ROAD TO DINASTIA DOS GUERREIROS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ROAD TO DINASTIA DOS GUERREIROS

Mensagem por Alm em Sab 22 Jun 2013, 07:44

Expandir esta imagem


Tudo começou no dia 11 de Janeiro, quando a Vanguarda da Luta Livre abriu portas, no Dragão Caixa, em frente a um excelente público, que não sabia muito bem o que esperar. Mas no momento em que o evento começou que as coisas mudaram de vez. No entanto nada dava a prever que tudo seria estragado por João Lopes, o antigo supervisor-geral. A ganância do mesmo e a necessidade de protagonismo levaram-no a intitular-se o primeiro campeão Supremo da história da VLL, depois de ter interrompido o combate entre Frederico de Queirós e Gonçalo Ferraz.

Isso mesmo, Frederico de Queirós está associado à VLL desda sua fundação. Apesar de nem sempre ter sido o lutador querido que hoje é, começando então por ser “parceiro” de crime com João Lopes, rapidamente se fartou, aprendendo com os seus erros e por sua vez redimindo-se. No Verdade ou Consequência, já realizado em Fevereiro e depois de alguns eventos transmitidos pela televisão, RTP2, Fred voltou a enfrentar Ferraz. E desta vez venceu, colocando um fim na curta carreira do jovem lutador de MMA. Se Fred vencesse teria de entregar o título a João Lopes, mas isso não aconteceu.

[color][font]


Foi então que nesse momento que as coisas azedaram e João Lopes caiu da sua cadeira. Américo Amorim, presidente da VLL apareceu para colocar ordem na casa e declarou Fred como o campeão Supremo. No entanto Lopes não demorou a substitui-lo e por uma força da natureza… Kizua. O lutador Angolano era demasiado forte para Fred, ou pelo menos assim pensavam. No PPV seguinte, depois de vários momentos de pensão, Kizua enfrenta Fred com o título em jogo. Ressureição Suprema é o nome do evento. Fred vence. Kizua é obrigado a abandonar e Lopes despedido. 

Parecia que tudo ia de vento em poupa para Frederico de Queirós o campeão indiscutível da Vanguarda da Luta Livre… até que…

Lembram-se de Sha To? O monge cómico que venceu o Parceiros de Guerra? Certamente que até esse momento pouco se falava do seu parceiro. João Silva de nome venceu com Sha To o Parceiros de Guerra, mas algo aconteceu que mudou o rumo das coisas. Segundo as palavras do mesmo este fartou-se de ser o companheiro da mascote e assim como quem não quer as coisas mandou-o pa o estaleiro. No Vanguarda 5 o jovem de Castelo Branco, João Silva, venceu Andreus Papandreus e conseguiu manter-se na VLL. Mas no evento principal Kizua dizimou Sha To e o mesmo foi então obrigado a sair. Ninguém estava era à espera do que ia acontece na semana seguinte. 

João Silva morre e nasce Straight Johny. Um homem convicto da sua palavra a 100% e com vontade de dominar. Fazendo a sua estreia em ringue na semana seguinte, na Vanguarda 7, venceu Frederico de Queirós e foi ai que tudo começou.
No entanto Frederico de Queirós andava demasiado perdido psicologicamente com Kizua que nem percebeu o perigo que a remodelação de João Silva provocava para a sua pessoa. Antes de Kizua ser derrotado Straight Johny estava programado para enfrentar Vinícius Nunes, mas esse combate nunca aconteceu. 

Straight Johny não compareceu e ameaçou mesmo ir embora de vez. Mas ele voltou e mais forte que nunca. Passado Kizua Fred começa a entender que é Straight Johny que lhe irá fazer frente, no entanto psicologicamente o mesmo encontra-se instável. Mesmo assim vence-o na semana seguinte a derrotar Kizua. É então que no último evento, a Vanguarda 13, que Fred é atacado violentamente e dado como incapaz de competir durante um largo tempo que Lucas Brandão, o novo supervisor-geral, se vê obrigado a marcar uma Battle Royal pelo título. Straight Johny deixa o ringue com o título, mas acima de tudo com uma mensagem importante… Que toda a mudança valeu a pena.

[/font][/color]
[color][font]


No entanto a pausa deu tempo para Fred se recompor e anunciar que está disposto a colocar a sua carreira em jogo por um combate contra Straight Johny no dia 30 de Junho, no Dinastia dos Guerreiros. Mas estará o lutador de Linda-a-velha pronto para combater já? A estipulação já se sabe e basicamente é não haver estipulação. Ambos enfrentam-se num combate sem regras onde tudo vale. Quem irá sair do combate vencer e construir o futuro da VLL a partir de um dos eventos mais esperados do Wrestling Europeu?[/font][/color]
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROAD TO DINASTIA DOS GUERREIROS

Mensagem por Alm em Sab 22 Jun 2013, 07:45

Expandir esta imagem


As ligações entre Portugal e o Brasil são cada vez melhores, mas de certa forma parece que as ligações entre os Brasileiros são cada vez mais conflituosas, pelo menos dentro da Vanguarda da Luta Livre.

Vinícius Nunes fez a sua estreia na sexta edição da Vanguarda, mas de certa forma foi desde o início um dos queridinhos do clube conquistando vários fãs ao longo do seu percurso. No entanto todo o herói tem o seu inimigo. O de Vinícius não poderia ser-lhe mais conhecido do que já é… Falamos obviamente de Antonio Nunes. Isso mesmo Nunes. O primo de Vinícius. Quando o primo menos “abastado” financeiramente fez a estreia Vinícius tentou estar do seu lado e apoia-lo mas o mesmo nunca o quis. Assim sendo a disputa entre Antonio e Vinícius começou. Até ao momento Antonio tem-se superiorizado nos confrontos mas as coisas parecem estar a mudar. Vinícius já entendeu o que realmente o faz perder e os jogos psicológicos a favor do seu primo parecem ter terminado por consequente. 



No Dinastia dos Guerreiros ambos enfrentam-se para finalmente resolverem as coisas, num dos combates que irá correr mais tinta na Europa. “Texas Bullrope Match”. Ambos os lutadores estarão presos pela mão direita com uma corda, que tem um chocalho no meio, e o objetivo é tocar nos quatro cantos do ringue, onde um alarme e por consequente uma luz irá ser ativada, sem que o adversário interrompa esse movimento. Será que um destes lutadores se irá juntar a Dusty Rhodes ou JBL como lendas da estipulação?

Na mesma noite temos também outro combate que muito se fala por essa Europa fora. Principalmente no Reino Unido. O regresso de Ricardo Soares aos ringues de Wrestling depois de um longo período na inatividade. Em 2010 este decidiu pendurar as botas, no entanto volta para enfrentar um dos lutadores mais odiados e censurados de toda a VLL, o antigo campeão Nacional, Moore SD.


Expandir esta imagem Ver em tamanho real


Moore SD estreou-se na VLL logo no primeiro evento, podendo considerar-se um dos poucos que se manteve fiel durante todos estes meses, mas o curso da história alterou-se no dia em que este venceu a lotaria Americana e se tornou num homem rico para não dizer excêntrico. A partir desse exato momento tudo começou a girar à volta dele, ou pelo menos ele quer pensar que sim. O título Nacional chegou e ele tornou-se o centro das atenções durante bastante tempo, sendo atualmente o lutador que mais vezes este nos combates principais da noite. Porém a perda do título destruiu Moore SD e este acabou por se afundar um pouco. 



Este é então o combate ideal para ambos os lutadores conseguirem mostrar o que valem. Ricardo Soares por um lado quer mostrar que ainda é suficientemente bom para ingressar na VLL e Moore SD quer mostrar que ainda tem muito para acrescentar à federação. 


#vllforever
Spoiler:

CONQUISTAS:
1x CAMPEÃO SUPREMO Michel-Baptiste Bangalter
1x CAMPEÃO PESOS-PESADOS DA VANGUARDA DA LUTA LIVRE Cavaleiro
1x UWL TELEVISION CHAMPION Afonso Henriques
1x XCESSIVE CHAMPION Ichiro Kentaro II
2x PARCEIRO DE GUERRA Delmar Bento
1x USER DO ANO
Por isso mesmo, é que dou aqui os meus parabéns ao Doherty pelo suor, tempo e esforço de dedicou ao ressuscitar o interesse na modalidade novamente. Para mim, o nome dele já está ao lado de gajos como _Paladino_, Wazzraver, Manzk e Crusher, que dedicaram muito de si mesmos para que todos nós tivéssemos o direito e o prazer de poder competir nestes fóruns. - by Sezarus
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROAD TO DINASTIA DOS GUERREIROS

Mensagem por Alm em Seg 24 Jun 2013, 01:18

A imagem mostra uma mesa composta por Américo Amorim no centro, do seu lado direito Lucas Brandão e do seu lado esquerdo Luís Barreira. No entanto não são os únicos que se encontram presentes. Vários executivos também estão presentes. Copos de água são agora posicionados por alguns empregados vestidos a rigor. A emissão rola. Américo Amorim olha para todos e parece ter vontade de começar o discurso, espera apenas que a música oficial do Dinastia dos Guerreiros, termine.

A imagem mostra agora o público. Vários fãs da federação, alguns vestidos a rigor, outros não. Mas sobretudo grande afluência dos meios de comunicação, aliás isto é uma conferência de imprensa para promover um dos maiores eventos de Wrestling na Europa…

A música termina.


Américo Amorim: Antes de mais quero agradecer a todos aqueles que hoje se encontram aqui.

Américo para ler as suas “cábulas”.

Américo: No dia 11 de Janeiro a Vanguarda da Luta Livre abriu uma luta sem precedentes. Fizemos o nosso primeiro evento no Dragão Caixa com uma grande afluência, mas no próximo Domingo vamos entrar no Estádio do Algarve e vamos bater recordes.

*Palmas do público*

Américo: É arriscado dizer que vamos ser uma companhia a seguir daqui a vários anos, mas somos sem dúvida uma companhia a ter em atenção neste preciso momento. Por isso mesmo, espero que as festividades decorram com normalidade e que este Dinastia dos Guerreiros seja um de muitos!

*VLL! VLL! VLL! VLL!*

Luís Barreira levanta-se, ajeitando o seu casaco e segue para junto de um pequeno tripé montado junto a uma das extremidades da mesa.

Luís Barreira: Olá a todos. Bem-vindos a esta conferência de imprensa do Dinastia dos Guerreiros. O nosso querido presidente já disse quase tudo relativamente ao que esperamos no futuro mais afastado da empresa, por assim dizer. Por isso vamos passar ao presente. Vamos começar por ter aqui uma das rivalidades que mais cativou os portugueses nos últimos tempos e que certamente irá trazer grandes recordações aos fãs daqui a uns anos. Será este o último combate entre Vinícius Nunes e Antonio Nunes? Os primos estarão no ringue num combate nunca antes visto aqui em Portugal. Ambos estarão presos um ao outro. Eles tanto se querem largar que infelizmente vão estar juntos, pelo menos mais uma vez.

Luís Barreira manda um sorriso.

Luís: Sem mais demoras chamo Antonio Nunes.

Antonio Nunes aparece na imagem, vindo dos bastidores, vestido com um polo preto e umas calças de ganga este entra e cumprimenta apenas Luís Barreira, o homem mais próximo dele.

Luís: E se já temos aqui o Antonio só resta chamar o seu primo. Vinícius Nunes!

Vinícius aparece, Antonio faz cara feia, no entanto o público delira com a entrada do Brasileiro. Este vai para o outro lado, mas só depois de cumprimentar todos os presentes na mesa, Luís Barreira e de ter tentado cumprimentar o seu primo, que recusou.

Vinícius Nunes: É uma pena ele não me ter cumprimentado, não é pessoal? Aposto que vocês queriam foto disso!

O público ri-se.

Luís: Bem. Antes de mais quero perguntar ao Antonio qual é a sensação de estar aqui hoje, com tanta atenção à sua volta. Alguma vez pensaste que isto ia ser possível?

Antonio: Apesar de nunca ter vivido na riqueza, como meu primo…

Este olha para Vinícius.

Antonio: Sempre soube que este momento ia chegar. Estava destinado. Não esperava era ter de enfrentar o meu primo. Estou farto dele vou ser sincero!

Luís: Bem parece que é agora…

Vínicius: Estás? Cara tu é que veio atrás de mim! Eu estava na Vanguarda primeiro.

Antonio: Esta história novamente?

Luís: Rapazes calma.

Ambos deixam os seus lugares e vão até ao centro, em frente à mesa. Américo Amorim diz algo e ambos afastam-se, voltando para o local inicial e estipulado.

Luís: Refiro que hoje não é permitido qualquer tipo de contacto físico entre os lutadores! Alguém na plateia quer fazer uma pergunta?

Vemos vários braços no ar, principalmente na onda dos jornalistas.

Luís: Infelizmente não teremos tempo para todos, mas enfim. Você ai.

Aponta para um jornalista todo engravatado, com um macbook nas pernas e um gravador na mão direita.

Dias Ferreira: Daqui Dias Ferreira para o blog Wrestling Noticias. Esta pergunta é para o Antonio Nunes. Como descreve o momento em que soube que tinha sido deserdado pela sua própria família?

Antonio: Não fiquei triste, soube logo de imediato que iria ter quem realmente importava do meu lado. Minha mãe e meu pai. Tou pouco importado com essa gente que se dizia minha família. Tou pouco importado po meu suposto primo Vinicius. Quero é vencer no próximo Domingo e mostrar a todos que sou o melhor. O título Supremo será meu.

Luís Barreira faz um gesto para um outro jornalista.

Luís Salvador: Daqui Luís Salvador, antigo administrador da SWWE, e atual administrador do WrestlingPt. A minha pergunta é para o Vinícius e é muito simples. O que presenta para ti esta oportunidade de representar o Brasil na VLL?

A imagem mostra Vinícius Nunes, que durante a pergunta bebia um pouco de água.

Vinícius: Boa pergunta. Não penso muito nisso, mas sei que lá eles gostam de mim…

Antonio tosse, Vinícius olha para ele, o “deserdado” acaba por falar.

Antonio: Que pergunta cliché Salvador… Já sabia que alguém ia zoar com essa situação do “representar” o Brasil. Eu também sou Brasileiro. Ou não?

Salvador: Bem…

Vinícius: Antonio cala boca!

Ambos voltam a aproximar-se um do outro, mas desta vez Américo Amorim levanta-se e vai junto deles.

Os fãs, que assistem à conferência ficam bastante excitados. Maior parte quanta por Vinícius, mas há todo o tipo de manifestações.


Américo: Vamos acalmar senhores.

Vinícius: Desculpe presidente, mas eu tenho de falar de uma vez. Se vamos terminar tudo no próximo Domingo, não posso deixar isto passar! O Antonio é meu primo, tudo bem, mas eu não gosto dele!

Antonio: Também não gosto de você cara!

Ambos estão agora cara a cara.

Lucas Brandão: Acho que já chega.

Lucas Brandão, o supervisor geral da Vanguarda, que até ao momento apenas observava a conferência de imprensa levanta-se e vai para junto dos lutadores, colocando-se no meio e separando-os.

Lucas: Não pode haver qualquer tipo de contacto físico entre ambos!

Antonio: Mas pode haver contacto verbal!

Antonio ri-se.

Vinícius: Verdade, mas quando estivermos os dois presos um ao outro com aquela corda e o chocalho no meio da mesma você irá pedir a Deus que nem contacto verbal exista entre nós os dois.

YEAAAAAAAAAAAAAAAAH!

VINNY! VINNY! VINNY!


Vinícius: Porque eu te vou contar huma pequena história Antonio! Desde pequeno que eu nunca me achei superior. Você apenas se achava inferior e isso é que estragou tudo e estragou sua cabeça.

Antonio: Ai é ai é?

Antonio está quase a explodir…

Vinícius: Domingo nossa família vai ver o que você é. E vai ver em direto! Sem ninguém a contar. Pode mesmo ser o fim dos Nunes…

Lucas: Seguranças escoltem estes dois lá para fora, antes que algo aconteça…

Uma cambada de seguranças entra no palco montado para a conferência de imprensa.

“BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.”

Os fãs ficam um pouco “revoltados” com a situação, queriam mais de ambas as partes. Américo Amorim diz algo para Lucas Brandão, que se senta novamente a seu lado, de seguida Luís Barreira segue a emissão.


Luís: “The show must go on” por isso vamos falar de alguns assuntos que não estão relacionados com o evento em si. Mas que no entanto necessitam de ser falados.

Lucas Brandão levanta-se e vai até junto de Luís.

Lucas: Bem como todos sabem recentemente morreu um funcionário da Vanguarda da Luta Livre, enquanto trabalhava e operava num sistema de pirotecnia. O pavilhão em si fechou e tivemos sem realizar qualquer evento. Esta é a primeira aparição pública de todos nós enquanto organização e muito se tem falado. Muita tinta tem corrido. Muita é verdadeira e muita é falsa. É certo que a Vanguarda se declara uma das melhores federações da atualidade, mas não somos a melhor. Talvez um dia, nunca se sabe. Como podemos crescer, podemos morrer. O nosso objetivo é crescer e queremos crescer rodeados de pessoas que gostam de nós. Infelizmente soubemos de vários ataques à nossa dignidade que não dignificam nada o desporto. É pena quando as pessoas não fazem as coisas pelas boas razões, tal como nós.

O público bate palmas e começa a gritar “VLL!”

Lucas: O relatório da polícia saiu hoje de manhã e ilibou a VLL de qualquer culpa da morte do jovem… Voltamos a lamentar o sucedido e a enviar as nossas condolências à família. Mas temos de continuar! E é com isto que vos digo que a Vanguarda da Luta Livre assinou um excelente contrato com um lutador Europeu. Esse mesmo lutador Europeu é cobiçado em todo o lado, até nas federações Americanas! Mas ainda é cedo para ele fazer o seu “debut”. No entanto fica aqui dito que brevemente a VLL se tornará ainda mais internacional.

O público vaia Lucas, provavelmente esperando por mais.

Lucas: Por falar em internacionalizações… A Vanguarda da Luta Livre anuncia oficialmente hoje que irá até ao Brasil! Isso mesmo.

Enquanto Lucas Brandão olha os seus apontamentos, o público vai ao rubro!

Lucas: Temos de agradecer também ao pai do Vinícius, Elvis Nunes, por conseguir os patrocínios que era preciso! Estaremos, ainda sem local anunciado, para ser talvez uma surpresa, no próximo mês no Brasil, para anunciar um evento especial! Mais um PPV. Posso adiantar que o mesmo se chama “Paraíso”. Será que efetivamente a VLL se tornará num Paraíso?!

Lucas ri-se, enquanto o público o acompanha. Luís Barreira, que tem vindo a conduzir esta conferência de imprensa, aproxima-se novamente.

Luís: Excelentes notícias por parte do nosso Supervisor Geral! Mas guarda alguma coisa para mais logo.

Lucas: Claro. O próximo anúncio será feito pelo nosso caro presidente, Américo Amorim!

Luís: Certamente que irá falar sobre o seu novo parceiro. Isto é do novo acionista da VLL! Isso mesmo! E olhem que o mesmo está cá!

O público manifesta alguma curiosidade e tal, mas nisto aparece Moore SD, vindo sabe-se lá de onde, com um fato todo janota, o cabelo preso e uns óculos, mostrando um ar todo intelectual.

Moore SD: Finalmente alguma classe nesta conferência. Um hotel tão bom, mas ao mesmo tempo tão mal frequentado. Só geeks do Wrestling na plateia e aqui… Um comité de reformados e dos seus pedintes…

“BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH”

Luís: Eu ia mesmo chamar-te…

Moore SD, o antigo campeão Nacional, decide interromper Barreira.

Moore SD: Chama-lo.

Luís: É… isso… Mas antes que o “senhor” diga mais alguma coisa, é com grande prazer que faço a introdução devida ao homem que se segue…

Moore SD: Blá blá blá.

Luís: Ele é um antigo campeão da extinta British Wrestling Federation, o lutador do ano de 1988… RICARDO SOARES!

O público começa a vibrar, principalmente quando Ricardo Soares aparece na zona da conferência. Este caminha pela mesa principal, cumprimentando Américo Amorim e Lucas Brandão.

O mesmo ostenta uma camisola da Academia Nacional de Wrestling, para além das umas calças de ganga e umas botas tropa, pretas, já gastas.

Moore SD, que se encontra do outro lado, não perde tempo.


Moore SD: Tas velho e senil pah. Que gosto e estilo é esse? Estamos num evento importante.

Ricardo Soares sorri, baixando a cabeça, como se já estivesse à espera desta.

Luís: Parece que o Moore está cheio de vontade de começar, por isso vamos até um jovem que se encontra na plateia e quer fazer-lhe uma pergunta pertinente.

Um jovem, com os seus 16 anos, que se encontrava na plateia levanta-se lentamente, bastante nervoso aliás, junto a si chega um funcionário da VLL, com um microfone.

Jovem: O meu nome é Martim, gostava de saber a opinião do Moore SD.

O lutador volta a interromper.

Moore SD: Senhor… Senhor Moore SD.

Jovem: … Do Senhor Moore SD relativamente ao “abandono” que sofreu por parte do André Constante.

Grande confusão no público, como que se o lutador tivesse acabado de ser ownado, digamos assim.

Moore SD: Essa pergunta ia chegar… mais cedo ou mais tarde, mas apenas me apercebo disso nestes momentos, quando falam dele, porque fora disso é completamente irrelevante o que ele fez ou deixa de fazer. Serviu para manipular, sim manipular, a cabeça do Ricardo e distraí-lo do que interessava a certo momento. Nada mais.

Luís: Queres dizer algo relativamente a isto Ricardo?

Ricardo Soares: Antes de mais olá a todos!

Grande manifestação de apoio.

Ricardo: É giro ver que no meio de uma situação tão importante que o Moore SD consegue ainda brincar. Desde a Vanguarda 10, penso eu, em que o título Nacional deixou de andar na cintura dele que ou desapareceu ou nada de relevante fez. Mas ainda assim acha-se o dono do universo. Só porque tem uns trocos no bolso. Goza com a forma como eu me visto, goza com a forma como eu sou. Tudo bem. Acho engraçado.

Moore SD: Idiota…

Poucas pessoas ouviram este comentário “infeliz” de Moore SD, já que o mesmo o disse quase a sussurrar.

Luís: Bem este jornalista aqui à frente…

Jornalista: O meu nome é André Remédios…

Risada geral na plateia.

André: O meu objetivo é seguir as pisadas da Vanguarda… adoro tudo o que vocês fazem e o meu sonho é mesmo construir algo assim…

Luís: Tem de ser mais rápido nas perguntas amigo…

André: Certo certo… Mas isto é mesmo importante para mim! Sabe eu tra….

Luís: A pergunta por favor.

O jornalista levanta-se, bastante frustrado, e deixa a conferência.

Luís: Bem parece que alguém teve de ir tomar conta da mãe… Continuando… Mais alguém tem perguntas para estes dois lutadores?!

Várias mãos no ar.

Luís: Você aí…

Jornalista: Antes de mais olá a todos, o meu nome é Maria Carvalho, sou do Jornal de Notícias, um novo fórum e a minha pergunta é a seguinte… A condição física do Ricardo Soares será o fator mais relevante neste combate?

Luís: Quer perguntar isto a algum dos dois, ou é mesmo geral?

Maria: Geral.

Luís: Talvez seja melhor começar pelo Moore SD, para terminarmos com o homem da questão…

Moore SD: Sinceramente não me interessa Maria. E eu respondo-te rapidamente porque não me interessa. Eu estou mais que preparado para este combate. Ainda hoje perdi horas a treinar, mas são horas perdidas com consciência. Analisei mais de 50 combates do Ricardo. Desde que começou até aos dias de hoje. O Constante foi uma arma também para saber até que ponto o mesmo está ou não apto. E cheguei à conclusão que sim está, por isso treinei o dobro. E o dobro já é suficiente para bater-me com um Mike Tyson, imaginem com um doentinho idoso como este Ricardo. Mas em suma a condição física dele é irrelevante, porque o que vai brilhar é o génio do Moore SD.

“BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH”

Luís: Ricardo...

Ricardo: Basicamente o Moore SD disse tudo, que treinou muito, que usou o Constante para ver os meus pontos fracos, que é sem dúvida a minha condição física. Não gosto de me gabar, nunca gostei, mas eu sou melhor em tudo que o Moore SD. Só não sou mais novo, no entanto, sou mais inteligente. E sendo assim reconheço que a condição física com que entrar no ringue no próximo Domingo irá determinar se há hipóteses de ele vencer ou não, porque fora essa vertente é impossível ele me ganhar!

Moore SD: Quase velhote! Isto já não são os anos 80.

Luís: Bem amigos, temos de ir para um curto intervalo televisivo, no entanto iremos continuar com as pergunta por aqui… Até já! É curto este intervalo!

*****


NÃO PERCAM, NO PRÓXIMO SÁBADO, DINASTIA DOS GUERREIROS, UM DOS EVENTOS MAIS AGUARDADOS DO ANO, PELAS MÃOS DA VANGUARDA DA LUTA LIVRE.

NÃO PERCAM OS CONFRONTOS MAIS ESCALDANTES DESTE VERÃO. ANTÓNIO E VINÍCIUS ENTRAM NO RINGUE PARA FINALMENTE SE DECIDIR QUAL O VERDADEIRO E HERDEIRO DA FAMÍLIA NUNES… AMBOS ESTARÃO LIGADOS PELO MENOS MAIS UMA VEZ… NUM TEXAS BULLROPE MATCH

HENRIQUE COELHO COLOCA O SEU TÍTULO EM JOGO, O AMADO TÍTULO NACIONAL, CONTRA ROB ESTE. IRÁ O AÇOREANO CAIR AOS PÉS DO LUTADOR DE NAZARÉ, VINDO DA ACADEMIA NACIONAL DE WRESTLING?

RICARDO SOARES LUTA PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL, DEPOIS DE UM PERCURSO BRILHANTE NO REINO UNIDO. E O SEU ADVERSÁRIO? O ARROGANTE E CONFIANTE EX-CAMPEÃO NACIONAL… MOORE SD! QUEM IRÁ SAIR VENCEDOR?

E NO EVENTO PRINCIPAL DA NOITE… STRAIGHT JOHNY, O NOVO CAMPEÃO SUPREMO, COLOCA O TÍTULO EM JOGO CONTRA O ANTIGO CAMPEÃO, FREDERICO DE QUEIRÓS. VALE TUDO NESTE COMBATE. SE FRED PERDER IRÁ SAIR DA VLL… PARA SEMPRE!

TUDO ISTO E MUITO MAIS… DIA 30 DE JUNHO NO ESTÁDIO NACIONAL DO ALGARVE. NÃO FALES.

BILHETES À VENDA NOS LOCAIS HABITUAIS.


*****

Luís: Estamos de volta. A conversa por aqui com Moore SD e Ricardo Soares tem sido bastante entretida. Temos tempo para mais uma pergunta, que aliás já foi feita, pelo João Silva do Jornal de Notícias. O mesmo perguntou se Ricardo Soares sonha com o título Supremo na sua pequena passagem pela federação.

A imagem foca o veterano.

Ricardo: Como todos sabem assinei apenas um contrato de 5 combates com a VLL, no entanto sinto-me em forma, neste momento responder a essa pergunta é um pouco difícil, mas não acredito que esteja ao nível de ir combater com o campeão Supremo.

Moore SD: Que serei eu… um dia.

Ricardo: Moore SD deixa-te de brincadeiras, tu és apenas um chavalo rico, com a mania. Nada mais. Tu sabes…

O público ri-se e Moore SD retira-se bastante irritado com as palavras proferidas por Ricardo Soares.

Ricardo: Bem parece que por hoje se livraram de um chato e agora vão-se ver livre de outro… Até Domingo!

Luís: Damos a palavra então ao nosso presidente.

Américo Amorim não se dá ao trabalho de se levantar, ou seja, começa a falar do seu posto.

Américo: A Vanguarda da Luta Livre faz nestes últimos dias uma parceria mais que importante. Uma parceria fulcral, não só para nós como para o Wrestling Português. A Vanguarda associa-se à Superbock e dessa forma serão os dois exportados para o exterior de Portugal de uma forma “massiva”, obviamente sem perder qualidade. Vários contractos serão celebrados, mas a notícia fica bem dada.

O público bate palmas…

Américo: Certamente que será algo fantástico de se ver… A Vanguarda tem tudo para crescer e com um patrocínio deste tamanho o nosso nome irá longe.

Ouve-se um pequeno barulho de fundo a perguntar por Jorge Gante.

Américo: Já que falam desse individuo… Jorge Gante continua a ter contrato com a Vanguarda da Luta Livre. No entanto estará suspenso até ao final do mês como já todos devem saber. O mesmo não está programado para nada e aliás, ninguém sabe dele…

Luís: Mas não pode desferir nenhum comentário sobre o que o futuro reserva para ele?

Américo: Jorge Gante não tem futuro neste momento… é apenas isso.

Luís: Muito bem. Antes de passarmos à fase final da conferência, quer dizer mais alguma coisa senhor?

Américo: Que seja um ótimo evento!

As luzes vão abaixo e entra Straight Johny, o campeão Supremo, ao som da sua música.

“BUUUUUUUUUUUUUUUUUH”


Straight Johny: Boa cena presidente… Agora vai embebedar os nossos fãs é? Não compreendo. O objetivo é colocar alguns fãs nas mãos do Fred? Porque no estado normal não vejo ninguém a segui-lo…

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH.

Straight: Eu sou o campeão… Eu tenho o título!

Straight Johny começa a panicar, enquanto o público começa a cantar coisas do desagrado do mesmo.

Nisto toca a música de Fred e este entra, levando o público à loucura.


Frederico de Queirós: Perfeito… Perfeito… Straight Johny a falar sobre não beber cerveja. Já não se esperava isso quando o nosso presidente anunciou a parceria? Eu cá acho que és demasiado básico.

Straight: Chegou o ex-campeão. O derrotado, o fraco…

Fred: Pois Johny… Relembra-me como ganhaste o título. Acho que nesse dia eu não estava lá.

O público exita-se.

Straight: Não estavas lá porque és fraco. E mais cedo ou mais tarde eu iria-te tirar o título. Se eu não ficasse com ele naquele dia, ficaria no próximo dia 30.

Fred: Mas tens noção que vais perder o título não tens? Que és um campeão de passagem, um campeão que não ganhou a ninguém…

Luís: Temos aqui várias pessoas que querem fazer várias perguntas….

Straight: Não há tempo para perguntas. Principalmente enquanto estivermos em direto para a RTP Informação. Por uma simples razão… eu vou revelar, a todos vocês quem é o Fred.

Os lutadores aproximam-se um do outro…

Fred: Vê lá o que dizes.

Luís: Senhores vocês não se podem tocar… já sabem disso!

Straight: O que eu quero fazer também envolve apenas palavras, coisas que muitas vezes faltam ao nosso “chump”. Eu sou o campeão, por uma simples razão, ninguém me conseguiu vencer. Eu estive lá dentro com todos. É certo que não estive com o Fred. Mas quem é ele? Eu desde que me tornei Straight Johny que sou invencível, que sou o melhor dentro desta empresa. Quem me odeia pode continuar a odiar, não quero saber de vocês para nada. Tudo o que importa é este título, o mais importante. E é o mais importante porque eu estou com ele!

Fred:  Ridiculo…

Ambos os lutadores aproximam-se demasiado e começam a empurrar-se…

Luís: Não pode haver contacto físico…

Américo: Vamos abrir uma exceção…

Ambos os lutadores começam a trocar socos de forma rápida enquanto a imagem desvanece…

Luís: Não percam o Dinastia dos Guerreiros, no próximo Domingo!
avatar
Alm

Masculino Número de Mensagens : 4566
Data de inscrição : 01/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROAD TO DINASTIA DOS GUERREIROS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum