VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Alm em Ter 27 Ago 2013, 23:47


A imagem foca a mesa de comentadores de imediato com Luís Barreira e Diogo Beja sentados prontos a comentar a melhor ação da Vanguarda da Luta Livre.

Diogo Beja: Bem-vindos a mais um evento da Vanguarda da Luta Livre! Esta semana temos um evento bastante especial. As férias começam a terminar para os mais novos mas a ação nunca acaba por estes lados! O meu nome é Diogo Beja e ao meu lado tenho Luís Barreira!

Luís Barreira: Sem dúvida que esta semana teremos um evento especial, pela primeira vez nenhum card foi lançado para um evento da VLL, no entanto é preciso salientar que já temos um combate marcado!

Beja: É verdade! Straight Johny enfrenta Yuri Petrov num combate que se prevê ser “hardcore”. Tudo vale.

Luís: E esse será o primeiro combate da noite, ou seja…

Beja: Muito vai acontecer e ai em casa não sabem da missa a metade, logo o melhor é esperarem para ver!

Luís: Para agradar também aos fregueses o evento será sem paragens para publicidade! Teremos este Vanguarda número vinte e dois durante mais de uma hora e meia só para vocês pessoal!

Beja: Agora vamos passar até uma conferência que houve no inicio do dia e que certamente vale a pena ver e ouvir.

Luís: Isso mesmo. A mesma conferência levou ao evento principal que teremos hoje!

Beja: Quem diria que íamos ver Kevin Gunn e Ricardo Soares lado a lado? Pois bem… Vamos ver agora!
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Alm em Ter 27 Ago 2013, 23:50

*****

A imagem surge na conferência de imprensa, horas antes do show da Vanguarda da Luta Livre onde se encontra, Ricardo Soares e Kevin Gunn em frente a uma mesa com bastante publicidade. Jack Neville dá o sinal aos jornalistas e ambos se preparam para se dirigirem aos jornalistas numa curta declaração sem direito a perguntas.

Ricardo Soares: Decerto que estão surpreendidos. Não é todos os dias que eu e o Kevin Gunn estamos juntos para fazer uma conferência de imprensa. De resto, todos vocês estão a par das nossas divergências, das palavras...menos simpáticas, digo eu em termos eufemísticos. Mas, lá está, todos sabem que eu e Kevin Gunn temos essas divergências há muito tempo, que as queremos resolver e que o queremos fazer lutando.

Soares sorri para todos os presentes.

Soares: E é por isso que eu e o Kevin Gunn estamos aqui, lado a lado. Estamos aqui para falar do nosso combate que irá decorrer hoje e também sobre o estado atual da Vanguarda da Luta Livre. E sim, ouviram bem. Este combate irá decorrer hoje, eu Ricardo Soares, o bom e velho Soares, também tenho críticas à gerência da Vanguarda da Luta Livre. Pois a verdade é que a excelente massa de fãs da VLL está a ser maltratada. E a prova viva disso foi dada precisamente pelos fãs, que preferiram não ver a última emissão da Vanguarda.

A expressão de Soares transmite nada mais do que seriedade.

Soares: E eu peço-vos desculpa, Lucas e Américo, mas espero que estas palavras, que serão duras, vos sirvam de abre-olhos. Há muitas coisas tristes nesta Federação para mim, neste preciso momento. É triste, por exemplo, tenham que ser os lutadores a tirar dinheiro do próprio bolso, como aconteceu no Vanguarda 20, para tentar garantir que os seus combates corram da melhor forma, com justiça. É triste, que um Supervisor-Geral que promete justiça, deixe o seu Campeão Supremo às mãos de um trio em que sabe que não se pode confiar, e deixar que esse mesmo trio faça o que quiser do seu Campeão, símbolo máximo da sua Federação que ele deveria defender com unhas e dentes, tendo em conta a situação com a ADW.

Ricardo Soares faz um compasso de espera.

Soares: É triste que homens como o Jorge Gante tenham tanto destaque. É triste que tu sequer tenhas deixado o Jorge Gante entrar no pavilhão no último espetáculo, depois de saberes aquilo que tu sabes, Lucas. Quanto mais dar-lhe a liberdade para ir para a mesa dos comentadores. É triste que eles tenham tido direito àquela triste abertura no Vanguarda 20 e que nenhum responsável o tenha impedido. Tive que ser eu e o Vinícius a tomar a iniciativa. É triste que eu ainda não tenha tido a hipótese de enfrentar essa amostra de homem, o Jorge Gante, num um para um, e de uma vez por todas acabar com esta rivalidade, e provar aquilo que todos nós sabemos, que o Gante nem sequer merece ser apelidado de lutador, de wrestler.

Soares suspira e baixa a cabeça por uns momentos. Quanto a levanta esta com um ar sarcástico.

Soares: Porque o Jorge Gante nunca provou nada no ringue. Porque o único verdadeiro feito dele na VLL foi o de ter tido o combate mais rápido da Federação, quando perdeu para o Kizua. Porque ele pode-se achar Deus na Terra, mas não é absolutamente ninguém dentro de um ringue de Wrestling. Porque eu é que sou o velho, aquele que tem o joelho todo fodido e mal se aguenta, mas é o Gante que não se aguenta sem ter sempre as suas duas muletas a carregá-lo.

O veterano levanta a sua mão.

Soares: E, por fim, é triste que depois de uma queda nos ratings como a da semana passada, a direção tente recuperar e vender um espetáculo com apenas um combate marcado. Porque isto é uma Federação de Wrestling, e o que os seus fãs querem ver é Wrestling de qualidade superior. Grandes combates. Ação no ringue. E eu para além de estar totalmente de acordo com eles, já que segui este rumo na minha vida e amo tanto esta profissão não só porque gosto de ver mas porque, acima de tudo, gosto de participar em grandes combates. E participarei num desses combates esta noite, porque não tenho dúvidas que este homem ao meu lado será um grande adversário e teremos um grande combate. Pois, o Kevin, em termos de talento puro, é do melhor que a VLL tem para oferecer, goste-se dele ou não. Quero deixar-vos claro, que eu e o Kevin Gunn estamos a fazer aqui não é promovermo-nos, não!


Soares faz que não com o indicador da mão direita, num gesto apesar de tudo calmo, sem nervosismo.

Soares: Não, o que estamos a fazer é promover esta modalidade, que tanto precisa de ser estimada! O que estamos a fazer é dar uma razão aos fãs, para daqui a umas horas, não mudarem de canal. Porque se querem bom Wrestling têm direito a tê-lo e irão tê-lo. Acreditem em mim, isto não é uma promessa vazia. Porque, aconteça o que acontecer, eu vou lutar contra este homem, e se a Vanguarda da Luta Livre não o permitir, nem que tenha que ser uma boa briga à velha guarda no parque de estacionamento! Eu e o Gunn vamos lutar e vamos dar aos fãs o que eles querem ver. E a Vanguarda da Luta Livre nada poderá fazer para o impedir, porque a vontade dos fãs é e sempre será soberana!

Ricardo Soares senta-se e Kevin Gunn levanta-se pegando no microfone.

Kevin Gunn: Eu não posso ser hipócrita e partilhar com o Ricardo Soares a preocupação tremenda para com os fãs da Vanguarda da Luta Livre... Mas ainda assim, a razão pela qual aqui estou chama-se exatamente Vanguarda da Luta Livre. Estou enojado e revoltado com o tratamento que me têm sido dado pelo Amorim e pelo Brandão. Uma vergonha. Zero oportunidades para Kevin Gunn. Não sou promovido, não me deixam subir a escada que me leva ao título... Apenas me metem a combater com oposição fraca sem qualquer talento ou capacidade para sequer me darem luta. Mas isso... Mudará.

Kevin Gunn olha para Ricardo Soares.

Gunn: Eu e o Ricardo Soares não somos amigos nem nunca o vamos ser. Mas aqui o Good Old Ricky tem razão no que toca às críticas a estes incompetentes. Eu não quero fazer isto pelos fãs mas por mim. Eu quero competição e Ricardo Soares é um desafio de todo interessante para mim. Embora a direção prefira entregar o Ricardo Soares a inúteis desleixados sem talento como os Verno eu acho que está na altura de mostrar ao Amorim e ao Brandão onde está o talento aqui e não precisam de procurar mais além do que Kevin Gunn. Eu sou um wrestler, o melhor lutador desta companhia. E com ou sem permissão irei enfrentar Ricardo Soares e irei enviar uma mensagem clara à gerência incompetente da Vanguarda da Luta Livre e aos lutadores de trazer por casa que têm oportunidades superiores às minhas só porque estão nas boas graças da direção. Soares contra Gunn. Irá acontecer, com ou sem permissão. E depois de um combate de 5 estrelas de puro Wrestling... O vencedor mais uma vez será, não outro do que Kevin Gunn.

Ricardo Soares ri-se e troca algumas palavras, questionando Kevin Gunn em especial pela sua última frase, Kevin Gunn este que lhe responde mas ambos mantêm um ambiente de alguma cortesia mútua e a conferência termina com ambos a abandonarem a sala e a trocarem algumas palavras.

*****

A imagem mostra a Torre Eiffel onde no topo da mesma, na zona do observatório encontramos o jovem que ao longo de várias semanas tem sido referenciado nos eventos da Vanguarda da Luta Livre por Lucas Brandão. O mesmo já tinha aparecido no palácio de Versalhes. Esta semana encontra-se em mais um monumento “épico” da França. Por trás ouvimos uma música característica da moderna Paris. É noite e a cidade encontra-se bastante iluminada.

??? É bom ver esta cidade brilhar, como quem não quer a coisa tenho uma grande notícia para vocês.

O mesmo retira do seu bolso das calças um papel e mostra-o para a câmera.

??? Mais cedo do que imaginam eu irei entrar no vosso pavilhão, caros servos. Mais cedo do que imaginam eu vou ser a cara da Vanguarda da Luta Livre. O meu glamour vai sobressair perante tudo e todos, podem apontar isso.

O mesmo volta a dobrar o papel, que tinha apenas um número bastante elevado, com cuidado ele fá-lo e coloca-o novamente nas calças.

??? Basta baterem o número que vos mostrei no papel que acabei de embrulhar cuidadosamente.

A imagem desvanece.

*****

Voltamos com a emissão para o pavilhão, mais propriamente para a zona de entrevistas, onde Pedro Lombarda, vestido com um fato bastante profissional se encontra junto ao regressado Gonçalo Ferraz. O público na arena expressa um enorme contentamento pelo regresso do lutador, a imagem agora foca o titantron com Gonçalo e Pedro a partir do meio do público, onde a entrevista passa para todos os que se encontram na arena.

Pedro Lombarda: Olá a todos, estou aqui com Gonçalo Ferraz! O jovem lutador de MMA que volta à VLL.

Gonçalo abana com a cabeça, enquanto a imagem deixa de ser aquela a focar o titantron, passando mesmo para a zona de entrevistas.

Lombarda: Queres-nos falar um pouco deste regresso?

Gonçalo: Bem, maior parte de vocês que assistem à VLL já me devem conhecer. Estive no primeiro evento da federação, por pouco não venci o título Supremo, mas isso são mágoas passadas. O meu regresso deve-se exclusivamente a um pedido de Américo Amorim.

Lombarda: O que disse exatamente ele?

Gonçalo: Todos vimos o que aconteceu entre ele e o Lucas no último show. Quase que viraram as costas e ao que sei o Américo não se encontra cá hoje. Mas resumindo ele ligou-me mal aquele mal entendido aconteceu.

Gonçalo faz uma pequena pausa.

Gonçalo: O objetivo dele é assegurar que no Colisão a VLL vence.

Lombarda: E esse é então o teu papel?

Gonçalo: Mais ou menos. Eu adoro a VLL. Deram-me um reconhecimento que até ao momento eu não tinha é certo. Agora sou um lutador famoso. Sou um lutador adorado pelo público. Eu gosto disso. Pensava que estava terminado com a VLL. A posição de comentador não era muito do meu agrado e decidi sair naquela altura.

Lombarda: Mas se bem me recordo houve ai uns incidentes com o Jorge Gante, dos Verno!

Gonçalo: É verdade. E estou disposto a enfrenta-lo para resolvermos tudo. Aliás parece-me que esse combate irá mesmo acontecer, na próxima semana, mas isto apenas se ele quiser…

Lombarda: Isso é sem dúvida um combate que todos querem ver, desde o Dinastia dos Guerreiros! Para finalizar… O regresso de António, é importante para esta luta contra a ADW?

Gonçalo: Claro. É tão ou mais importante que eu. O Lucas pode ter-se desentendido com o Américo, mas ele ainda tem a cabeça no sítio e ir buscar o António novamente é sem dúvida um excelente negócio. Ele pode decidir tudo.

Lombarda: Bem, por agora é tudo. Boa sorte nesta segunda passagem pela VLL!

Gonçalo cumprimenta Lombarda enquanto a imagem desvanece.

*****

*Toca a música Movement, faixa de Straight Johny*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores, o próximo combate encontra-se marcado para uma derrota e trata-se de um combate “Hardcore”. A caminho do ringue, vindo de Castelo Branco e pesando 90 kgs… STRAIGHT JOHNY!

Luís: Na semana passada Johny envolveu-se numa pequena luta com Yuri Petrov no refeitório da VLL.

Beja: Pequena luta? As coisas azedaram e bem!

Luís: Ambos combinaram então enfrentarem-se hoje num combate “hardcore”.

Beja: Mal posso esperar para ver ambos dentro do ringue com esta estipulação. Digo-vos já que sou grande fã da ECW!

Luís: Quem não é?! Mas uma coisa é certa. Johny já tem experiência neste ramo.

Beja: No entanto Yuri é mais forte e prevejo que o mesmo consiga equilibrar as coisas. Mas Johny como antigo campeão Supremo já lutou contra grandes estipulações é verdade.

*Toca a música Katiusha, faixa de Yuri Petrov*

Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo de São Petersburgo, pesando 135 kgs… Ele é o “TANQUE RUSSO”… YURI PETROOOOOOOOOOV!

Luís: Yuri vem com uma cadeira na mão, mas Johny foi inteligente o suficiente para retirar uma também debaixo do ringue, antes de entrar no mesmo.

Beja: Uma coisa não podemos negar… que Johny é inteligente é. Ele só foi campeão Supremo à custa disso. Yuri terá aqui um confronto bastante interessante.

Yuri cumprimenta alguns jovens na rampa, mas de seguida corre para dentro do ringue e Johny ataca-o logo com algumas patadas.

*Soa a campainha*


Yuri Petrov encontra-se no chão, o oficial é Marcos Mendes e o mesmo está junto ao lutador Russo enquanto Straight Johny aplica alguns pontapés. O Russo dessa forma mantem-se no chão do ringue. Johny, depois de já ter massacrado durante longos segundos, chega-se para trás e pega na cadeira que anteriormente tinha levado para o ringue. Espera que Yuri se levante e atinge-o nas costas, mal se levanta. Yuri fica queixoso.

Johny levanta-o e empurra-o para o canto. Começa a socar o Russo de forma agressiva. Quem diria que o mesmo iria ser dominado por Johny, que se encontra com um peso bem inferior. Yuri é deixado cair no ringue. Straight Johny vai pegar novamente da cadeira olha para o público mas parece não reagir de nenhuma maneira. Segue o seu caminho calmamente e levanta a cadeira no ar… Yuri no entanto dá um soco no estômago do lutador Straight Edge que vai um pouco para trás. O Russo levanta-se e European Uppercut. Johny fica meio atordoado… Vai para trás e pontapé no estômago de Yuri seguido de um DDT. Cover…1…2…

O lutador Straight Edge safa-se! Yuri Petrov repara-se claramente que se encontra mais focado nos últimos tempos, pode ter começado mal este combate, mas entra agora a matar. Yuri levanta Johny mas o mesmo do nada… consegue reverter um segundo DDT e acaba a prender Leg Hook Camel Clutch…

Yuri encontra-se no centro do ringue, mas as cordas também não lhe iam valer de nada, estamos num combate hardcore. O árbitro pede-lhe para desistir. Yuri diz que não e lentamente começa a desembrulhar-se da manobra! Que força! Ele consegue passado alguns segundos. O público puxa por ele. O Russo levanta-se e Johny também. Correm nas cordas um pouco até que Petrov atira Johny para fora com um Clothesline.

Fora do ringue Johny pega num sinal de trânsito que estava fora do ringue e coloca-o pela cabeça abaixo de Petrov. Enorme impato! Johny só precisa de pegar em Petrov e coloca-lo dentro do ringue, sendo isso uma missão difícil. Tanto peso morto. No entanto o ex-campeão Supremo lá consegue. Yuri é metido dentro do ringue. Cover 1…2…

Petrov levanta o ombro! Johny não quer acreditar, mas mantem a calma, levanta Petrov… Mas o Russo dá uma joelhada em Johny. “A Bigorna”, Jumping Piledriver no centro do ringue! Petrov aplica a cover 1…2…3…


YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Raquel Jacob: O vencedor deste combate… Yuri Petrov!

Luís: Johny não quer acreditar! Ele pensou que a placa chegava… Mas Yuri safou-se e conseguiu vencer.

Beja: Não foi propriamente um combate hardcore por aí fora, mas foi duro! E na dureza o Petrov mostrou que não dá hipóteses!

Luís: Johny rebola para fora do ringue, cheio de dores e agarrado ao pescoço. Algo precisa de mudar na vida do ex-campeão ou rapidamente vai cair no esquecimento!

Beja: Veremos o que nos reserva. Yuri sem dúvida que volta com uma nova intensidade! Ele que parece ter tido problemas com as derrotas que teve com Gunn.

Luís: Johny parece mesmo mal tratado, teremos um update nisso futuramente, mas agora vamos até aos bastidores onde parece que temos alguma confusão instalada.
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Alm em Ter 27 Ago 2013, 23:51

*****

A imagem foca o santuário de Fátima. Onde Jorge Faria sempre teve o seu convite aceite por Caim Ezequiel, que por incrível que pareça apareceu sozinho, sem os seus “discípulos”.

Caim Ezequiel: Esta obra para glorificar Deus, Nossa Senhora e Jesus é bela!

A imagem mostra ambos a caminhar com uma música evangélica como “pano” de fundo. Caim mostra-se interessado, pegando em vários panfletos e tudo mais, enquanto Jorge parece morrer de tédio com tudo o que vê.

A certa altura existe alguma distância de separação entre ambos e Jorge Faria desabafa.


Jorge Faria: Já estou quase a pedir para que a merda dos resultados se invertam e dê positivo…

Uma velhinha ouve-o e fica perplexa com o palavreado usado. Jorge continuou sem se preocupar muito, o mesmo acaba é por retirar um pequeno saco de plástico de um bolso. Lá dentro vemos duas hóstias. Mas será que são mesmo hóstias?!

Faria: Oh Caim anda cá!

Jorge envia um berro bastante alto, esperando então que o lutador de “Deus” se direcione até ele.

Faria: Tenho aqui duas hóstias para comemorar este milagre que aconteceu! Toma Caim! Esta viagem que fizeste comigo… É o mínimo que te posso oferecer.

Caim, meio desconfiado, acaba por aceitar a oferta de Jorge Faria, provavelmente pensando que teria mesmo acontecido um milagre.

Caim: Você está mesmo diferente. Deus fica contente por isso!

Faria: É, mas já estava era com fomeca. Espero que não dê é muita sede.

Depois de tudo visitado ambos saíram do santuário e instalaram-se num pequeno parque de merendas.

Caim: Este calor está me afetando verdadeiramente.

Faria: Deve ser as influências… divinas! Divinas!
Jorge Faria deita-se num pedaço de relva que tem perto de si e começa a fritar.

Faria:Esta era da boa… Aí! Parece que estou a ver Deus ou lá o que é! Está tudo nevoado. Que broa!

Caim apercebe-se que foi drogado, mas acaba por cair na tentação e junta-se a Jorge Faria.

Ambos aproveitam este momento juntos e observam várias coisas fantásticas e… imaginárias.

A tela fica preta. Volta a mostrar Jorge Faria e Caim Ezequiel, desta vez vemos que passaram algumas horas, pela posição do sol ter mudado drasticamente.


Caim: Você me drogou!

Caim acorda, ainda Jorge Faria estava a dormir e salta rapidamente para cima dele começando a soca-lo.

Caim: Você é um pecador. Ó senhor Deus, lavo as mãos para mostrar que estou inocente! Com os que te adoram, ando em volta do Teu altar cantando um hino de gratidão e falando Tuas obras maravilhas! Me desculpa!

Nisto Jorge Faria acorda, com uma ressaca de todo o tamanho sente que levou alto pero na cara e decidi começar a correr para fora daquela zona, enquanto Caim o olha fixamente de joelhos, mãos ao alto e implorando a Deus para o perdoar.

*****


A imagem neste momento foca a casa de Rob Este e Alberto Valente, os dois lutadores não se encontram no pavilhão da Vanguarda da Luta Livre, para este V22, no entanto fazem questão de estarem presentes através de uma pequena mensagem que gravaram minutos antes.

Rob Este: Olá a todos os presentes aí em casa.

Ambos encontram-se na zona da piscina, onde a luz da casa lhes bate com alguma intensidade, iluminando a zona toda.

Rob: Esta mensagem é enviada para todos os telespectadores da VLL, mas para alguns em particular. A ADW!

A imagem passa para Alberto Valente, que se encontra numa cadeira ao lado de Rob.

Alberto Valente: Podemos não estar presentes no pavilhão hoje, mas nem por um momento pensem que a nossa ausência quer dizer que vocês ganharam a guerra.

Rob: Exato!

Valente: A razão pela qual nos encontramos é casa é simples. Não iriamos chegar a tempo para o evento, isto porque passamos pela habitação de Lisboa do Américo Amorim, onde o mesmo se encontra.

Rob: Tudo isto para garantir uma pequena coisa. Que no ADW vs VLL: Colisão algo de especial vai acontecer!

Valente: Isso mesmo, o regresso do António e do Gonçalo serviram de desculpa perfeita para o que queríamos! Um combate entra a ADW e a VLL!

Rob: Um combate de quatro homens contra outros quatro! No que será um combate de equipas por eliminação! O último no meio do ringue vence tudo para a sua federação!

Rob dá um gole numa cerveja que tem lá perto. Enquanto Valente começa a rir para a câmera.

Valente: Mas na realidade vocês são apenas três e um deles já irá estar noutro combate, por isso mesmo é altura de começarem a trabalhar ou então… digam adeus à vossa federação!

Rob: Exato! Porque o vencedor do PPV irá coroar a sua federação como a dominante aqui em Portugal!

Valente: Cuidado… para não saírem do “negócio” ainda antes de começarem!

A imagem começa a desvanecer, enquanto os amigos batem “5” no ar.

*****

A imagem foca novamente a zona de ação do pavilhão da Vanguarda da Luta Livre.

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… o próximo combate… é pelo título da Vanguarda!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Luís: Parece que vamos ter o novo título da Vanguarda em ação, desde que deixou de ser o título Nacional, pela primeira vez!

Beja: E não se esqueçam que mais logo vamos ter os dois britânicos Gunn e Soares no ringue da VLL… para ajustarem finalmente contas!

*Toca a música Rabo de Peixe, faixa de Henrique Coelho*

Raquel Jacob: O primeiro a caminho do ringue, vindo de S. Miguel, Açores… pesando 95 kgs… “ A Sensação Açoriana”… HENRIQUE COOOOOOOOOOOOOOOELHO!

Luís: Na semana passada não vimos Coelho, ele que foi coroado campeão da Vanguarda no vanguarda número vinte. E agora coloca o seu título em jogo. Ele não parece lá muito contente.

Beja: Normal, provavelmente foi avisado hoje ou talvez minutos antes de entrar. Mas uma coisa é certa… É isso que faz este Vanguarda vinte e dois algo único até ao momento dentro da VLL!

Luís: Por falar em único… Este evento tem sido claramente especial. Estou morto por ver o que irá acontecer com o Gunn e o Soares, mas principalmente a resposta da ADW ao comunicado de Rob e Valente!

Henrique entra no ringue e coloca o seu título bem no ar para todos verem, enquanto é vaiado.

Beja: Será que o reinado de Henrique irá continuar?!

*Toca a música Ain’t No Grave, faixa de António Andrade*

Luís: O quê?! António?!

As luzes vão abaixo mas rapidamente voltam, nesse momento António aparece vindo com um casaco preto e um capuz na cabeça.

Beja: É ele mesmo! Aqui vem o jovem Andrade! O primo de Vinícius pode juntar mais ouro à família.

Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo do Rio de Janeiro… pesando 135 kgs… Ele é António Andrade!

Luís: Que família? Ele destruí a família que é diferente. E agora volta. Aposto que é porque ficou sem dinheiro e quer voltar a ter fama e coisas do género! Ele não é mais um Nunes tal como a Raquel disse ele é Andrade!

Beja: Não sejas inocente! Ele voltou para ajudar a VLL contra a ADW nada mais.

Luís: E no que é que isso tem haver com o pobre do Henrique Coelho? Ele não sabia que ia enfrentar o António! Ele não se encontra preparado!

Depois de uma caminhada lenta para o ringue o mesmo retira o capuz e revela o seu cabelo loiro.

Beja: Certamente que este será um combate interessante de se ver! E António se conquista este combate irá fazer certamente história!

Luís: Vai logo ao ringue e beija-lhe os pés!

*Soa a campainha*

David Peralta é o árbitro deste combate, o mesmo pega no título de Henrique Coelho e coloca-o bem no alto dando sinal a todos na arena que o próximo combate seria pelo título da Vanguarda. Ambos começam com um jogo de forças no centro do ringue, que António perde depois de Henrique lhe pisar o pé. Henrique rola para trás e consegue então aplicar um Neckbreaker colocando o Brasileiro no chão. Cover rápida, mas nem deu tempo para o árbitro fazer a contagem. António levantou-se rapidamente.

Andrade é levantado pelo campeão que começa a soca-lo no centro do ringue, o Brasileiro tenta absorver a dor e consegue. Henrique Coelho não quer acreditar que António acaba de levar um soco bem na ar e se encontra “bem”. António dá algo impulso nas cordas e Big Boot! O campeão tenta recuperar rapidamente, levantando-se mas isso foi apenas um erro, António aplica um Powerslam bem potente. António pega em Henrique, que fica meio abaixado no centro do ringue, vai as cordas e Running Knee Lift!

O público vai ao rubro com esta demonstração por parte de António que envia um pequeno sorriso para o público, ele que entrou bastante nervoso. Cover…1…2… O campeão mantem-se vivo neste combate ao levantar o ombro. António levanta-o mais uma vez, mas golpe baixo. O árbitro avisa Henrique enquanto o público o vaia. Henrique encosta-se as cordas recuperando o folgo, este sorri mostrando ser astuto. António levanta-se e Clothesline! Henrique levanta-o atira-o as cordas parte para trás e German Suplex! 1…2…2,5… Andrade safa-se! O Brasileiro mantem-se também ele no combate.

Ambos trocam alguns socos no centro do ringue, depois de Henrique se ter distraído um pouco, queixando-se na altura ao árbitro. António foge para trás rollup… 1…2…2,7! Henrique consegue safar-se do nada! Parecia que ia acabar ali, o mesmo fica furioso e vai para o seu Double Knee Backbreaker, depois de mais uma troca de socos, mas António consegue safar-se… Pontapé no estômago e IntelectualDriver no centro do ringue! Henrique caí com impacto!

Cover por parte do Brasileiro…1…2…3…


Raquel Jacob: Senhoras e senhores… o vencedor deste combate e novo campeão da Vanguarda! ANTÓNIO ANDRADE!

YEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH.

Luís: O quê?!

Beja: O reinado de mais de 100 dias de Henrique Coelho chega ao fim!

Luís: Nas mãos de um dos gajos mais falsos da história da VLL! E tu aplaudes isto? Tu que certamente olhaste para ele de forma negativa?

Beja: Eu, ao contrário de ti sei reconhecer quando as pessoas mudam…

Luís: Pois, depois dizes que é como me convêm!

António Andrade festeja no centro do ringue, o público encontra-se ao rubro com esta vitória do Brasileiro, no entanto a imagem começa a tremer.

Beja: Pessoal parece que estamos com alguns problemas de transmissão…
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Alm em Ter 27 Ago 2013, 23:51

*****


A imagem foca uma sala de reuniões, onde André Remédios, Moore SD e os Parceiros de Guerra, David Soares Courteener e Delmar Bento, se encontram, sentados numa mesa redonda, onde o símbolo da ADW surge projetado na parede, ambos parecem conferenciar algo. No entanto a imagem mostra que isto foi gravado à algumas horas. Principalmente porque vemos luz solar a entrar na sala. Passado alguns segundos temos mesmo a confirmação, com um pequeno placar, na zona inferior a dizer “Gravado durante a tarde”.

André Remédios: Parabéns ao Américo Amorim. E bem-vindos a mais um espaço da nossa casa.

Moore SD: Mas André isto pode ser considerado uma casa?!

Courteener levanta-se e dirigir-se para um pequeno monitor, onde passam imagens de um projeto, uma enorme arena vemos na imagem, com tons de azul e branco.

David Soares Courteener: Claro Moore. A ADW na realidade é onde as pessoas recebem as oportunidades. Eu ainda não estava bem convertido. Mas agora? É para ir para a frente.

Remédios: Aqui é onde somos família! Por mais que custe a qualquer um de vocês. Quem é realmente adepto da modalidade entende que nós estamos aqui pela mudança!

Moore: Mudança essa que já começou!

A imagem agora foca alguns dos slides que Courteener anteriormente mostrou, enquanto os membros da federação continuam a falar.

Courteener: A VLL vive num circuito que parece muito fechado. Eles dizem que nós somos poucos, gozam connosco. Fazem acreditar que somos fracos e que não metemos medo a ninguém.

A imagem foca Delmar Bento, que coloca o seu título de Parceiro de Guerra em cima da mesa.

Remédios: Parece-vos algo insignificante e fraco?! A mim não… E podemos ser poucos, mas no final das contas… seremos o motor desta revolução.

A imagem foca agora Moore SD, que começa a balançar na cadeira.

Moore: Uma coisa é certa. Quando chegar a altura certa estaremos na máxima potência. E para além disso… Eu posso estar afastado desse combate que acabaram de anunciar…

Remédios: Calma Moore. Mas nós aceitamos alguma coisa? Isto é assim?!

Moore: Que vais fazer então?!

André Remédios ajeita o seu rabo de cavalo e parece pensativo. Os membros da ADW, tirando Delmar Bento, começam a parecer melodramáticos por alguns segundos.

Remédios: Nós aceitamos! Mas mudamos as condições! Na semana que vem eu vou sozinho até ao pavilhão da Vanguarda da Luta Livre, em direto para todos verem! Eu vou desafia-lo para um combate no Colisão! Isso mesmo! Prepara-te Lucas!

Courteener e Delmar olham um para o outro curiosos, notasse que não sabiam disto.

Remédios: Vamos adicionar mais um combate a este evento. Lucas contra Remédios. Vamos fazer pelo menos três combates ADW vs VLL! Cada combate vale um ponto! A federação vencedora… no final das contas fica com tudo!

A imagem volta a focar Moore SD.

Moore: Até lá… teremos o que vocês querem. Os quatro homens prontos a destruir os vossos ídolos! E apenas se encontram aqui dois. Courteener… Delmar. O resto… Vocês nem sonham!

As interferências voltam e a imagem da ADW é mostrada mais uma vez, até que tudo fica preto.

*****


A câmara foca um balneário onde se encontra Vinícius Nunes com o Título Supremo à cintura, em frente a António Andrade que acabava de ganhar o Título da Vanguarda.

Vinícius Nunes: Cara, parabéns! Eu sabia que ‘cê ia ser um grande lutador aqui na Vanguarda! Merece ser campeão!

António Andrade: Obrigado por essas palavras. Estou mesmo feliz.

António contempla o seu título com um sorriso bastante feliz.

Vinícius: Este seu regresso começa a tornar-se na melhor coisa que lhe podia acontecer!

Após uma troca de palavras agradável entre os ex-rivais e as congratulações do Campeão Supremo ao novo Campeão da Vanguarda, Vinícius abandona o balneário e dirige-se para o parque de estacionamento do pavilhão. O brasileiro aproxima-se do seu carro e coloca o Título Supremo em cima do capô, enquanto procura a chave nos bolsos.

??? (ao longe): Bons olhos o vejam, Campeão Supremo.

Vinícius vira-se e percebe que a voz feminina era de Alexandra Gante, que se aproxima do campeão.

Vinícius: Que é que você quer? Me deixe…

Alexandra Gante: Ó campeão, são maneiras de se tratar uma senhora? Lá no vosso país não vos dão educação nas favelas, não?

Vinícius (irritado): Não fale do meu país! O Bras…

*OUSH!*

Jorge Gante e Diogo Lourenço atacam Vinícius Nunes por trás com um taco de basebol.

Al (sorrindo, para Vinícius caído): Posso fazer mais uma pergunta sobre o teu país, Campeão? Lá no teu país sabem o que é uma ratoeira? Acabaste de cair numa.

Jorge e Diogo agridem o Campeão Supremo com tacos de basebol, que se contorce no chão com dores.

???: Parem!

Um homem surge a correr em direcção aos Verno e arranca o taco de basebol da mão de Jorge Gante. O homem está encapuçado e não se consegue perceber quem é.

??? (fitando Gante nos olhos): Acabou a vossa diversão…

Jorge Gante e o encapuçado fitam-se com olhares intensos, enquanto Vinícius Nunes começa-se a levantar apoiado no seu carro, com dificuldade.

??? (sorrindo para Gante repentinamente): Agora é a minha vez.

*OUSH!*

O encapuçado atinge Vinícius Nunes com o taco de basebol que havia retirado a Jorge Gante fazendo o Campeão Supremo colidir com o próprio carro. Jorge Gante ri-se, e começa a bater palmas. Todos os elementos dos Verno aproximam-se de Vinícius Nunes estendido no chão, e do homem encapuçado.

??? (ajoelhando-se aos pés do Gante, rezando): Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo… Verno!

Gante passa-lhe a mão pela cabeça, como se o estivesse a abençoar, e o homem encapuçado levanta-se orgulhoso. Então, o líder dos Verno debruça-se sobre Vinícius Nunes, ainda inconsciente.

Gante: Diz ao teu amigo Soares… Colisão, 15 de Setembro. E ao Gonçalo, ele também é teu amigo não é?, diz-lhe que aceito o desafio.

Jorge Gante levanta-se, e os Verno abandonam o estacionamento acompanhados pelo homem encapuçado. Passado alguns segundos, Moore SD aparece e vê Vinícius Nunes estendido no solo, e o Título Supremo abandonado em cima do carro do Campeão.

Moore SD(pensativo): Demasiado bom para ser verdade…

Moore aproxima-se rapidamente do carro do Vinícius e pega no Título Supremo. Depois, encaminha-se para o seu carro luxuoso na outra ponta do parque e arranca, saindo do pavilhão.

*****

A imagem volta à zona de ação, mais propriamente focando o ringue onde lá dentro se encontra Valentim Pacheco.

Raquel Jacob: Senhoras e senhores. Este combate encontra-se marcado para uma derrota. Já no ringue, pesando 85 kgs… vindo de Almada… Valentim Pacheco!

Beja: Bem, segundo as informações que tenho teremos a estreia de Valentim aqui na VLL… contra… Carlos Levante!

Luís: O sem papas na língua vem cá hoje é? Bem que precisou do vídeo para conseguir cá entrar.

Beja: Vamos lá ver como ele se safa no ringue. Também estou curioso para ver o Valentim neste preciso momento.

*Toca a música Middle Man, faixa de Carlos Levante*

Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo de Vila Nova de Gaia… pesando 75 kgs… “A Voz”, “O Anarquista”… CARLOS LEVAAAAAAAAAANTE!

Luís: Reação mista para Carlos Levante. Parece mesmo que a plateia mais “smart” se assim podemos dizer levou de agrado as palavras de Levante!

Beja: E tu Luís?!

Luís: Eu espero para ver o que ele vai fazer sinceramente.

Carlos entra no ringue sobe ao canto e faz o sinal da cruz com o braço. Alguns fãs fazem-lhe vénias enquanto o mesmo continua com uma cara bastante intensa.

Beja: Uma coisa é certa. Impacto ele já fez!

*Soa a campainha*

A campainha toca e Carlos Levante olha para Valentim Pacheco, medindo-o, rindo-se de seguida, aponta para a figura dele e o Disco Fox limita-se a dar-lhe ar de troça. Levante sobe a um dos cantos do ringue olha para o público e grita algo que se percebe como “ A voz!” fazendo com que Afonso Martins, o árbitro deste combate, pareça confuso. Valentim aproxima-se de Carlos para o chamar à atenção de que estão num combate e um súbito lapso de raiva toma controlo do homem que tem causado polêmica.

Carlos empurra Valentim para longe dele e cospe no centro do ringue à frente dele. Valentim parece chocado com esta atitude e lança-se contra Levante. Levante toma controlo dos braços do Disco Fox e dá-lhe uma violenta joelhada no estômago deixando o homem a cair de rastros.

Numa atitude rude dá uma chapada na cabeça de Disco Fox e grita “O que é que queres?”. O árbitro começa a aproximar-se de Carlos para o controlar, pedindo calma. Carlos sorri para o árbitro sarcasticamente “Queres calma?” e o mesmo volta a dar uma chapada em Disco Fox. O dançarino levanta-se enervado mas Carlos simplesmente pega nele com facilidade e aplica-lhe um Suplex. Sem demoras deita-se no chão, berra violentamente e aplica o seu finisher de submissão Mindtrap. Carlos não larga, Disco Fox tenta chegar a qualquer lado do ringue, vendo-se perto das cordas agarra-se lá. O árbitro manda Carlos soltá-lo mas o wrestler não está a planear largar, continua a aplicar cada vez mais força. Disco Fox lamenta-se de dores e está a perder a consciência no meio do ringue enquanto Carlos se ri.

O árbitro aponta rapidamente para a campainha fazendo-a soar e acabando o combate com desclassificação para Carlos Levante. Vitória de Disco Fox.


Mas Carlos continua sem largar até o novato perder totalmente a sua consciência. O anarquista procede a descer para fora do ringue, pega numa cadeira e rouba um microfone guardado na mesa de comentários. Toda a gente está perplexa a olhar para as suas atitudes.

Luís: Bem… Isto está a ficar violento. Carlos entra no ringue novamente e dá uma cadeirada valente em Valentim!

Beja: Ele parece que agora finalmente vai falar… Mas depois disto quem é que o quer ouvir?!

Pousa a cadeira no centro do ringue afastando o corpo do jovem com o pé como se fosse lixo e senta-se no centro do tapete. Levante dá umas pancadas leves no microfone para ter a certeza que está a funcionar e começa então a falar.

Carlos Levante: Teste…Teste…Isto não é uma simulação! Grande parte de vós, fãs da VLL já sabem quem eu sou, mas não é o meu nome que importa, o que importa…É a mensagem! Será que hoje aqui fui demasiado extremo com um rapaz que nada de mal fez? Talvez. Espero que quando o Valentim acorde, saiba que nada tenho contra ele, é um rapaz que precisa de mais treino e de explorar os seus potenciais, mas foi com ele que me colocaram hoje. E hoje, acima de todos os outros dias tinha uma mensagem a passar. Eu sou descartado e não sou promovido por não fazer parte das boas graças dos oficiais desta federação, os falsos de fatos lá atrás que gerem este circo. Tive no entanto de mostrar hoje que por mais que me queiram esconder na escuridão e no fundo dos “cards” que não me silenciaram, não irão tirar o meu ímpeto.

Não se percebe bem qual é a reação do público, parece que alguns já conhecem Carlos e aprovam das suas palavras, outros odeiam-no.

Carlos: Lancei um vídeo à pouco tempo atrás sobre a minha opinião e vista geral desta empresa, e nada mudou! Mas o que me deixou a pensar foi nas respostas que tive! Impressionantemente, não foi o pessoal dos escritórios que respondeu às minhas críticas. Foram os falhados lambe botas que queriam entrar mais uma vez nas boas graças dos dois idiotas que mandam chuva. “Oooh este Carlos é horrível, quem quer saber? É só mais um!”. Foram retrógrados o suficiente como que para me comparar ao Gante, o drogado que faz parte do sistema, um asqueroso corporativo com uma máscara de rebelde.

O público parece gostar desta última saída e apoia-o. Carlos levanta-se exaltado.

Carlos: EU SOU A REVOLUÇÃO! EU SOU A SEMENTE DO CAOS QUE TRAZ A HONESTIDADE! Não sobre falsas teologias que roçam o religioso, que chega a ser cronicamente retardado! Não o homem que vai andar por aí a atacar os supostos bonzinhos só para sacar reações baratas! Eu ataco tudo e todos, sem me esconder por trás de ideologias da treta, porque a minha única queixa é como é que um sistema que faz algo para o público, um sistema cujo único objetivo é o entretenimento das massas, consegue ser tão corrupto, tão falível e tão PODRE! Amanhã, ou ainda hoje, e nos dias por vir, vão descartar tudo o que disse como apenas um lunático que está a lutar contra o sistema porque se acha rebelde. Mas não são eles que me interessam! São vocês massas que estão subjetivas a esses ”brainwashes”, não se iludam, o que se faz aqui já não é um produto bom, um produto de respeito, o que se faz aqui é palhaçada e jogos políticos, e acho que falo por todos quando digo que ao ver Wrestling não estou interessado em saber de jogos políticos, quero chegar onde chego pela minha capacidade e não pela capacidade de puxar lustro que contenho na minha pessoa!

Carlos é subitamente interrompido ao ver Emily Cruz, psicóloga da VLL a entrar a correr e gritar para ele parar.

Carlos: Eis uma boa rapariga tornada numa máquina da corporação, Emily Cruz! Gosto bastante dela, ajudou-me bastante até porque muitos diriam que sou insano! Mas a verdade é que também ela é um fantoche aos interesses de um gabinete de insubordinados!

Emily faz sinal para o backstage, para lhe cortarem o som do microfone e chamar seguranças enquanto lhe pede desculpa da parte de fora das cordas. Carlos vendo os homens de negro a descer a rampa em direção a ele e o som do seu microfone ser cortado simplesmente se ri, sobe a um dos cantos e grita “REVOLTEM-SE, EU SOU A VOZ”. Um som explosivo enche a arena quando pelo menos quarenta por cento começam a fazer chants de apoio ao rebelde e outros tantos o vaiam. Os seguranças escoltam-no assim para fora da arena, e ele sem tentar retaliar limita-se a acenar um adeus com um sorriso rasgado na cara.

Luís: Bem… não sei bem o que se passou aqui.

Beja: Nem tu nem eu. Estou boquiaberto com Carlos Levante. O jovem Disco Fox começa a levantar-se sem perceber muito bem o que aconteceu.

Luís: Bem, agora temos de ir para uma entrevista nos bastidores. Voltamos já aqui à zona de ação.


#vllforever
Spoiler:

CONQUISTAS:
1x CAMPEÃO SUPREMO Michel-Baptiste Bangalter
1x CAMPEÃO PESOS-PESADOS DA VANGUARDA DA LUTA LIVRE Cavaleiro
1x UWL TELEVISION CHAMPION Afonso Henriques
1x XCESSIVE CHAMPION Ichiro Kentaro II
2x PARCEIRO DE GUERRA Delmar Bento
1x USER DO ANO
Por isso mesmo, é que dou aqui os meus parabéns ao Doherty pelo suor, tempo e esforço de dedicou ao ressuscitar o interesse na modalidade novamente. Para mim, o nome dele já está ao lado de gajos como _Paladino_, Wazzraver, Manzk e Crusher, que dedicaram muito de si mesmos para que todos nós tivéssemos o direito e o prazer de poder competir nestes fóruns. - by Sezarus
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Alm em Ter 27 Ago 2013, 23:55

*****

A imagem foca a zona de entrevistas da Vanguarda, onde Zé Maravilha se encontra com o lutador Tommy Brooks, o mesmo que sofreu uma lesão nas mãos dos Parceiros de Guerra da ADW.

Zé Maravilha: Olá a todos, estou aqui com o jovem lutador neozelandês Tommy Brooks!

A imagem foca o lutador.

Tommy Brooks: Olá a todos.

Maravilha: No evento especial de verão o teu regresso foi confirmado mais ou menos para esta data. Queres falar um pouco sobre isso?

Brooks: Com certeza. O meu regresso é mesmo esta semana. Digamos que vai ser no próximo webshow! Na sexta-feira. Contra o Eustass Kid.

Maravilha: Bem isso é uma surpresa, visto que o Kid ainda não combateu aqui na VLL. Assim sendo será a sua estreia. Comentários sobre isso?

Brooks: Não sei bem o que dizer. Ele é um lutador que me parece capaz de grandes coisas aqui dentro, mas eu quero voltar na mole de cima. Ele é forte, precisarei de ver algumas cassetes antigas do mesmo. Mas o que me interessa é ganhar o combate!

A imagem foca o comentador a fazer uma pequena pesquisa no teu tablet.

Maravilha: E relativamente aos Parceiros de Guerra? Alguma coisa a dizer?

Brooks: Sinceramente? Não. Eles estão em boas mãos. O António, o Gonçalo, o Rob e o Valente são mais que suficientes para eles. Se sinto que devia fazer algo por eles me terem enviado para o estaleiro? Talvez. Mas aqui dentro há perigos maiores!

Maravilha: Falas dos Verno?

Brooks: Todos vimos o que acabou de acontecer ao campeão Supremo, mesmo em frente a este pavilhão. Não estamos seguros.

Maravilha: Isso é um desafio para os Verno?!

Tommy Brooks começa a sorrir enquanto esfrega as mãos.

Brooks: Para já preciso de me preocupar com o Peter World!

A a imagem começa a desvanecer enquanto foca a cara de Tommy.

*****

Vemos Kevin Gunn do lado direito da tela e vemos Ricardo Soares do lado esquerdo. Ambos caminham para o ringue fazendo alguns alongamentos. Isto enquanto os comentadores falam sobre o que aconteceu hoje.

Luís: Mal posso esperar por este confronto Beja, mas o que aconteceu até agora merece ser falado.

Beja: Com certeza! Quem foi aquele gajo que atacou Vinícius depois dos Verno terem caído em cima dele?

Luís: Não faço ideia, mas uma coisa é certa. Tanta preocupação com a ADW e os Verno lentamente crescem para algo bastante perigoso.

Beja: Mas a família Nunes também ficou mais forte! António venceu o título da Vanguarda hoje!

Luís: Ainda não percebeste que ele não é mais um Nunes? E ele só voltou pelo dinheiro e a fama. Olha o que eu te digo. Ele vai-vos enganar a todos, mas a mim não engana.

A imagem continua a filmar Gunn e Soares, Gunn para e faz alguns alongamentos contra uma parede.

Beja: Voltamos já para acompanhar este combate entre britânicos. Mas agora parece que temos Henrique Coelho numa procura louca por Lucas Brandão!

*****

Henrique Coelho abre e fecha portas ao longo do corredor, procurando pelo supervisor-geral da Vanguarda, Henrique encontra-se com uma camisola dos açores e uma toalha ao pescoço. A parte de baixo do corpo ainda é a vestimenta que utiliza dentro do ringue.

Henrique Coelho: Onde tá ele?!

O mesmo esbarra contra um trabalhador do pavilhão.

Henrique: Pexteno, viste o Lucas?!

Trabalhador: Não… Ouvi dizer que ele já foi embora, mal soube do desafio do Remédios…

Henrique Coelho pega no pobre trabalhador e coloca-o encostado à parede pelos colarinhos.

Henrique: Se o vires diz que o seu binsuade Henrique e eterno campeão Nacional o procura!

Mas nisto aparece Markus Silva que empurra Henrique Coelho para o lado.

Markus Silva: Se há coisa que eu detesto é pessoas como tu Henrique!

Henrique levanta-se bastante irritado.

Henrique: Eu já te derrotei, deixa-me em paz.

Markus: Mas isso dá-te o direito de tratar mal as pessoas?!

Markus volta a empurrar Henrique.

Henrique: O que é que tu queres?!

Markus: Que deixes esse pobre trabalhador em paz, ele fez-te algum mal?!

Henrique: Tu não és aquele pexteno que perdeu o irmãozinho? Estás com remorsos é? Ou melhor… Esta nisca de gente vai substitui-lo é?! Tu és um atoleimado da cabeça! Levas um soco nessa cramalheira que até andas de lado!

Markus Silva começa a ficar irritado e bastante alterado psicologicamente com os comentários de Henrique.

Markus: Eu vou-me afastar… para não ter de te magoar a sério. Espero bem que na tua desforra ganhes o título de volta, porque acima de tudo quero ser eu atirar-to!

Henrique Coelho começa a sorrir. Nisto o antigo campeão da Vanguarda apanha Markus Silva desprevenido, quando este dá meia volta para ir embora… Double Knee Backbreaker.

Henrique: Espero que te lembres disto, da próxima vez de abrires essa matraca!

Henrique olha em várias direções até desaparecer.

*****

A imagem volta a focar o ringue, o público encontra-se bastante calado. Provavelmente porque este se trata de um combate bastante aguardado do qual ninguém sabe o que irá acontecer.

Luís: A tensão aqui na arena é enorme. Pela primeira vez teremos Ricardo Soares contra Kevin Gunn. Um combate digno de PPV completamente de borla para os fãs aqui na RTP2.

Beja: Sem dúvida Luís. Provavelmente o maior combate da história da Vanguarda na RTP2.

Luís: Gunn conseguiu o que queria, finalmente ele enfrenta Soares.

*Toca a música Kashmir, faixa de Ricardo Soares*

Raquel Jacob: Senhoras e senhores… o próximo combate está marcado para uma derrota e é o combate principal da noite! O primeiro… a caminho do ringue, vindo de Londres, Inglaterra… pesando 110 kgs… “Good old Ricky”… RICARDO SOARES!

Beja: Este é o quarto combate de Ricardo aqui na VLL ele que se mantem invicto. Tal como Gunn em combates de singulares. Nunca nenhum dos lutadores sofreu um pin e isto vai ser interessante de se ver.

Luís: Sem dúvida. Dois lutadores britânicos a entrar dentro do ringue para um dos combates mais aguardados do ano.

Os comentadores calam-se durante o resto da entrada, para dar aquele ar de importância ao que vai acontecer. Soares vai ao canto, mal acaba de entrar no ringue e bate palmas para o público presente, agradecendo a presença.

*Toca a música Morning Glory, faixa de Kevin Gunn*[/b][/color]

Beja: Reação mista para o lutador Kevin Gunn! Quem diria! Ele que tem estado envolvido em tanta controvérsia. Parece que começa a angariar alguns fãs.

Raquel Jacob: E o seu adversário… vindo de Londres, Inglaterra… pesando 93 kgs… Acompanhado pelo seu manager… Jack Neville… Ele é o “Razorblade”… KEVIIIIIIIIIIIIN GUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUN!

Luís: Gunn é talvez o melhor lutador que a VLL tem dentro do ringue. Não podemos negar isso. Ele encontra-se a um nível de um Vinícius e de um Gonçalo Ferraz.

Beja: Lá isso é verdade e sem dúvida que este vai ser um dos combates mais geniais da história! Volto a referir pessoal. Isto é de borla! Digno de um PPV!

Os comentadores, tal como fizeram na entrada de Soares, voltam a calar-se, a sensação na arena é a de grande eletricidade no ar. Gunn entra no ringue e olha fixamente para Ricardo Soares.

*Soa a campainha*


E o combate começa. Jorge Mesquista é o árbitro oficial deste combate. Duelo de ingleses aqui na Vanguarda da Luta Livre. Ricardo Soares e Kevin Gunn cada um no seu canto enquanto que a campainha toca. Kevin Gunn e Ricardo Soares caminham para o centro do ringue e trocam algumas palavras enquanto que Kevin Gunn estende o punho e Ricardo Soares toca. Aparente desportivismo Inglês na Vanguarda da Luta Livre. Ambos dão algumas voltas ao centro do ringue e Kevin Gunn de súbito tenta ir para o Leg Takedown mas Ricardo Soares apercebeu-se e afastou-se. Kevin Gunn olha com cara séria para Ricardo Soares e Ricardo Soares faz sinal que não é enganado assim tão facilmente. Jack Neville começa a incentivar o seu cliente e Kevin Gunn pede um teste de forças a Ricardo Soares. Kevin Gunn estende a mão e Ricardo Soares aceita, ambos começam, Kevin Gunn dá um pontapé na barriga a Ricardo Soares e começa a esmurra-lo na cabeça com alguma violência.

Kevin Gunn de súbito raspa a sola da bota nos olhos de Ricardo Soares. Típico do Inglês. Ele agora levanta Ricardo Soares e aplica um European Uppercut com autoridade. Faz o cover.. 1.. Good Old Ricky safa-se. Soares ainda está combalido mas levanta-se Kevin Gunn apercebe-se e vai tentar fazer algo... Mas Drop Toe Hold do veterano! Gunn está irritado e levanta-se e é recebido com algumas chops. Gunn levanta-se e grita para Ricardo Soares fazer melhor! E então ambos começam a trocar vários chops no peito que acaba por ter vantagem para Ricardo Soares! Soares aplica agora um Dropkick no joelho de Gunn e aplica um Single Leg Boston Crab, Kevin Gunn após alguma dor roda o corpo e atira Ricardo Soares literalmente pelo ar, livrando-se da submissão. Kevin Gunn agarra Ricardo Soares e aplica um Belly to Belly Overhead Suplex! Soares fica combalido no chão. Gunn agarra Soares e aplica um German Suplex! Dois German Suplexes! E vai para o terceiro a fazer lembrar Chris Benoit! Grande técnica do Inglês.

Soares fica combalido mas Gunn não quer ir já para o cover e aplica uma joelhada na cabeça de Soares que estava no chão. Gunn começa a sentir algum ímpeto e faz sinal para o Gunnplex! Kevin Gunn vai aplicar o Gunnplex! DDT de Soares! Que contra-ataque deste talentoso veterano! Soares tenta o cover... 1...2.. Gunn safa-se! Soares não perde tempo e continua a trabalhar as pernas de Gunn com alguns pontapés, para enfraquecer Gunn para possíveis submissões, algo caracteristico deste perito de Mat Wrestling. Soares aplica um Leg Hook Suplex em Gunn que rebola para fora do ringue. Soares vai para fora do ringue tentar apanhar Gunn que se tenta afastar de Soares, Soares vai para aplicar uma clothesline e Gunn aplica um Drop Toe Hold que leva Soares de cabeça às escadas de ferro. Soares começa a sangrar bastante da cabeça. Gunn apercebe-se e aplica um DDT no chão a Ricardo Soares! Ricardo Soares está em mau estado, o Razorblade atira Soares para dentro do ringue e mais uma vez faz sinal que quer lutar mais e que não quer cover. Soares a sangrar levanta-se com um olhar intenso e faz sinal para o outro inglês dar o seu melhor!

Gunn ao ver isso fica furioso e dá um pontapé na barriga de Soares, aplicando um poderoso Dragon Suplex! Gunn grita cheio de intensidade e levanta Ricardo Soares para lhe aplicar um Running Powerslam... Que é contra-atacado do nada por Good Old Ricky que atira Gunn ás cordas! Gunn está confuso e Soares tenta aplicar um Small Package do nada! 1...2....Gunn safa-se no último segundo! Soares vê uma oportunidade e não perde tempo aplicando um Knee Drop da segunda corda! Gunn tenta-se levantar e Soares aplica um Half Nelson Suplex! Com autoridade! 1...2... Gunn safa-se! Soares começa a acertar com cotoveladas na cabeça de Gunn, algo incaracterístico do veterano mas o combate assim o exige! Gunn começa a sangrar! Intensidade ao máximo na Vanguarda da Luta Livre! Soares agarra em Gunn e aplica um Vertical Suplex! Soares caí no chão de exaustão e Gunn está completamente KO no ringue!

O árbitro começa a fazer a contagem e a partir de 6 começam ambos a levantar-se e a trocarem alguns murros, Gunn consegue levar a melhor arranhando os olhos de Soars. Gunn aplica o Gunnplex! Do nada! Isto deverá dar a vitória ao Razorblade! 1...2.........Soares safa-se! Incrível resilência do veterano, Gunn leva as mãos à cara e não acredita no que vê. Gunn frustrado não perde mais tempo tenta aplicar o Royal Lock e consegue! Soares grita de dor e Gunn grita que se ele não desiste lhe vai partir o braço aos bocados! Soares consegue após muita dor agarrar a cabeça de Gunn e aplicar um takedown tipico de um bom mat wrestler. Gunn levanta-se e Soares aplica um Arm Drag! Gunn levanta-se novamente Soares tenta aplicar um suplex e Gunn consegue bloquea-lo! Gunn aplica um Exploder Suplex em Soares cujas pernas atingem o árbitro fazendo com que o mesmo vá ao chão. Gunn ignora o árbitro KO e aplica o segundo Gunnplex da noite em Ricardo Soares! Gunn fica a tentar fazer o cover mas o árbitro não reage!

Jack Neville de súbito, atira a soqueira para o ringue! Kevin Gunn ri-se e pega na soqueira, esperando Ricardo Soares que esgotado se tenta levantar. Soares está de costas apoiado na 2ª corda do ringue completamente combalido e Gunn provoca-o para se levantar. Soares diz algumas palavaras a Gunn e levanta-se! Gunn arma o braço para aplicar um soco com soqueira a Soares! Mas... Ele para. E diz que não, atirando a soqueira para fora do ringue. Gunn então apoia-se nas cordas com algum peso de consciência e o árbitro levanta-se. Soares aproveita a distracção de Gunn e aplica um Small Package! Gunn estava distraido! 1...2... Gunn safa-se! Gunn furioso tenta aplicar uma clothesline em Soares que se desvia prontamente e consegue aplicar-lhe um Backbreaker! Soares tenta agora o British Cloverleaf. Gunn grita de dor! Jack Neville entra no ringue e Soares larga a submissão para aplicar um murro que derruba Jack Neville. Gunn pode aplicar o Gunnplex mas não quer aproveitar uma distracção de Soares novamente! Gunn espera que Soares se vire e vai as cordas, tenta aplicar o Running High Knee... Soares desvia-se! Small Package de Soares! 1...2...3!


Raquel Jacob: O vencedor deste combate… Ricardo Soares!

YEAAAAAAAAAAAAAAH.

Beja: Bem. Tal como eu dizia! Este combate foi completamente soberbo! Gunn no entanto não está nada contente.

Luís: Como é obvio ele perdeu ali num Small Package! Ninguém merece isso. Muito menos depois de um combate destes.

Beja: Candidato a combate do ano?!

Luís: Provavelmente é. Excelente Math Wrestling que vimos aplicado aqui! Gunn pode ter perdido. Mas calou tudo e todos!

Vemos Ricardo Soares a esticar a mão a Kevin Gunn, que ainda se encontrava no chão do ringue, o mesmo aceita e levanta-se.

Beja: Bonito gesto por parte destes dois lutadores.

Luís: É preciso dar valor a Soares é certo, mas isto apenas consumiu-o ainda mais. Resta saber se dia 15 de Setembro ele aceita o desafio de Gante!

Beja: … Mas o que é isto?!

Ricardo Soares começa a subir a rampa, enquanto Kevin Gunn vai na direção contrária.

Luís: Kevin Gunn começa a sair pelo público, completamente frustrado. Ele para em frente a um fã que tem uma camisola da VLL e diz-lhe algo! Jack Neville segue-o de imediato!

Beja: Por hoje não temos mais tempo para vos apresentar. As nossas câmaras vão continuar a gravar… Para ver o que acontece enquanto Gunn sobe a zona da plateia em direção ao exterior da federação!

Luís: Até pa semana pessoal!

A imagem desvanece com Kevin Gunn a passar pela porta para fora do pavilhão.
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VANGUARDA 22# (RTP2) - (27/08/13)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum