrenta-lo?

Darren Keane: Eu acho que fui claro. Não quero viver na sombra de ser apenas uma copia do Gunn. Eu sou melhor que ele. Tive um pequeno percalço, mas por esta altura considero-me diferente do que era à duas semanas atrás.

Lombarda: Que diferenças aponta?

Keane: Aponto na direção do Sogun esta semana, com a convicção que ele nunca mais irá ser o mesmo. Ele venceu-me por sorte da primeira vez que nos enfrentamos. Talvez tenham sido as luzes da ribalta a mandar-me abaixo, mas agora já sei quem sou e o que faço aqui.

Lombarda: Então hoje é uma vitória garantida para o seu lado?

A imagem continua a focar Darren Keane que olha várias pessoas a montar o ringue.

Keane: Hoje a Vanguarda vai perceber o significado de britânico. Pela primeira vez. O Gunn não era britânico, o Ricardo Soares muito menos. Eles eram uma fachada. Algo que colocaram apenas na ficha de presença. A vida tem destas coisas. Chama-se publicidade. Comigo não fazem o alarido que fizeram com o Kevin Gunn. É impressionante isso não acha?

Lombarda: Como jornalista profissional não posso ser tendencioso e influenciar as pessoas pelas minhas palavras, deixarei ao critério de cada um.

Darren Keane olha para Lombarda com cara de poucos amigos.

Lombarda: O seu trajeto até agora tem sido algo discreto e ainda é cedo para se falar em voos mais altos, segundo os analistas, mas qual é o seu objetivo aqui dentro?

Keane: Ser o melhor lutador que a Vanguarda da Luta Livre alguma vez viu. Se algum título cair-me na mão melhor ainda. Mas isso é irrelevante na minha opinião. Posso referir vários nomes de outras federações que sem dúvida não ficaram famosos por ter o título x ou y. Eu quero ser um desses.

Lombarda: Sem dúvida que quem tem objetivos desses sabe o que faz. Bem foi um prazer esta pequena conversa com Darren Keane. Mais logo o mesmo enfrenta Sogun Madden, só tenho de desejar boa sorte a ambos.

A imagem, agora vinda do ringue, foca Darren Keane a levantar-se e a ir para a zona dos bastidores.

*****

Vemos o candidato principal ao título Supremo, Aníbal Fragas, no parque de estacionamento do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre.

Aníbal Fragas: É hoje, Vinícius Nunes. Acabou...

Depois do seu par de frases repletas de desprezo Aníbal Fragas persegue a equipa de câmara da federação, apoderando-se da câmara que o filmava. Este atira-a ao chão e perde-se a imagem do parque de estacionamento do pavilhão.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 06 Nov 2013, 07:12

A câmara fixa volta a focar o ringue. Dentro de momentos terá início o segundo combate da noite, desta feita a opor o extremamente inteligente lutador em Sogun Madden contra o anarquista norte-irlandês, Darren Keane.

Luís: O combate que se segue poderá ferir susceptibilidades. Darren Keane é um indivíduo extremamente violento e poderá causar sérios danos neste Madden que sinceramente não me parece grande coisa. É mais paleio do que outra coisa.

Beja: Eu discordo, pois Sogun Madden tem enorme...

Luís: Sim, sim. Potencial era o que ias dizer, já é costume em ti. Potencial não interessa na federação, interessa é capacidade para ser alguém no presente. Como estava a dizer antes de ser brutalmente interrompido, se forem sensíveis e estiverem com dúvidas sobre ver ou não este combate... vejam porque vai ser divertido.

Beja: E vamos ver o que poderá fazer Madden contra este Keane que já provou, sim, ser um indivíduo extremamente violento e agressivo. Sogun levou a melhor no primeiro combate entre ambos, mas Keane saiu por cima. E talvez seja isso que conta.

*Toca a música I Wear My Skin, faixa de Darren Keane*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, este combate está marcado para uma derrota! A caminho do ringue, oriundo de Belfast, Irlanda do Norte e pesando 119kg... "the son of violence"... Darren Keane!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: É uma reação bastante negativa do nosso público para este que ainda se pode considerar um novato na federação, apesar da experiência que traz no seu currículo. A qualquer momento este irá entrar com a sua mota na arena.

Luís: E lá está ele! Com a sua Harley-Davidson a ir em direção ao ringue!

Beja: E é sem dúvida uma entrada imponente por parte deste lutador europeu. Resta saber se a sua exibição perante Madden será assim, também. De qualquer forma perspetiva-se um bom combate entre estes dois que se mesclam muito bem no ringue.

Luís: Exatamente, concordo contigo!

Beja: A sério? É nova essa...

Luís: Sim, sim! Um é brutamontes e mostra excelente qualidades, outro é frágil e mais parece um saco de pancada. Mesclam muito bem sim senhor. Neste mundo há dois tipos de pessoas e Madden é daquelas pessoas que deve obediência a outras. A Keane, portanto!

Darren Keane dá uma volta ao ringue com a sua mota, deixando-a depois perto do ringue e subindo ao mesmo. Olhar determinado e concentrado no seu rosto à espera da entrada do seu adversário.

*Toca a música Doom and Gloom, faixa de Sogun Madden*

Raquel Jacob: E o seu adversário, a caminho do ringue, oriundo da Suíça e pesando 91kg... "o lutador de quatro olhos"... Sogun Madden!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Beja: Mais um combate para Sogun Madden na Vanguarda da Luta Livre. Depois duma vitória e doutra derrota, esta é a prova mais difícil para o mesmo até agora. Teste de fogo!

Luís: Esta será também a terceira interação entre estes dois tipos. Na primeira foi Keane que saiu por cima com toda a destreza, mas depois Sogun Madden andou a perseguir Keane, saindo ligeiramente por cima. Nada melhor que uma boa tareia para este suíço aprender das boas.

Beja: E este parece-me extremamente concentado também antes do início do combate. Vai cumprimentando alguns fãs e sobe agora o ringue. Jorge Mesquita tenta separá-los antes do início do combate.

Sogun Madden entra no ringue e ergue o punho.

*Soa a campainha*


O árbitro Jorge Mesquita dá a ordem e ambos os lutadores avançam para os momentos inaugurais da contenda. Sogun Madden é o primeiro a tentar a ofensiva, sendo que este vai aplicando alguns murros no peito e no rosto do norte-irlandês. O suíço vai depois às cordas, vai extremamente lançado mas acaba por sair magoado depois dum Back Body Drop de Darren Keane! Madden quase saiu do ringue, projetado com uma enorme elevação. O público que não gosta de Keane ficou até impressionado com este movimento, haja força por parte deste que se denomina de filho da violência. O suíço foi projetado com violência e ao bater com as pernas na corda este foi projeto para trás, magoando-se no pescoço.

Madden não está propriamente numa posição favorável no combate e tenta agora remediar isso com um murro em Keane! Cabeçada do norte-irlandês que eleva agora o adversário para a Elevated Powerbomb, mas Sogun com cotoveladas na têmpora do irlandês consegue colocar novamente os pés no ringue e respirar de alívio. Combo de artes marciais por parte do lutador que normalmente usa óculos fora dos ringues. Pontapés, murros! Cotovelada agora na têmpora do adversário a deixá-lo combalido! Pega em Keane, tenta o Brainbuster... Keane esquiva-se e aplica um Big Boot na parte de trás da cabeça do adversário, tamanha violência do homem que parte agora para o assentamento, 1... 2... Madden safa-se!

Sogun sai do ringue para respirar melhor! Keane vai atrás dele, mas Drop Toe Hold parte do suíço! Darren Keane acaba por beijar um dos postes do ringue com muito impacto e esta é a abertura que necessitava! À contagem de 6 o suíço empurra o adversário para o ringue, colocando-o no centro do tapete. Brainbuster! Assentamento, 1... 2... Darren Keane ergue o ombro! Stomps no norte-irlandês e parece que o suíço vai voar! Segunda... terceira corda! Está no topo e sinaliza que este é o fim, parte para a Diving Headbutt do canto superior mas Darren Keane desvia-se e Madden aterra mal! Ficam ambos deitados no ringue e à contagem de 7 o suíço levanta-se para sofrer um violento Uppercut... Brawl Slam por parte de Keane!

Assentamento por parte do norte-irlandês, 1... 2... 3! Vitória para Darren Keane!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate... Darren Keane!

Luís: Eu avisei-te, ó insolente! Vitória imponente para Darren Keane que controlou este combate durante a sua esmagadora maioria. Um caso sério na federação se for bem aproveitado pelo senhor executivo Augusto Lousada... e acredito que o seja.

Beja: Não se pode negar que esta vitória foi impressionante porque o foi, sim. Atenção!

Darren Keane atinge Sogun Madden violentamente com um Big Boot assim que este se levanta.

Beja: Já isto é degradante para o espetáculo! Alguém que parece este autêntico roubo de dignidade. Sogun Madden foi derrotado e Keane não precisa disto para se fazer superior ao adversário porque o foi durante o combate. Que tristeza...

O ataque de Darren Keane continua, empurrado entretanto o oficial Jorge Mesquita que tinha servido de árbitro para o combate que terminou há meros momentos.

Luís: Imponente! Dá-lhe!

Beja: Degradante, que nojo. Enfim...

Soco de soqueira em cheio na cabeça de Madden, deixando-o com a testa aberta no meio do ringue. Os paramédicos vão imediatamente ver a sua condição, enquanto outros oficiais vão imediatamente para o ringue tentar acalmar Darren Keane e chamar-lhe à razão. A imagem desvanece com o norte-irlandês a entrar na sua mota e a olhar para trás, sorrindo ao ver a destruição que causou.

*****

A câmara foca a zona de bastidores da Vanguarda da Luta Livre, mais propriamente o escritório de Augusto Lousada. Este vai respondendo a algumas mensagens no telemóvel e vai vendo as audiências do programa na internet numa função exclusiva para executivos.

Augusto Lousada: Melhor do que aquilo que eu pensava, memorável. Ainda não vamos a meio, é preciso aguentar bem isto na segunda parte...

Nisto ouve-se bater à porta no escritório, interrompendo o pensamento de Augusto Lousada em voz alta. Era Gabriel Martins, lutador da Vanguarda da Luta Livre que ainda não fez a sua estreia no ringue.

Lousada: Gabriel, Gabriel! Que oportuno, era mesmo contigo que queria falar. Senta-te, há algumas coisas que precisamos discutir o mais depressa possível.

Gabriel Martins senta-se, mas fica ligeiramente desconfiado.

Lousada: Estou radiante por apareceres aqui neste momento, não me apetecia ter que usar o telemóvel novamente. É para te informar acerca da tua estreia, sei que andas aborrecido com o facto de ainda não teres tido espaço para te estreares perante o público da Vanguarda da Luta Livre. Além disso alguém novo ajuda sempre nas audiências...

Gabriel Martins: Então, depois desta ponderação... Vanguarda trinta e um?

Lousada: Não posso, por muito que gostasse, meu jovem. Se isto fosse a gestão do Brandão é provável que ele te entregasse um combate com esta acessibilidade, mas as coisas estão um bocado diferentes. E porque estão diferentes, perguntas tu.

Martins: Mas eu não...

O executivo volta à carga.

Lousada: Os programas da Vanguarda da Luta Livre passam por uma análise extremamente pormenorizada antes de irem para o ar, tenho que olhar para todos os detalhes existentes para as audiências serem satisfatórias. E simplesmente não vejo como te posso encaixar nesse evento. Mas digo-te já, na Vanguarda trinta e dois estás lá batido. Agrada-te?

Martins abana positivamente com a cabeça.

Martins: Nem sabe o quando. Agradeço esta oportunidade.

Lousada pisca o olho a Gabriel Martins, cumprimentando-lhe logo de seguida. o lutador sai do escritório de Augusto Lousada e a imagem desvanece.

*****


*****

Um vídeo gravado no ecrã gigante é exibido. Vemos alguém sentado numa cadeira, muito provavelmente no conforto do seu lar. O seu pulso e parte do braço estão enfaixados. A câmara sobe por fim e vemos António Andrade, lutador que defrontou Moore SD na semana passada.

António Andrade: Mesmo antes de wrestling nesse mundo louco do wrestling já diziam a mim e a todos os aficionados desse desporto que certos combates nos tiravam anos da carreira. Cada cadeirada e cada impacto contra o aço ou contra as armas do ringue.

António Andrade tenta mover o braço enfaixado, porém sem grande sucesso.

Andrade: Eu no meu caso fui mais além. Saltei a parte do aço e num dos únicos combates sem regras da minha carreira acabei projetado para cima dum carro. Magoei meu pulso e o meu braço, felizmente sem fratura ou deslocamento. Digo para vocês que no meio de tudo isso acabei por ter alguma sorte, alguma que nem sempre acontece em minha vida.

António Andrade senta-se de forma mais conforável e inclina a cabeça para a frente, dando a imperssão duma expressão mais intensa e concentrada.

Andrade: E a verdade é que graças a Moore SD eu não estarei na Vanguarda trinta, um evento pelo qual eu tinha sonhado durante muitas semanas. Também não estarei na Vanguarda trinta e um, a ressaca desse grande evento redondo de hoje. Céus, nem sei se estarei da Vanguarda trinta e dois. Provavelmente só voltarei em dezembro porque eu não posso correr riscos e tenho que estar no meu nível máximo para voltar e cumprir meus objetivos.

Andrade ajeita o cabelo e olha para a câmara com nojo.

Andrade: Moore SD, o meu mais novo objetivo. O cara que me lesionou, mas também o cara que vai pagar por tudo isso. Aquele que me enganou e me fez perder alento nessa federação graças a essa lesão. Diogo Lourenço ou Yuri Petrov, qualquer de vocês que seja o campeão da Vanguarda. Eu vou atrás de um de vocês recuperar aquilo que era meu e que Diogo me roubou. Quem rouba acaba por devolver.

António Andrade parece levantar-se para desligar a câmara, mas aparentemente lembrou-se de algo que quer tirar do seu peito.

Andrade: Para meu primo Vinícius Nunes um grande abraço e toda a força para seu combate com Aníbal Fragas, o adversário mais duro, a par de você, que eu já enfrentei nessa federação. Tenha muito cautela pois é um cara perigoso e muito capaz de fazer sua vida um autêntico inferno naquele ringue. Assim eu me despeço de todos vós por pouco tempo.

A imagem desvanece com António Andrade a desligar a câmara.

*****

Voltamos à zona de ação. O público encontra-se agitado esperando por mais desenvolvimentos nesta noite histórica para a Vanguarda da Luta Livre.

*Toca a música Keep Me There, faixa dos DeLuxe SAD*

O público começa a vaiar intensamente a música dos DeLuxe, até que a mesma para e começam todos a gritar de felicidade.


Luís: Isto é que não pode acontecer. Problemas técnicos a esta hora não ajudam em nada.

Beja: Tenho de concordar contigo por acaso.

O público começa todo a olhar para o topo do pavilhão com cara de surpreendidos.

Luís: Bem, meus senhores, o que é isto?

Beja: São notas… Estão a cair notas do céu!

O público começa rapidamente a apanhar as notas que caiem do topo do pavilhão.

Luís: Beja, espera aí...

Luís Barreira levanta-se da mesa dos comentadores e começa a apanhar várias notas.

Beja: Bem, acaba de cair aqui uma nota na minha frente e posso afirmar, senhores telespectadores, que se tratam de notas falsas.

*Toca a música Keep Me There, faixa dos DeLuxe SAD*

Beja: Bem me parecia que isto só podia ser um truque desta equipa de nojentinhos.

Michel-Baptiste Bangalter aparece no stage seguido de Arsénio Fuínha, Delmar Bento e Eustass Kid. Os quatro lutadores começam a descer a rampa com um sorriso de orelha a orelha.

Luís: Já consegui recolher um bom par de notas Beja.

Beja: São falsas burro.

Luís: És mesmo otário, mais fica para mim.

Os DeLuxe entram no ringue, Eustass Kid, um dos Parceiros de Guerra, que ainda hoje manteve o seu título, pega num microfone.

Eustass Kid: Então criaturas deste Universo? Gostaram do final que dei ao Dragon Ball de hoje? Finalmente o Freeza venceu o combate, finalmente o Freeza do “pedaço” é o vencedor!

Eustass já se encontra vestido normalmente, com uma camisola a publicitar os DeLuxe aliás. Bangalter encontra-se encostado ao canto do ringue, bastante sorridente e com um fato bastante elegante. Também Arsénio se encontra assim vestido, mas na frente junto a Eustass Kid. Delmar, de braços cruzados fica atrás dos dois.

Eustass: Eu o Delmar hoje tomamos conta de mais dois fracos. Mas eu compreendo que o Lousada os meta ai. Quem é que não gosta de pizza e de Dragon Ball? É as audiências é as audiências! Que mais poderia ser? Aquele Hunt é um zero neste ringue e o outro. Deve ter sido a primeira vez que o vi assim num ringue. Se isto é tudo audiências só posso dizer “obrigado Jorge Mendes”!

O público começa a vaiar as palavras de Eustass Kid.

Arsénio Fuínha: Não vale a pena perderes tempo com estes gajos.

Arsénio que tinha ido buscar outro microfone interfere na conversa.

Arsénio: Mais vale discursarmos nós os quatro.

Eustass: Isso é verdade.

Bangalter continua mais escondido a rir-se da situação, o mesmo parece mesmo estar a ter prazer em saber que o seu plano resulta na perfeição.

Arsénio: O homem que devia lutar hoje contra o Vinícius Nunes encontra-se neste ringue. Mas ele até se colocou ali no canto, porque a sua presença dá audiências automaticamente. É um chamamento fabuloso.

A imagem foca Bangalter agora.

Arsénio: Ele não pode aparecer demasiado, o nosso caro amigo Michel-Baptiste Bangalter nem irá abrir a boca hoje a razão para qual é simples. Se ele o faz acaba a vencer o título Supremo. Se tudo o que conta é audiências como é que um arruaceiro como o Aníbal Fragas consegue mais destaque numa federação de Wrestling que o mundialmente famoso Bangalter não consegue?

Eustass: Isto de boicotar é uma treta. É uma pena que o Goku não esteja aqui para o salvar desta injustiça!

Arsénio: Por falar nisso, pedi uma pizza à uns dez minutos e ainda nada.

Os DeLuxe partem-se a rir. Eustass retira o seu título da cintura e eleva-o no ar, Delmar continuar na sua posição sem se mexer.

Eustass: Eu e o Delmar tiramos estes títulos de dois amiguinhos que na próxima semana se vão enfrentar numa Jaula de Aço. Um anda com a mãe do outro. Que fascinante não acham? E já somos campeões há mais de um mês. Há quem diga que tudo isto é porque não há uma divisão definida de equipas aqui na VLL. Eu digo “Inveja”. Inveja desta união. Inveja dos DeLuxe. Inveja de Michel-Baptiste Bangalter.

Arsénio: Ora nem mais.

Ambos atiram o microfone ao chão ao mesmo tempo.

Luís: Bem parece-me que Delmar se coloca na frente de Bangalter, enquanto os DeLuxe vão embora. É o melhor. Se não o mesmo tinha efetivamente de vencer o título Supremo.

Beja: Só podes estar a gozar comigo. Estes quatro não tem respeito por ninguém e estão mais fortes do que nunca. Isto do Jorge Mendes não vai ficar por aqui é certo.

Luís: E o Lucas Brandão, segundo Bangalter num vídeo que mandou durante a semana, irá ficar de fora da VLL durante um tempo, mas que irá voltar eventualmente.

Beja: Veremos como fica essa situação. Mas hoje temos mais com que nos preocupar. O título Supremo ainda será decidido hoje… Aníbal Fragas contra Vinícius Nunes!

*****

Um vídeo gravado no ecrã gigante é exibido. Este dá uma retrospetiva geral do que foi o primeiro evento da história da Academia Nacional de Wrestling. Algumas imagens dos combates da noite são exibidas, assim como as celebrações dos vencedores da noite. A imagem fica desfocado, passandro momentos depois para os bastidores. Lá estava Luís Barreira que falou um bocado do evento.

Luís Barreira: Se o evento teve qualidade? Claro que sim, afinal estes miúdos são escolhidos a dedo pelos diretores da formação. Eu próprio já tive olho para aconselhar um ou outro. Definitivamente não é um evento para se albergar na televisão, isso é certo e já tinha discutido com alguns colegas lá atrás...

Imagem desfoca uns momentos, retoma a imagem alguns segundos depois, durante a  entrevista de Luís Barreira após o primeiro evento da Academia Nacional de Wrestling.

Luís: Porquê, dizes tu? Eu acho que é óbvio. Estes putos não são ou ainda não estão talhados para um evento diante de dezenas de milhares de pessoas. São novos e ainda estão a aprender, por alguma razão ainda estão na academia. Mas penso que foi positivo.

A imagem desvanece, passa depois para Frederico de Queirós que também fez o seu rescaldo sobre o primeiro evento da história da academia.

Frederico de Queirós: Fez-me lembrar os tempos em que também estava a aprender, por alguns instantes apeteceu-me saltar lá para dentro e mostrar-lhes algumas coisas. É claro que eles também me ensinaram, mas os treinos serão fundamentais para cimentar a posição destes jovens na academia e quiçá na Vanguarda num futuro próximo. Que seja o primeiro de muitos...

A imagem desvanece.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 06 Nov 2013, 07:13

A câmara fixa volta a focar o ringue. Faltam poucos minutos para aquele que é certamente uma das batalhas mais aguardadas da noite, o duelo entre Diogo Lourenço e Yuri Petrov a valer o título da Vanguarda.

Luís: Diogo Lourenço contra Yuri Petrov já a seguir! Um dos combates mais aguardados da história da Vanguarda da Luta Livre a valer o título da Vanguarda!

Beja: Temos aqui dois dos maiores talentos da federação frente-a-frente.

Luís: Olha, novidades... ou então não. Resta saber é como o Diogo Lourenço vai reter o título, ali com a Alexandra ao lado não engana nada. Acho que hoje ainda vai hipnotizar o russo ou qualquer coisa assim. Espero que estejas de acordo comigo, Beja.

Beja: Eu não acho, muito sinceramente. E a mesma resposta serve para qualquer outro tipo de tentativa de intereferência por parte da Alexandra. Sinceramente acho que este será um confronto muito valioso para o Yuri desperdiçar assim. O que quero dizer com isto é que toda e qualquer tentativa da Alexandra será anulada por um Petrov concentrado e determinado a vencer o combate mais importante da sua carreira.

*Toca a música Dance with the Devil, faixa de Yuri Petrov*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, este combate está marcado para uma derrota e é pelo Título da Vanguarda!! A caminho do ringue, o pretendente, oriundo de São Petersburgo, Rússia e pesando 135kg... "o tanque russo"... Yuri Petrov!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Beja: O público no pavilhão da Vanguarda da Luta Livre vai ao rubro! Esta é sem dúvida uma das ovações da noite! Ensurdecedor o ambiente no pavilhão e até o russo está admirado com esta reação! Isto é quase inédito!

Luís: Calem-se caramba! Estou quase surdo, nem estes marmanjos destes headphones estão a isolar o som. Só eu é que não tenho reações assim quando chego...

Beja: É para quem merece! E Yuri Petrov tem tido uma caminhada exemplar na Vanguarda da Luta Livre, sobretudo nos últimos dois meses! Mesmo com uma dura lesão este continuou a treinar arduamente e cá está ele num dos eventos mais importantes da federação para lutar pelo título da Vanguarda. Um exemplo!

Luís: Um exemplo de como ensurdecer um comentador dedicado, só pode!

Beja: Claramente...

Luís: Despacha-te pá!

Yuri Petrov desce calmamente a rampa de acesso ao ringue, extremamente concentrado. O mesmo cumprimenta alguns fãs presentes no pavilhão, subindo depois ao canto e mostrando os seus músculos.

*Toca a música Still Worth Fighting For, faixa de Diogo Lourenço*

Raquel Jacob: E o seu adversário, a caminho do ringue, acompanhado por Alexandra Valente, oriundo de Tomar e pesando 87kg... o campeão da Vanguarda... Diogo Lourenço!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: Um campeão com qualidade, isso é indiscutível. Mas Yuri Petrov será um adversário extremamente complicado para o português, há que ter isso em conta.

Luís: Diogo Lourenço já venceu Yuri Petrov numa quadrilha fatal no Colisão, esse grande evento! Portanto se já o fez uma vez, é provável que faça outra vez.

Beja: Não compares. São combates diferentes, assim como circunstâncias muito diferentes. Yuri Petrov está no topo do seu jogo, determinado a vencer este título que lhe é extremamente apetecível. A motivação do russo está no pique mais alto da sua carreira, é admirável!

Diogo Lourenço entra rapidamente no ringue a correr, começando de imediato a trocar galhardetes com o seu adversário.

*Soa a campainha*


O oficial Afonso Martins não consegue controlar num primeiro instante ambos os lutadores que começam à pancada no meio do ringue. Yuri Petrov vai atacando com murros pela direita sobretudo, enquanto Diogo Lourenço vai usando todo o seu corpo como arma. Flying Forearm Smash do campeão da Vanguarda depois duma joelhada em cheio no maxilar do russo dá-lhe uma ligeira vantagem na parte inicial do combate. Alexandra vai-lhe dando alguns conselhos fora do ringue e Lourenço vai-os ouvindo com a máxima atenção. Lourenço está calmo por alguns momentos, mas explode! Incrível! Vai imediatamente para cima do adversário caído e começa a aplicar todo o tipo de combinações de murros e cotoveladas, Afonso Martins é obrigado a arrastar o português até ao outro lado do ringue. Ele está fulo!

O público vai vaiando o campeão que não se importa minimamente. Pontapé na zona abdominal do russo depois de correr novamente até ao mesmo. Alexandra sobe à borda do ringue, Diogo Lourenço vai de encontro a ela e a mesma vai-lhe dando algumas instruções. Diogo Lourenço entende e vai novamente castigar Petrov, desta vez com pontapés e joelhadas no seu ombro que estava lesionado até há pouco tempo! Uma estratégia inevitável por parte do campeão que vai aplicando agora na zona que esteve anteriormente lesionada. O árbitro dá novamente alguns segundos para Petrov se levantar e este consegue de forma inteligente sair do ringue, ganhando algum fôlego. O árbitro vai à contagem de 3.

Diogo Lourenço justifica o nome que lhe dão, é realmente um lutador suicida! Suicide Dive lá para fora, mas a falhar a manobra! Yuri Petrov desvia-se no último segundo possível, sendo que o campeão da Vanguarda acaba por embater com as costas na mesa de comentadores. Diogo Beja sai da mesa para verificar o estado do campeão que ficou extremamente mal tratado depois do movimento. Yuri Petrov sabe que não pode ganhar o combate por contagem, arrasta então Lourenço até ao ringue e vai para o assentamento com algum esforço, 1... 2... Diogo Lourenço acaba por se safar com autoridade após um falhanço doloroso!

O russo levanta agora o seu adversário com alguma rapidez, querendo dominar a partir deste momento as operações na contenda. Chapadas sucessivas com a palma na mão no peito do adversário, fazendo-o abrir a boca em sinal de muitas dores. O seu peito fica aparentemente vermelho depois do castigo às mãos do pretendente. Irish Whip, Diogo Lourenço vai às cordas... este esquiva-se! Pontapé no estômago de Yuri Petrov, parece avançar para o Belly-2-Belly Suplex, mas Yuri Petrov empurra o adversário e segue a contenda com um poderoso Europen Uppercut em cheio no maxilar do mesmo! Tamanho potência por parte do russo!

Yuri Petrov vai agora por cima nesta fase do combate. Elbow Drop no adversário que está no chão, 1... Diogo Lourenço safa-se rapidamente para alívio de Alexandra Valente. O russo levanta-se rapidamente e tenta um eficaz Leg Drop, mas o campeão da Vanguarda rebola para fora do alcance da manobra adversária e consegue ter alguns segundos para respirar. Calmamente Petrov vai-se aproximando do mesmo, levantando-o. Pisão de Diogo Lourenço no pé de Yuri Petrov que escapou ao árbitro Afonso Martins! Step Up Enziguri por parte do campeão da Vanguarda que vai agora em direção à borda do ringue, sobe as cordas e salta para uma maravilhosa Springboard Clothesline! Pode ser o fim, 1... 2... Yuri Petrov mostra-se resistente e safa-se mais uma vez. O campeão parece melhor por esta altura depois duma manobra que o público não gostou e vai-lhe chamando batoteiro. O antigo membro dos Verno vai ignorando por completo a plateia.

Lourenço vai agora à terceira corda e fica lá por algum tempo à espera que Petrov se levante! É o que acontece, o campeão salta para uma Crossbody... não! Yuri Petrov apanha-o e coloca-o no tapete, murro potente de direita! Prende agora o Russian Bear Hug! Alexandra Valente está preocupada e coloca-se na borda do ringue a gritar com o russo! Afonso Martins vê-se dividido, mas acaba por ejetar Alexandra Valente da arena! O árbitro expulsa-a! Diogo Lourenço desiste! Mas o árbitro está ocupado com Alexandra e não consegue ver o que se passou, incrível! O árbitro só depois olha para trás e Petrov larga o movimento para tentar explicar o sucedido... Roll Up de Diogo Lourenço, 1... 2... não! Yuri Petrov safa-se e por um triz não retem o título! Vai tentando explicar o sucedido ao árbitro! Diogo Lourenço está caído e Alexandra, enquanto não abandona a arena, ainda vai dando instruções ao seu protegido!

Petrov diz a Alexandra para se afastar e resolve a situação com Afonso Martins, sinaliza que está na hora de terminar o combate!  Petrov vira-se para trás, Scoop Powerslam por parte de Diogo Lourenço! Manobra de desespero por parte do português que avança agora para o assentamento, 1... 2... não! Yuri Petrov tem o pé na corda e acaba por se safar desta manobra perfeita por parte do campeão da Vanguarda em título que está irritadíssimo agora. Olha para o lado, mas consciencializa-se que não tem Alexandra para lhe dar instruções e fica fulo! Vai remover a proteção dum dos cantos e este fica exposto, o árbitro vê a situação e vai tentar emendar a ilegalidade do campeão da Vanguarda. Petrov levanta-se e o público vai ao rubro! Murros no estômago de Diogo Lourenço, seguida duma guerra de murros que o russo vence! Russian Irish Whip e Diogo Lourenço acaba por embater com as costas no canto exposto, fica extremamente queixoso!

É a oportunidade para Yuri Petrov! Aproxima-se do campeão, sinaliza a Bigorna que lhe poderá dar o título da Vanguarda! Pontapé na zona abdominal de Diogo Lourenço, coloca-o em posição de Piledriver! Mas o português esquiva-se por um triz e derruba as pernas do russo, fazendo com que este se projete para a frente, embatendo com o rosto no canto exposto! O público apupa Lourenço por isto! Yuri Petrov vai a andar para trás e está bastante combalido, Roll-Up por parte do campeão, 1... 2... 3!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate e ainda campeão da Vanguarda... Diogo Lourenço!

Luís: Vitória para o homem mais forte neste combate! Dominou a maior parte da contenda e conseguiu vencer limpo no meio daquele ringue. Não é propriamente o meu campeão favorito, mas há que dar mérito por uma vitória.

Beja: Poupa-me, Luís. Retirar a proteção dum canto e colocá-lo exposto obviamente não é uma estratégia de alguém que vence combates de forma limpa. Um grande combate, sim, com um final evitável. A qualidade de ambos não merecia que Diogo Lourenço descesse a este ponto baixo. Mas enfim, parece que há coisas que não mudam.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Diogo Lourenço recebe o título pelas mãos do oficial Afonso Martins, pontapeando um indefeso Yuri Petrov que está estatelado no meio do tapete com a testa aberta, depois do seu choque com o canto exposto. O árbitro vai vendo o seu estado.

Beja: Vês? Extremamente cordial e honesto, não haja dúvidas. Uma atitude degradável por parte do campeão da Vanguarda. Um combate fantástico, digo-o novamente, mas com um final evitável. O público merecia melhor e até o próprio Lourenço deveria ter vencido de forma digna. Mas chega de falar nele! Yuri Petrov esteve brilhante durante o combate e isso é inegável! Este era sem dúvida o combate mais importante da sua carreira e, apesar de não ter vencido, merece o nosso respeito. Um guerreiro dentro daquele quadrado hoje.

Diogo Lourenço vai até aos bastidores com o título no ombro, enquanto Yuri Petrov coloca as mãos no tapete e começa a levantar-se. O público aplaude de pé o esforço do russo que grita que isto ainda não acabou.

Luís: Pois não, caro Yuri. Ainda não terminou. Não te ponhas a pau que acabas lesionado e enfaixadinho outra vez...

Beja: Cala-te duma vez... Yuri Petrov tem todo o direito de envocar um eventual contrato de desforra. O final do combate tem que se lhe diga e uma desforra seria extremamente justo, sinceramente espero que seja consumada pelo supervisor-geral Augusto Lousada. Há todas as condições para tal.

Yuri Petrov larga as cordas e levanta-se duma vez, abandonando o ringue e cumprimentando alguns fãs que o parabenizam pelo excelente combate. A imagem desvanece com o russo a erguer o braço no topo da rampa de acesso ao ringue.

*****

Lousada, produtor executivo e supervisor-geral da Vanguarda, encontra-se à entrada do pavilhão com um casaco promocional da Vanguarda da Luta Livre, o mesmo esfrega as mãos, devido ao frio que se faz sentir no exterior do pavilhão. A seu lado temos o antigo lutador Eduardo Santos, que agora trabalha nos bastidores da federação.

Eduardo Santos: Será que ele ainda vai demorar?

Augusto Lousada: Sabes bem como são estas vedetas da televisão, gostam de chegar sempre tarde.

Eduardo: Mas ta um frio dos diabos cá fora.

Um táxi chega ao local, lá de dentro sai António Raminhos. Lousada aproxima-se do carro e cumprimenta o actor.

António Raminhos: Estes taxistas de Lisboa vão ao Porto e vem para chegar aqui. Estamos mesmo em crise.

Eduardo solta uma pequena gargalhada, algum fumo da sua boca sai, devido ao frio.

Lousada: Vamos entrar no pavilhão antes que eu perca aqui o meu empregado por causa do frio.

Raminhos: É melhor. Não quero provocar o fim desta federação. Pelo contrário. É altura de me ir preparar para o grande momento!

Ambos entram no corredor que dá acesso aos balneários da federação, local de acesso apenas a funcionários e lutadores. Lousada abre o seu casaco, o aquecimento do pavilhão encontra-se ligado. Ao fundo vemos Marcos e Hunt bastante irritados, os mesmos ao perceberem a presença do supervisor dirigem-se ao encontro do mesmo.

Marcos: Por mil bolas de cristal! Você viu o que aconteceu?

Eduardo Santos conferencia algo ao ouvido de Lousada.

Raminhos: Fã de Dragon Ball? Afinal para que precisas de mim Lousada? Mete este homem no ringue durante o programa todo a falar de Dragon Ball. Audiências garantidas.

Raminhos, Marcos e Hunt dão uma gargalhada.

Lousada: Sim vi Marcos. Tu e o Hunt não tem nada com que se preocupar. Terão a vossa desforra no futuro próximo. Eu sou justo.

Hunt: Espero bem que sim. Ficarei à espera disso.

Raminhos: Mas vamos ficar aqui de paleio ou vamos à ação?!

A imagem desvanece com a imagem de António Raminhos.

*****

A câmara foca a zona de entrevistas, nos bastidores do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre. Vemos o entrevistador Zé Maravilha que começa a discursar.

Zé Maravilha: Estou aqui com o homem mais controverso da Vanguarda da Luta Livre no dia de hoje… Alberto Valente!

A imagem foca Valente que chega à zona de entrevistas sem camisola e com uma expressão facial de desagrado.

Alberto Valente: Tenho a dizer que todas as acusações que me fazem são completamente mentira!

Maravilha: Compreendo. Mas mesmo assim algum fundamento tem de existir.

Valente: Fundamento? Só podes estar a gozar com a minha cara. Eles querem é fazer do Valente o vilão e do Rob o herói. Mas eu não vou deixar que isso aconteça! Isso é tudo mentira! Tudo!

Rob Este aparece nas costas de Valente que se encontra bastante irritado, Zé Maravilha começa a afastar-se.

Valente: O que é que se passa?

Rob Este: Vais pagar por tudo!

Valente vira-se e vê Rob, a sua expressão é de desacreditação. O mesmo leva um soco bastante poderoso.

Rob: Eu falei com a minha mãe no outro dia e então ela estava era drogada? A culpa é tua seu animal.

Rob consegue dominar Valente e coloca-se em cima dele dando-lhe socos bastante fortes. Nisso vários oficiais aproximam-se e separam os lutadores.

Valente: Fala-se em heróis e cá vem ele. Atacando pelas costas.

Ambos são segurados por várias pessoas do staff.

Valente: Para a semana vamos estar fechados naquela jaula e pelas costas já não me atacas mais. Seu animal!

Rob: Isso é o que vamos ver!

A imagem desvanece, reina a tensão nos bastidores.

*****

A imagem foca um corredor numa extremidade do pavilhão, perto da porta que dá acesso ao parque de estacionamento do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre. Vemos Alexandra Valente a ir de encontro a Diogo Lourenço. Abraço entre ambos.

Alexandra Valente: Eu nunca duvidei de ti por um segundo miúdo. Vamos lá descansar que bem mereces... que noite mais cansativa. Celebramos depois, estamos nosso direito.

Diogo ri-se e coloca a mão sobre o ombro de Alexandra.

Diogo Lourenço: Vamos mas é sair daqui, farto de russos papões estou eu.

A imagem desvanece com Diogo Lourenço e Alexandra Valente a rirem-se, intimidando verbalmente e insultando o russo Yuri Petrov num tom proício a tal.

*****

A câmara foca um vestiário. A mesma vai rodando aos poucos e finalmente acaba por ir de encontro a Vinícius Nunes, o campeão Supremo. O público vai ao rubro e o brasileiro pisca o olho para a câmara e certamente para todos os seus fãs em casa e no pavilhão. O mesmo será sozinho em cena.

Vinícius Nunes: Olá ao povo da Vanguarda que assiste nesse momento a um dos eventos mais importantes da história da federação da qual eu sou campeão. E eu me orgulho disso com toda a certeza. E eu tenho feito tudo para me orgulhar de mim próprio, mas também quero servir de exemplo para todos vocês e ser um campeão aceitável.

Vinícius Nunes pousa uma toalha que tem no ombro.

Vinícius: E eu tenho tentado dar tudo para todos aqueles que realmente se importam com a Vanguarda. Mas a verdade é que, como todos, eu também sou criticado...

Expressão facial mais apreensiva por parte do campeão.

Vinícius: Verdade é que alguns caras me têm criticado ultimamente por aparecer cada vez menos e representar cada vez menos a federação, sendo eu campeão Supremo. Eu compreendo esse vosso lado, mas a verdade é que eu não posso concordar...

Vinícius Nunes levanta-se e aproxima-se da câmara.

Vinícius: E hoje, quando eu derrotar Aníbal Fragas, eu farei isso por todos vós. Irei derrotá-lo e dedicar a vitória a todos aqueles que acreditaram e não acreditaram em mim. Pois essa vitória de hoje é para o povo da Vanguarda que fizeram tudo isto crescer. De mim, para vocês... um caloroso abraço. E até logo mais.

O campeão Supremo começa a alongar enquanto a imagem desvanece.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 06 Nov 2013, 07:14

A câmara fixa volta a focar o ringue. Dentro de instantes irá ter início mais um combate desta maravilhosa noite, desta feita irá ser consumada a estreia de Verme num ringue na Vanguarda da Luta Livre.

Luís: Teremos dentro de momentos a estreia de Verme, mais um gajo digno de estar num manicómio pelos vistos. É com cada um...

Beja: Ainda nem deste uma oportunidade ao homem. Vai-se estrear dentro de momentos e muito se tem falado nele, portanto parece realmente ser uma aposta forte da Vanguarda da Luta Livre! Augusto Lousada marcou este combate pós-Vanguarda vinte e nove, castigando Henrique Coelho pela sua atitude na semana passada.

Luís: Ficou descontente por ser um tapa-buracos. E acho muito bem.

Beja: Não, isso não funciona assim. Se estás aqui tens que estar motivado e pronto para subir ao palco a qualquer hora por qualquer motivo. Se não estás disposto a essa talvez o teu lugar não seja aqui. Mal o Henrique nesse aspeto.

*Toca a música Rabo de Peixe, faixa de Henrique Coelho*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, este combate está marcado para uma derrota! A caminho do ringue, oriundo de Ponta Delgada e pesando 95kg... "a sensação açoriana"... Henrique Coelho!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: E aqui vem o açoriano, pode-se ver que está com cara de poucos amigos. É como disse há pouco, há coisas que não mudam. É uma pena realmente pois este lutador tem um carisma bem acima da média.

Luís: Amarrado como uma cabra, mas é sempre para a frente! Ó Beja se abres a boca muita vez eu só te parto os dentes... eu partia tudo em casa quando não tinha droga...

Beja: E enquanto o meu colega está entretido uma tarefa extremamente profissional, aproveito para relembrar que Henrique Coelho foi campeão da Vanguarda durante mais de cem dias, o reinado mais longo da história da Vanguarda da Luta Livre. É de assinalar!

Luís: Aqueles que não tem nada, todo o dia levando lenha...

Beja: Já percebemos Luís, agora cala-te.

Luís: Beja, tem respeito quando passas pela minha rua!

Henrique Coelho dá uma volta ao ringue com a bandeira dos Açores no braço esquerdo. Cumprimenta Luís Barreira e pousa a bandeira na mesa de comentadores, subindo ao ringue logo a seguir.

*Toca a música Tiptoe Through The Tulips, faixa de Verme*

Raquel Jacob: E o seu adversário, a caminho do ringue, pesando 89kg... Verme!

Beja: O que se passa aqui!? Mais uma vez problemas com a iluminação!

A iluminação no pavilhão da Vanguarda da Luta Livre falha durante alguns instantes. Logo de seguida vemos Verme a descer a rampa de acesso ao ringue com as luzes já acesas.

Luís: Não, este gajo não pode ser normal... que máscara é aquela? Que aberração!

Beja: Não há reação propriamente dita para Verme. Ninguém se coloca a apoiar o lutador por esta altura, mas ninguém o vaia também. Mas nota-se que o público, na sua maioria, está assustado.

Verme entra lentamente com um tubo de metal na mão, a cabeça inclinada para o lado esquerdo, quase que coxeia para o ringue. Quando entra dentro do ringue agarra a cabeça com ambas as mãos e abana-a freneticamente como se tivesse um ataque.

Luís: Este gajo não é normal. Macacos me mordam...

*Soa a campainha*

O oficial Marcos Mendes está em ringue pela primeira vez nesta noite e inspeciona ambos os lutadores antes do início da ação. Este dá ordem para iniciar as hostilidades e até Henrique Coelho está ligeiramente intimidado com Verme. Os lutadores aproximam-se um do outro e Verme continua a inclinar a cabeça para a esquerda e depois para a direita de forma esquisita e doentia, verdadeiramente assustadora. As luzes do pavilhão falham durante milésimos de segundo e o público fica realmente assustado. Verme aproxima a cara à do açoriano que se sente verdadeiramente intimidado. Cuspidela de Coelho na máscara de Verme! O estreante não reage e continua a abanar a cabeça dum lado para o outro, o público está realmente confuso. Rolling Elbow por parte de Verme em cheio na cara do açoriano! Manobra repentina e rápida que coloca o açoriano extremamente surpreendido, este senta-se no ringue e vai a rastejar até a um canto!

Verme abana novamente a cabeça enquanto Henrique está estupefacto. Verme vai a correr e tenta pontapear a cabeça do açoriano, mas este rebola para fora do ringue à última da hora e vira as costas a ação! Coloca-se de costas para o ringue e fica a pensar, parece que vai abandonar a arena e perder por desclassificação... Henrique Coelho começa a andar lentamente em direção aos bastidores, Verme vai às cordas e toma balanço para atingir o adversário com um poderoso Suicide Dive! Manobra brilhante por parte do estreante e o público parece gostar deste último golpe do misterioso lutador. Momentos depois este levanta Coelho e coloca-o de volta no ringue. Leg Drop por parte de Verme! Assentamento, 1... Henrique Coelho safa-se à contagem de 1, tentando-se levantar-se imediatamente e reagir.

Henrique Coelho levanta-se rapidamente e aplica um arremesso de judo a Verme! O público reage a esta manobra vintage por parte do açoriano, sendo que alguns fãs mais alternativos aplaudem o açoriano que os manda calar logo de seguida. Verme levanta-se rapidamente e começa a abanar a cabeça mais uma vez, batendo com a mão na mesma! Arremesso de judo número dois! Assentamento, 1... Verme safa-se, projetando Henrique Coelho para outro lado do ringue com agressividade. O estranho lutador salta para cima do açoriano e tenta acertar-lhe com o máximo de murros possível sem qualquer dó, mas o açoriano rapidamente se esquiva e se levanta. Uppercut em Verme com bastante impacto que o deixa combalido. Pode ser a abertura que o açoriano precisa, tenta o Neckbreaker mas o estreante aplica cotoveladas na têmpora de Coelho, deixando-o com a mão na cabeça e bastante queixoso.

Coelho acaba por ir encostar-se a um canto, Verme vai a correr com violência e atinge-o com uma joelhada, gritando duma forma aberrante logo de seguida! Verme afasta-se do açoriano e coloca a mão na cabeça, emitindo outro grite estranhíssimo! Henrique Coelho está atordoado mas vê que o adversário está distraído! Tenta o Triangle Choke e consegue prender o movimento se bem que de forma ligeira... Verme consegue escapar e o antigo campeão da Vanguarda fica caído no tapete! Murros de direita por parte de Verme! Mandible Claw, Verme chama a isto de Silêncio Mortal! Manobra de submissão presa!

Henrique Coelho desiste no meio do ringue perante o Silêncio Mortal de Verme!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate... Verme!

Luís: Acho que me vou abster de qualquer tipo de declarações neste momento. Além deste gajo ser ridiculamente estranho no ringue emite ondas ensurdecedoras com aqueles berros.

Beja: O público parece gostar de Verme, apesar do mesmo assustar grande parte dos membros da comunidade da Vanguarda da Luta Livre... sobretudo os mais pequenos! Mas esta foi uma exibição importante do estreante Verme na vitória sobre um antigo campeão da Vanguarda, Henrique Coelho.

Verme caminha de forma robotizada até à zona de bastidores, enquanto Henrique Coelho fica possuído no meio do ringue. O mesmo vai pontapeando os cantos e cordas do ringue, empurrando até o oficial David Peralta.

Beja: Extremamente má esta reação do Henrique Coelho! É notório que o açoriano está muito frustado e esta atitude já vem da semana passada! Esta vitória de Verme só vem piorar as coisas para o mundo do antigo campeão da Vanguarda.

Ao som das vaias Henrique Coelho vai mandando vir com os fãs enquanto se vai lamentando, subindo a rampa de acesso ao ringue em direção aos bastidores.

Luís: Beja, este Verme ficou preso ao Halloween. Alguém que o diga que já passou!

Beja: O quê, disseste alguma coisa? Bem, a verdade é que nos aproximamos do combate com o título Supremo em jogo. Vinícius Nunes versus Aníbal Fragas a não perder, falta pouco!

A imagem desvanece com Henrique Coelho a ir até à zona de bastidores.

*****



*****

A câmara foca agora a mesa de comentadores na arena propriamente dita. Diogo Beja e Luís Barreira estão com computadores portáteis na sua posse e preparam-se para ler algo no mesmo.

Luís: Hoje trazemos aos fãs da Vanguarda da Luta Livre algo único! Iremos agora ler alguns dos comentários que vocês fizeram no facebook e no twitter. No primeiro, André Almeida diz que "este tem sido um evento memorável e que Verme é um lutador que tem tudo para atingir o topo da federação." Coitado, deve ser tapado...

Beja: Muito bem, a insultar alguém que não conheces. No twitter podemos ler um comentário do utilizador zéf12 que diz, e passo a citar, "@ViníciusNunes irá prevalecer perante Aníbal Fragas #V30RTP2".

Luís: Vai vai, esperem só para ver. De qualquer forma, Beja, o que tens achado do evento?

Beja: Isto tinha tudo para ser memorável e de facto está a sê-lo. Esperava sinceramente que pelo menos um título mudasse de mãos, especialmente no combate do título da Vanguarda. Yuri Petrov era a meu favorito e poderia ter vencido não fossem os esquemas de Lourenço e Alexandra. De qualquer forma temos tido um evento perfeito com combates a condizer. Falta o evento principal que promete ser talvez o melhor combate da história desta federação.

Luís: Da primeira vez Aníbal Fragas destruir Vinícius Nunes num combate que terminou com um empate injusto para muitos dos fãs da Vanguarda da Luta Livre. Até os meninos do brasileiro acharam mau este resultado! Vamos ver se agora a justiça aplica-se.

Beja: E é a pergunta que se coloca neste momento! Estará Vinícius Nunes preparado para voltar a enfrentar Aníbal Fragas, física e psicologicamente? Estará melhor preparado para enfrentar o protegido de Augusto Lousada!? São respostas para responder já a seguir no evento principal da noite... enquanto isso fiquem com mais um misterioso vídeo!

*****

Triiiiiiim Triiiiiiiiiiiiiiim.

???: Espero porque sou paciente... mas não espero por muito mais tempo... espero, espero... a espera está a terminar.

Triiiiiiim Triiiiiiiiiiiiiiim.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 06 Nov 2013, 07:15

A câmara fixa volta a focar o ringue. Aproxima-se o evento mais importante da noite e o público está ao rubro, gerando uma atmosfera eletrizante no pavilhão!

Luís Barreira: Calem-se que eu quero estar concetrado! Só burburinho...

Diogo Beja: E vem aí o momento mais aguardado da noite: Vinicius Nunes, Aníbal Fragas, o segundo confronto, desta vez com o Título Supremo em jogo! O ambiente é fantástico e quase inédito no pavilhão, diria. Isto tem tudo para ser memorável, já o disse!

Luís Barreira: Penso que neste momento tenho de ser sincero. Apesar de me retirar toda a concetração a electricidade que se sente nesta arena impressiona. Está tudo em brasa, a excitação ultrapassa todas as barreiras! E olha, um trocadilho com o meu nome...

Diogo Beja: Não digo que esteja a tremer, mas este ambiente é realmente fantástico! Só quem está aqui pode-se gabar realmente de estar presente num dos momentos mais importantes da história da Vanguarda da Luta Livre! António Raminhos já está no ringue!

*Toca a música Até Quando?, faixa de Vinícius Nunes*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, este combate está marcado para uma derrota e é pelo título Supremo da Vanguarda da Luta Livre! A caminho do ringue, oriundo de Salvador, Bahia, Brasil e pesando 140kg... ele é o campeão Supremo da Vanguarda da Luta Livre... VINÍCIUS... NUNES!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Diogo Beja: E aqui vem o campeão Supremo! Vinícius Nunes falou há pouco neste evento e parece extremamente focado, pronto a bater Aníbal Fragas pela primeira vez!

Luís Barreira: Cambada de ovelhas...

Diogo Beja: Este público apoia em massa o seu campeão Supremo. Vinicius Nunes é o campeão que o povo quer ver com o título máximo da Vanguada.

VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS.

O público vai cantando o nome do campeão Supremo enquanto este entra no ringue, prestes a defender o título contra um dos homens mais imponentes na federação. Entrada bastante rápida do campeão.

*Toca a música The Day I Tried To Live , faixa de Aníbal Fragas*

Raquel Jacob: E o seu pretendente, a caminho do ringue, vindo diretamente da Cela 88 da Prisão de Linhó e pesando 102kg... Aníbal Fragas!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Diogo Beja: E aí vem, através da massa de gente que o apupa e aplaude ao mesmo tempo, a Sombra da Vanguarda. Um homem amaldiçoado dizem alguns, uma vergonha que parece não querer desaparecer dos nossos ecrãs dizem outros…

Luís Barreira: Para mim ele é que é um verdadeiro homem do povo. Ele entra pelo meio do povo, é tocado pelo povo, o povo assobia, aplaude e insulta-o aos seus ouvidos, ele desperta todos os sentimentos possíveis neste povo. Vias o Vinicius a descer pelo meio do público e receber tudo isto?

Diogo Beja: Aníbal Fragas entra no ringue. Vinicius Nunes olha para ele com uma expressão muito compenetrada, campeão está preparado para a guerra que aí vem.

Luís Barreira: Guerra? Mais massacre na minha opinião...

Aníbal Fragas entra no ringue de forma intensa, pronto para a maior batalha da sua vida. A tensão no ringue é imensa.

*Soa a campainha*


Beja: E toca a campainha, Vinicius e Aníbal aproximam-se do meio… O que está Aníbal Fragas a fazer?

Barreira: Aníbal Fragas abre os braços e deixa-se cair para trás quase no meio do ringue. E agora berra a Vinicius que o cubra.

Beja: Isto é impensável! Vinícius Nunes está estupefacto e vai cobrir Aníbal Fragas para reter o título Supremo, 1... 2... Vinícius Nunes levanta-se e recusa-se a cobrir o adversário!

Barreira: Reflexão espiritual do brasileiro... encosta-se agora a um dos cantos.

Beja: Vinícius Nunes toma a sua decisão e chama António Raminhos, parece que à segunda vai mesmo cobrir o seu adversário! Aníbal Fragas continua deitado, 1... 2... Vinícius Nunes volta a largar a contagem e o público fica extremamente confuso.

Barreira: Que tótó, pode sair daqui campeão sem sofrer nenhum dano…

Beja: Vinícius Nunes emite um berro extremamente intenso! Parece que desta é de vez! Vinícius Nunes debate-se e até fica a ouvir o público mas vai cobrir Aníbal Fragas! Vai para o assentamento, esperançosamente pela última vez, 1... 2... Vinícius Nunes larga!

Barreira: Decide-te!

Beja: Vinicius diz ao árbitro que se recusa a competir nestas condições. O campeão é um verdadeiro desportista e recusa-se a participar neste triste espectáculo depois de se debater com toda esta complicada situação! António Raminhos manda tocar a sineta e declara anulado o combate.

*Soa a campainha*

*Toca a música da Vanguarda*

Beja: Aí vem o nosso Produtor Executivo, o big boss Lousada.

Lousada: Cortem a música. Cortem a música. Caro Raminhos, agarre o título.

Beja: Grande confusão na cara de Vinicius Nunes. Aníbal passou a estar sentado no meio do ringue, com uma expressão de resignação.

Lousada: Vinícius Nunes, com a sua recusa em defender o título contra Aníbal Fragas está a violar a clausula 23 do contrato que assinou com a promoção de wrestling Vanguarda da Luta Livre depois de vencer o Título Supremo. Com base nessa violação, eu, Augusto Lousada, Produtor Executivo da Vanguarda e Supervisor Geral, declaro a posse do Título Supremo vaga.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

GATUNO GATUNO GATUNO GATUNO! PALHAÇO PALHAÇO PALHAÇO PALHAÇO!

Barreira: YES! YES! YES! YES! YES! YES!

Beja: Vinicius Nunes está absolutamente lívido, não quer acreditar no que está a acontecer. O público revolta-se nas bancadas, podemos ter um motim a rebentar a qualquer momento...

Lousada: Segurança, escoltem o nosso convidado António Raminhos para fora da arena.

Beja: E os seguranças levam Raminhos, que tem o Título Supremo nas suas mãos, depressa para fora dali. Isto está mesmo para explodir.

Lousada: E tu Vini...

???: HEI HEI!

Barreira: Aníbal Fragas rolou para fora do ringue e arrancou o microfone de Raquel Jacob

Fragas: Eu avisei-te Vinicius, ele pode usar-me como uma marioneta para os jogos dele. Ele escreveu no papel que eu tinha de me deitar no ringue, não podia fazer nada sobre isso. Mas agora que acabou esta fantochada, podemos nós ter uma luta a sério. Eu e tu, agora, sem árbitros, sem regras, até um de nós já se não levantar. O que é que me dizes?

Beja: Vinicius olha para Fragas durante segundos intermináveis, a raiva começa a subir pela sua cara acima, começa a tremer...

Barreira: Queres ver que ele se está a tranformar no Hulk...

Berro incrível por parte de Vinícius Nunes que se ouve em todo o pavilhão!

Beja: Vinicius solta um urro primordial como nunca ouvimos igual nesta arena. O que é que vai fazer?

Barreira: Ai ai ai, provocaste o bicho no momento errado, Aníbal...

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS.

Beja: Vinicius correu a toda a velocidade e saltou por cima das cordas num Plancha contra Aníbal Fragas. Nunca vimos tal coisa do agora ex-campeão, e parece que esta rixa não sancionada pela Vanguarda está mesmo a decorrer.

Barreira: O Vinicius está possuido…

Beja: Vinicius recupera primeiro e espanca violentamente Fragas no exterior do ringue.

Barreira: Mas Fragas vai-se levantando com a ajuda das proteções laterais apesar dos golpes de antebraço de Vinícius. E responde com murros na zona do fígado, obrigando o brasileiro a recuar.

Beja: Fragas acusa o ataque inicial, entrando para dentro do ringue para se afastar de Vinicius, que o segue alguns segundos depois.

Barreira: Back Clubs de Fragas em Vinicius. E joelhadas ferozes ao peito de Vinicius.

Beja: Mas Vinicius avança pelo meio dos golpes de Fragas, Takedown. E Golpes de antebraço de Vinicius, isto é uma rixa sem quartel, a violência desde o primeiro segundo e a vontade dos dois de aumentar essa violencia a cada segundo que passa é impressionante.

Barreira: E Fragas, apesar de ter o monstro que é Vinicius Nunes em cima de si, responde com murros às costelas que interrompem o ataque de Vinicius. É este o mundo de Fragas, o mundo das lutas até um dos participantes ficar inconsciente.

Beja: Fragas consegue uma aberta e rola para cima de Vinicius. Cabeçadas de Fragas em Vinicius… E Vinicius atira-o pelo ar, que demonstração de força do brasileiro.

Barreira: Fragas rola em direcção às cordas e usa-as para se levantar…

Beja: Mas Vinicius já está no encalce dele, Running Big Boot em Fragas.

OHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH.

Barreira: Golpe poderoso de Vinicius a atirar Fragas para fora do ringue, mas o próprio Vinicius a ficar pendurado no meio das cordas. É para não se por a inventar...

Beja: Vinicius Nunes a arriscar muito, a emoção é maior que a razão, não só acabou de perder o seu título de uma forma completamente revoltante como o homem envolvido na tramoia e que passou as ultimas duas semanas a desafiar o seu espirito de lutador, a dizer-lhe por meias palavras que era um fraco, Aníbal Fragas, o desafia para uma luta não sancionada.

Barreira: Vinicius conseguiu sair das cordas… Mas Fragas está recuperado e puxa-lhe as pernas, Vinicius bate com a cabeça na borda do ringue. Fragas com pisadelas agressivas no peito do ex-campeão.

Beja: Fragas sabe que Vinicius tem uma condição cardio-vascular excelente, com a concentração dos seus golpes nas costelas e peito de Vinicius ele está a ver se consegue impedi-lo de respirar o mais possível. Mas Vinicius agarra na perna e puxa, e é Fragas que vai com a cabeça à borda do ringue.

Barreira: Mas Fragas cai aparatosamente com um joelho em cima do braço esquerdo de Vinicius.

Beja: Vinicius rola pelo chão agarrado ao braço. Será que pode estar partido? Ele parece ter movimento… Um lutador treinado e experiente teria claramente uma hipótese ao atacar aquele braço, mas como o próprio Fragas diz, ele “não precisa de Armbars”.

Barreira: Podes estar descansado que ele não precisa de Armbars para explorar esta oportunidade.

Beja: Os dois procuram levantar-se. Vinicius está junto aos degraus, Fragas avança a toda a velocidade… E Vinicius desvia-se, Fragas vai contra os degraus e fica agarrado à perna esquerda.

Barreira: Mas tal como a Besta a emergir do poço dos infernos, Fragas rola duas vezes e levanta-se, agarrado à barreira de proteção. Escadas, bordas de ringues, tudo isso é irrelevante. Este homem pode levar com a arena inteira em cima e mesmo assim vai levantar-se e continuar a perseguir Vinicius Nunes. Não há por onde escapar à raiva de Aníbal Fragas.

Beja: Vinicius entrou no ringue, Fragas vem atrás dele como um tubarão…

Barreira: Joelhadas em Vinicius, fazendo-o recuar até ao canto. Cabeçadas no peito, murros nas costelas, Vinicius não tem por onde fugir… E mete o seu antebraço no pescoço de Vinicius, está a asfixiá-lo. Afasta-se, corre para o canto...

Beja: Cotovelada de Vinicius...

Barreira: Mas Aníbal vai para cima dele de novo, parece o Terminator...

Beja: Vinicius afasta-se, Aníbal vai contra o canto. Agora é Vinicius que o ataca no canto com joelhadas e golpes de ombro.

Barreira: Cabeçada de Fragas no braço magoado de Vinicius. Este afasta-se agarrado ao braço… E Fragas explode do canto com um Running Yakuza Kick, parecia que lhe ia arrancar a cabeça.

Beja: Vinicius está caído no meio do ringue, Fragas ajoelha-se ao pé dele e puxa-lhe pelo cabelo… Cotoveladas verticais na cabeça de Vinicius, um golpe tão perigoso que é proibido no MMA.

Barreira: Bionic Elbows são um dos golpes mais famosos na história do Wrestling, e Fragas está a usar o seu cotovelo com uma violência incrível.

Beja: E Vinicius põe Double Underhooks em Anibal para o impedir de atacar, Vinicius a usar a sua tecnica para sobreviver…

Barreira: Mas o seu braço esquerdo está fraco, não consegue virar Fragas totalmente, ficam os dois numa posição lateral, Fragas ataca-o nas costelas com murros do seu braço direito.

Beja: Mas Vinicius responde com joelhadas suas... e consegue mesmo virar Fragas, posição montada… Golpes de antebraço de Vinicius em Fragas. Vinicius a martelar Fragas com tudo o que tem, Fragas em graves apuros.

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH.

Barreira: Fragas a ranhar os olhos de Vinicius, obrigando-o a dar espaço. Isto começa a ficar feio.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: E FRAGAS MORDE A CARA DE VINICIUS! O campeão rola pelo tapete agarrado à cara.

Barreira: Fragas persegue-o semi gatinhando… Cabeçadas de Fragas nas costelas de Vinicius, a dificultar ainda mais a respiração do campeão…

Beja: Fragas levou isto para o mundo de valer absolutamente tudo… Vinicius está de gatas também, tenta fugir agarrado à cara. Fragas agarra-o pelo braço esquerdo…

Barreira: E um grande esticão no braço esquerdo de Vinicius, o ex-campeão fica agarrado ao braço… seguido de uma RANHADELA COM AS DUAS MÃOS nas costas de Vinicius Nunes, que eleva o tronco como se tivesse sido atingido por um relampago.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: Completamente desprezivel… Este homem foi a pior coisa que podia ter acontecido à Vanguarda

Barreira: Como o próprio Fragas já disse, ele luta para sobreviver. Este é um homem capaz de arrancar um olho a Vinicius se preciso for. Já esteve perto disse à pouco.

Beja: E pode ser o fim para o brasileiro, SLEEPER HOLD de Fragas em Vinicius.

Barreira: O mesmo Sleeper Hold que pôs António Andrade a dormir de uma forma chocante no Vanguarda 28.

Beja: Vinicius debate-se, mas Fragas tem aquele Sleeper bem preso…

Barreira: Vinicius começa a desvanecer.

Beja: Vinicius convoca todas as suas forças e consegue por-se de pé, apesar do peso de Fragas em cima de si.

Barreira: E Fragas mete-se às costas de Vinicius, cruzando as pernas numa tesoura em volta do tronco deste para tornar ainda mais difícil a sua respiração

Beja: Vinicius tenta projectar Anibal para fora das suas costas mas Fragas está bem seguro. Vinicius tenta agora recuar com toda a força contra o canto mais próximo…

Barreira: Ele bate contra o canto mas Fragas ri-se desta tentativa de libertação de Vinicius, em que o instinto de Vinicius o fez agarrar a corda à mistura, mas isso de nada serve.

Beja: Ele fez tudo o que faria normalmente mas nesta luta sem regras isso não chega. Vinicius acabou por vir parar próximo no meio e já não tem mais por onde escapar. Vinicius cai de joelhos, Fragas segura-o agora na sua manobra.

Barreira: O fim está por segundos, não há cordas nem contagens para separação, nem qualquer Hulking Up que salve Vinicius senhores e senhoras, isto aqui é a vida real a acontecer.

Beja: Vinicius tomba parcialmente…

Barreira: É o fim, é o fim. Fragas apagou-o…











OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH.


YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS.

Beja: VINICIUS NUNES ENFIA OS POLEGARES NOS OLHOS DE ANÍBAL FRAGAS! E O PÚBLICO EXPLODE!

Barreira: Cambada de hipócritas…

Beja: Vinicius a jogar o mesmo jogo de Aníbal Fragas, o ex-campeão também passou a barreira do bem e do mal, agora tudo vale para sobreviver. Aníbal Fragas que se cuide.

Barreira: Aníbal levanta-se próximo das cordas, está agarrado aos olhos.

UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUHRG.

Beja: Vinicius Nunes urra e o público urra com ele. Este público quer ver Vinicius desfazer Fragas. A Vanguarda tem um heroi Aníbal Fragas, e ele vai dar-te a sova da tua vida.

Barreira: Fragas corre para Vinicius, Running Yakuza Kick…

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Beja: SPINEBUSTER! Vinicius planta Fragas com o Spinebuster, quase só com o braço direito. Hoje nasceu um Vinicius que nunca vimos antes.

Barreira: E não perde tempo, agarra em Fragas e levanta o seu tronco, KNEE LIFT na cabeça.

Beja: Vinicius levanta Fragas de novo, outro Knee Lift. Ele vai continuar com isto até Fragas já não se mexer… Puxa-o de novo...







Barreira: CHOP BLOCK de Fragas, Vinicius desequilibra-se… SNAP DDT de Fragas. Tal e qual o primeiro combate entre os dois.

Beja: Estão os dois no chão. Este combate tem sido de tal maneira violento que só há uma pergunta a fazer: Será que algum deles se vai levantar?







Barreira: Fragas a rolar em direção às cordas mais afastadas, quer distância.





...


Beja: E Vinicius vira-se no seu lado e arrasta-se para o canto contrário.

Barreira: Fragas levanta-se com um esforço herculeo com a ajuda das cordas.

Beja: Mas já não muito mais no tanque de Fragas.

Barreira: Fragas vê Vinicius de gatas no outro lado do ringue… E assinala que vai para a Grande Penalidade, o Soccer Kick à cabeça de Vinicius Nunes...

Beja: Vinicius está ainda meio perdido depois do DDT…

Barreira: Aníbal Fragas bate com o pé direito insistentemente no chão. Todo o seu corpo treme, Fragas berra animalisticamente. E parte para Vinicius...









...

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.


Beja: LEAPING LARIAT DE VINICIUS NUNES. Mais uma demonstração da razão pela qual Vinicius Nunes é considerado o melhor atleta puro da Vanguarda, reuniu todas as forças que tinha e saltou, desferindo uma brutal Lariat em Anibal Fragas antes que este lhe pudesse acertar.

Barreira: E Fragas foi virado do avesso...

Beja: REAR NAKED CHOKE DE VINICIUS NUNES EM ANÍBAL FRAGAS. O PUBLICO DELIRA

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS VINÍCIUS.

Barreira: Fragas não reage, Vinicius já o largou e tudo. Já aí vêm os paramédicos e agentes ver do estado de Aníbal Fragas

Beja: É OFICIAL! VINICIUS NUNES PÕE ANIBAL FRAGAS INCONSCIENTE. ESTA LUTA ACABOU. VINÍCIUS NUNES SAI VITORIOSO DESTA LUTA NÃO SANCIONADA... MAS CAI AGORA REPENTINAMENTE E OS PARAMÉDICOS VÃO VER O ESTADO DO ANTIGO CAMPEÃO SUPREMO!

Barreira: Mas Vinicius Nunes já não é o campeão supremo da Vanguarda.

Beja: Os paramédicos vão assistindo Vinícius Nunes por esta altura! Lamentamos imenso mas não temos mais tempo nesta semana, dia doze voltaremos com mais desenvolvimentos sobre esta chocante conclusão da Vanguarda trinta!

A imagem desvanece com Vinícius Nunes e Aníbal Fragas estatelados no tapete.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 30# (RTP2) - (05/11/13)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum