COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Qua 04 Set 2013, 21:35



COLISEU DOS RECREIOS, LISBOA, PORTUGAL
4.000 LUGARES
|15 de Setembro de 2013|


COMBATE PRINCIPAL DA NOITE

COMBATE PELO TÍTULO SUPREMO
MOORE SD vs. VINÍCIUS NUNES (c)



*****
JORGE GANTE vs. RICARDO SOARES "I QUIT MATCH"
ANTÓNIO ANDRADE (c) vs. DIOGO LOURENÇO vs. HENRIQUE COELHO vs. YURI PETROV TÍTULO DA VANGUARDA
GONÇALO FERRAZ vs. ???
DELMAR&COURTEENER (c) vs. ESTE&VALENTE PARCEIROS DE GUERRA
CAIM EZEQUIEL vs. JORGE FARIA
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Seg 16 Set 2013, 05:07

A imagem foca o Coliseu dos Recreios a alguns metros de distância, mostrando um placar a dizer “VLL COLISÃO – HOJE – ESGOTADO”. Depois de alguns segundos a focar claramente a entrada vemos a imagem a subir, sem sair do sítio, apenas a percorrer o espaço do edifício na vertical. Foca um pouco o espaço visual que é a noite até que um pequeno fogo-de-artifício começa. Celebrando este grande evento que irá começar dentro de breves momentos!


Depois do fogo-de-artifício fora do ringue é tempo para a imagem mudar drasticamente para dentro do mesmo e começar o espetáculo dentro do Coliseu, onde a VLL apresenta um dos eventos mais esperados do ano! Excelente agitação nas bancadas, vários cartazes, o povo manifesta-se, com o tema oficial a entoar pelos quatro cantos do espaço bem decorado. No stage vemos um meteorito suspenso, com uma enorme cauda de fogo atrás quase a atingir a rampa, no ecrã gigante desfila o logo da federação.

Luís Barreira: Bem-vindos ao PPV Colisão! Um dos maiores eventos do wrestling nacional! O meu nome é Luís Barreira e ao meu lado tenho Diogo Beja, um dos comentadores mais procurados da televisão Portuguesa!

Diogo Beja: Boa noite a todos os que nos assistem em casa, é esperado que hoje se bate um recorde de audiências, no que diz respeito a PPVs em Portugal!

Luís: Vários combates estão programados para a noite de hoje.

Beja: É verdade. Para além dos ditos combates com títulos envolvidos há mais à mistura, coisas mais pessoais, como o combate de Ricardo Soares contra Jorge Gante! E claro o combate que teremos já de seguida entre Caim Ezequiel e Jorge Faria.

Luís: Mas antes disso o jovem Toni Queijadas irá ter uma oportunidade única de se mostrar na VLL. Ele que infelizmente perdeu o seu primeiro combate, no Lugar Cativo, irá agora mesmo cantar o hino nacional!

A imagem foca a rampa de acesso ao ringue, onde vemos Toni Queijadas, vestido com a sua habitual roupa de escuteiro. A música do evento termina, por alguns segundos dá-se algum silêncio e Toni Queijadas, completamente acapela, começa a cantar com uma voz angelical.

O povo fica surpreendido, como se estivesse a ouvir a Susan Boyle pela primeira vez, na sua grande audição.

À medida que a música decorre vemos a imagem a alternar entre o público e Toni. Algumas pessoas estão completamente arrepiadas.

Quando o mesmo termina de cantar recebe uma enorme ovação.


*Toca a música Invasion, faixa de Caim Ezequiel*

Beja: Mas o que é que este quer agora?!

Luís: Caim desce a rampa calmamente. O público está meio confuso por ver Caim.

Beja: É certo que ele terá um combate já de seguida, mas nem deixou Toni ter o seu momento de glória!

Luís: Uma chapada!

Beja: Toni Queijadas vai imediatamente ao chão! Que é isto? Caim novamente a assaltar um pobre inocente!

Caim pega em Queijadas, que estava no ar e Big Boot! Caim estende Queijadas e abana a cabeça em sinal de repressão.

Luís: Quem diria…

Beja: Toda a gente sabe que o Toni é um escuteiro honrado e principalmente um homem que acredita em Deus! Porque será que Caim fez isto?!

Os médicos aparecem.

Luís: Parece que Caim está a ser avisado pelo árbitro, que chega agora, que tem de se dirigir imediatamente para o ringue e que o seu combate vai começar agora.

Beja: Toni deixa a zona da arena debaixo de grande ovação.  

Luís: Uma coisa tenho de te dizer, não sei o que o puto faz aqui. É mais fraco que o meu sobrinho de 10 anos!

*Toca a música To The Stage, faixa de Jorge Faria*

Jorge Faria: Parem a música! Parem a música!

Faria aparece no stage, pronto a competir, mas com um microfone na mão. Ele começa a descer a rampa lentamente.

Faria: Puto tu és tolo! Conseguiste atacar os dois tipos de pessoas mais prováveis de acreditar em Deus dentro desta federação! Tipo atacaste um agricultor e um escuteiro! Nunca viste o Balas e bolinhos meu?!

Luís: O que é que o gajo esta para ali a dizer?!

Faria: Tipo “Ó tone não te metas com os escuteiros tone! São anjos de Deus!”

Beja: O Caim parece que não está a gostar nada da conversa…

Faria chega aos degraus e começa a subi-los em direção ao ringue.

Faria: Já vais arder no inferno!

O “Pingú” começa a rir-se, mal entra no ringue, mas é imediatamente atacado por Caim Ezequiel.

Luís: Este combate parece que vai começar oficialmente!

*Soa a campainha*


David Peralta, o árbitro oficial deste combate avisa que Caim Ezequiel tem de largar Jorge Faria, visto que o mesmo, depois de ter sido violentamente atacado pelas costas, agarrou-se as cordas.

Caim dá espaço, depois da contagem do árbitro ter chegado aos quatro. Caim espera que Jorge se levante e Clothesline. O “escolhido de Jesus” prepara-se para o cover, mas Jorge safa-se rapidamente. É preciso mais para abater o “Pingú”.

Alguns segundos se passam com Caim a dominar através de pontapés, enquanto Faria se encontra no chão bem mal tratado, nisto há uma “abertura” que o jovem de Lisboa aproveita! O mesmo levanta-se e High Knee. Caim levanta-se um bocado atordoado o que o leva a cair no erro de virar as costas ao seu adversário. German Suplex. Jorge Faria, que faz hoje o seu primeiro combate, demonstra grande técnica dentro do ringue. Cover… 1… Caim Ezequiel levanta o ombro.

Jorge levanta-o de seguida, não perdendo qualquer tempo e Suplex! Caim cai desamparado no meio do ringue e agarra-se ao pescoço de seguida tenta rebolar para fora do ringue, mas Jorge agarra-lhe a perna. Jorge puxa-o para o centro e baixa-se, mas leva com um polegar no olho. O árbitro avisa Caim Ezequiel que não pode ter esse tipo de comportamento. O homem de Jerusalém levanta-se rapidamente, soco no estomago, contorna para trás de Jorge Faria e Backstabbler! Cover! 1…2…3…


Raquel Jacob: O vencedor deste combate… CAIM EZEQUIEL!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Beja: Ezequiel vence Jorge Faria depois de colocar o dedo no olho do lisboeta! O árbitro devia tê-lo desqualificado!

Luís: Não achas que estas a ser extremista? O gajo avisou e isso já é o suficiente. Caim leva aqui uma oportunidade bastante importante!

Caim deixa o ringue rapidamente, visto que Jorge começava a voltar a ganhar consciência do que se tinha passado, depois do impacto violento no meio do tapete.

Beja: Caim leva a vitória por hoje, mas não sei se no futuro Faria vai deixar que as coisas fiquem assim!

Luís: O que interessa é que hoje Caim saiu por cima! Cada dia de cada vez…

*****

A câmera foca agora a área de bastidores onde se compreende que os pretendentes aos títulos Parceiros de Guerra vão conferenciando. Parecem realmente otimistas e é notório uma clima de descontração perante Este e Valente.

Alberto Valente: É hoje Este, é hoje!

Rob Este: Tu hoje estás realmente confiante, até se pode dizer que me contagiaste. Fosses sempre assim e já os tínhamos vencido antes!

Valente: Deixa lá o passado pá, hoje é que interessa! E hoje...

Este (interrompendo Valente): ... hoje vamos ser Parceiros de Guerra!

Valente sorri, colocando a mão no ombro do companheiro.

Valente: É hoje o dia para que trabalhamos tanto independentemente de alguns problemas que possam ter ocorrido. Como te disse deixa lá o passado, hoje estamos motivados e vamos ter ouro nas cinturas pelo fim da noite!

*****

Novamente nos bastidores, a câmara foca a entrada da arena. Moore SD passa a porta e anda na direção dos balneários. Nisto o candidato principal é interrompido pelo entrevistador da VLL: Pedro Lombarda.

Pedro Lombarda: Moore, Moore. Desculpe-me mas responda-me só a umas questões. Pode dizer o porquê de ter devolvido o título Supremo ao Vinícius Nunes?

Moore SD: Primeiro que tudo. Boa noite aos presentes aqui no Coliseu dos Recreios, a ti também Pedro. Bom. Simples. Perguntei-me: “Porquê?” Porque raio havia eu de ter na minha posse o que não me pertence? Não sou nenhum ladrão e uma coisa é certa. O Vinícius ganhou o título com o suor que lhe escorreu do corpo no Paraíso. A mim resta-me fazer o mesmo.

Lombarda: Os fãs da VLL estão certamente felizes com essa atitude que o Moore adotou depois da venda da ADW. Pode também explicar o porquê da venda da ADW?

Moore SD: Também para isso há uma resposta muito simples, Pedro. Acho que com tudo isto apenas queria atenção por parte de quem toma as decisões. Com isto ganhei um combate onde tive a oportunidade de provar que mereço estar no topo. Fi-lo e agora tenho o maior momento da minha carreira à espera. Com o meu objetivo alcançado restou-me perceber que estou melhor na VLL do que na ADW, onde aí sim, estava a ser enganado e a levar uma autêntica lavagem cerebral do Remédios que usava o meu dinheiro como queria. Mas no papel quem mandava na ADW era eu em conjunto com a concorrência. Fiz o que tinha de ser feito.

Lombarda: Sem dúvida a melhor atitude a tomar. Os fãs da modalidade concordam comigo. Finalmente, boa sorte para o seu combate. Espero uma luta justa entre ambos e que no fim vença o melhor.

Moore SD: Obrigado Pedro. Certamente será assim e independentemente do resultado, no fim irei estender a mão ao Vinícius. Quem vencer merece o título.

Moore dá então uma palmada amigável no ombro de Pedro Lombarda e continua o seu caminho em direção aos balneários.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Seg 16 Set 2013, 05:08

A câmara volta a focar o ringue.

*Toca a música Horns Up, faixa de Rob Este e Alberto Valente*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… este combate está marcado para uma derrota e estão em jogo os Parceiros de Guerra! A caminho do ringue, os pretendentes, com 102 kgs "o justiceiro" Rob Este e, com 107 kgs, "o conquistador", Alberto Valente!

Luís: Vamos ter aqui o segundo combate da noite, o primeiro com títulos em disputa.

Beja: Estou curioso para esta dupla. Pareciam sinceramente pelo que pudemos ver no ecrã. Será interessante ver se mantêm esses índices no ringue frente aos ex-membros da ADW.

Luís: Vamos lá ver, o que é certo é que há grandes possibilidades de vencerem, por mais que isso me custe!

Os pretentendes entram no ringue parecendo novamente bastante confiantes. O público gosta do que vê e responde à altura.

*Toca a música Caixão da Razão, faixa de David Soares Courteener*

Raquel Jacob: E os seus adversários, primeiro, com 78 kgs, David Soares Courteener e com 138kgs, Delmar Bento, eles são... os Parceiros de Guerra!

Beja: Aqui estão eles, os campeões!

Luís: Mas que valente apupo que se sente no Coliseu... Não percebo a razão de tanto alarido… Eles são campeões por mérito!

Beja: Ambiente hostil!

Os dois descem a rampa juntos, sempre diante dum mar de apupos. O desejo cego de vencer por parte de ambos não deixou amigos no público.

Luís: E dentro de momentos vamos dar início a esta brutal contenda, tenho grande consideração pelos campeões e ainda bem que decidiram ficar na VLL! Vai ser um prazer comentar e relatar os combates dos mesmos.

Beja: Está na hora de dar início ao combate pelos Parceiros de Guerra!

*Soa a campainha*

Alberto Valente e Rob Este encontram-se no canto direito a conferenciar, enquanto o árbitro Jorge Mesquita dá o combate por iniciado. Valente começa medindo forças com David Soares Courteener. Durante alguns segundos o público puxa pelos lutadores, depois de medidas as forças Courteener acaba por sair por cima, ao calcar o pé de Valente. Courteener prende o seu adversário num Sleeper Hold. Valente deixa-se cair um pouco, enquanto o público puxa por si e Rob pede para o mesmo fazer o tag.

No entanto Alberto levanta-se, depois de o árbitro ter visto se o mesmo queria desistir, várias cotoveladas na zona do abdómen e manda Courteener as cordas. Dropkick! Courteener fica no chão e Valente faz tag com Rob. O Justiceiro entra com vontade e rapidamente aplica um DDT no centro do ringue. Cover, mas Delmar interfere rapidamente. Grande confusão no centro do ringue. Valente atira-se na direção de Delmar e acaba por levar com um Headbutt, caindo fora do ringue. Delmar segue-o. Courteener aproveita esta distração toda para atacar Rob Este, que olha para o seu parceiro a ser dominado.

Leglock rápido de Courteener, que rapidamente se levanta, depois de colocar Rob no chão. Várias patadas. O público apupa um dos Parceiros de Guerra, mas David parece estar bastante concentrado. Delmar já voltou ao seu posto. Courteener faz o tag com ele. Delmar Bento entra e começa a pontapear Rob, que tentava chegar ao seu canto, mas Valente não se encontrava lá. O “The Wall” levanta Rob e Shoulder Block seguido de um splash! Cover…1…2… Rob Este safa-se!

O público vê uma luz ao fundo do túnel para os candidatos. Delmar pega em Rob e atira-o para o canto. Lariat ao puxar o Justiceiro da Nazaré do canto! Delmar volta ao cover, mas Rob não desiste colocando o pé na corda e safando-se da contagem! Delmar continua calmo, enquanto Courteener parece mais nervoso e tenso com o desenrolar dos minutos e nada a acontecer.

Depois de um domino de alguns segundos por parte dos campeões, Rob consegue livrar-se e ir para o tag com Valente, que entra bastante confiante e aplica um murro valente em Courteener, que por esta altura já tinha feito também ele o tag com o Delmar. Valente aplica um excelente Spinning Wheel Kick. Courteener fica no chão! Cover..1…2…2,6… Courteener levanta o braço!

Valente levanta-se, mas leva com Delmar! No entanto o mesmo encostou-se ao canto! E Rob fez o tag! O árbitro viu logo é valido! Delmar empurra Valente para fora do ringue. Rob entra enquanto Courteener se levanta. Rob aparece na sua frente e Inverted Tornado DDT! Rob não perde muito tempo e vai para o seu finnisher! Spinning Crucifix Toss no centro do ringue!

Rob prende a perna de David Soares Courteener… vamos ter novos campeões?! 1…2…3!


Raquel Jacob: Os vencedores deste combate… e novos Parceiros de Guerra... Rob Este e Alberto Valente!

Luís: O pseudo Justiceiro e o pseudo Conquistador vencem este combate! Não posso acreditar!

Beja: Olha para o David Soares, que olhar incrédulo! Parece possuído!

Luís: Ele não acredita no que se acabou de passar, é natural... Nem acredito!

Beja: Surreal. Será estranho ver David Soares Courteener sem aquele ouro à volta da cintura…

Luís: Cá para mim houve alguma irregularidade. Mas Delmar não se encontra lá muito contente com Courteener! Parece que vai haver algum problema entre ambos. Só espero que estes novos campeões não durem muito! Quando é a próxima defesa deles? Que raiva!

Beja: Iremos descobrir brevemente, espero eu...

*****

Antonio Nunes encontra-se no balneário a aquecer para o combate de mais logo frente a Diogo Lourenço, Henrique Coelho e Yuri Petrov, pelo título da Vanguarda. Ele tinha acabado de baixar a perna quando Vinícius Nunes surge. Os dois cumprimentaram-se com um rápido aperto de mão.

António Nunes: Olá campeão! O que fazes aqui?

Vinícius Nunes: Vim lhe desejar boa sorte, combate bem difícil que você vai ter.

António parece ansioso nas suas palavras.

António: Verdade, tenho que enfrentar o Henrique Coelho de novo, e Deus sabe o quanto eu penei para derrotá-lo, além de ter que lutar com duas revelações, o Yuri e o Diogo. Mas vamos ver o que vai dar, espero-me divertir acima de tudo e realizar uma boa luta.

Vinícius: Não estás preocupado em perder o título?

António: Um pouco, mas voltei para a Vanguarda para me redimir, não tanto na obtenção de títulos, só quero servir a federação da melhor forma.

Vinícius parece desconfiado com a Vanguarda da Luta Livre e fala com pouco apreço da mesma.

Vinícius: Sinceramente, acho que essa direção não merece tanto esforço em nome deles, eu mesmo vou derrotar o Moore somente por mim e pelos meus fãs, estou me cagando para o que a direção pensa de mim.

António: Isso é você, por acaso eu sou muito grato por tudo que eles me fizeram, afinal eles me deram uma segunda oportunidade e eu não quero decepciona-los.

Vinícius: Bem, eu entendo o seu lado, mas não concordo, só posso desejar boa sorte e torcer para que você vença.

António: Desejo-te boa sorte também! Dê cabo do Moore!

As palavras de António parecem finalmente animar e entusiasmar o campeão Supremo.

Vinícius: Pode deixar que o Moore vai sentir a minha ira, não é porque ele agora está dando uma de bonzinho que vou esquecer tudo que ele me fez! Até mais cara!

António: Até!

Vinícius saiu do local, deixando Antonio alongando os braços, na sua última preparação frente ao combate de defesa de título.

*****

Perto de grandes caixas de arrumação que vão preenchendo os corredores de todos os cantos dos bastidores do Coliseu dos Recreios vemos uma figura de costas para a câmara. Rapidamente vemos que se trata de Jorge Gante pelo facto da sua mulher Al estar ao seu lado.

Jorge continuava a treinar, porventura a pensar na eventualidade do regresso de Ricardo Soares, mesmo que isso seja praticamente impossível.


*****

Ainda nos bastidores, mais propriamente no balneário pessoal dos novos Parceiros de Guerra, Alberto Valente e Rob Este vão festejando a vitória extremamente satisfeitos e gratos por terem os títulos em mãos.

Rob Este: Tinhas razão, ainda bem que a tinhas! Hoje era o nosso dia companheiro!

Alberto Valente: Nós estivemos fantásticos ali. Merecemos isto e mais!

Este: Como te disse, foi a tua confiança que me contagiou! Obrigado... meu irmão.

Valente: Agora temos de nos concentrar e motivar-nos mutuamente! Vou tomar o meu mais gratificante duche desde há muito tempo...

Depois dum longo e sentido abraço Valente foi tomar o seu duche, diz ele ser, gratificante.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Seg 16 Set 2013, 05:09

Depois do cumprimento entre os novos Parceiros de Guerra a câmara volta a focar o ringue, onde o público está notoriamente anioso pela próxima contenda! E, de facto, teremos uma grande surpresa...

*Toca a música The Blood, The Sweat, The Tears , faixa de Gonçalo Ferraz*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… este combate está marcado para uma derrota e tem um adversário mistério! A caminho do ringue, com 85 kgs, "a torre de Belém"... Gonçalo Ferraz!

Luís: Estes moços estão a dar uma ovação dos diabos ao Gonçalo. Se for preciso eu levanto-me e mandam-me todos dar uma volta. Não sabem quem é realmente grande…

Beja: Ensurdecedor o ambiente no Coliseu dos Recreios. Será uma pena não contar com Ferraz no futuro da Vanguarda, mas motivos pessoais e profissionais o mesmo irá hoje dizer adeus.

Luís: O que é certo é que ainda o tenho de aturar aqui no ringue hoje. Podia já ter ido.

Ferraz entra com a sua staff no ringue debaixo duma grande ovação, mas momentos depois o clima fica tenso...

Beja: Parou a música de Gonçalo Ferraz. Quem quer que seja o adversário, que se revele.

Luís: Ferraz está nervoso. Nota-se. Ainda vai sair daqui o Mike Tyson ou o GSP! Deus queira! Deus queira!

Beja: E agora o público também se manife...

*Toca a música To Hell and Back, faixa de Shotgun Eddy*

Raquel Jacob: E o adversário surpresa, a caminho do ringue, com 76 kgs... Shotgun Eddy!

Beja: Minha nossa senhora... a audiência está chocada! E nós também!

Luís: Estou praticamente sem palavras! É ele o adversário de Gonçalo Ferraz!? Adoro! Adoro!

Beja: O bizarro e maníaco Eddy faz assim a sua estreia em PPV. E que estreia!

Luís: Este gajo vai desfazer o Gonçalo no meio daquele ringue! Não há hipóteses!

Shotgun Eddy traz para o ringue um casaco de cabedal sem mangas e água na boca, a qual cospe ainda na rampa. Ignora os fãs a caminho do ringue.

Luís: Beja, tu que és experiente a analisar estes cenários... Diz-me lá. O Gonçalo não se está a borrar todo?! Espero que seja! Espero mesmo!

Beja: Eu só vejo motivação, determinação e preparação na sua cara... mas muito possivelmente, também há algum medo. Falou-se muito de Shotgun ao longo da semana, mas o rapaz mete realmente medo.

*Soa a campainha*

O árbitro Afonso Martins, oficial designado para esta contenda, revista Gonçalo Ferraz e não encontra nenhum tipo de irregularidade. Shotgun Eddy mete a mão à bota esquerda e retira um prego enorme com manchas vermelhas, provavelmente de sangue. O árbitro vai para fora do ringue, colocando-o junto da campainha para que Eddy não pudesse alcançá-lo. Enquanto Afonso Martins vai para fora do ringue o americano dá, à socapa, um valente pontapé no estômago do português. O público odeia o gesto e Shotgun ri-se na cara deles. O árbitro repreendeu o perturbado indivíduo que simplesmente continuou a fazer alguns alongamentos, porventura com vontade de magoar o oficial deste combate. Este deixa Gonçalo Ferraz para permitir que a contenda recomece depois destes segundos atribulados.

Eddy muda a expressão facial para uma extremamente gelada e intensa. Gonçalo Ferraz aproxima-se dele e ficam cara-a-cara. Shotgun Eddy cospe na cara de Gonçalo Ferraz, o que faz com que a "torre de Belém" explodisse e começasse a descarregar no novato da Vanguarda. Murros e cotoveladas no americano, bem mais pequeno em altura do que o português. Eddy ajoelha-se no tapete... grande Shoot Kick de Gonçalo Ferraz no peito do estreante! 1... era notório que Ferraz queria arrumar o combate cedo e sair da Vanguarda com uma vitória, mas o americano ainda está fresco. Running High Knee na cara de Eddy... teremos Back Suplex Lift into Backbreaker!? Um dos melhores movimentos de Ferraz, este levanta o americano... mas não, Eddy esquiva-se e vai para trás! Lungblower, com os dois joelhos nas costas de Ferraz. Grande contra-ataque de Eddy.

Eddy brinca com a situação, Stomp Flurry nas costas do português. Vai ao canto superior... Flying Crossbody! Eddy está por cima e podia ir para a tentativa de cover, mas prefere acariciar a ligadura da mão esquerda que aparentemente esconde uma laceração. Momento estranho para todos os presentes na arena, que faz com que Ferraz prepare um contra-ataque com um Dragon Screw, depois duma tentativa de pontapé falhada por Shotgun. Ferraz sente o ímpeto e vai às cordas... Springboard Clothesline? Atira-se para o americano que se desvia ao último momento! 1... 2... mas Ferraz safa-se de forma tranquila. Este levanta-se imediatamente e começam as trocas de murros com o público no canto do português e a gritar o nome da nação, mas Eddy dá uma joelhada no estômago de Ferraz... vai às cordas... Running Tornado DDT! Pode avançar para o assentamento... 1... 2... mas Ferraz safa-se mais uma vez!

Eddy está por cima, mas parece que Ferraz não desiste! Levanta-se de forma rápida, mas meio combalido! Levanta-se com o apoio das cordas, Eddy vai a Ferraz... Back Body Drop para fora do ringue! Shotgun Eddy aterra com força fora do ringue, esta pode ser a abertura que Ferraz precisa! Este pede o apoio do público, que se segue!? Vai às cordas, percorre o ringue... salta para a segunda corda... Double Jump Moonsault para fora do ringue! Sen-sa-cio-nal! Do outro mundo esta manobra suicida de Gonçalo Ferraz que fez o público vibrar no Coliseu dos Recreios!

Eddy é atirado para dentro do ringue por parte de Gonçalo Ferraz que já conseguiu levantar-se após aquela Moonsault épica. Oh, que é isto!? Flying Frankensteiner (Head Scissors) de Shotgun Eddy que milagrosamente sobe à segunda corda e atira-se sobre o português! De onde veio esta força!? Ferraz levanta-se, cuidado... Pele Kick! Prepara o assentamento, 1... 2... Shotgun Eddy safa-se no último milésimo de segundo! O público está de pé a aplaudir e a cantar "VLL" repetidamente! Ambos estão no chão e levantam-se à contagem de 8 do árbitro Afonso Martins... Spike Brainbuster por parte de Gonçalo Ferraz! Sinaliza o canto superior e o público coloca-se de pé, teremos nova Moonsault?

Ferraz vai ao canto superior, Shotgun Eddy está indefeso no meio do ringue... Moonsault... não! Shotgun Eddy esquiva-se ao último segundo e prende instantaneamente o Dragon Sleeper no meio do tapete!

Ferraz não tem qualquer hipótese senão desistir perante Shotgun Eddy depois daquele contra-ataque!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate... Shotgun Eddy!

Luís: Agora sou eu que estou com medo...

Beja: Apesar de se superiorizar, em geral, Gonçalo Ferraz acabou prejudicado por querer dar ao público aquilo que este queria. E acaba por partir da Vanguarda da Luta Livre como um homem do povo, será sempre lembrado desta forma...

Luís: Um castigo pesado para Ferraz? Nada disso! Merecida vitória para Shotgun Eddy que fez um combate fantástico perante um dos melhores lutadores desta federação. Uma enorme vitória no seu segundo combate! Apostem neste gajo! Adeus Gonçalo! Hasta la vista baby!

Shotgun Eddy vai junto da campainha buscar o seu prego ensanguentado, colocando-o na mão esquerda, despedindo-se de Gonçalo Ferraz com o dedo do meio, até ir para a zona de bastidores.

Beja: Muito boa etiqueta, não haja dúvida...

Luís: Vê o Gonçalo. Está a levantar-se e o público fá-lo também! Agora é que eu queria estar em televisão, só para ter oportunidade de ir para intervalo e ir dar uma saltada à casa de banho. Ninguém quer ver isto.

Beja: Cala-te idiota, grande homenagem à "Torre de Belém"!

Gonçalo Ferraz coloca a mão junto ao peito, sinalizando que a VLL está de facto presente no seu coração! Com as lágrimas nos olhos o lutador de Belém vai cumprimentando alguns fãs até ao último adeus, colocando o seu punho no ar para a última grande ovação da noite para o Português.

*****

A imagem foca o escritório de Lucas Brandão. O mesmo encontra-se sentado na sua cadeira, em frente à grande escrevaninha que se encontra lá. Durante alguns segundos a imagem foca algumas imagens na parede, de alguns dos maiores acontecimentos da VLL.

Lucas Brandão: Vou matar um bocado da vossa ansiedade! Hoje como viram não foi Michel-Baptiste Bangalter a enfrentar Gonçalo Ferraz! Muitos acreditaram que seria o mesmo a estar presente hoje, no entanto, como eu já tinha dito na conferência de imprensa a antever este evento, o mesmo irá fazer a sua estreia na próxima Vanguarda dia 24 deste mesmo mês. No entanto não vou deixar-vos na espera muito mais.

Lucas Brandão ajeita o seu cabelo balançando na cadeira.

Lucas: Bangalter acabou por não terminar a carreira de Ferraz da melhor forma, mas deixo-vos com um pequeno vídeo de apresentação do jovem lutador francês que prometo será a maior estrela da história da Vanguarda da Luta Livre!

A imagem começa a desvanecer lentamente. Mostrando uma casa completamente megalomaníaca. Estamos na sala. Um local cheio de estátuas e quadros que revelam o gosto pela arte contemporânea. No centro vemos um enorme candeeiro, a relembrar as casas dos famosos, brilhante como tudo. A imagem foca o candeeiro durante alguns segundos até que de seguida dá uma volta de 180º e foca as escadas. No topo vemos um homem vestido com um excelente fraque provavelmente da Armani. O mesmo começa a descer as escadas, com um sorriso bastante aberto.

Michel-Baptiste Bangalter: Bem-vindos à minha casa em Bobigny, Seine-Saint-Denis na França, a minha terra natal.

O sol raia por dentro da sala como glorificando todas as obras de arte que nela existem, mas principalmente Michel.

Bangalter: Aqui morreu o cantor de língua francesa mais famoso de todos os tempos. Jacques Brel. Esse ícone mundial que bate todos os músicos portugueses em conjunto. Ao lado de Brel a Amália não é nada.

Michel desce as escadas em direção ao centro da sala onde nos encontramos, ficando por baixo do ilustre candeeiro, que com o sol desempenha um brilhantismo elegante na divisão.

Bangalter: Tudo isto que vocês observam é fruto da minha beleza, mas principalmente do meu trabalho árduo, quer queiram... quer não.

De forma pitoresca o mesmo dá meia volta na sala e dirige-se para a sala de convívio onde um grande quadro provavelmente de Luís XIV se encontra numa das paredes, vários sofás dispostos ao longo do espaço gigante e uma televisão, provavelmente a televisão mais gigante que alguma vez se viu encontra-se na parede oposta ao quadro. Retratos de épocas, gerações e ideologias diferentes…

Bangalter: Vocês pensam que não me conhecem e assumem diretamente que eu não sou ninguém. Mas eu já fui um dos modelos mais procurados do mundo. E neste momento sou o homem mais bem pago da Vanguarda da Luta Livre. Sou desde que apareci na vossa humilde casa num segmento qualquer. Porque desde esse momento que sou pago pelo Lucas Brandão. No entanto a minha debut tem sido atrasada porque eu quero um combate pelo título Supremo, mal entre na VLL.

Depois de percorrer lentamente a sala durante as falas, para além de ter parado para observar o quadro fabuloso e megalomaníaco de Luís XIV, Michel-Baptiste sentou-se num dos sofás, que aparentam ser mais que confortáveis.

Bangalter: O meu pedido ainda não foi atendido, mas estarei na próxima Vanguarda para enfrentar um outro lutador de categoria mundial. Arranjaram-me alguém melhor que o Vinícius e que o Moore. Por isso mesmo estarei no ringue pela primeira vez no dia 24 de Setembro. Espero que sintonizem na RTP2.

Bangalter pega num como de champanhe que se encontrava numa mesa de cor cerejeira ao lado do sofá e dá um pequeno gole.

Bangalter: Au revoir!

A imagem começa a desvanecer enquanto Michel-Baptiste Bangalter degusta o champanhe.

*****

A câmera foca David Soares Courteener no exterior do Coliseu, notoriamente chateado com a perda dos Parceiros de Guerra. Até vai tremendo, sinal da sua ânsia e raiva peranta a situação.

David Soares Courteener: Porra, aquele combate era nosso! Podíamos e devíamos ter vencido, estás a ouvir?

Não se ouve Delmar Bento.

David Soares Courteener: Sim, faz todo o sentido calarmo-nos perante uma derrota e não refletir sobre o que correu mal. Tu é que tens razão, claro...

Nisto surge Delmar na câmara que ataca David Soares Courteener com uma Clothesline, deixando-o estatelado num dos corredores de acesso ao interior do coliseu...

*****

Na zona de entrevistas encontramos Henrique Coelho está ao lado de Zé Maravilha para uma rápida entrevista sobre o combate que se segue, pelo título da Vanguarda.

Zé Maravilha: Boa noite Henrique. Sente que hoje será o dia em que irá recuperar o título?

Henrique: Meu brassard, eu não sinto, apenas. Eu tenho a convicção completa que isso vai acontecer.

Zé: Mas olhando para a estipulação pode ser complicado, não? Ter 25% de vencer o título? Não ter de sofrer o assentamento para perder o combate?

Henrique: Detalhes, aqueles petxênes [putos] não terão hipótese contra mim. Estou poderis de confiante, acredita.

Zé: E antes do combate tem alguma mensagem para os seus adversários de daqui a pouco?

Henrique: Tai'asne! [tal asno]

Henrique Coelho seguiu o seu caminho, certamente confiante e com esperanças para conseguir recuperar o título da Vanguarda, o qual esteve em sua posse por mais de 100 dias, o maior reinado da história da Vanguarda da Luta Livre.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Seg 16 Set 2013, 05:10

Momentos depois da entrevista a Henrique Coelho, três dos quatro lutadores do combate quadrilha fatal já estavam no ringue. Henrique Coelho e Lourenço foram extremamente apupados pelo público, enquanto Yuri Petrov conseguiu uma reação bastante positiva.

*Toca a música Ain't No Grave, faixa de António Andrade*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… este combate é uma quadrilha fatal que está marcada para uma derrota e é pelo título da Vanguarda! A caminho do ringue, do Brasil, com 128 quilos... o campeão da Vanguarda... António Nunes!

Luís: Excelente reação para o homem que retirou o título do açoriano, depois querem que Portugal seja bom. Não apoiam os de cá!

Beja: Ele merece, afinal de contas acabou com um reinado fantástico do Henrique, mas principalmente tem se mostrado mais forte do que nunca.

Luís: Vamos ver como se porta, tem apenas 25% de chance de manter o título... Por isso eu cá não aposto nele.

Andrade entra no ringue após hesitação, sendo que Lourenço e Coelho estão focados apenas no brasileiro.

Beja:Tudo a postos, vamos começar mais uma contenda por um título!

*Soa a campainha*


De forma sucinta o árbitro David Peralta revistou os 4 lutadores presentes neste combate, tendo especialmente cuidado com Diogo Lourenço. Tudo em ordem, sendo que o oficial designado para este combate deu luz verde para o seu início. Henrique Coelho correu e saltou por cima do atual campeão da Vanguarda, António Andrade. O açoriano mostrou a sua frustração com uma agressiva Clothesline que levou quer o campeão quer a sensação açoriana para fora do ringue. Começou a rixa fora do ringue, sendo que Henrique Coelho atirou Andrade de costas para os degraus que permitem um mais fácil acesso ao ringue. O mesmo contorce-se de dor ao pé dos degraus de aço, enquanto Yuri Petrov e Diogo estão no ringue tentando ganhar vantagem da forma que vão conseguindo. Irish Whip... Clothesline de Petrov em Diogo Lourenço!

Henrique Coelho deixa o campeão da Vanguarda desconfortável, fora do ringue, e ataca Yuri Petrov por trás. Arremesso de judo! Apupos do público, mas Henrique Coelho entrou no ringue e gerou bastante impacto. Castigou o russo, e é que continua a fazer. Mais um arremesso! Levanta-o, coloca-o em posição... Back Breaker! Assentamento à vista, 1... Diogo Lourenço interrompe a contagem! Ambos conferenciam durante um curto espaço de tempo e fazem o que seria óbvio... começam a atacar Yuri Petrov em conjunto. Cumprimentam-se os dois e castigam o russo da VLL. Diogo Lourenço vira-se... Big Boot de António Andrade que entrou no ringue por outro lado, fora do alcance das câmaras! Manobra bastante inteligente do brasileiro, sendo que começa a trocar murros com Henrique Coelho, antigo campeão da Vanguarda. Uppercut de Andrade em Henrique Coelho, este tenta um arremesso de judo, mas António Andrade contra-ataca com uma cotovelada na boca do açoriano! Este vai ao chão... Elbow Drop no tapete! 1... 2... não!

Nesta altura estão três lutadores no ringue, sendo que Diogo Lourenço está fora do ringue depois do Big Boot sofrido pelo ainda campeão da Vanguarda, António Andrade. Petrov está sentado num canto, enquanto Coelho vai recuperando da cotovelada sofrida. O russo vai-se levantando... Powerslam por parte de António Andrade que parece dominar a concorrência nesta altura! Lá vai Petrov para fora do ringue... ó, por trás, Henrique Coelho! O açoriano! Neckbreaker no campeão da Vanguarda, avança para o assentamento, 1... 2... mas desta feita é o próprio Andrade a safar-se!

O campeão parece recuperar e do nada atira o campeão para fora do ringue com uma grande Clothesline! Estes dois travam o duelo mais intenso da contenda... atenção a Lourenço! Missile Dropkick da corda superior em cheio no peito de António Andrade! 1... 2... não! Abordagem interessante e inteligente de Lourenço que quase consegue garantir a vitória com uma manobra fantástica! Atira Andrade às cordas... Powerslam!? Não! Andrade esquiva-se para trás de Lourenço, atira-o até às cordas... Uppercut de Yuri Petrov que se encontrava na borda do ringue! Lourenço numa posição extremamente desconfortável, Andrade tenta colocar o russo fora do ringue.... mas Petrov consegue abaixar-se e levar o campeão para fora do ringue!

Petrov está sozinho com Lourenço no ringue, o público sente que este é o momento decisivo da contenda...  o público está de pé e Petrov está fascinado! Poderá avançar para o Jumping Piledriver... já está! Pode avançar para o assentamento, mas Diogo Lourenço esquiva-se do ringue e safa-se de sofrer o assentamento, estratégia bastante inteligente. Petrov e o público estão notoriamente frustrados por esta estratégia de Lourenço. Coelho volta ao ringue... Russian Whip de Petrov que coloca o adversário fora do ringue, lá se vai o açoriano! Petrov está a varrer a casa duma forma soberba!

António Andrade volta ao ringue e aplica um Uppercut que deixa Yuri Petrov tonto no meio do ringue! Lança o adversário às cordas... Back Body Drop... não! Não! Petrov apanha o campeão desprevenido... Jumping Piledriver! Novo campeão, será!? Petrov tem aqui uma oportunidade de ouro... cuidado, por trás! Pontapé de Diogo Lourenço na cabeça de Yuri Petrov que o coloca praticamente inconsciente!

Assentamento de Diogo Lourenço no campeão António Andrade, 1... 2... 3!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate e novo campeão da Vanguarda... Diogo Lourenço!

Luís: Uau. Os Verno sacam aqui o primeiro ouro da história!

Beja: Este combate foi todo de António Andrade mas sobretudo de Yuri Petrov. Este sim merecia ter ganho título, que minutos finais de combate fantásticos!

Luís: Bem, ganhou o oportunista... E é assim que temos de ser! Aproveitar o que a vida nós dá! Ele viu ali uma abertura e foi atrás dela. Neste momento Diogo Lourenço é o lutador mais jovem de sempre da VLL a vencer um título

Diogo Lourenço agarra-se ao título e tem a sua mão levantada pelo árbitro David Peralta. Depois anda rapidamente até à zona de bastidores ignorando por completo os fãs presentes na arena.

Beja: Repara! Al Gante e Santiago Lima aparecem junto da cortina para agrado do jovem. Yuri é que ainda não acredita.

Luís: O Russo anda numa cruzada para se tornar um badboy, mas olha… Ardeu!

*****

Vemos no titantron dois vídeos fantásticos feitos por alguns funcionários do departamento gráfico da Vanguarda da Luta Livre. Este, ao som dos respetivos temas dos lutadores, mostravam os melhores momentos de Vinícius Nunes como campeão Supremo e de Moore SD como candidato principal.

O público aplaudiu ambos os vídeos, sendo que Moore SD teve uma reação igualmente positiva.


*****

Na zona de bastidores, mais propriamente no balneário dos Verno, vemos Diogo Lourenço, ainda suado e cansado, a festejar a vitória do título da Vanguarda com Al Gante e Santiago Lima. Jorge Gante não se encontra perto do cenário, tal como o líder dos Verno disse, enquanto esta batalha não terminar o mesmo não irá fazer parte dos planos dos Verno.

Al Gante: Eu sempre te disse que eras capaz!

Al Gante abraça o mais novo dos Verno com carinho, mostrando um sentido maternal apurado.

Diogo Lourenço: O mais jovem campeão...

Depois destas breves palavras a câmara vai-se afastando de cena, deixando o trio bastante satisfeito com esta conquista.

Santiago Lima: Puto este é o início de grandes coisas para nós… mas principalmente para ti! Tu és o futuro.

Lourenço: O meu padrinho vai ficar mesmo orgulhoso…

Al: Por falar nisso, o Jorge não desiste de ir atrás do Soares. Ele pode estar a ficar doente pessoal.

Os três membros dos Verno, presentes naquele balneário, sentam-se.

Santiago: Irmã calma. Não passa de hoje essa tua inquietação…

*****

A imagem muda focando um outro balneário do Coliseu dos Recreios onde se encontram vários lutadores novos da VLL. Lucas Brandão, dando passos de um lado para o outro, parece estar a conferenciar com os mesmos.

Lucas Brandão: Certamente que virão a conferência de imprensa de antevisão a este evento. Por isso mesmo quero salientar que o que eu disse é verdade. As novas gerações terão oportunidades aqui dentro.

Lucas olha para a jovem Catarina Albuquerque, que se encontrava sentada num dos bancos de madeira suecos.

Lucas: Tu por exemplo… Se quiseres… Podes ir longe!

Catarina fica com a impressão que Lucas quis insinuar outras coisas, mas simplesmente ignorou.

Lucas: Como já entenderam também quem manda a 100% aqui sou eu. Por isso mesmo quem cair nas minhas graças vai ter sorte digamos assim.

Lucas aponta para André Nebojsa e chama-o à frente.

Lucas: Tu é que és o homossexual não és? Achas mesmo que alguém vai querer entrar contigo? Só se for mesmo ali a rapariga. Os outros gajos estão todos a queixar-se… Que me tens a dizer disso?

André fica um pouco irritado, pela forma como Lucas lhe falou, questionando a sua orientação sexual na profissão que desempenha.

André Nebojsa: Isto não é uma federação de Wrestling?

Lucas: É.

Lucas responde despreocupado.

Nebojsa: Então eles que se preocupem em lutar e deixem a minha vida privada em paz.

Lucas: Temos aqui um homem cheio de vontade. Podes ir lá para trás.

Notamos que a atitude do Lucas anda diferente, deste que acabou difamado por todos os lutadores da VLL, mas o apoio de Américo fá-lo ficar por cá.

Lucas: Tu ai rapper. Chega-te à frente.

Os lutadores encontravam-se todos sentados em bancos suecos. Prodígio Santos encontrava-se no meio do banco que ficava de frente a Lucas.

Prodígio Santos: Diga senhor supervisor geral.

Lucas: Eu gosto é disto! Entendem?! Agora quero respeito! De todos. Mas sinceramente puto tu já ganhaste alguma coisa aqui dentro?

Prodígio: Eu só tive um combate até agora.

Lucas: Mas perdeste. Por alguma razão é que eu meti o Shotgun a lutar contra o Gonçalo hoje e não te meti a ti. A outro qualquer que esteja nesta sala!

Lucas começa a levantar a voz.

Lucas: Senta-te imbecil e faz-te homem finalmente. Quando venceres um combate anda ter comigo. Há novatos que não estão aqui é certo.

Lucas parece contar as pessoas que se encontram sentadas. Elas são Prodígio Santos, Catarina Albuquerque, Arsénio Fuínha (que se encontrava bastante calmo e calado, contrastando com o resto do povo), Phillip Hunt, André Nebojsa e Pedro Portilho.

Lucas: O Toni não está cá porque depois do que lhe aconteceu coitado. Dei-lhe a noite de folga. Ele deve ter algum problema mental.

Phillip Hunt: Podia mostrar mais respeito pelas pessoas que estão aqui.

Lucas fica de boca aberta com Hunt e a sua ousadia.

Lucas: Tipo quem és tu?

Hunt: O meu nome é Phillip….

Lucas: Não! Quem és tu para falar assim comigo.

Hunt levanta-se e faz cara com Lucas Brandão, o supervisor-geral não fica nada contente.

Lucas: Vais-te arrepender disto… E para começar o teu sofrimento na próxima vanguarda… vais enfrentar ali o Arsénio Fuínha!

A imagem, que até agora mostrava o cara a cara do supervisor com o lutador, mostra Arsénio que de forma sádica sorri para Hunt.

Lucas: E agora desapareçam da minha frente!

Os lutadores ficam estagnados por alguns segundos.

Lucas: Vai demorar isto?! Ou querem ser despedidos já?

Ambos começam a sair em fila, até que o último acaba por ser Pedro Portilho.

Lucas: Calma ai puto da medalha.

Lucas fica a sorrir para o jovem.

Lucas: Tu ficaste muito calado ali. Por isso também te vou meter num combate. Na próxima Vanguarda vais enfrentar o Shotgun no combate de abertura do evento. Que me dizes?!

Pedro Portilho: Eu…

Lucas Brandão interrompe rapidamente o jovem que outrora foi ginasta.

Lucas: Ainda bem.

A imagem começa a desvanecer enquanto Portilho segue os outros lutadores da VLL para fora do balneário.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por vlladmin em Seg 16 Set 2013, 05:14

A câmara volta a focar o ringue. O público esteve interessado na promo dos novatos, mas surge uma situação ainda mais relevante a tratar. A situação de Jorge Gante e Ricardo Soares. Uma grande parte dos fãs presentes do Coliseu colocou-se de pé para testemunhar este momento a maior emoção possível.

*Toca a música War of Change, faixa dos Verno*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, dêem as boas-vindas a Jorge Gante!

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Luís: A Raquel não se consegue ouvir no meio dos apupos a Gante, que situação caótica! O público está demente! Desrespeitar um senhor que tanto dá à VLL…

Beja: Ele merece, Jorge Gante merece os apupos por tudo o que fez e disse nas últimas semanas. Sabes, Luís, cá se fazem, cá se pagam...

Luís: Pois, não fosses tu ser o patriarca da nação.

Jorge Gante chega ao ringue e fica atipicamente de pé, já que se costuma sentar depois de entrar no ringue. Gante vai junto de Raquel Jacob. Jorge diz-lhe algo ao ouvido.

Jorge Gante: Di-lo, já!

Há alguma preocupação por parte de Raquel, que não diz imediatamente ao pedido de Gante.

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, o vencedor deste combate por falta de comparência... o próximo campeão Supremo... Jorge Gante!

Beja: Esta merda é uma palhaçada, desculpem lá a franqueza...

Luís: Tas inscritos nas autárcicas moço? Só pode. Parece que tas a fazer campanha para homem mais bondoso do mundo…

Apupos vindos de toda a arena, sendo que também são arremessados copos dos fãs na direção de Jorge Gante! Os seguranças colocam-se numa posição mais profissional tendo em conta os acontecimentos.

*Toca a música War of Change, faixa dos Verno*

Luís: Olha, o Gante está a pedir um microfone. Isto agora vai ser giro... Finalmente alguma classe.

Jorge Gante: Parem a música! Isto ainda não acabou, isto ainda agora começou!

O líder dos Verno é novamente apupado, enquanto sorri e se senta num dos cantos do ringue.

Gante: Primeiro ponto. Não acredito minimamente neste enfarte do Ricardo, nem tão pouco mais ou menos. Acredito sim que o vosso herói se acobardou da própria estipulação que ele escolheu. No entanto, esta tua falta de comparência, Ricardo, para mim é um I Quit teu. Desististe, passaste à história. E se isto tudo foi para este teu deslize não ser considerado o teu quinto combate, e tempos mais tarde apareceres como um super-herói para derrotares alguém que não esteja ao nível do desafio só para te vangloriares mais um pouco, esquece. Isto foi considerado um combate: eu ganhei, tu perdeste. O teu quinto combate, Ricardo… O que significa que o teu contrato com a VLL acabou, não terás mais nenhum duelo neste ringue.

Aquando a última afirmação de Gante, o público revolta-se e apupa mais do que nunca. O clima fica tenso na plateia.

Gante: Segundo ponto. Gonçalo Ferraz foi pelo mesmo caminho do Velho e acaba hoje também a sua estadia nesta federação, finalmente. Ele que tal como o Velho, há 3 meses atrás, encontrou forma de não me enfrentar. E depois sentiu-se esquecido, decidiu regressar com um propósito falacioso e aconteceu o que temia… Foi derrotado por mim, tal como o Velho o foi agora.

Começam a ser novamente atirados objetos para o ringue como rolos de papel higiénico e pacotes de pipocas como forma de protesto do público, que não pára de apupar. Gante limita-se a sorrir, imóvel e intocável, no canto do ringue.

Gante: Terceiro ponto. Vinícius Nunes irá defender o título daqui a pouco. E vai vencer, é mais que certo, não por mérito, mas porque tal como sempre aconteceu com o Ricardo e o Gonçalo, o Vinícius parte do mesmo princípio de enfrentar os “sem-estofo-que-não-me-conseguem-derrotar-para-eu-ser-visto-como-um-herói”. No entanto, após ter derrotado o Gonçalo e após esta minha vitória sobre o Ricardo, e agradeçam-lhe ter-vos virado as costas e à federação, tendo em conta que eu sou visto como um cancro aqui dentro, tornei-me no novo candidato principal ao Título Supremo, tal como prometi há 1 mês atrás. Derrotei o Gonçalo Ferraz, e o Ricardo Soares. Dois dos três super-heróis da VLL. Só falta um, o maior deles todos: Vinícius Nunes.

Gante sorri e atira o microfone para o tapete, abandonando o ringue. É muito apupado enquanto sobe a rampa, e ainda se vêm objetos a serem arremessados mas o líder dos Verno pouca importância lhes dá, desaparecendo no final do rampa.

*****

O titantron colocado no Coliseu dos Recreios mostra 2 cenas em paralelo. Numa vemos Vinícius Nunes com os últimos alongamentos e aquecimentos. Parece extremamente concentrado e está com um olhar intenso e até ligeiramente irritado.

Do outro lado vemos Moore SD. O americano mostra um lado sereno e tranquilo. Está de cócoras num dos corredores e está prestes a entrar no ringue para o combate mais importante da sua carreira. Este levanta-se e suspira, obviamente focado na vitória.


*****

A câmara fixa na bancada volta a focar o ringue para a conclusão do sexto pay-per-view da história da Vanguarda da Luta Livre. O público coloca-se em pé para as introduções aos senhores da noite.

*Toca a música Money, faixa de Moore SD*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… este combate está marcado para uma derrota e é pelo Título Supremo da Vanguarda da Luta Livre! Introduzindo primeiro o pretendente, de Detroit, com 97kgs... Moore SD!

Luís: Ó Beja, estás a ver - neste caso ouvir - o mesmo que eu?

Beja: Estou sim. Há quem esteja a apoiar Moore SD e os fãs mais radicais estão neste momento a apreciar o trompete na sua música de entrada.

Luís: Realmente... é estranho, mas engraçado. Mas isto para mim ainda é uma estratégia. Se for tiro o chapeu ao Moore! Ele é o maior!

Moore faz uma entrada discreta no ringue sem dar muito nas vistas como fazes dantes. Mostrou um lado absolutamente neutro.

*Toca a música Até Quando?, faixa de Vinícius Nunes*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… introduzindo de seguida, oriundo de Salvador - Bahia, com 130 kgs... o campeão Supremo da Vanguarda da Luta Livre... Vinícius Nunes!

Luís: Aqui vem o super-homem.

Beja: E se Moore SD teve uma reação mista, Vinícius Nunes tem uma ovação unidimensional! Ninguém no público fica indiferente à entrada do campeão na arena.

Luís: E agora vai cumprimentando alguns dos fãs nas primeiras filas.

Vinícius Nunes coloca a sua bandeira Portugal-Brasil junto da mesa de comentadores onde está presente Diogo Beja e também Luís Barreira.

Beja: Boa sorte, grandalhão!

*Soa a campainha*

O público gera um ambiente fantástico no Coliseu dos Recreios para o início deste combate! Vinícius Nunes, com um olhar extremamente intenso, olha para o público e levanta o punho! Este responde com uma excelente reação ao lutador brasileiro. Moore SD vai olhando para o adversário e dando pequenos saltos junto dum dos cantos. Marcos Mendes começa por revistar o americano, procurando por alguma irregularidade ou objetivo proibido. Ele mal se mexe, apenas levanta os braços. Está focadíssimo neste que é o combate mais importante da sua carreira. Mendes faz o mesmo com Vinícius que também está limpo. Uma das contendas mais importantes da história da Vanguarda da Luta Livre já se iniciou, mas ambos os lutadores parecem nervosos e receosos por serem eles a tomar o 1º passo neste combate.

Os lutadores aproximam-se do centro do ringue, o público está de pé a aplaudir! A história que se conta é simplesmente fantástica e retrata uma rivalidade intensa e duradoura na Vanguarda da Luta Livre. Knee Lifts de Vinícius Nunes em Moore SD, o público entra em êxtase diante da primeira manobra do combate! Joelhadas na cara de Moore que sai do ringue para recuperar deste choque logo no início da contenda. Vinícius corre atrás de Moore SD fora do ringue, mas este último rapidamente sobe para o ringue e acaba por se levantar primeiro que Nunes! Pontapé no estômago e DDT por parte de Moore SD. O público novamente apresenta uma reação mista para este americano que não parece mudar muito a sua estratégia em ringue. Suplex de Moore SD no campeão Supremo, seguido de um par de Standing Elbow Drops no peito do brasileiro! Avança para o assentamento, 1... mas Vinícius Nunes não quer arriscar e levanta o ombro quase instantaneamente.

Apesar do ritmo ainda não estar muito elevado é Moore quem parece estar em vantagem nestes momentos iniciais. O americano coloca-se atrás de Vinícius, tentará o German Suplex... mas muito bem o campeão que contra-ataca com uma cotovelada na cara de Moore e o deixa meio abalado no centro do ringue! Vai às cordas... Lou Thesz Press por parte do campeão Supremo e o público gosta do que está a ver, uma boa recuperação de Vinícius Nunes nesta parte inicial do combate. O campeão levanta Moore SD que está combalido no meio ringue, faz sinal que acabou!? Será!? O que será que Vinícius irá tent... Super Kick de Moore SD! Minha nossa! Por instinto, com certeza! 1... 2... não! Vinícius quase perdeu o seu título Supremo por uma taunt desnecessária! Um momento raro de desconcentração do brasileiro, atenção...

Moore continua em pé devido ao apoio das cordas e mostra agora um olhar intenso para o campeão Supremo, ainda no chão depois daquele pontapé vindo de nenhures. O americano de Detroit deixa o campeão Supremo levantar-se... uau! Vinícius Nunes aparenta ter a boca ensanguentada e o árbitro vai dar uma vista de olhos no campeão! Parece oferecer ajuda ao brasileiro, mas este recusa e abana negativamente a cabeça! Quer continuar, independentemente do sangue causado pelo pontapé brutal de Moore SD.

Rolling Elbow Smash por parte de Moore SD! Que estalada, certamente que se ouviu em toda a arena! 1... 2... Vinícius volta a safar-se de forma autoritária e Moore começa a sentir-se frustrado, pontapeando uma das cordas do ringue. O que terá de fazer ele mais para dar o brasileiro como vencido neste evento principal? Vai-se levantando o campeão... Moore tenta um novo Rolling Elbow Smash! Vinícius esquiva-se! Takedown por parte de Nunes, cotoveladas sucessivas a Moore SD que está surpreendido no tapete, certamente não estaria à espera desta reação por parte do campeão Supremo! Eventualmente Marcos Mendes intervém, separando os dois lutadores. Moore SD fica no chão, levantando-se depois com o apoio das cordas. Está meio tonto depois das cotoveladas no rosto, Vinícius vai às cordas... Tilt-a-Whirl Backbreaker por parte de Moore SD! Uma manobra  vinda do nada que lhe pode dar o título... 1... 2... não! Vinícius mostra que ainda tem muito gás no tanque.

Moore volta a mostrar frustração e solta um berro do tamanho da noite de hoje de toda a segunda-feira dia dezasseis. Este vai à corda superior... no que estará a pensar? Atira-se para uma Moonsault, mas Vinícius Nunes tem uma abordagem inteligente e dobra os joelhos! Duas joelhadas na zona abdominal de Moore SD devem ter feito muitos estragos, o americano está a contorcer-se de dores no chão! Está na hora de inverter os papéis! Vinícius Nunes vai à corda superior, é isso que aparenta... algo muito raro num lutador de cento e trinta quilos! Na terceira corda o brasileiro oriundo de Bahia faz sinal para os fãs presentes no Coliseu dos Recreios, atira-se... Frogsplash em cheio em Moore SD! Este poderá ser o fim do evento principal do Colisão... 1... 2... não! Levanta-se agora Vinícius, também Moore... cuidado! Chokeslam de Vinícius Nunes, descarregando toda a sua raiva com uma manobra bruta e fortíssima! Poderá ser este o momento da decisão, 1... 2... não! Moore SD safa-se novamente e o público aplaude de pé os 2 competidores!  Canta-se "VLL" repetidamente no Coliseu dos Recreios e Vinícius está a sentir o ímpeto!

 O brasileiro está por cima, está determinado a decidir já o destino desta fantástica batalha! Que verdadeira colisão de titãs da Vanguarda da Luta Livre que tivemos esta noite, e a melhor parte é que ainda não terminou! Vinícius levanta Moore SD e continua com as Knee Lifts duma forma sistemática e simplesmente intensíssima! Corpo dobrado e e cabeça entre as pernas do brasileiro... pode ser este o momento da Brazilian Bomb que irá significar o final desta contenda!? Vinícius levanta-o... mas Moore, Moore, Moore! Murros na cabeça de Vinícius Nunes que fica atordoado... levanta o americano mas este salta para trás do brasileiro! Está por trás dele, agarra-o... Dragon Suplex! Moore SD com um contra-ataque fantástico que anulou a Brazilian Bomb do campeão Supremo! Que contenda fantástica no Colisão, estão ambos os lutadores caídos no meio do ringue, o árbitro começa a contagem e aos poucos ambos se tentam levantar.

O árbitro continua a contagem, chegando aos 8 quando ambos se levantam ao mesmo tempo. O público está ao rubro. Vinícius e Moore trocam alguns socos no centro do ringue o público puxa por ambos. Vinícius, que é claramente mais forte começa a ganhar terreno, mas do nada Moore SD chega-se para trás e Superkick! Vai acabar aqui! Moore prende a cover rapidamente! 1…2…2,5… O lutador da Bahia levanta o ombro na reta final da contagem! Quem diria?! Depois de tudo o que aconteceu neste combate parece que ainda existe energia. Moore está de joelhos e ajeita o cabelo, colocando-o para trás. Vinícius rebola para fora do ringue. Mas Moore parece não querer perder tempo, corre nas cordas, depois de olhar para trás e salta para a borda. Vinícius leva uma joelhada potente.

Moore atira Vinícius para dentro do ringue novamente, mas o campeão esquiva-se de uma cotovelada no tapete. Vinícius levanta-se colocando a mão direita no tapete. Corre nas cordas aproveita o balanço e que Moore também se levantava para um Running DDT! Vinícius levanta Moore e Bahia Slam! Repara… Vinícius sobe ao canto agora! Este combate está a ser surpreendente. Provavelmente ele irá tentar uma manobra que só usou uma vez na VLL até agora… Moore está de barriga para cima e leva com um Northeast Splash! Impacto brutal por parte do Campeão! Cover…1…2…2,5… Moore SD levanta o ombro! O árbitro assinala ao oficial de ringue que irá continuar este combate!

Vinícius respira mostrando alguma fadiga. Ele não quer acreditar… Vinícius encosta-se um pouco ao canto, tentando recuperar. Enquanto Moore se levanta com um sorriso na cara. O público está ao rubro faz alguns minutos. Vinícius aproxima-se e takedown ao estilo de MMA. Moore fica controlado e Vinícius procura o Vinilock, que aprendeu com a Team Nogueira! A manobra fica presa, mas ainda estamos um pouco próximos das cordas. Esta manobra é outra que Vinícius raramente usa, mas em tempos de necessidade ela aparece!

Moore está em dor constante, Marcos Mendes encontra-se perto para ver se o “Money Maker” desiste ou se desmaia, mas o mesmo começa a arrastar-se para as cordas lentamente, Vinny faz grande pressão. Mas Moore consegue colocar o pé, que se encontra solto, debaixo da corda, o árbitro não percebe durante alguns segundos, por estar numa posição contrária, mas rapidamente observa a posição de Moore e para a manobra.

Vinny larga imediatamente mas os danos já estão feitos. Moore agarra-se ao braço e olha para Vinícius com a sensação de que mais uns segundos e o mesmo iria ser partido. Vinícius aponta para o título, que se encontra na mesa dos oficiais. Moore olha e de seguida faz o sinal de que ele será o próximo campeão levantando-se. O público fica ao rubro. Ambos voltam aos socos. Mas o lutador de Detroit acaba por sair por baixo agora levando uma joelhada. O público parece escolher o seu favorito. Uns puxam por Vinícius e outros por Moore. Não há consenso por esta altura no pavilhão.

Moore no entanto levanta-se e dá uma joelhada em Vinícius. Ele vai para o Golden Key… o Crossface mortífero de Moore SD! No entanto Vinícius aproveita que o braço de Moore não está nas melhores condições e dá uma cotovelada no local, Moore vê-se então obrigado a romper e pontapé no estomago… Moore vai ao ar… já sabemos o que vem ai! Brazilian Bomb! Cover…1…2…3…


Raquel Jacob: Senhoras e senhores… o vencedor deste combate e ainda campeão Supremo… VINÍCIUS NUUUUUUUUUUUUUUUUNES!

Luís: Mas que combate! O público da VLL está ao rubro. Tenho de dar o braço a torcer desta vez.

Beja: Este combate foi tão intenso que Vinícius acaba de fazer a cover e ainda não se levantou! Vejam bem…

Luís: Vinícius derrotou Moore SD e a sua música entoa na arena. Excelente combate. Para a história da federação!  

Alguns confettis começam a cair do topo da arena inundando por completo a zona do ringue, a rampa e até algumas partes do público.

Beja: Vinícius recebe o título, mas olha para Moore SD, que se levanta com dores no braço como podemos ver.

Moore SD chega perto de Vinícius e diz algo, que não se consegue perceber. Estica o braço ao campeão que fica um pouco pensativo.

Luís: É agora! Moore vai ataca-lo e revelar que isto tudo foi uma farsa! É agora!

Vinícius responde cumprimentando-o, Moore diz mais alguma coisa, impossível de se ouvir, com o som do público e da música. Ambos levantam o braço no ar mostrando o grande combate que acabou de acontecer.

Beja: Senhoras e senhores daqui é tudo! Não percam no dia 24 deste mês o regresso da VLL à RTP2 com o Vanguarda. E já agora boa semana e bom regresso as aulas para todos os estudantes! Até mais!

A imagem desvanece, enquanto Moore deixa o ringue e Vinícius sobe ao canto para festejar.
avatar
vlladmin

Número de Mensagens : 511
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: COLISÃO (PPV6#) - (15/09/13)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum